google.com, pub-3521758178363208, DIRECT, f08c47fec0942fa0 Tempero italiano - AUTOentusiastas Classic (2008-2014)

Tempero italiano


Lançado em 2007 como o modelo top de linha do Palio, o 1.8R é uma boa opção de compra para quem quer um carro pequeno com personalidade. O preço de lançamento era R$ 41.850,00, mas era fácil encontrar mais barato pelas concessionárias, podendo economizar até R$ 4.000,00. Agora, com a mudança da linha 2010, o preço pode cair ainda mais.

Como um carro de caráter esportivo, dando continuidade ao sucesso de época que foi o Uno 1.5R, o Palio é um carro honesto. Muita gente critica o R, alegando ser uma enganação do marketing para vender mais. Não é. Era o único modelo do Palio equipado com motor 1,8-litro (da geração de 2007, ou Mk4, agora a linha 2010 possui o ELX 1,8), levemente revisto em relação ao mesmo motor utilizado no Idea e na versão anterior do próprio Palio. A transmissão também foi revista, com redução final 4% mais longa.

O 1.8R é um ótimo carro urbano, por ser compacto e ágil. Como todo Palio, ele é confortável para nossas vias que parecem o Oriente Médio após um ataque aéreo. E como é um Palio, a carroceria rola um pouco mais do que deveria, para não sacrificar o conforto. Minha crítica é que o carro poderia ser um pouco mais baixo, o espaço entre o pneu e a caixa de roda não é agradável aos olhos, mas isso pode ser facilmente resolvido sem prejuízos. A suspensão também foi revista.
A grande novidade da segunda geração do 1.8R é a opção da carroceria duas portas, muito bem vinda e bem resolvida. O design do carro é do tipo "ame-o ou deixe-o", como foi com o Marea, pois não agradou a todos, tanto que a Fiat já mudou a dianteira do carro. Eu ainda prefiro os faróis da versão 2007, que deixam o carro com uma frente mais invocada. As opções de cores também são diversas: vermelho Modena e amarelo Indianápolis (iguais ao Stilo Schumacher), verde Twist, azul Vitality, preto Vesúvio e prata Bari.

Sob o capô temos um small-block Chevy, simples e robusto. O motor oito válvulas é tipicamente urbano, com boa faixa de torque, sendo a maior parte disponível a baixas rotações (máximo de 18,5 mkgf a 2.800 rpm com álcool). Retomadas são boas, pois o torque ajuda sempre. Reduzir para ultrapassar? Nem pensar, basta acelerar. Na estrada, idem, mas falta desempenho em altas rotações, que na verdade não chega a ser um problema, pois não prejudica em nada seu uso diário, fato comprovado pela potência máxima de 115 cv a 5.500 rpm (álcool). O carro chega aos 100 km/h em perto dos nove segundos (mais rápido que o Punto 1,8, por ser mais leve) e a velocidade máxima oficial é de 191 km/h. O consumo é compatível com um motor 1,8-litro, fazendo entre 8 e 8,5 km/l em percurso misto de cidade e estrada utilizando unicamente álcool. Em estrada, faz 12 km/l, com álcool também. Na cidade, no trânsito pesado com ar-condicionado ligado, a média despenca para entre 5,5 e 6 km/l.

O interior agrada, os detalhes da versão são bem nítidos, como os cintos de segurança vermelhos, o volante revestido em couro, com costura vermelha, assim como as costuras dos bancos e coifas de freio de estacionamento e alavanca de mudança de marcha. O painel possui grafismo exclusivo e um bom design, com iluminação vermelha. Ponto positivo para a Fiat. Os bancos são confortáveis e não cansam em viagens longas. As únicas reclamações ficam para o barulho gerado pelo tampão traseiro em ruas esburacadas, que poderia ter sido melhor resolvido, e o acabamento dos apoios de braço em plástico injetado, com marcas de junção de molde mais aparentes do que deveriam. O espaço no banco traseiro é um pouco menor do que se espera, principalmente se os passageiros da frente forem altos. O porta-malas não faz milagre, mas cabem cinco malas médias.

