A3 SEDÃ, O AUDI QUE FALTAVA

Fotos: autor


Não faz muito tempo, julho do ano passado, dirigi o A3 Sportback e gostei muito. Mas esse "3" sedã não fica atrás, me cativou, apesar de os dois serem praticamente iguais em trem motriz e desempenho. A novidade chega ao Brasil pouco depois de iniciadas as vendas na Europa e antes até dos Estados Unidos (primeiro trimestre de 2014), apesar de seu lançamento mundial ter ocorrido no último Salão de Nova York, em abril. O modelo é produzido na moderna fábrica de Györ, na Hungria.

Bom estilo da traseira

Começa sendo vendido por R$ 116.400 e terá como concorrentes diretos o Mercedes-Benz CLA 200 (R$ 150.500) e o BMW 316i (R$ 119.950). Uma bela briga de alemães por aqui, a exemplo do que ocorre no mundo! O Audi está bem nessa disputa ao dispor de maior potência — 180 cv do motor 1,8-litro contra 156 cv do Mercedes e 136 cv do BMW, esses dois 1,6-litro; todos são turbo. E o Audi e o BMW (320i flex) serão produzidos no Brasil no ano que vem — em São José dos Pinhais, PR e Araquari, SC, respectivamente —, havendo remota possibilidade de o Mercedes também ser, já que o Classe C e o GLA serão feitos aqui proximamente na nova fábrica em Iracemápolis, SP. Por enquanto, olhos da Daimler para o CLA estão voltados para o México ou os Estados Unidos.

Dimensionalmente, o sedã é 146 mm mais comprido (4.456 mm), 11 mm mais largo (1.796 mm) e 9 mm mais baixo (1.416 mm). É incrível, mas o entreeixos é 1 mm maior, foi de 2.636 mm para 2.637 mm. As bitolas dianteira/traseira aumentaram de 1.535/1.506 mm para 1.555/1.526 mm.

O A3 sedã pesa 1.295 kg, 35 kg mais que o Sportback, e isso reflete na aceleração 0-100 km/h, embora apenas marginalmente pior, 7,3 contra 7,2 segundos  Mas  como o coeficiente de arrasto aerodinâmico (Cx) do sedã é melhor, 0,30 contra 0,32, e a área frontal é menor, 2,12 m² contra 2,13 m², sua velocidade máxima é de 235 km/h, 232 km/h no hatch. Mas convenhamos que são diferenças desprezíveis na prática.

Porta-malas está mais para 400 do que para 500 litros: 425

 Preferências pessoais à parte, o fato é que o sedã custa bem menos (R$ 7.900) que os R$ 124.300 pedidos pelo Sportback, anda igual e tem a vantagem do porta-malas de 425 litros, contra 380 litros. Tem o mesmo câmbio robotizado de sete marchas, o S tronic, os mesmos pneus 225/45R17Y (estepe fino T125/70R18) e a mesma direção rápida de relação 15,3:1 com assistência elétrica comandada por um excelente volante de 360 mm de diâmetro, 2,6 voltas entre batentes.  E volante totalmente circular, nada de segmento reto no círculo, que a Audi acertadamente optou por não incluir no pacote do modelo para o Brasil.

Quem não tem hatchback arranja uma solução para segurar a tampa do assoalho!

O sedã traz o mesmo e brilhante motor EA888 turbo (0,8 bar de pressão) de duplo comando com acionamento por corrente, de fase variável e dois levantamentos das válvulas de escapamento, quatro válvulas por cilindro e a sofisticada injeção dupla, no duto para cargas parciais (pouca aceleração) e direta em solicitação de potência. O sistema na injeção "indireta" funciona à pressão de 6 bares e na direta, a 200 bares.

Motor turbo 1,8-l de 180 cv e 25,5 m·kgf

Tudo resulta em 180 cv de 5.100 a 6.200 rpm e 25,5 m·kg de 1.250 a 5.000 rpm, 7,2 kg/cv e uma sétima marcha longa o bastante para dar v/1000 de 46,7 km/h para 2.600 rpm a 120 km/h. E com o benefício da roda-livre em 5ª, 6ª e 7ª estando a seleção de comportamento Audi Select em Eficiência (há Conforto, Auto, Dinâmico e Individual). Utilizá-la é prazeroso, ver o uso da inércia, aproveitar o combustível que foi gasto.

