COLAPSO DA AUTORIDADE

Foto: autor

Com a educação de trânsito que o brasileiro tem não iremos mesmo longe e muitas vidas ainda serão perdidas, sem contar as pessoas que sairão feridas, muitas com sequelas. Há muito que eu queria fazer essa foto e comentar aqui.

Pela posição na foto, estou numa faixa exclusiva para retorno. Esse ponto é imediatamente antes de um que comentei em setembro passado num post, falando de sinalização errada, uma placa de parada obrigatória  (PARE) onde é desnecessária.

Essa faixa para quem vai retornar costuma ser mais vazia do que as duas adjacentes, à direita, pois não há a retenção do semáforo a que os motoristas delas devem obedecer. Mas como há vivaldinos de sobra no nosso trânsito, a faixa de retorno é usada por eles para se adiantarem aos que aguardam o sinal abrir. O resultado é óbvio: a faixa de retorno para.e só volta a andar quando o sinal abre e os vivaldinos podem seguir em frente - passando sobre a demarcação feita para impedir isso.

Daí que a autoridade de trânsito da capital paulista colocou os ridículos cone e cavalete vistos na foto, como que dizendo "Por aqui não pode passar". Entendeu o leitor o porquê do título, colapso da autoridade? Uma sinalização horizontal solenemente ignorada, ausência da figura do policial para desestimular ou multar merecidamente quem não respeita uma regra de trânsito tão simples, na busca da vantagem glorificada pelo jogador Gérson, campeão mundial de futebol em 1970.

Nesses momentos nada substitui a multa, especialmente essa, gravíssima, 7 pontos na carteira e R$ 574,62, pois é de peso 3. A infração é transitar com o veículo em calçadas,  passeios, passarelas, ciclovias, ciclofaixas, ilhas, refúgios, ajardinamentos, canteiros centrais e dividores de pistas de rolamento, acostamentos, marcas de canalização, gramados e jardins públiicos, segundo o Art. 193 do Código de Trânsito Brasileiro.

Mais autoridade por parte dos responsáveis pelo trânsito só fará bem.

BS

27 comentários :

  1. Concordo. A solução aí é só multa.

    Mas infelizmente multar assim dá um trabalhão, né... coisa que nossas autoridades não tem muita "disposição" pra fazer. Porque tem que ter muitos guardas, tem que ter muita gente contratada, tem que ter treinamento... as nossas autoridades só sabem dar canetadas dentro do gabinete.

    Assim sendo, só sabem assinar convênio pra instalar radar. É fácil, simples, já cai no sistema e depois a grana pinga na conta, é MUITO mais fácil e "lucrativo".

    ResponderExcluir
  2. Marcelo Augusto08/02/11 09:38

    Engraçado que colocar agente para multar rodízio eles tem funcionário, mas para as outras regras do código não.

    Nosso código na prática só tem 3 artigos: multa por estacionamento; faról vermelho (placa de PARE está liberado); e "excesso" de velocidade.

    ResponderExcluir
  3. Aqui em Blumenau a autoridade de trânsito perdeu as lombadas eletrônicas e sensores fotográficos dos semáforos. Estamparam na capa do jornal local que a arrecadação viria do estacionamento regulamentado e das autuações dos agentes.

    Fico pensando: a tal indústria da multa nem seria necessária se os agentes fiscalizassem com precisão e seriedade. Basta pegar as motos que ultrapassam sobre faixa contínua (ontem um destes matou uma senhora de 72 anos sobre a faixa de pedestres). Já ajuda. Depois os motoristas que não engrenam a ré para descer morros de ré, os que não sinalizam conversão, os que mudam de faixa sobre faixa contínua, os que estacionam em local proibido e "anulam" a lei com o pisca-alerta e por aí vai.

    Não precisaria de pardais, radares nem controladores de velocidade estrategicamente posicionados de acordo com interpretações da lei.

