google.com, pub-3521758178363208, DIRECT, f08c47fec0942fa0 INDIGNAÇÃO - AUTOentusiastas Classic (2008-2014)

INDIGNAÇÃO



Fujo do meu tema habitual pra externar minha indignação com um acidente que aconteceu anteontem e sua banalização pela imprensa.

Já tinha ouvido falar do acidente durante o dia, mas, assistindo ao telejornal da Globo na manhã do dia seguinte, foi como se relatassem que um vaso caiu no chão e quebrou... E a cena do carro, irreconhecível, sendo retirado , foi inacreditável.

Parece "normal" uma pessoa morrer esmagada entre dois caminhões em um cabine do Sem Parar!!!! Não são poucos os casos que conhecemos de espertinhos que colam na traseira de carros equipados com o tag do Sem Parar pra economizar uns trocados no pedágio. E também não são poucos os que passam acima do limite de 40 km/h imposto para a passagem nessa faixa de cobrança espressa. Respeitada essa velocidade, QUALQUER veículo conseguiria parar sem colidir. Mesmo com a chuva que caía no momento (7h da manhã).

Gente, uma pessoa MORREU!! Na autobahn brasileira, talvez a melhor estrada do Brasil, no Estado mais rico da União, na praça de pedágio!

Dizem que as notícias chocam pela proximidade. Um local habitual, uma situação pela qual você já passou, qualquer indício que coloque VOCÊ ou algum parente/conhecido no local do acidente. Pode ser, minha noiva fez uso dessa estrada frequentemente ano passado e não precisei de muita criatividade pra imaginar uma situação dessas envolvendo mais alguém querido.

Que Deus nos proteja!

MM

9 comentários :

  1. Marco
    Pode ter certeza que os caminhões vinham acima da velocidade permitida para o local. Canso de ver isso ocorrer na Bandeirantes.
    Uso o Sem Parar no meu carro. Invariavelmente passo com um "olho no queijo e outro no gato", ou seja, vejo se a cancela abre e se não vem ninguém atrás.
    Na semana passada, pedi um equipamento adicional para carro que acabei de comprar. Quando fui passar no pedágio de Eldorado na Imigrantes não funcionou. Armei o maior barulho, pois vinha um carro atrás. Mesmo que em distância segura, preferi fazer buzinar, acender pisca-alerta, etc.
    Muito bom o seu "post" serve de alerta.

    ResponderExcluir
  2. Antonio Martins08/04/2009 12:47

    O problema todo é existir esta cancela.

    O Bob Sharp escreveu uma coluna sobre isso, vale a pena ler:

    http://www2.uol.com.br/bestcars/colunas3/b266a.htm

    ResponderExcluir
  3. Bom não sei o que acontece mas nos últimos meses como usuário do Sem Parar, posso afirmar que não esta funcionando direito mesmo.
    Sempre que vou entrar no sem parar olho pelo espelho para ver se existe algum idiota colado e se tiver piso no freio para alerta-lo.
    Brasileiro quer ser esperto em tudo, tem que obedecer regras e só aprende mexendo no bolso.

    Lamentável esse acidente e esse tipo de situação em que se deve fazer uma reportagem digna a imprensa não o faz. É mais fácil falar de rachas, enchentes e matérias fáceis do que ir de encontro a um serviço mal executado.

    ResponderExcluir
  4. Tia Marta, pode explicar o quem tem o Kassab a ver com pedágio?

    ResponderExcluir
  5. No domingo passado (05/04) meu transponder não foi lido corretamente pelo Sem Parar e tive que parar para não levar a estúpida cancela à frente. Em três anos de uso, foi a quarta vez que tive problemas com o sistema.

    Não entendo porque nenhum iluminado resolveu retirar aquele empecilho do caminho e usar outros meios para evitar evasão do pedágio.

    Enquanto isso, o pessoal do Sem Parar justifica que se forem mantidas velocidade e distância adequadas para o veículo da frente, não há risco algum de acidentes. Descobriram a roda... Vão explicar isso para a família do motorista morto no acidente em questão. Já passou da hora de eliminar essa cancela ridícula.

    ResponderExcluir
  6. Usar este espaço para defender que não se obedeça a lei era impensável, para mim, até hoje.
    Passo em sem-parar todo dia. Antes do radar de velocidade da Dutra, primeiro pedágio, para quem sai de SP, eu passava a 80km/h, velocidade limite para abertura da cancela. Um dia ela demorou e... pimba, ganhei uma marca no para-brisa que seguiu para o comprador do carro.
    Meu recado: estão ok com pagamento do pedágio eletrônico, etc?
    Se a cancela não abrir e vier alguém imediatamente atrás, atropelem a cancela. Melhor vivo, defendendo-se de uma multa que morto por um imbecil!
    Jamais deixo alguém colar em mim. Sou bem chato com isso. Que vá aproveitar de outro.

    ResponderExcluir
  7. Carlos Zilveti;
    que absurdo, deveria ter cobrado do pedágio o conserto do seu parabrisa, tambem acho absurdo esse bando de gente sem noção que anda colado atrás dos outros, tantos nos pedagios como nas estradas, muitos acidentes seriam evitados se as pessoas mantessem a velocidade do carro da frente

    ResponderExcluir
  8. eu mal tenho dinheiro para a gasolina, quanto mais para pagar pedagio

    ResponderExcluir
  9. Ayrton Felisardo12/03/2010 13:16

    Olá a todos.
    Prefiro levar a cancela no peito a ter que frear bruscamente; até porque ela é de plastico, destrava p/ cima e p/ frente ao bater no parabrisa. Assusta pelo barulho mas não quebrei ainda nenhum parabrisa. Atentos na praça de boituva é lenta na leitura.
    Abraço a todos e boa viagem
    Ayrton Felisardo

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente,
Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.