Volto a dizer, o 1.8R é um carro honesto, pois ele cumpre o que foi designado a fazer. Quem o critica por ser "apenas um Palio adesivado e colorido", me desculpe, pois ele não é e nunca foi vendido como sendo um carro de desempenho para andar em autódromo. Quem quer isso, que compre um Porsche. O 1.8R é um carro comum que quer agradar o motorista com uma aparência mais esportiva. Também sempre falam que "o Ka XR é melhor". O Ka é mais leve e mais rápido de curva, mas acelera menos que o Palio, e por dentro, continua sendo um Ka. No mais, o Palio R é o que se destina a ser, um bom carro urbano para quem gosta dos detalhes.

42 comentários :

  1. Respeito sua opinião Milton, mas ficaria com o Ka XR ou até mesmo com antigo Action 1.6 sem pensar duas vezes se a outra opção fosse um palio 1.8R.

    ResponderExcluir
  2. M.B.

    Excelente, disse tudo sobre o carrinho.

    Um amigo ,piloto amador de primeira linhagem-diga-se de passagem,escolheu e tem um exatamente como esse da reportagem.Duas Portas e cor vermelha. Quando comprou, disse que o custo benefício era excelente.

    Usa o 1.8R no dia a dia em SP e até em viagens para o Sul, onde reside parte da família.

    Gostou muito do carro e a única alteração foi trocar os pneus originais por unidades mais esportivas( nas mesmas rodas), que segundo ele seguraram bem melhor o carro durante as viagens ao Sul.

    ResponderExcluir
  3. Marcello, gosto é gosto, mas o Palio tem mais a oferecer que o Ka.

    Alexei, o carro da foto eu conheço bem, se é que me entende. Todo dia, viagem, estrada, trânsito de SP, e não perde a graça.

    abraços

    ResponderExcluir
  4. Torço por um novo gol gti

    ResponderExcluir
  5. Ivo R. Montanha Junior - UFSC01/04/2009 22:33

    Milton, você disse que só o Palio 1.8 R tinha motor 1.8, mas tem o Palio HLX com o mesmo motor GM 1.8. Claro que na versão esportiva foi revisada a programação do módulo e a relação de marchas. O problema é a rolagem demasiada, muito mole mesmo para um esportivo. Na revista Quatro Rodas de agosto 2007, teve um comparativo entre Lobini H1, Civic Si, Golf GTI, Palio 1.8 R e Ka XR 1.6. O Kazinho perdia na reta para o Palio (mas não muito), só que tirava muito bem nas curvas, então depende do que se pretende com o carro. O negócio do Palio é melhorar a suspensão mesmo e ajeitar aquele motor beberrão. Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  6. Ka XR, ou action ou black, ou o novo Ka, todos 1.6, andam mais que o Palio 1.8r com certeza absoluta, tanto em aceleraçao quanto em curvas

    ResponderExcluir
  7. Eu fiz um test drive em um desses, mas era amarelo, que seria a minha cor preferida para o modelo. Sim, é tudo o que o MB disse e mais um pouco. Sensacional. Seria o carro que eu compraria hoje se fosse comprar um. E eu conheço Ka. Prefiro o Palio R. Tanto o antigo quanto o novo.

    ResponderExcluir
  8. mas mesmo que o interior seja melhor ou que ande pouca coisa a mais que o Ka 1.6 (acho dificil), o seguro deve ser caríssimo, pois na cabeça das seguradoras é um carro "esportivo" peças de reposiçao e manutenção tambem deve ser mais cara, pois duvido que seja mais barato que a manutenção do rocam 1.6, portanto pelo custo x beneficio, sou muito mais do KA

    ResponderExcluir
  9. Lindo o Palio da foto. 2 portas, vermelho, bacana. Como foi para rebaixá-lo? Agora, em relação a motorização...nâo dá. Falo isso por experiência própria, tenho uma montana sport. O motor não combina com a proposta esportiva do carro (pálio): áspero (com alcool então nem se fala), ruidoso, muito torque em baixa e pouco giro. Fora aquela porcaria de acelerador eletrônico. E, Milton, podemos muito bem nos divertir esportivamente com um pálio. Já acelerou um 1.6 16 v bem afinadinho? Bom demais!