    ResponderExcluir
  4. Falo sempre da "vontade", no sentido de algo que não fazemos, pois colocamos na balança e acaba não valendo a pena. Então, a "vontade" é jogar o carro em cima destes Gérsons de plantão, já que não há fiscalização, não é?
    Agora nós entusiastas, que dirigimos atentos, em alguns momentos até repreendemos os abusados... Ahhh! Nós sim somos surpreendidos com radares criminosos.
    Ahhhh... Bob, eles sabem aplicar outras multas sim! Exemplo! Há uns dez anos, na Anchieta, voltando de São Paulo para Santo André, uma Blazer da rodoviária estadual, que parecia mais um carro cheio de bandidos, trafegava à frente de um ônibus, isso de madrugada, pista livre... Então! Passei o ônibus e me deparei com as "otoridades", baixei a velocidade, logo a frente reduzi e peguei a alça da saída 16 (a famosa saída do Extra). Contornei a alça numa boa, até mesmo em respeito às "otoridades"... Mas e não é que vieram atrás? Pararam-me e aplicaram uma multa de velocidade incompatível em curva de pequeno raio!?!?! Isso tudo porque eles não poderiam aplicar uma multa na Anchieta, pois não tiveram como aferir a velocidade naquele momento. São ou não são uns verdadeiros ***?
    Abs

    ResponderExcluir
  5. Rodolfo Milet08/02/11 10:39

    Bob, é o famoso jeitinho das autoridades para resolverem algo, cone neles!! Rss
    Precisa ver o que o Detran-DF está fazendo com o recente problema da ponte JK com apenas 8 anos de constrúida e já tem desnivel.
    Quando não é horário de pico para fazer os motoristas diminuirem a velocidade para 40 km/h enquanto não é realizado o conserto do desnivel, resolveram encher a ponte de cones, mas cones enormes, as vezes fazem barreiras de cones no meio da ponte obrigando os motoristas a ziguezaguear e diminuirem a velocidade. Qualquer dia desses vou enviar uma foto dessa idiotice. Imagino quando cair uma chuva forte dessas que quase não se vê nada e esses cones provocarem um acidente, a culpa dessa irresponsabilidade toda vai para o Detran-DF

    ResponderExcluir
  6. Bob.

    Os espertos não respeitam nada...
    Nesse caso, não poderiam ser colocados aqueles blocos de concreto?

    ResponderExcluir
  7. nrporto
    Interdições permanentes como a que você sugere têm a desvantagem de, em caso de necessidade, não ser possível desviar o trânsito por ali. Imagine um caminhão ou ônibus enguiçar na boca do sinal e não se poder desviar pela demarcação em caráter excepcional.

    ResponderExcluir
  8. Bob,
    Sem comentar que essa conduta dos motoristas torna o pedestre ali totalmente vulnerável. Um fulano estraga a vida de muitos ao redor.

    ResponderExcluir
  9. Rampa de subida da Av. Rubem Berta (ou ainda é Moreira Guimarães?), no cruzamento com a Av. Indianópolis - SP ... conheço bem este retorno ... Bob, se colocarem uma parede ali, garanto que os "espertos" tentarão atravessá-la ... concordo com vc, no quesito fiscalização ... se bem que neste cruzamento, geralmente ficam alguns agentes de trânsito ... agora, a (falta de) educação de trânsito do brasileiro é ímpar ... tem um outro local parecido, bem em frente à igreja de São Judas (Av. Jabaquara), onde existe uma faixa exclusiva para conversão à esquerda (de quem vem do Jabaquara) e nossos motoristas mais "espertos", não se cansam de cruzá-la ...

    Geraldo

    ResponderExcluir
  10. Caro Bob,

    Concordo com tudo. Faço apenas um comentário sobre a Lei de Gerson, que talvez não seja de conhecimento dos mais novos ("o importante e' levar vantagem em tudo, certo?).

    Esta frase foi criada por algum publicitário nos anos 70 para a propaganda do cigarro Vila Rica. O próprio Gerson já declarou que se arrependeu de ter participado da campanha publicitária e que ele e sua família ficaram estigmatizados com o que se passou a chamar de Lei de Gerson.

    O bom e velho Papagaio prestou muitos serviços ao país e foi um dos melhores jogadores de futebol da história. E' bom que todos saibam que a Lei de Gerson não e' a lei do Gerson. Mas que existe, existe.

    ResponderExcluir
  11. Que saudades do policial com um apito na boca botando o trânsito para funcionar...

    A vergonha de levar uma "apitada" é solução das mais eficazes que existem.

    ResponderExcluir
  12. Será que, se tivesse um guarda lá, alguém ia ser enquadrado no art. 252, V do CTB?

    ResponderExcluir
  13. Será que, se tivesse um guarda lá, alguém ia ser enquadrado no art. 252, V do CTB? Ou até mesmo no 253?

