NÓ CEGO

Me mudei recentemente, estou morando próximo ao autódromo Nelson Piquet (ou o que restou dele) aqui no Rio, no bairro de Jacarepaguá, e hoje percorro diariamente três avenidas que são as grandes artérias da região da Barra da Tijuca e Jacarepaguá-autódromo, que são as avenidas das Américas, Ayrton Senna e Embaixador Abelardo Bueno.

Outro dia me surpreendi como percorri uma boa parte do trecho entre os shoppings Barrashopping e Downtown (o mais movimentado) e só parei em um sinal de trânsito, mas isso não é a regra. Esse trecho tem menos de 5 km, com sinais sincronizados e com tempo de verde entre 2min e 2min30, provavelmente seria possível sair do primeiro assim que abrisse e cruzar todo o percurso sem parar em sinais, melhorando a fluidez do trânsito na região.

Infelizmente não é assim o tempo todo. Domingo passado pela manhã saí de casa e peguei a Abelardo Bueno, trecho em direção à Linha Amarela, com 1,5 km. Não tem coisa mais irritante do que o sinal abrir, você começar a andar e 250 metros depois o sinal à frente fechar. Espera, o sinal abre, mais algumas centenas de metros e o sinal fecha. Cadê a engenharia de tráfego?

Por mais de uma vez peguei um trânsito intenso no início (final da numeração) da Av. Nossa Senhora de Copacabana, em pleno final de semana, e com fluxo de veículos muito menor do que em dias úteis. O motivo? Sinais em absoluta falta de sincronia, cruzar um trecho de 500 metros levou intermináveis 10 minutos.



É fato que a quantidade de carros nas ruas tem aumentado, o que acaba causando congestionamentos, mas me impressiona a quantidade de retenções sem motivo aparente. Você fica preso em um trecho, consegue passar um sinal de trânsito e, como em um passe de mágica, o trânsito flui maravilhosamente bem. Nossa malha urbana ainda possui vários nós e cabe a engenharia de tráfego desatá-los. Mas às vezes me passa a impressão de que eles é que criam os nós, muitas vezes nós cegos difíceis de desatar.

AC


40 comentários :

  1. Carlos Bragatto02/02/11 09:12

    Cruvinel, "engenharia de tráfego", infelizmente, é uma frase tão ridicula quanto "inteligência militar". São duas coisas que não combinam, viram piada.

    Aqui no Bananão não existe engenharia de tráfego, infelizmente. Ou esses caras andam só de helicóptero.

    ResponderExcluir
  2. Precisa ver como funcionam os sinais de trânsito no Centro de Niterói. Um sinal a cada quadra, cada um fechando no seu próprio tempo. 15 minutos para atravessar uma via que deveria durar 5.

    Abs

    ResponderExcluir
  3. Fernando NOU02/02/11 09:19

    Pois é quase sempre a engenharia de trafego, serve para criar "nó urbano"
    como descrito por ti, se todos semáforos fossem sincronizados de forma inteligente (de acordo com o trafego) além de poupar tempo que hoje em dia é crucial, também poupa a natureza em diversos aspectos tais como economia de combustível e por consequência diminuição do efeito estufa, uma idéia que tenho seria lugares com pouco movimento deixar sempre o amarelo piscante (comprovadamente ser eficiente pois aumenta a atenção), pois não havendo movimento vc somente diminui velocidade em vez de parar e esperar os cruciais minutos...

    ResponderExcluir
  4. Venha para Belo Horizonte, fique por aqui uns quinze dias e verá como seu conceito irá mudar sobre DESGRAÇA na engenharia de trânsito.

    Aqui, existe sincronia! Mas para fazer que você parece em TODOS os sinais. Não há pior engenharia e piores motoristas que em Belo Horizonte.

    BHTRANS no dicionário deveria ser sinônimo de incompetência.

    ResponderExcluir
  5. Sincronizar semáforos é uma grande ajuda para a natureza, pois reduz o consumo de combustível e as emissões de poluentes. O bolso também agradece.

    Um absurdo no Brasil é que as "otoridades" não dá atenção a essa prática! Num país com milhões de veículos, semáforos bem sincronizados, e conservados assim ao longo do tempo, podem fazer muito pela natureza e pelo ar que respiramos. Além de ajudar o bolso e a reduzir o stresse do cidadão.

    ResponderExcluir
  6. Cruvinel, desculpe fugir do assunto...e essa plaquinha de onda verde???