Com ou sem o monitor, a escolher


Por falar nisso, o sistema de carga da bateria é gerenciado de modo a fazer o potente alternador de 140 ampères carregar quando o carro está sendo freado ou desacelerando em freio-motor e desligar a geração de energia elétrica quando o veículo está sob aceleração, contribuindo para reduzir o consumo de combustível. Esse sistema vendo utilizado por outras marcas, como BMW.

As fichas técnicas oficiais alemãs indicam ser o sedã mais econômico, com 14,3 km/l na cidade e 20,8 km/l na estrada, contra 13,5 km/l e 20,5 km/l no hatchback,  ambos com pneus básicos 205/55R16 e relações das marchas e dos diferenciais iguais. Aqui, com os pneus de 225 mm de seção e gasolina com 25% de álcool, esses números certamente caem. Mas mesmo assim, andando "à moda" e com ar-condicionado ligado o computador de bordo indicou 11 km/l com consistência. Fossem aplicadas as mesmas correções do Inmetro, 22% na cidade e 29% na estrada, teríamos 11,1 km/l na cidade e 14,8 km/l na estrada, números coerentes. O tanque é que poderia ser um pouco maior, 50 litros é pouco num carro desse porte.

A Audi informou que para o pacote Brasil foi escolhida a suspensão de altura de rodagem igual à da Alemanha, dispensando a elevada "para maus caminhos" em 15 mm. Decisão acertada, passei por várias lombadas em Itu sem raspar nada embaixo, é o comportamento é de fazer sorrir até quem não é entusiasta. Independente do controle de estabilidade, é muito difícil um motorista sem grande habilidade perder o controle do carro. Como em todo automóvel rápido, a aproximação a veículos lentos à frente requer bom julgamento de distância e noção da capacidade de frenagem, pois o risco de não parar a tempo é grande sempre.

Roda giratória com função de mouse

Como no irmão hatchback,  o monitor de 7 polegadas no centro do painel é escamoteável eletricamente por interruptor no painel. A operação é por roda giratória com superfície central tátil tipo mouse, de uso bem simples, tanto para o GPS quando quanto para ajustes de mídia. O HD do sistema é de 60 gigabytes. No volante há os controles adicionais, como o do telefone. Os instrumentos, desnecessário dizer, são "Wolfsburg", de fácil leitura.

Sentado "atrás de mim"

Como no Sportback, o espaço para os passageiros do banco traseiro é bom e estes contam com saída de ar-condicionado. Há cintos de segurança de três pontos e apoio de cabeça para todos; bolsa inflável, até para os joelhos do motorista. Também repetindo o visto no Sportback, há a apreciada faixa degradê no pára-brisa.

A faixa...

Este é mesmo o Audi que faltava

BS

Obs: Mais fotos após ficha técnica e relação dos itens do pacote Brasil.