    Abraço


    Lucas

    ResponderExcluir
  10. Kazero nato01/04/2009 23:42

    o KA é mais economico, tem seguro mais barato, manutençao mais barata, anda mais, o acabamento é Ford, logo dispensa comentários,
    sem contar que esse motor de monza ai do Palho bebe mais que eu, KA é muito mais KARRO, é KA na KABEÇA!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acabamento? kkkkk...aquele monte de lata exposta junto a uns plástico podre é de dar dó! Quanto ao desempenho, o Ka só é melhor em curvas, a arrancada do gm 1.8 + o câmbio curto da Fiat humilha qualquer outro concorrente (ka 1.6, gol 1.6, 1.8 e até 2.0, corsa 1.6 ou 1.8..etc)

      Excluir
  11. Jonas Torres02/04/2009 07:19

    Esse carro ficaria bom com uma caixa 4+E como do Polo BlueMotton, do jeito que está pra curtir a elasticidde do motor (e melhorar o consumo, de quebra) vc tem que andar pulando marchas. A 120 km/h são 3560 rpm, na velocidade máxima de 190 km/h são 5660 rpm, o que dá um casamento perfeito para velocidade máxima. Ou seja, o câmbio poderia ser todo retrabalhando para ter a quinta como a quarta marcha, ficaria perfeito.

    Uso um 206 1,6 16V que faz este mesmo acerto de velocidade máxima possível com rpm de potência máxima... só que em quinta. E mesmo sendo mais pesado e não tendo a mesma potência (e torque)em baixos giro deste 1,8, daria para ter apenas quatro marchas reais também.

    ResponderExcluir
  12. Um pequeno esportivo bem interessante, gosto do visual e do acabamento interno, duas portas então? muito mais apelativo. Já experimentei um de primeira geração amarelinho, andei quase nada, mas gostei da maciez "famíla" do câmbio, da boa posição de dirigir e do torque em baixos giros....tudo bem, é um palio, carro macio e doméstico, mas ele entrega diversão - se solicitado - como QUASE qualquer carro, seus 115 cv talvez não façam tanto sentido em estradas abertas e longas, mas é mais potência do que o suficiente para retomadas rápidas em estradas mais apertadas, mesmo que a suspensão assuste um pouco na deriva. Enfim, teria um desses com muito prazer, gosto do visual e sei que ele se destaca em meio ao mar de preto/pratas que assolam o trânsito atual. Para mim, esse carro vestiu bem, como um casaco familiar...Ah, a versão 1.6 16v - já andei muito - tinha um tempero esportivo em alta bem apreciável, nesse ponto era mais honesto com a proposta esportiva.

    ResponderExcluir
  13. Anderson, o seguro não é o fim do mundo. Pela cor quase nada chamativa (!), o preço é menor, para a seguradora é um Palio como um HLX, não um esportivo como um Civic Si. A manutenção é de preço bom, ainda não tive que testá-la (ainda bem).
    Quanto aos Ka 1.6, 0-100 em 10,5s e o Palio em 9,2s. Mas, como dito, inclusive na avaliação da revista, o Ka é melhor de curva.

    Lucas, molas de linha esportivas feitas para o Palio, nada mais.
    O motor que vai no R é bem mais liso que o da Montana, não é aspero em nada. A Fiat fez alguma mágica no motor que ficou muito bom. Quanto ao 1.6 16V, tive uma Weekend, era genial o motor. Mas o 1.8 para uso geral vai melhor, pois o torque elevado em baixa deixa o carro muito esperto, mas como no post, falta para acelerar mais na estrada, coisa que o 16V fazia maravilhosamente.

    abraços

    ResponderExcluir
  14. Marlos Dantas02/04/2009 10:42

    A Fiat foi feliz em oferecer a opção duas portas para o 1.8R e, apesar de muita gente criticar, essa "geração" do Palio é bonita, mais sóbria que a anterior.
    Agora, imaginem-no com o 1,4 T-Jet, ou melhor, o 2,0 turbo do Marea... E um Ka com o 2,0 Duratec... Será que estes motores caberiam?

