RECUPERANDO UM 917 ESQUECIDO NO TEMPO


Os carros de corrida clássicos são marcantes pela sua história apaixonante, desde sua criação e desenvolvimento, participação nas corridas até seu atual estado, seja em um museu, participando de eventos ou mesmo friamente abandonados e esquecidos.

Este carro é uma das mais valiosas e monumentais máquinas de competição e velocidade de todos os tempos, o Porsche 917K. Mais precisamente este é o chassi de número 21, que estava esquecido há décadas e foi localizado em um museu na Alemanha que recentemente fechou suas portas. O intuito deste post é mostrar o processo literalmente arqueológico que foi feito pela empresa americana Gunnar Racing na restauração do 917K, e foi documentado em vídeo e postado no site da empresa.

O 917-21 já restaurado, Laguna Seca 2009

Começando com o vídeo abaixo, da apresentação do carro na forma como ele foi achado, pintado de branco e sem numeração de chassi, até o momento final dos trabalhos, é muito interessante ver como foi feito, pois a Gunnar é referência mundial em restauração de Porsches de corrida.



Toda a sequência pode ser vista aqui no site da Gunnar Racing, clicando na foto do carro.

Reparem neste primeiro vídeo que um dos principais indícios para identificar o carro é a cor original. Raspando-se a pintura com cuidado localizaram as cores que o carro já teve, e a primeira delas foi o amarelo. Há uma tradição que já não é mais seguida de se manter em pelo menos um pedaço o carro todas as pinturas que ele já teve, sobrepondo-se as camadas de tinta, justamente para um dia ser identificado.

O 917-21 em velocidade em Laguna Seca 2009

Pela indicação do amigo Fernando, liguei os vídeos ao fato de ter visto o carro, já restaurado e na sua cor original amarela, em Laguna Seca em 2009. O chassi 21 venceu o evento de 1970 em Zandvoort, e em Le Mans do mesmo ano não completou a prova. Nesta corrida o carro recebeu o espelho retrovisor central, item adotado posteriormente em outros 917.

Ao longo do tempo, o carro foi sendo modificado (há relatos de que ele chegou a ser convertido para a versão Spyder ainda nos anos 70), inclusive com a adoção das aletas verticais traseiras que vemos na primeira foto do post, item que só veio a ser usado depois do carro ser fabricado. A versão original na qual ele foi retornado é a amarela com o numeral 18 das fotos.

O 917-21 em ação Laguna Seca 2009

Saber da história do carro faz com que tê-lo visto seja ainda mais especial, quanto mais vendo o passo a passo de todo o processo de pesquisa e recuperação de um carro tão marcante como o 917.

Fotos: autor, Rosso Bianco Museum

MB

16 comentários :

  1. É Verdade que existia uma versão do 917K homologada para circular em vias públicas?. Seu conjunto era o mesmo utilizado em competições?

    Henrique

    ResponderExcluir
  2. Fantástico este post!

    Só assisti até agora os quatro primeiros vídeos, mas só de ver e ouvir "de longe" o motor ser ligado novamente após décadas parado, é de arrepiar. Imagino o que aqueles homens ao lado da "fera" sentiram!

    ResponderExcluir
  3. Esse carro é fantástico. Tenho um VHS da Porsche em casa que relata o seguinte: quase todos os componentes da suspensão são de magnésio, além do uso extensivo desse metal no motor (e de titânio neste último). O carro é uma besta que pesa menos de 900 quilogramas e pode ter mais de mil cavalos. Certamente, se esse carro fosse uma música, seria "Not Fragile", da banda canadense B.T.O.

    Renan Veronezzi

    ResponderExcluir
  4. Henrique, não houve isso, mas há casos de gente que "fez uma mágica" e usou o carro na rua, mas não de fábrica.
    abs,

    ResponderExcluir
  5. Há versoes com menos de 700kg,e algumas q configuradas para classificação,passavam de 1300hp

    coidiloko!

    na minah opinião,os 917,principalmente os "short-tail",com a pintura da gulf,são os carros de corrida,mais belos que ja existiram..

    há versoes de rua,versoes que foram homologadas,mplacadas e etc

    hj algumas empresas fazem réplicas usando,motores crosworth,fors e outras mais fiéis,usando boxers arefecidos a óleo(?)

    lindos

    abrass pessoal

    ResponderExcluir
  6. Há uma foto do Wilson Fittifilho dirigindo um 917 nas ruas de SP!

    ResponderExcluir
  7. O chassi do carro era tão leve e tão fino, que se enchia de ar dentro dos tubos e se colocava manomentros....se caisse o ponteiro, fu...o chassi trincou.

    ResponderExcluir
  8. O chassi do carro era tão leve e tão fino, que se enchia de ar dentro dos tubos e se colocava manomentros....se caisse o ponteiro, fu...o chassi trincou.

    ResponderExcluir
  9. Alexandre - BH26/02/11 20:21

    No You Tube: http://www.youtube.com/watch?v=eLfRey__6Wk.
    Fantástico!

    ResponderExcluir
  10. Acho que a única coisa mais bela que o 917K é o 917/30 Can Am da Sunoco... Parabéns à equipe que restaurou o carro!

    ResponderExcluir
  11. Alexandre - BH26/02/11 22:20

    É, dá uma briga boa.

    ResponderExcluir
  12. O chassis padrão dos 917 pesava em média 45 kg!

    ResponderExcluir
  13. Henrique e Anônimo, este post mais antigo mostra um 917 que foi legalizado para andar nas ruas.

    http://autoentusiastas.blogspot.com/2009/11/rua-ou-pista-ambos.html

    Nunca foi original de fábrica.
    abs,

    ResponderExcluir
  14. Miltão, ótimo post ! Aposto que você já não aguentava mais me ouvir falar desta restauração!!
    Como comentamos, esses videos trazem muitas lembranças, e das boas!
    And you Kevin Jeannette, if you reading to this, please, give me a job at Gunnar Racing !!! You i'll have the happiest employee ever!

    ResponderExcluir
  15. Concordo com o Isaac, quanto à beleza do carro, depois de ter visto o filme "Le Mans", esta opinião se firmou.

    MB, vou ler este outro post, percebi que tem muito material excelente no AE postado em 2009.

    Abs

    ResponderExcluir
  16. Show,show!!!!!Que trabalho bacana feito,é de emocionar, essa é a máquina de competição mais fantástica e aterrorizante feita pelo homem...

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.