FICHA TÉCNICA AUDI A3 SEDAN

MOTOR
Tipo
Ignição por centelha, 4 tempos
Instalação
Dianteiro, transversal
Material do bloco/cabeçote
Ferro fundido/alumínio
N° de cilindros/configuração/n° de mancais
4 / em linha / 5
Diâmetro x curso
82,5 x 84,1 mm
Cilindrada
1.798 cm³
Aspiração
Forçada por turbocompressor com interresfriador, pressão 0,8 bar
Taxa de compressão
9,6:1
Potência máxima
180 cv de 5.100 a 6.200 rpm
Torque máximo
25,5 m·kgf de 1.250 a 5.000 rpm
N° de válvulas por cilindro
4
N° de comando de válvulas /localização
2 / cabeçote, com variador de fase de admissão e escapamento, corrente
Formação de mistura
Injeção eletrônica no duto e direta
ALIMENTAÇÃO
Combustível
Gasolina E20/25, 95 octanas RON
SISTEMA ELÉTRICO
Tensão
12 volts
Gerador
Alternador 140 A
Capacidade da bateria
59 A·h
TRANSMISSÃO
Rodas motrizes
Dianteiras
Câmbio
Robotizado, duas embreagens a seco
N° de marchas
7 à frente e uma à ré
Relações das marchas
1ª. 3,765:1; 2ª. 2,273:1; 3ª. 1,531:1; 4ª.1,122:1; 5ª. 1,176; 6ª 0,951; 7ª 0,795; ré 4,176
Relações de diferencial
1ª à 4ª 4,438:1; 5ª à 7ª 3,277:1; ré 4,176
FREIOS
De serviço
Hidráulico, duplo circuito em diagonal, servoassistido, ABS com EBD
Dianteiro
Disco ventilado
Traseiro
Disco
SUSPENSÃO
Dianteira
Independente, McPherson com subchassi de alumínio, braço triangular, mola helicoidal, amortecedor pressurizado e barra estabilizadora
Traseira
Independente, multibraço com subchassi de aço, mola helicoidal e amortecedor pressurizado separados e barra estabilizadora
DIREÇÃO
Tipo
Pinhão e cremalheira, assistência elétrica indexada à velocidade
Diâmetro mínimo de curva
10,9 m
Relação de direção
15,3:1
RODAS E PNEUS
Rodas
Alumínio 7,5J x 17
Pneus
225/45R17Y
PESOS
Em ordem de marcha
1.295 kg
Carga máxima
550 kg
CARROCERIA
Tipo
Monobloco em aço, capô e pára-lamas dianteiros de alumínio, sedã 4-portas, 5 lugares, subchassi dianteiro e traseiro
DIMENSÕES EXTERNAS
Comprimento
.4.456 mm
Largura sem espelhos
1.796 mm
Altura
1.416 mm
Distância entre eixos
2.637 mm
Bitola dianteira/traseira
1.555/ 1.526 mm
AERODINÂMICA
Coeficiente de arrasto (Cx)
0,30
Área frontal (A)
2,12 m²
Área frontal corrigida (Cx x A)
0,636 m²
CAPACIDADES
Porta-malas conforme VDA (V211)
425 litros
Tanque de combustível
50 litros
DESEMPENHO
Velocidade máxima
235 km/h
Aceleração 0-100 km
7,3 s
CONSUMO DE COMBUSTÍVEL
Cidade (dado de fábrica)
14,3 km/l (7 l/100 km)
Estrada (dado de fábrica)
20,8 km/l (4,8 l/100 km)
CÁLCULOS DE CÂMBIO
v/1000 em 7ª
46,7 km/h
Rotação do motor a 120 km/h em 7ª
2.600 rpm
Rotação do motor à vel. máxima 6ª/7ª
6.000/5.000 rpm





AUDI A3 SEDÃ - PACOTE BRASIL

CONFORTO E COMODIDADE
Acabamento interno em estilo "3D barlovento"
Ajuste elétrico do banco do motorista
Alavanca seletor de marchas em couro
Apoio de braço dianteiro
Apoio lombar de 4 vias
Ar-condicionado automático de 2 zonas
Bancos dianteiros esportivos
Bancos em couro sintético
Computador de bordo colorido
Encosto do banco traseiro rebatível
Espelho interno fotocrômico
Fixações Isofix no banco traseiro
Pacote de luzes
Pacote porta-obejtos
Porta-malas com tapete reversível
Sensores crepuscular e de chuva
Sobretapetes dianteiros e traseiros
Teto moldado em tecido
Teto solar panorâmico
Vidros laterais e traseiro com isolamento térmico
Volante multifuncional em couro, multifuncional e com borboletas
EXTERIOR
Acabamento das soleiras das portas em alumínio
Ajuste elétrico dos retrovisores externos
Carcaças dos espelhos externos na cor do veículo
Pára-brisa com faixa degradê
Roda de alumínio 7,5Jx17 e pneus 225/45R17Y
SEGURANÇA VEICULAR
Audi Drive Select
Bolsas infláveis de cortina para os passageiros dianteiros
Bolsas infláveis frontais e de joelho para o motorista
Controle de estabilidade
Direção Servotronic
Estepe
Estojo de primeiros socorros e triângulo de segurança
Faróis bi-xenônio com ajuste automático de altura do facho
Faróis de neblina
Lavador de faróis
Luz traseira de neblina
Macaco
Sensor de afivelamento dos cintos dianteiros
Sistema Desliga-Liga motor
Travamento central com controle remoto a distância
SEGURANÇA PATRIMONIAL
Preparação para rastreador
ÁUDIO E COMUNICAÇÃO
Alto-falantes
Audi Music Interface
Bluetooth
Rádio MMI
OPCIONAIS
Pintura metálica ou perolizada
Sistema de navegação
CORES INTERNAS
Bancos em preto
Painel inferior em preto
Painel superior em preto
Tapetes em cinza
Teto em cinza
CORES DA CARROCERIA
Azul Scuba (metálica/perolizada)
Branco Amalfi
Branco Geleira (metálica/perolizada)
Cinza Dakota (metálica/perolizada)
Cinza Monção (metálica/perolizada)
Marrom Beluga (metálica.perolizada)
Prata Gelo (metálica/perolizada)
Preto Brilhante
Preto Fantasma (metálica/perolizada)
Vermelho Brilhante
Vermelho Misano (metálica/perolizada)
Vermelho Shiraz (metálica/perolizada)