    Belli,
    Mais baixo, o carro passou “arrastar” os pneus nas caixas de roda quando carregado? O uso destas novas molas agrediu muito o conforto?
    Abraços.

    ResponderExcluir
  15. Marlos, Ka Duratec já fizeram, é o diabo. Palio-Marea não sei se cabe, acredito que sim.

    Não raspa absolutamente nada com o carro mais baixo. O conforto não piora, mas o carro fica mais firme, sem dúvida.

    abs

    ResponderExcluir
  16. Clésio Luiz02/04/2009 11:43

    Com relação a rolagem típica do Palio, não dava pra colocar uma barra de rolagem mais grossa não?

    Ainda bem que lançaram com duas portas, os departamentos de marketing no Brasil estavam meio sem rumo de 2000 pra cá. Foi Palio R quatro portas, Astra GSi 4 portas e o cúmulo do sacrilégio: Gol GTi 4 portas.

    Com relação ao Astra, a versão Sport era bem bonita, com um belo aerofólio e bons defletores. Só não gostava bem das rodas. Já o motor era muito aquém do esperado. Eles ofereciam o 2,0 16v no top de linha CD mas o esportivo não tinha, coisa mais sem lógica. Depois, lançaram o 16v GSi, mas com carroceria 4 portas... Diziam que o volume de produção não compensava (sei...), sendo que o 2 portas continuava em produção normalmente.

    Se a Volks for lançar um novo GTi, espero que só lancem quando sair a carroceria 2 portas e com um motor de vergonha.

    ResponderExcluir
  17. Carro 2 portas só pra quem faz questão mesmo, ou quer visual, a questão da rigidez torcional não faz mais diferença alguma na prática nem na teoria. Até Subaru Impreza corre rali com 4 portas.

    ResponderExcluir
  18. Carro duas portas só os coupes da decada de 60 e 70 com seus motores de 6 cilindros pra cima, de resto, 4 portas é a melhor opção.

    ResponderExcluir
  19. Marlos, acredito que não caiba motor de Marea 5 cilindros no pálio. Há muito tempo tinha um com motor de Tempra turbo em BH. Ficou muito apertado. Só a título de curiosidade, a Fiat tinha protótipos da família Uno com motor de Tempra. Um amigo andava num premio 2.0 e dizia que era show.

    Anônimo, já tive vários 2 portas, tenho atualmente e, se nosso mercado deixar, pretendo ter outros. Você tem razão: faço questão do visual. Como quase sempre ando sozinho ou com a namorada, não faço qestão das portas adicionais. Pode ter certeza: não vou escolher e pagar pelo conforto de quem raramente anda no meu carro.

    Abraço


    Lucas

    ResponderExcluir
  20. Ivo R. Montanha Junior - UFSC02/04/2009 15:52

    O Ka XR (Zetec Rocam 1.6 8v, 93cv) foi considerado uma "formiga atômica", no teste da Quatro Rodas (agosto 2007). Mas pilotar um Ka em alta velocidade é tarefa para iniciados, pois o carrinho exige respostas mais rápidas (baixo peso, 930 Kg) do que um Golf GTI, por exemplo (193cv, 1344 Kg), pela inércia deles. Já o Palio fica legal se for corrigida a suspensão, como aparenta na foto deste post (um pouco mais baixa e mais dura - molas esportivas Eibach resolvem bem), coisa que a FIAT fez bem nas versões Sporting do Punto e do Stilo. Para completar o pacote, um chip de potência viria bem para melhorar a dinâmica do motor acima dos 4000 rpm, pois em baixa o torque é generoso e em alta é tedioso.