    Foi algum grupo paramilitar ecológico que colocou?

    ResponderExcluir
  7. Como disse o Raphael Hagi, nunca ví lugar como Belo Horizonte. Aqui foi inventada a onda vermelha, você arranca de um sinal e para no próximo.
    E tem mais, em algumas avenidas aqui, com limite de 60 km/h, se vc andar no limite pára em todos os sinais. Se andar a 80 Km/h, pega todos abertos. Adivinha o que acontece...?

    ResponderExcluir
  8. Tá demorando para alguém calcular quantas toneladas de carbono são produzidas inutilmente num congestionamento de 100km como na cidade de São Paulo.

    Os maiores responsáveis pela poluição no Brasil é o próprio governo e seus "engenheiros de tráfego".

    ResponderExcluir
  9. Mais um revoltado com a incompetência da BHTranstorno aqui! É fora do comum!

    ResponderExcluir
  10. O problema daqui de Campinas é o semáforo abrir e as pessoas não conseguirem andar, por simples incompetência em arrancar com o carro de forma eficaz.

    Ou seja, fica verde todo mundo continua parado, aí passa dois e fecha novamente.

    Esse problema engenharia de tráfego alguma consegue resolver.

    ResponderExcluir
  11. Francisco V.G.02/02/11 10:52

    AC
    Visite São Paulo e veja o que é anti-engenharia de tráfego. Sincronização de semáforos é utopia. No Brasil.

    ResponderExcluir
  12. São Bernardo também é um exemplo de como a companhia de "engenharia" de tráfego pode complicar a sua vida. Acho vergonhoso chamar isso que eles fazem de engenharia... é um descrédito para a minha profissão!!

    ResponderExcluir
  13. Raphael Hagi,
    Não sei sobre engenharia de trafego, mas os motoristas de Curitiba certamente sao piores do que os de BH. O sistema viário aqui e' bom, embora pouco sofisticado. O que complica sao os motoristas: não andam, parecem funcionar a 6 volts...

    ResponderExcluir
  14. Sandro,

    Já tive oportunidade de dirigir em Curitiba e posso garantir que vocês estão melhores de motorista e engenharia de tráfego. Você conhece BH?

    ResponderExcluir
  15. Não vejo as autoridades pensando de maneira científica em melhorias para o trânsito.

    ResponderExcluir
  16. Realmente, gastar 10 min neste trecho da Av. Copacabana é pra deixar o cara maluco mesmo.
    Eu sempre penso na Onda Verde, tentando entender, por que não a instituem? Seria a solução para muitos trechos e até cidades. Fluencia no transito, economia no tempo e no combustível,e, principalmente, no stress.
    Embora TRANSITO seja um assunto complexo e que sempre tenderá a se complicar mais, a onda verde seria algo bem mais fácil de se planejar e operar hoje, com a ajuda dos computadores.
    No Rio, se bem me lembro, por volta de 1968 se implantou Onda Verde em alguns trechos e foi muito bom, por um tempo. Como melhora quando tudo flui. E, se você ficar sem isso,sente falta.
    Compraram até um "Super Computador" para isso, mais foi feito tudo na unha mesmo. Acho que a inexistencia de onda verde é um problema do Brasil inteiro. Uma pena, pois o que precisa é de cabeças pensantes e observantes, só; o resto taí. Valeu o tema.

    ResponderExcluir
  17. Em SP também há vias em que esta situação acontece, por exemplo a Av. Roberto Marinho (Espraiadas), se andar no limite de velocidade, pega semáforo fechado, se andar um pouco acima, consegue passar uma boa sequência direto. Será que isso faz parte da estratégia de arrecadação? Não duvide, meu caaaaaro! "Vira e mexe" os radares móveis estão lá...

    Se ficar o bicho come, se correr o bicho pega!

    Em SBC, a situação está muito triste também!!! Parece Santo André há um tempo atrás... O que será que aconteceu, heim?

    Sds

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Fabio
    O que aconteceu! Fácil, mas aí, a matilha late. Sei de boca pequena - tenho imóvel lá, no qual morei por seis anos - que muita gente que estava sugando na teta de Santo André passou a viver da tetona de SBC, quando da posse do Luiz Marinho. É o método dos caras, não tem jeito.

    ResponderExcluir
  20. Juvenal Antena02/02/11 15:43

    Justameeeeente!