Mais algumas fotos

Rodas com raios

Não é Mercedes mas tem um bom cáster

Estilo frontal é menos bruto agora, mais agradável

Markus Gleitz, coordenador de Estilo Exterior Estúdio  4, da Audi AG, explica detalhes no novo Audi durante a apresentação à imprensa

Ingostadt adota Wolfsburg


Saídas de escapamento duplas sempre ajudam no estilo, mesmo com motor 4-cilindros

Ar-condicionado automático duas-zonas, imprescindível hoje


64 comentários :

  1. Só faltou mesmo o interior bege. Com este exemplar azul então, ia ficar espetacular. Um habitáculo cinza clarinho também ficaria ótimo. E azul claro como houve aqui para os Chrysler brasileiros, ficaria divino. Existem essas opções? É um saco esse negócio de interior "pretinho básico".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mr. Car
      Nao inventa moda...
      Interior escuro suja menos e se evita o stress de brigar com criança , com a sogra e com o cachorro. Esses assíduos passageiros do banco de trás

      Excluir
    2. Legal colegão, então compra o preto pra poder levar o cachorro dentro do carro. Deixa para quem não tem necessidade de fazer do carro um canil, motel ou transporte escolar comprar um com interior mais legal.

      Além disso, a cor que mais esconde sujeira é cinza rato e não preto.

      Excluir
    3. Criança e sogra não tenho, e o cachorro vai sempre dentro da cadeirinha dele (semelhante às de bebês) como manda a lei, e não solto dentro do carro. Além disso, mesmo assim, forro o banco bem forrado, só para garantir. Sem chance de sujar. Isso é com os relaxados que não impõem regras aos passageiros humanos (como não comer no carro, por exemplo) nem tomam cuidados necessários com os animais.

      Excluir
    4. Meu carro, um Fiat 500, tem o painel e volantes brancos, bancos com tecido vermelho e bege claro, não tem marca alguma, basta ter cuidado, como cita o Mr. Car.

      Excluir
    5. Bosley de La Noya02/02/14 20:57

      Puxa vida anônimo das 13:53! Andar com a sogra, criança e cachorro no banco de trás ninguém merece cara...
      Se eu fosse você, vendia o carro e ficava em casa deitado no sofá.

      Excluir
    6. Mr Car
      Voce esta certo em cuidar bem do carro
      Mas acho que voce e muito sistemático e metódico
      Eu nao gostaria de estar na pele do seu cachorro

      Excluir
    7. Pode apostar que milhares de cachorros gostariam de estar na pele do meu. Ele só vai preso à cadeirinha no carro, pelo mesmo motivo que um bebê vai: não ser lançado no caso de um impacto ou freada extremamente brusca, e também para não se enfiar sob meus pés (imagine um cachorro entre seus pés e os pedais do carro) ou pular no meu colo enquanto dirijo, o que poderia me atrapalhar e causar um acidente. De resto, muita criança estaria muito mais feliz se fosse tratada como o "Joy", que nunca tomou sequer um peteleco, embora seja um arteiro de marca maior, uma espécie de "Marley" (o famoso Labrador do livro e do filme), só que em miniatura.

      Excluir
    8. Agora entendi
      Mudei de ideia sobre estar na pele do seu cachorro
      Um ser humano de valor trata bem animais
      Voce e um Ser humano de valor!

      Excluir
    9. Tenho uma Jetta Variant nessa exata cor, com interior bege claro. Suja mais do que o preto, mas em compensação, uma esponjinha com sabão neutro resolve qualquer parada. Sei bem do que falo, pq tenho duas crianças pequenas.