    ResponderExcluir
  21. Ivo R.
    No lançamento da linha 2008, só havia opção do motor 1.8 no R. Não havia mais o HLX, apenas o ELX 1.0 e o 1.4, e só nesta nova linha 2010 que o 1.8 voltou fora da versão R.

    abs

    ResponderExcluir
  22. Eu chamaria esse texto de "O Último dos Moicanos" por que não existe mais os Pocket-Rochets que tinham nas décadas de 80 e 90. Gol GTI, se foi, Corsa GSI, já era, e o Astra GT é grande demais para a categoria. A Ford nem se deu o trabalho de fazer um Fiesta XR2 por aqui (Explica pros ignaras Bob...), foi feito um com superchager mas depois que veio a redução foi descontinuado, e nem teve uma versão 1.4, uma pena, e depois a Ford não sabe o porquê do quarto lugar. As francesas, só versões "aventureiras" que nem enfrentam com os culhões (e peças) necessários para enfrentar a "selva urbana". Os japoneses também ficam devendo no wasabi, acho que só a Honda que caprichou no tempero com o Civic Si, mas uma versão "Sport" do Fit ou do novo City viria a calhar, com um motor que faz 100 cv/l imagine o estrago...
    Mas a vida de consumidor é sempre assim, compra o que não quer e deseja o que o que não querem oferecer...

    ResponderExcluir
  23. Marlos Dantas03/04/2009 00:29

    Lucas,
    Realmente esse Premio 2 litros deve ser fantástico! Sonho em espremer o 5 cilindros turbo no cofre da minha Elba, mas acho que nem chega perto de caber e ainda tem toda aquela tralha eletrônica...
    Abraços.

    ResponderExcluir
  24. Ivo R. Montanha Junior - UFSC03/04/2009 08:36

    Olá Milton. Me referi ao Palio HLX anterior (3a geração, na 4a realmente só tinham lançado o 1.8R). Estou participando de um projeto na UFSC, junto com um ex-colega seu, Beto Dutra (foi ele quem me falou do AE). Temos conversado bastante, bem gente fina.

    Marlos, dá uma olhada nestes links sobre um Uno de arrancada com motor Fivetech 2.4 (Marea) aspirado com nitro (Floripa):

    http://www.dragrace.com.br/forum/archive/index.php/t-271.html

    http://www.youtube.com/watch?v=LdkyZX_aEE0

    Pelo jeito não é fácil adaptar, sem falar nos reforços estruturais. De tudo isso, acho mais difícil legalizar, mas como dizem, "never ever give up!".

    ResponderExcluir
  25. Clésio Luiz03/04/2009 09:27

    O 2,0 de 5 cilindros não cabia nem no Marea... Espremeram ele lá, depois viram que ficou "meio" complicado trocar a correia dentada...

    ResponderExcluir
  26. Ka XR é muito, mas muito legal. Mas não deve andar igual em reta não, como alguns defensores dele insistem. O que posso dizer é que já encaiabei dois, mas com Siena 1.6 16V (em aceleração, só). Meu irmão teve um XR e tive a oportunidade de dirigi-lo várias vezes. Excelente de chão, mas o motor não é nada demais. Só que o carro é leve e anda bem por isso.

    Quanto a preferir um ou outro, é relativo. O Ka pode ser superior dinamicamente, mas fizemos Rio-SP em 3 pessoas num Ka, e foi meio torturante. É apertado no cadeira 2, mais ainda atrás, e porta-malas é um segundo porta-luvas. Por isso, vai muito do que cada um espera e precisa. Eu acho que iria de Palio mesmo, amarelo 2 portas.

    ResponderExcluir
  27. Ivo R., que bom saber que foi indicação do Beto. Boa sorte com o trabalho de vocês.

    Cruvi, gosto é gosto, mas que você é suspeito para falar, é. =)

    abraços

    ResponderExcluir
  28. Sabem de um foguetinho que anda mais que o pálio 1.8 e ka xr? Clio 1.6 16 v recentes! Tudo bem, o pálio e o ka são mais bonitos, mas depois de uma aceleradas o clio fica lindo!

