CAOS NO CENTRO

Na foto acima, um carro da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), estacionado na esquina da Av. Higienópolis com a rua Martim Francisco, impedindo o acesso dos motoristas que desejavam descer esta última até o largo de Santa Cecília.

"Barbaridade", pensei eu, sem entender uma vírgula do que estava acontecendo ali. Desci a Av. Angélica e logo depois virei à direita na rua Dr. Martinico Prado, onde finalmente pude estacionar o carro.

Desci do carro e logo percebi que havia algo de errado na rua Marquês de Itu (paralela à Martinico Prado), estava com um movimento muito acima do normal. Como tinha uns 15 minutos de folga resolvi descê-la para averiguar o que estava acontecendo.

Não pude acreditar no que vi: a Prefeitura estava podando árvores na rua Sabará, em horário de pico de uma quinta-feira (10/02), em uma das ruas mais movimentadas da cidade, principalmente para quem foge do trânsito da rua da Consolação.

Não restou outra alternativa à autoridade de trânsito senão desviar o fluxo pela rua Marquês de Itu, impedindo o acesso de quem queria descer a rua Martim Francisco. Claro, acabou com o fluxo da Av. Higienópolis, mas não havia outra solução.


Duro é entender o que leva a administração municipal e adotar uma medida como essa, justo agora que o trânsito está mais complicado pela volta às aulas. Tiveram o verão todo para executar a medida e não o fizeram, sabe-se lá com qual desculpa.

E não podem sequer falar do sossego de quem mora na região: saí de lá por volta da meia-noite e os motores 2-tempos das motosserras estavam trabalhando a pleno acelerador. Parece que a Prefeitura faz de tudo para infernizar cada vez mais a vida do paulistano.

FB

23 comentários :

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Anônimos das 10:29 e 11:34, acho lamentável que vocês tentem transformar este blog em palanque para suas posições político-partidárias.

    E antes que eu me esqueça, Anônimo das 11:34, a forma correta é "estender" (e não "extender").

    ResponderExcluir
  4. Essa cultura de atrapalhar a vida do cidadão trascende governos, está enraizada nos órgãos públicos. Mudam as moscas, o excremento continua o mesmo...

    E realmente, não sei o que fazer para mudar essa situação, ja que votar não faz diferença, pois é tudo farinha do mesmo saco. Quem entra lá é corrompido, não importa qual a filosofia do vivente.

    O único jeito de mudar alguma coisa seria acabar com toda essa remuneração que os políticos recebem. Vai virar político quem tem amor ao país e gosta de vê-lo crescendo. Mas novamente, quem tem poder pra fazer essas alterações não faz porque é diretamente afetado e o nosso querido Lisarb vai pra banha, e a gente se ferra.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  6. Pessoal, por favor!!

    Parem de acreditar na maior mentira de todas, o voto!

    Já dizia um sábio amigo meu: "A democracia é uma ditadura da maioria".

    E tem mais, em tempos de urna eletrônica, eu DUVIDO que exista uma eleição limpa.

    Além do mais, sou funcionário público, sei como esse tipo de gente pensa: alguns, se caíssem de quatro, sairiam pastando... Enquanto isso, fazem a gente pastar!

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  10. SergioCJr.12/02/11 20:37

    Engraçado... O pessoal "fanático" da esquerda é o que mais reclama direitos e o que menos os respeita.

    Se vc chamar um "esquerdista" de "comuna" ele fica todo ofendido, mas se o cara fala que é da "direita", é chamado de Reaça...

    Vai entender esse povo.

    Qual o problema em se respeitar a opção político-partidária de uma pessoa sem partir pra ofensa?

    Isso que PSDB nem da direita é e que, o PT, nem mais de esquerda pode ser chamado.

    Agora, o pior, é ver pseudo-socialista chamando paulistano de reaça num blog de carro, símbolo maior do capitalismo e individualismo e, pior ainda, é se esconderem no anonimato...

    Se bobear, o anônimo que chamou os paulistanos de "reaças" e nos mandou "se ferrar", deve ser o típico socialista: aquele que mora em Moema, anda de Tucson e deixa R$ 100,00 num bar cult da Augusta enquanto discute os problemas sociais do país, culpa da burguesia reaça.