    ResponderExcluir
  21. Raphael, longe de mim defender a BH Trans, já passei muita raiva com eles, já fui taxista em Belo Horizonte e sei como essa gente vacila.

    Mas cá entre nós, eles não são os únicos a ferrarem com nosso transito não, para falar a verdade, os mesmos chegam a ser heróis em uma cidade onde a maioria dos motoristas não sabem dirigir, são sem educação e arrogantes.

    Belo Horizonte tem gente folgada de mais, param em portas de garagem, fila dupla e até tripla, vivem pendurados em celulares, vc sempre tem que buzinar para o imbecil que esta na frente para avisar que o sinal ficou verde.

    ResponderExcluir
  22. SOS Autódromo!!02/02/11 16:21

    Parabéns por assumir que mora em Jacarepaguá, apesar do Eduardo Paes te cobrar IPTU da Barra e de todas as construtoras anunciarem que esses apartamentos ficam a "5 minutos da praia" quando bem sabemos que isso só é verdade se você fizer o caminho as 3h da madrugada de uma noite vazia!!

    Maldita especulação imobiliária que acabou com o nosso autódromo!

    Quanto ao artigo, irretocável como sempre!

    ResponderExcluir
  23. Como escreveu o Carlos Bragato, "engenharia de transito" e "inteliência militar" já são piadas prontas devido às suas inexistências.
    Apesar das multas fazerem parte do orçamento da cidade, comprarem semáforos sincronizados por computador está fora de cogitação porque custa muito caro, e um radar se paga em "x" meses especialmente se ficar escondido atrás do mato, e quem dirige sofre. E os gênios acreditam que atravancando o trânsito vai convencer o cidadão a largar o carro em casa. Mas tem efeito contrário, já que os ônibus ficam presos e demoram mais, e aí o cidadão dependendo da posse, compra um carro ou moto.

    ResponderExcluir
  24. SP está toda cagada pela Companhia Engarrafadora de Trânsito mas a Avenida Jabaquara desanima, instalaram por lá a onda vermelha. Engraçado que em SP basta um cachorro fazer xixi a 50 metros do poste para todos semaforos ficarem com problemas, já os radares estão lá sempre bem, firmes e fortes e mantidos a pão-de-ló

    ResponderExcluir
  25. Essa placas de "Onda Verde" são coisa do partido do Gabeira? (Partido Verde)

    ResponderExcluir
  26. Faço coro!
    Em SP colocam rodízio, multa, restrição, quando a medida mais simples para dar fluidez seria sincronizar faróis!
    Um tema polêmico que poderia receber um post é o sistema em que o sinal, antes de ficar verde, fica amarelo. Nos EUA é assim, na Argentina também, e agiliza muito, pois vc já engata a marcha!

    ResponderExcluir
  27. Anônimo das 17:47.

    Ri demais! =)

    ResponderExcluir
  28. Corsario,

    Eu costumo ficar de olho no semáforo da via que cruza, agora imagine os motoboys, que estão acostumados a aproveitar o vermelho, o que farão com esta alteração...

    ResponderExcluir
  29. E pra piorar a situação os motoristas ja irritados com esse anda e para da Abelardo Bueno passam a avançar os sinais, quem precisa atravessar la, ou simplesmente precisa fazer um retorno, acaba se arriscando.

    ResponderExcluir
  30. SBC tá dificil mesmo. Aliás, muito de fala do trânsito de SP (capital), mas do ABC é pior. Em SP ainda é possível "fugir" por rotas alternativas. No ABC, vc não tem por onde sair.

    Dois fatos: Trabalho em Diadema e moro em SBC. Antes, costumava voltar para casa do final da tarde pela Av. do Taboao, em frente à Ford.

    Ainda em Diadema, no cruzamento entre a Av. Paranapanema e Prestes Maia (continuação da Taboão, mas quando muda de município, o nome também sofre alteração), com certa frequencia o semáforo "pirava" e ficava piscante. O "pior" é que com o semáforo em pane o trânsito fluia bem mais.

    Ainda por esse mesmo caminho, há um sério problema no farol já em rudge ramos, em frente à concessionária "de nigris" e no acesso à cidade de São Caetano.

    Eu costumava passar sempre por alí e o trânsito fluia razoavelmente. Ocorre que em determinados dias, sem motivo algum, o trânsito literalmente páram em frente à portaria da Ford (quem conhece a região tem noção da distancia). É óbvio que algum energúmeno do departamento de transito mexe no tempo do farol. Assim, a distancia que normalmente percorria em 30 minutos, cheguei a percorrer em quase 1 hora e meia.