    ResponderExcluir
  14. Ótima e oportuna observação do Bob. Eis outro bom texto, relacionado ao tema, que mostra como funcionam as coisas em outros países:

    http://www2.uol.com.br/bestcars/colunas3/p345-muito-a-aprender.htm

    ResponderExcluir
  15. Tudo bem os condutores são mal educados. Mas até agora nunca vi punição pra pedestre, são sempre as vítimas.

    Hoje, numa esquina, uma multidão de pedestres avançada pela rua com sinal vermelho para sua travessia. E o pior de tudo, no mei da rua havia uma tampa pluvial sem asfalto em volta, e todo mundo caia no burado por causa dos pedestres folgadinhos.

    ResponderExcluir
  16. Anote na sua lista de jardim, acostamento, POSTOS DE COMBUSTÍVEIS.

    Canso de ver verdadeiros animais que não podem aguardar 30 segundos atrás de outros carros. Vão logo "cortando" caminho em alta velocidade por postos de combustíveis.

    São os mesmos que ignoram placas de PARE, faixa de pedestres, jogam lixo pela janela imaginando que estão na sala de casa, etc.


    Marco

    ResponderExcluir
  17. Isso não é nada, quero ver fiscalizar certo as entradas das pontes de Florianópolis/SC. Tem muitos "ixpertos" que furam a fila pelo acostamento, faixas exclusivas de ônibus, etc. A guarda municipal tentou fiscalizar uns Gersons retardados parando uma viatura em cada "afunilamento", mas não durou muito. Deve ter sido obra do "desserviço" das "otoridades" que foram multadas fazendo as mesmas asneiras do povão imbecil discípulos de Gerson.

    E nesse grupo dos "ixpertos", como eles mesmo dizem, estão incluídos taxistas e motoristas de ônibus, que são "motoristas profissionais" e deveriam dar exemplo. Mas infelizmente é um caos, típico de estudo de trânsito. E ainda queriam colocar Floripa, a ilha da mentira como candidata a sediar jogos da copa, com todas as deficiências logísticas. Uma piada!!!!

    ResponderExcluir
  18. Controle de trânsito no Brasil é uma piada.
    Dividir o poder de fiscalizar e multar entre autoridades (detran e orgãos municipais) é um absurdo. Um órgão pode multar determinado tipo de infração, o outro um grupo diferente. O pobre coitado do cidadão fica a mercê da divisão do bolo das "otoridades".
    Mas o pior mesmo é a burrice (que me perdoem os burros, animal muito inteligente) dos agentes de transito.
    Ganhei uma multa por conduzir veículo sem capacete. Mas no meu Logan. Achava que era obrigado a usar somente ao conduzir motocicleta!

    Alessio Marinho

    ResponderExcluir
  19. Aléssio Marinho
    E você recorreu dessa multa do capacete?

    ResponderExcluir
  20. Anônimo 8/2 23:31
    Como você descreveu, colapso total da autoridade aí na bela Ilha.

    ResponderExcluir
  21. Marco,
    Errado: animais não fazem isso, mas seres humanos irresponsáveis. Cortar pelo posto é uma das piores atitudes que um motorista pode ter.

    ResponderExcluir
  22. Anônimo 14/2 14:19
    Um amigo tomou um multa dessas, em outro local, ao cortar uma faixa de junção de tráfego. Mesma infração.

    ResponderExcluir
  23. Rodrigo Ciossani
    Se bem que cara só passa ali quando o sinal abre.

    ResponderExcluir
  24. Geraldo,
    Exato, conheço o local que você mencionou.

    ResponderExcluir
  25. Bob,

    O prazo termina dia 11/02. Vou perder a manhã inteira para ir na CTBEL e protocolar essa joça.
    Estou com vontade de perguntar ao presidente da JARI se ele sabe ler...

    ResponderExcluir
  26. Bob, assita a esta reportagem e veja o cúmulo da resposta dos "responsáveis" pela nossa segurança!

    http://eptv.globo.com/noticias/NOT,2,2,336555,Radar+escondido+torna+trafego+perigoso+na+Rodovia+Anhanguera.aspx

    ResponderExcluir
  27. Uma vida entre carros e miniaturas
    Ver uma matéria dessas é nauseante. Obrigado por avisar.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.