      Excluir
    10. O cachorro não é o problema, cuidado com a sogra!rsrsrs...

      Excluir
  2. Gostei do carro e do motor, para meu gosto é uma pena ter painel semelhante ao do gol, que acho feio (estou falando de tudo, não só dos mostradores atrás do volante).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tive a mesma sensação, de painel mais pobre, vendo alguns BMWs 320 na CSS. Ainda assim, de perto, é possível notar que o acabamento, disposição e a qualidade do material é infinitamente melhor do que no gol, mas essa questão de "fluidez" e "limpeza" deve ser coisa de alemão.

      Excluir
    2. Sim, não duvido que o acabamento seja bom! Acho que isso nem se discute em um Audi.
      O que eu não gosto é o desenho do painel. Eu não seria louco para comparar o acabamento do gol com o acabamento do A3, só são semelhantes no desenho e é isso que me desagrada, acho o painel do Gol feio e como o painel do A3 é semelhante, achei feio também.

      Abraços

      Excluir
  3. Linda paisagem tem a foto que mostra "a faixa".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente...pena estar tão discreta na imagem.

      Excluir
  4. Ah! Certamente não existe a opção de câmbio manual...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim existe
      Mas só na Europa ou para o mercado argentino.
      Há, há, há !

      Excluir
  5. Tenho algumas broncas com esse Audi, como as rodas em hélice (cujo sentido de rotação fica invertido em um dos lados do carro), os bancos elétricos sem memória e o painel dianteiro, muito parecido com o de um Gol G5. Mas, apesar disso, ele já está me dando água na boca, especialmente nessa cor Azul Scuba.
    E, quanto ao gancho que segura a cobertura do estepe, maldito seja o Departamento de Depenação da VW, que retirou esse utilíssimo detalhe do novo Jetta!

    ResponderExcluir
  6. E como fica o A4? Eu não entendo o comprador desse A3, já que existe na própria marca um sedã maior e mais barato, há um tempo atrás tinha concessionário vendendo o A4 por 110k.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não entendo isso, mas existe sempre a questão da novidade e a possibilidade de vender um carro de categoria abaixo pelo mesmo preço de um de categoria acima.

      Bob, explica por favor essa dos dois levantamentos no escape. E na admissão varia só a fase? Acho que é o único motor assim, já que o levantamento quando varia quase sempre é na admissão ou em ambos.

      Excluir
    2. A3 sedan, CLA, Classe A, BMW série 1. Grandes novidades, mas para mim não passam de estratagema para encarecer os verdadeiros modelos de entrada, A4, Classe C e Série 3. Quem compra está estimulando isso.PkornDF

      Excluir
  7. Só eu que gosto de painéis assim, simples?
    Não gosto daqueles painéis escada, com vários degraus e firulas. Sem falar que quanto mais curtos, melhor; pois diminui o "efeito churrasqueira" quando pega-se o carro exposto ao sol.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zelig effect

      Excluir
    2. Eu também prefiro assim, simples.
      Mas você sabe né, tem sempre aqueles que gostam de carro estilo alegórico. Ainda bem que para essa raça, atualmente sobram opções...

      Excluir
    3. Lucas dos Santos03/02/14 00:13

      Sou absolutamente fã desses mostradores "Wolfsburg". Mostra o que tem de mostrar sem "poluir" o visual.

      Eu devo ser um dos poucos que não consegue aceitar aqueles painéis digitais, de LCD, que imitam um painel analógico. Talvez, quando eu dirigir um carros que use esse tipo de painel eu mude de opinião, mas, até lá, ainda prefiro esse "painel de Gol". :)

      Excluir
    4. Zelig effect mostando seu poder, geral confundindo barbaramente por repetir algo que nem entenderam. Painel de instrumentos é diferente de painel. E nem 8 nem 80, não precisa ser tão simples para não ser carro alegórico no que se refere ao painel. Já o painel de instrumentos, geralmente quanto menos poluído melhor mesmo.