    Ábraços

    Lucas

    ResponderExcluir
  29. por que o Ka não ia andar mais em retas? por causa de 5 ou 10 cv's a menos que o Palio? a me poupem, um motor MUITO bem acertado, com uma curva de torque plana, 14kgf de torque ja disponiveis a 2250rpm, gira até 6500rpm, sem vibrações excessivas, é um motor MUITO bem acertado sim, e a Ford é uma das UNICAS montadoras que não declara a potência para MAIS, ao invés de outras montadoras

    ResponderExcluir
  30. Marlos, você já imaginou como seria diferente a imagem da Fiat hoje se ela tivese tocado á frente a idéa da família uno 2.0? Seriam hoje carros lendários, sonho de consumo no início dos 90. Uno 2.0 espancaria sem dó GTS, GTI, GS e XR3. Imagine as Elba 2.0,de fábrica,com garantia e tudo mais... brinquedinho de primeira. Mas isso não aconteceu e, sinceramente, acho que parte da boa fama que a VW tem hoje deriva de seus esportivos dos 90.Cochilada da Fiat...

    Abraço


    Lucas

    ResponderExcluir
  31. claro! os gol caixa de hoje em dia só tem fama e vendem bem, graças aos gol caixa dos anos 90

    2.0 no uno? a carroceria não aguentaria por muito tempo

    ResponderExcluir
  32. Acho que aguentaria sim, Anonimo. Não aguentou o 1.4 turbo? Então... Além do mais, o tempo tem provado que o uno é bem robusto. Mas,de qualquer forma, ficou tudo na fase dos protótipos, acredito mais para não concorrer internamente com o tempra do que por problemas práticos.

    Abraço

    Lucas

    ResponderExcluir
  33. mas teve o tipo 2.0, não teria muita diferença do uno

    ResponderExcluir
  34. Eu e o Mr.Fiatman (Cruvinel) já vimos e andamos em um Uno bigcoke, 2.0 16 de Tipo. Adaptação dificil (é, eu dizendo que a adaptação foi dificil deve ter sido mesmo)e o resultado pratico era nem tão bom assim não....se fosse meu, eu preferiria fazer um sevel 1.6 16V bem futucado ou tentar um 1.8 16V de Brava nele. Me parece mais sensato e muito menos invasivo.
    Já andei de 206 rallye, que é o mesmo motor de 110cv do Clio, e na oa num dá dentro com o 1.8 R nem em sonho. Fora que a 170 kph a brincadeira acaba. Passa, mas demora muito para continuar enchendo.

    ResponderExcluir
  35. Marlos Dantas05/04/2009 01:28

    Ivo,
    Obrigado pelas dicas dos vídeos.

    Lucas,
    Realmente a Fiat vacilou... Esses carros que você citou e mais o Monza SR, o XR3 conversível e o Passat GTS Pointer, carros que passei a gostar ainda criança, até hoje "povoam" meus sonhos. Há umas duas semanas perdi a chance de ter um GTS Pointer porque os "recursos" demoraram a aparecer. Estou me lamentando até agora...

    AG,
    Gostei dessa conversa sobre Sevel...
    Eu achei o Sr. Antoinne, liguei pra lá e conversei com ele, que foi muito gentil comigo. Vou passar lá ainda essa semana. Ontem tirei as velas e todas (ainda mais a do 3º cilindro) estavam (muito) incrustadas de óleo, inclusive o nível deste está diminuindo com mais vontade, porém, o funcionamento do motor (aparentemente) não está ruim.

    Abraços a todos.

    ResponderExcluir
  36. Luís Carlos13/05/2009 23:41

    Caros amigos,

    Tenho um palio 16v 1997 4 portas, vermelho alpine.

    É original e tem 150 mil km, sendo absolutamente confiável. O meu tem rodas de liga aro 13 e suspensão original. Só coloquei um volantinho momo original Fiat.

    Gosto muito do carro (aliás, adoro), é meu foguetinmhop italiano. Talvez o motor 1.8 GM dê ao carro um desempenho pouca coisa superior (em uns 10 cv a mais e mais torque), mas sua pegada é incomparavelmente inferior. O motor GM é 'tosco', sem refinamento, bruto. Acho-o incomparavelmente inferior em termos de prazer em dirigir, ainda que puxe mais. Em minha opinião, foi um lamentável downgrade.

    O Sevel 16V não, sobe de giro 'como uma turbina', é liso, não pára mais de puxar até o limitador da injeção acabar com a festa. E é durável, pq tem um curso de pistão pequenininho.