    Por diversas vezes parei o carro e fui conversar com o "agente de trânsito", que sempre negou que o fosse modificado o tempo do farol. Cheguei a telefonar e mandar vários emails para o departamento de trânsito de SBC e nada foi resolvido.
    O responsável (cujo nome não me recordo) chegou a dizer que o trânsito no local é devido ao aumento da frota. Quando lhe perguntei entao se o fato de numa semana eu fazer o trajeto em 30 minutos e na semana seguinte em 1 hora e meia era devido ao aumento da frota e não a incompetencia do depto de trânsito, ele apenas disse que ia "averiguar" a reclamação.

    O fato é que não faço mais tal caminho, mas basta passar pela Rod. Anchieta no final da tarde para se ter a noção da desordem que é o trânsito naquela região.

    Quanto à "onda verde", acho que foi na bandeirantes que eu ouvi uma anta (porque para dizer isso tem de ter uma anta) da CET afirmar que os faróis não tem sincronia para evitar o aumento de velocidade e consequentemente o maior número de acidentes. juro que ouvi isso.

    Marco

    ResponderExcluir
  31. A CET_RIO está infestada de imbecis... e aí, nada anda.

    ResponderExcluir
  32. Eduardo Martins02/02/11 20:02

    Em SP a CET mudou o foco, em vez de educar, organizar e planejar (se é que já o fez em algum momento) agora a especialidade é multar, complicar e engarrafar" o trânsito paulistano.

    ResponderExcluir
  33. Raphael Hagi,
    Não conheço BH, mas fico feliz pelo seu comentário - não deixa de ser um consolo.

    ResponderExcluir
  34. Marco,
    A "estratégia" utilizada na Bandeirantes parece ser a mesma que citei para a Espraiadas, por isso que sempre que há a possibilidade, eu ando acima da velocidade regulamentada e digo mais, para alcançar o sinal verde do semáforo do Graal até o semáforo abaixo da Washington Luís, a velocidade é mais alta do que eu andaria caso não tivesse a tal estratégia.
    Esta resposta do agente foi de doer heim...
    Sds

    ResponderExcluir
  35. Fábio,

    Sobre a "onda verde" não ouvi isso de um agente na Av. dos Bandeirantes, mas numa entrevista de um funcionário da CET há uns meses na Radio Bandeirantes (ou cbn, nao me recordo). O que é pior. Eles assumem sem vergonha alguma a incompetencia.


    Marco

    ResponderExcluir
  36. Em São Bernardo do Campo e Diadema, os agentes de transito são terceirizados, é uma empresa privada que presta serviços para as prefeituras, portanto não se sabe a formação dos agentes, nem se tem treinamento adequado. O resultado é este citado pelo colega. Em São Paulo nos finais de semana a programaçao dos semáforos mudam,realmente para segurar os motoristas, ou seja quem anda no congestionamento a semana inteira não tem direito a um transito que flua um pouco melhor nos domingos. A Avenida Ricardo Jafet e Abraão de Morais no Ipiranga são um clássico exemplo disso.

    ResponderExcluir
  37. Speed Racer03/02/11 13:41

    A pior engenharia de trafego está em SP, mas os piores motoristas são os do RJ, Sorocaba e SP na sequência descrita!

    Haja saco pra dirigir nestes lugares.

    ResponderExcluir
  38. Este assunto é tão sério que caberia uma reportagem ou quem sabe um dossiê. Moro em BH que tem o trânsito mais nogento que eu conheço. Aqui você fica feliz se conseguir andar 250 metros sem um novo sinal fechado. A Bhtrans acredita em ultilizar os sinais como cancela eletronica para previnir o excesso de velocidade!
    Alias se você pensa que o natural de Belo Horizonte se chama belo horizontino está enganado. De fato ele se chama prudentino.

    Cristiano Mendonça

    ResponderExcluir
  39. Caros, tem um post do André Dantas que além de ser genial, lança um breu no fim do túnel, veja aqui: http://autoentusiastas.blogspot.com/2010/12/um-holon-chamado-automovel.html

    ResponderExcluir
  40. AC,
    Outro local péssimo nesse aspecto, onde se para em todo sinal, é Botafogo. Na Voluntários da Pátria e Mena Barreto é impossível pegar um sinal verde "de primeira" e, nesta última, o tempo de verde é suficiente para passar apenas uns três por vez...

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.