      Excluir
  8. Esse ai tem mais boniteza que o BM 320!
    Jorjao

    ResponderExcluir
  9. 4750 rpm de conjugado plano é fantástico, tiro meu chapéu

    ResponderExcluir
  10. Lorenzo Frigerio02/02/14 15:46

    Causa espécie a potência inferior à do Jetta TSi. Alguma explicação "oficial" aí, Bob?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A mim, não causa especie nenhuma, meu caro.
      O motor do Jetta tem maior capacidade volumétrica.
      No Jeta 2.0 X 1.8l no Audi. A sobrepressão do turbo deve ser semelhantes, bem como as taxas de compressão. Assim nao é de se estranhar a maior potencia no Jetta.
      Maiores detalhes podem ser consultados na ficha técnica desses.

      Excluir
  11. A Audi informou que para o pacote Brasil foi escolhida a suspensão de altura de rodagem igual à da Alemanha, dispensando a elevada "para maus caminhos" em 15 mm. Decisão acertada, passei por várias lombadas em Itu sem raspar nada embaixo, é o comportamento é de fazer sorrir até quem não é entusiasta.

    A Audi (e o grupo VW) deve estar investindo em posicionamento adequado de órgãos mecânicos para se conseguir manter altura de rodagem europeia sem raspar nas lombadas e valetas brasileiras. Já dirigi um TT de segunda geração e o mesmo passava por lombadas e valetas sem maiores problemas. E isso porque estamos falando do agravante dos Audis de motor transversal terem balanço dianteiro comprido e motor totalmente à frente do eixo dianteiro (Audis de motor longitudinal e plataforma MLB têm balanço menor e o motor está mais protegido pelas rodas por terem conseguido distanciar um pouco mais o eixo dianteiro da parede corta-fogo).

    ResponderExcluir
  12. Caro Bob

    Uma correção,Mercedes-
    Benz CLA 200 (R$ 150.500,00)
    Parabéns pelo post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. welyton
      Claro, que mancada a minha. Já está corrigido, e obrigado!

      Excluir
  13. Bob, entre o CLA 200 1st edition e esse A3, qual vc gostou mais?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eduardo,
      Não cabem opiniões pessoais, ferem a ética.

      Excluir
    2. Ter opinião fere a ética, Bob?

      Excluir
    3. Paulo Freire
      Ter, não; externá-la e vir a influenciar, sim.

      Excluir
    4. Eu acho que não fere. Mas, entendo o teu lado. Se vc começar a dizer que prefere A do que B, a marca que fabrica B não lhe cederá carros para teste mais.

      Excluir
  14. João Carlos02/02/14 20:45

    Também não gosto de base achatada, a pegada e o deslizar da mão não fica muito agradável em algumas situações. Qual sua crítica?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas dos Santos03/02/14 00:22

      Aí está uma coisa que eu, como leigo, nunca entendi: qual a função da base achatada nos volantes esportivos? Quais os benefícios que essa característica oferece e em quais ocasiões?

      Em alguns modelos isto é algo puramente estético, mas acredito que deva ter alguma utilidade prática em algo.

      Se alguém puder responder, agradeço.

      Excluir
    2. Lucas dos Santos
      Não é só você, muitos têm essa dúvida. O motivo do segmento reto no aro do volante é aumentar a distância entre ele e o banco, provendo mais espaço para as pernas do motorista estando as rodas retas à frente ou posição semelhante do volante.

      Excluir
  15. Bob, é minha impressão ou este A3 está marginalmente melhor que o A4 "de entrada" e ainda é mais barato? Carro show de bola.

    ResponderExcluir
  16. Sei que é um Audi e tal tal tal... mas esse painel me lembra do Gol... só nessa eu jã brochei!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o painel é simples, mas com materiais de ótima qualidade e muitíssimo bem acabado.
      Transmite requinte e sofisticação, o que não ocorre no Gol.

      Excluir
  17. Esse painel é inaceitável pra mim. Até o painel do Fox seria mais interessante (painel saídas de ar, console etc) Essas saídas de ar de Celta não tem como...

    OBS: Faltou uma foto do painel por inteiro.

    P500<<

    ResponderExcluir
  18. Pessoal fala que o interior lembra o gol... vw... é porque só vê carro por foto. O painel tem desenho limpo, mas o acabamento é primoroso, alumínio de verdade, acionamento de comandos perfeito até no som que fazem... qualidade de iluminação... isso tudo tá longe de um Gol.

    interior não se vê, se sente... e isso é impossível por foto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso demonstra como muitas pessoas, principalmente no Brasil, dão muita importância para o "visual" e pouca ou nenhuma para a qualidade de construção de fato. Ao vivo, e tocando esses controles, a diferença para os de segmento inferior é abismal. Pelo menos para os que dão valor à qualidade de construção e de materiais, é claro.

