MAIS SOBRE O NOVO MOTOR FORD 1,0 DE 3 CILINDROS

Fotos e imagens: divulgação Ford



A Ford ja havia apresentado o motor de três cilindros 1-litro a ser produzido em Camaçari (BA) numa visita de imprensa àquela fábrica em 9 de abril, à qual o Josias esteve presente e escreveu post minucioso a respeito (a essa altura já se encontra em produção). Ele falou bastante do motor que propulsionará o novo Ka, substituto do Fiesta e que existirá tanto como hatchback de quatro portas quanto sedã de quatro, chamado Ka+. Nada a ver, portanto, com o  Ka atual, que foi uma evolução realizada em 2007, algo rebuscada, do singular Ka original de 1996. O único ganho, de fato, foi passar a serem cinco lugares, ante quatro do original.

Na ocasião da visita em abril a Ford ainda não tinha os dados de consumo obtidos pela metodologia do Inmetro com vistas ao Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBVE). Recentemente, entretanto, a Ford reuniu a imprensa em São Paulo para um workshop no qual o alvo foi justamente revelar o consumo de combustível do novo carro a ser lançado em agosto.

A Ford usou a ocasião para disparar que seu novo carro com seu motor 1-litro de 3 cilindros está com a taça de primeiro lugar em economia de combustível, com 1,56 megajoules por quilômetro (MJ/km) de consumo energético, lembrando que no VW up! este é de 1,57 MJ/km. Acrescenta a fabricante do oval azul que os dados se referem às versões mais equipadas, a SE e a SEL, do Ka (hatchback).

Em números, 13 km/l e 8,9 km/l na cidade, gasolina e álcool, e 15,1 km/l e 10,4 km/l na estrada, mesma ordem dos combustíveis, de acordo com os ciclos de condução normatizados NBR 7024 (cidade) e NBR 6601 (estrada) efetuados em laboratório sobre dinamômetro de rolo e corrigidos em 22% mais para cidade e 29% mais para estrada. Com isso, o novo Ka obteve, obviamente, a nota A no PBVE.

O novo Ka hatchback "andando" no dinamômetro de rolo do laboratório de consumo e emissões (foto Ford)


O motor

Certamente o novo motor, denominado Ford 1.0 3C Duplo Comando, é o grande responsável pelo expressivo resultado, uma vez que o novo Ka é bom mas não é prodigioso em aerodinâmica, com seu coeficiente de arrasto 0,34 (hatchback). O motor reúne elementos como taxa de compressão relativamente elevada de 12:1, porém, inferior às que existem hoje no mercado: no próprio Fiesta Rocam 1-L é 12,8:1 e no VW EA111 de mesma cilindrada, 12,7:1. Mas supera a do up! de 11,5:1.

Os comandos de válvulas de admissão e escapamento têm fase variável, o que permitiu "espremer" mais potência e torque, que são de 80 cv com gasolina e 85 cv com álcool, a 6.500 rpm, e 10,2 m·kgf e 10,7 m·kgf, respectivamente, a 3.500 rpm, sem aparentemente comprometer a elasticidade. Nova taça para o 3-cilindros da Ford, potência e torque recordistas entre os motores de 1 litro no mercado brasileiro, mesmo sem o recurso de seu par europeu, a injeção direta, como o Josias havia dito.

Correia dentada, mas enclausurada e lubrificada

Outro avanço desse motor é a correia dentada ser enclausurada e lubrificada, livre de agentes externos, que não requer manutenção por toda a vida do motor, dita pela Ford como sendo de 240.000 km. Como no up!, o coletor de escapamento é integrado ao cabeçote e o circuito de arrefecimento do motor é de duplo estágio, entre bloco e cabeçote.

No workshop, a engenharia falou no câmbio ser de escalonamento aberto na contribuição para a economia de combustível e apresentou o desenho do "serrote" de marchas:

A figura do "serrote" para se visualizar os dois tipos de escalonamento das marchas


Entretanto, a rotação em 5ª a 100 km/h, 3.350 rpm, mostra que a v/1000 é 100 ÷ 3,350 = 29,9 km/h, indicando tratar-se uma 5ª dentro do padrão brasileiro, 120 km/h a 4.000 rpm. Ao se estimar velocidade máxima de 170 km/h, o motor estaria a 5.700 rpm, portanto pode-se supor que a velocidade máxima, até pouco acima, seja em 4ª a 6.800 rpm, supondo-se a 4ª 20% mais curta que a 5ª. Mas é preciso esperar a divulgação da ficha técnica para uma conclusão precisa.

O resultado final de todas essas novidades é o segmento de entrada com motor de 1 litro ganhar um novo e importante contendor dentro de dois meses.

BS.

(Atualizado em 16/06/14 às 17h20, adição de foto da correia dentada)
(Atualizado em 18/06/14 as 10h00, correção de texto, câmbio, na 1ª linha)

75 comentários :

  1. Ricardo - Vitória ES16/06/14 12:04

    Michael Schumacher sai do coma!! A semana começa bem. Viva!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor notícia dos últimos meses!