    Quanto ao resto do carro, é mole, impreciso e 'nervoso' de suspensão e direção em altas velocidades, além ter de freios bastante ruins.

    Mas, talvez por isso mesmo, adoro dirigi-lo com um pouco mais de vigor.

    Você tem que fazer a diferença ou pode se dar mal, o Palio não perdoa alguns erros de condução.

    Abraços, Luís Carlos

    ResponderExcluir
  37. NA Argentina foram fabricados alguns (se não me engano restam apenas 2) Unos com motor 2.0 de Tempra original de fábrica numa série limitadíssima.

    Meu mecânico (fiateiro de paixão, e ocohecedor de Sevel como poucos no Brasil, logo menos, vcs vão ver um 1.5R com mais de 500cvs nas pistas...) tirou algumas fotos em uma de suas visitas a Argentina:

    http://img154.imageshack.us/i/uno61dt.jpg/

    http://img154.imageshack.us/i/uno49an.jpg/

    http://img149.imageshack.us/img149/8796/uno8cq.th.jpg

    ResponderExcluir
  38. Uno 2000!? Essa eu não sabia.

    Valeu!

    ResponderExcluir
  39. KA XR é infinitamente SUPERIOR ao veiculo palio (em minusculas mesmo) no que se eles se propõe: ESPORTIVIDADE.

    Comportamento dinâmico do Ka infinitamente melhor -basta olhar qualquer avaliação criteriosa-, é indiscutivel, o palio é um lixo.

    Quanto a motor, o Ka é melhor, mas há ressalvas, coisas que poucos sabem:
    Os XR ano 2001 são os que mais andam, embora com a mesma cavalaria divulgada desde 2001 a 2005, os 2001 tem coletor de escape com maior diametro de saida e central com maior avanço de ponto.
    De 2002 a 2005, tiveram diametro de escape reduzido e central com calibração normal ao restante da linha.
    Os 2006 e 2007 passam a utilizar abafadores e partes do sistema de escapamento da versão 1.0, o que reduz ainda mais a potência e a Ford passa a divulgar 93cv.
    O que isto significa?
    KAs XR 2001 andam muito mais que palio R. 02-05 andam igual e os 06-07 andam menos, e ficou visivel mesmo no teste da revista 4 rodas.

    Nos testes do carsale, que é feito por um instituto sério, o IMT, o Ka XR 2001 tem tempos melhores que o palio R, apesar de estar em desvantagem tecnologica: Não é flex e portanto não utiliza alcool como combustivel e tem taxa de compressão menor que a do Palio. Se igualassem ou a Ford usasse o seu motor flex com 12,3:1 de taxa no Ka, a covardia seria maior.

    Os números:
    http://carsale.uol.com.br/asp/opcarro/index.asp?t=M&m=60&m=166&m=167

    Se alguém não entendeu, reveja o link acima, testados com o mesmo rigor, em mesmo local e condições semelhantes -com devido fator de correção- KA ESPANCA, DESTROI, HUMILHA o palio em pista ou em qualquer comparativo de desempenho.

    Sem falar em design, de um lado o Ka, com design inconfundivel, vencedor de inumeros prêmios contra o palio, carro apagado, design morno e nem sequer existe na europa.

    Por ultimo, Milton, recomendo rever o XR por dentro, existem itens e opcionais indisponiveis ao resto da linha, como air bag duplo, abertura interna de porta-malas, luzes de leitura individuais e etc. É o minimo que deveria fazer antes de citar um pequeno GRANDE CARRO como o KA XR em sua máteria.

    Para quem acha que este palio, com motor Gm, de pior relação R/L do Brasil anda alguma coisa, estou em curitiba, tenho um KA XR e acabo com qualquer palio R que possa apareçer.

    Rafhael Silveira
    Engenheiro

    ResponderExcluir
  40. Jornalistas no Brasil do Lula ultimamente mais tem servido a fazer fofocas do que fazer reportagens sobre carros! Estes deixa para os engenheiros... ;)

    ResponderExcluir
  41. Esse comentário do Rafhael que foi entusiasta. Então o mito, o Karro é ano 2001. Melhor que o texto original com mea culpa no final.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente,
Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.