    Como falaram acima, hoje não existe mais bandeira... Tanto é assim que a administração da Marta e do Kassab em nada diferem.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  12. No caso da cidade de São Paulo não é possível "culpar" um só partido por todos os seus problemas, pq foram várias os partidos que passaram pelo comando dessa cidade nos ultimos vinte anos, desde o PT e o PSDB até o DEM e o PP.

    Se me perguntarem, o problema aqui é um grupo de políticos sem ideologia nenhuma, liderados pelo chamado "centrão" da Camara dos Vereadores, com diversos políticos de diversos partidos que só tem como objetivo se manterem no poder, seja qual for o prefeito da vez.

    Pensando bem, não é bem diferente do resto do Brasil...

    ResponderExcluir
  13. Qual a desculpa? Ora, meu caro FB, a desculpa se chama funcionalismo público. Independente do partido que estiver no comando (claro, uns mais outros pouco menos), a tartaruga sempre vai dar um olé nesse pessoal.

    ResponderExcluir
  14. É muito simples... O que é feito em horário que não cauisa impacto (à noite, por examplo) não é visto sendo feito, logo, não atende aos anseios eleitoreiros de uns e outros. A máquina administrativa não está aí mara atende às necessidades do cidadão (que elegeu estes porcos), mas aos desejos dos políticos. O povo que se dane...

    ResponderExcluir
  15. marco lima13/02/11 11:49

    Corrigindo, Onde se Lê mara atende, leia-se "PARA ATENDER"

    ResponderExcluir
  16. Quem não é homem o suficiente para aceitar comentários não deveria abrir um espaço para tal.

    ResponderExcluir
  17. Anônimo 13/2 13:36
    Simples: não quero nojeira aqui. E quem é homem se identifica.

    ResponderExcluir
  18. Velho, mas limpinho13/02/11 17:10

    Caro SergioCR,

    Não dá para falar que a administração do kassab e da Marta são parecidas, por favor.

    Ela fez muitos absurdos, e o mais famoso foi a taxa do lixo.

    A titulo de comparação:

    A Marta fez a taxa do lixo, o Kassab obrigou as empresas a contratarem empresas particulares para recolher o lixo (a prefeitura apenas multará a empresa que deixar de fazer isso). Além de tercerizar a responsabilidade, aplica sanções às empresas que pagam impostos e deixam de receber um serviço que é obrigação da Prefeitura. Fala Sério vai?
    E o aumento de 60% no IPTU? Kassab que fez!
    Mas não quero escrever demais por aqui, senão excluirão meu post e me chamarão de socialista/comunista, coisa que obviamente não sou.

    Sou um revoltado com a administração pública, com os partidos políticos e com os hipócritas que alardeiam uma alternância de governos/partidos, mas que mantém essa corja do PSDB/DEM há tantos anos no poder paulista(no).

    ResponderExcluir
  19. Taxa do lixo não é absurdo; é necessidade! Quem gera tem que dar destino. Se não tem como, paga para faze-lo. Privado ou público. Equipamentos caros, m.d.o com encargos e benefícios altíssimos e local de destino escasso tornam o sistema caro. E o aterro sanitário mais próximo fica a 40 km do centro de massa da capital. Mesmo com tudo isto, Sampa tem uma das coletas mais eficientes do mundo. Quem tiver um sistema de coleta, transporte e destino final de resíduos sólidos mais barato, monta ou vende a idéia que vai ficar miliona. Mas não viaja na maionese com propostas alucinógenas. Vai conhecer o mínimo antes de abrir a boca (ou escrever, como queira).

    ResponderExcluir
  20. Taxa do lixo é uma redundância, uma vêz que já é cobrada no IPTU, só que com outro nome. Não há argumento para se defender tal imposto e não só esse, mas muitos.

    ResponderExcluir
  21. "Anônimo 13/2 13:36
    Simples: não quero nojeira aqui. E quem é homem se identifica."

    Passou da hora de vocês proibirem postagem anônima. Ou se registra e posta com um usuário próprio ou não comenta.

    Todos os participantes sérios já tem registro.

    ResponderExcluir
  22. Ciro M.
    Então, tá mesmo.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.