      Excluir
  19. Só não gosto da tela ser no meio do painel, parece um tablet colado com 3m... No mais, é um forte candidato a substituir meu atual veículo....

    ResponderExcluir
  20. Os carros "engordam" tanto de uma geração para outra que esse A3 consegue ser maior que o A4 de 1995 (B5), que eu considero benchmarking em sedã compacto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em peso esse A3 acho que é um pouco menor

      Excluir
  21. Já andei é excelente, parece até que anda mais que o Jetta Tsi que conheço bem.
    Pessoalmente só vejo um defeito, a tração não esta onde Deus mandou ela ficar, nas rodas traseiras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Álvaro Costa
      Garanto-lhe que a essa altura, com a engenhosidade que Ele mesmo deu ao Homem, Ele já reconsiderou sua ordem...

      Excluir
    2. Um carro desse porte, com tração traseira, só se for para um público-alvo bem específico e restrito, como é o caso do Miata, ou do GT-86.

      Excluir
    3. Não precisa chegar no Miata, a série 3 ou classe C são de porte praticamente igual e com tração traseira.

      Mas o Bob tem razão em uma coisa, hoje a tração dianteira evoluiu muito e não tem mais essa diferença toda para a tração traseira. Para quem não for dirigir perto do limite, chega a ser mesmo impossível de diferenciar um tração dianteira bom de um traseira. As diferenças ficam mais na hora de situações mais difíceis ou que exijam mais do carro, nisso o tração traseira ainda (e provávelmente sempre será assim) mantém uma diferença boa e muito apreciável para um entusiasta.

      Pra mim ainda falta resolverem a tração em arrancada nos tração dianteira sem depender do ESP

      Excluir
    4. No dia a dia fico com a impressão que um carro com tração dianteira é mais ágil e mais seguro no trânsito, principalmente ao dobrar esquinas e em dias de chuva.

      Excluir
  22. Que me desculpem os entusiasta!
    Eu deixo de comprar um carro, como este Audi A3 ,simplesmente pelo ''desleixo'' de não vir com MÍSEROS SENSORES de estacionamento.Isso falando no mínimo que esse carro teria que ter.
    Qual é o cidadão que compra um Audi(preço Brasil nada é barato) com tanta tecnologia embarcada e, ficar exposto a arranhar esta bela carroceria em um simples ato de estacionar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não faz a menor falta pra mim, não preciso de gps, central multimidia, ar digital, piloto automatico, sensor de chuva, etc... Não é a toa que eu fui muito feliz num Civic SI.

      Excluir
    2. Sejamos coerentes srs. realmente nada disso é necessário, mas num carro com gps, tela touch, central multimídia, telinha colorida, etc. a falta de um sensor de estacionamento é realmente uma contradição.

      Excluir
    3. A questão do sensor de estacionamento e até das cameras de ré, são fundamentadas não só para auxiliar durante a manobra de entrada e saída da vaga, mas também por segurança: caso existe uma criança ou um animal atrás do seu carro, ou ainda um objeto, buraco, etc, você será alertado. Em locais escuros e dias de chuva, quando não dá para ver muita coisa principalmente nos sedans, que não possuem limpador no vidro traseiro, a camera quebra um galho, pois capta bem em pouca luz. Ou então é dar uma de machão e encostar o parachoque nos outros a vontade... cada um escolhe como gosta.

      Excluir
    4. Danilo,

      O motorista bem preparado sempre olha atrás e ao redor do carro antes de entrar e dar a partida.

      Recomenda-se, inclusive, que quando houver muitas crianças ou animais perto do veículo, que se peça a ajuda de alguém antes de dar ré ou fazer manobras.

      Excluir
    5. Admito que me impressiona um carro com tantos atributos excelentes não dispor de um sistema de sensores cujo custo é praticamente desprezível, vendo a faixa de preço que ele se encontra.

      Mas isso pra mim não é motivo para deixar de comprar o carro (caso eu tivesse dinheiro, é claro).

      Mendes

      Excluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.