      Excluir
    2. E ainda por cima a Alemanha bateu Portugal por goleada!

      Excluir
  2. Prevejo alguns daqui reclamando de cambio curto, mas uma observação a se fazer é que a potencia máxima é a 6500rpm. Esse motor parece girar melhor até que muito 1.0 16v que já teve no mercado e, parece ser ótimo em baixo giro. Elasticidade quase como nos Hondas mais giradores.

    Eu particularmente gostei do escalonamento, só espero que caprichem na forração acústica, senão ai mesmo que o escalonamento vai virar motivo de gozação pelo pessoal daqui do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem costuma dirigir "de ouvido" jamais acerta a rotação desses 3 cilindros. Pelo ronco, eles sempre parecem estar em rotação menor do que realmente estão. Certamente deve ser por conta do "cilindro faltante". O corte desse motor deve se dar em quanto? Uns 7000 rpm ou mais suponho.

      Excluir
    2. Anônimo16/06/14 19:07
      É so questao de costume .
      Em poucos kms se "afina o ouvido" ao barulhinho gostoso desses motores
      Tenha fé !

      Excluir
    3. Se bobear até mais, 7 mil é até onde vai o primeiro EA111 16V (que tinha potencia máxima em 5750 rpm). Para carro urbano de baixa potencia eu até não me importo se o moto girar e o "vocal" se pronunciar e caso me incomodasse, acharia mais fácil optar por um motor maior.

      Excluir
    4. Também gosto de cambio curto, principalmente nas primeiras marchas. Facilita bastante a arrancada e faz muito mais sentido para um carro 1.0. A história de muitos falam de que isto faz o carro ser mais gastador nem sempre é verdade (depende do projeto do motor). Se fosse por isto, o celta seria o carro mais beberrão da categoria.

      Excluir
  3. Espero que haja numa futura versão automática/automatizada uma última marcha mais longa... Um motorzinho moderno, provavelmente elástico, merece girar menos na estrada...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em se tratando de Ford , com certeza virá.
      Mas não espere agilidade da Ford, para oferecer essa opção ao mercado
      Minha previsão é que mais uns 10 ou 15 anos ele lancem a versão automática/automatizada.
      Aí sim vai ficar bom !

      Excluir
    2. Esse novo Ka se viesse com câmbio Powershift6 seria um ótimo citycar e bom pra viagens.

      Excluir
    3. Verdade... a Ford é muito lenta... Não entendo... Gostam de perder vendas... E ficaria muito massa com o powershift mesmo... Poderiam nacionalizar a produção dele, já que juntanto o Ka, Ka+, Fiesta e Ecosport teria um bom volume pra fazer... Já reduziria o custo...

      Excluir
    4. Na realidade isto também ocorre com outras marcas. Na VW eles insistem no imotion no gol e fox, sendo que os carros ficam até mais caros que alguns veículos com cambio automatico de 6 velocidades. Eu não entendo isto, já que até um cambio automatico de 4 marchas tem mais aceitação que esses automatizados.

      Excluir
  4. Se observarmos o valor de potência específica, 80 cv/l é um índice alto de desenvolvimento, principalmente pelo fato deste motor ser aspirado. Acho que a Ford deveria ter usado injeção direta neste motor, e fazer do mesmo a referência entre os carros com motores de baixa cilindrada. Tudo que é bom sempre pode melhorar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poderiam colocar o ecoboost (ou pelo menos com turbo) na versão top de linha. Mas infelizmente o mercado brasileiro é assim. Vive de tendências, sendo que a moda da vez são os 3 cilindros.
      É por isso que não compra carro novo. No ano passado comprei um honda fit 2008 1.5 ex completo com menos de 50 mil km e todo revisado. Estou feliz da vida e não me arrependo nem um pouco de não ter escolhido um HB20, onix e outros 1.0 de quase R$40 mil, que estão mais para populares a preço de premium.

      Excluir
  5. SergioCJr.16/06/14 14:17

    Olá Bob,

    Só ficou uma dúvida:

    "Outro avanço desse motor é a correia dentada ser enclausurada e lubrificada, livre de agentes externos, que não requer manutenção por toda a vida do motor, dita pela Ford como sendo de 240.000 km."

    Neste caso, não seria corrente ao invés de correia dentada?


    Pergunto isso, pois, os atuais motores Zetec Rocam que utilizam corrente, e não correia, salvo engano, também têm essa previsão de vida útil.

    Abraços


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SergioCJr.
      É correia dentada mesmo. Acabei de colocar foto, veja lá.

      Excluir
    2. Perfeito Bob, vi também que tem outra correia menor, lá embaixo, deve ser da bomba de óleo.
      E para quem roda 10.000 km por ano, tem um período em anos para trocar as correias?

      Marconi.

      Excluir
    3. Também estranhei, pq me soa estranho um sistema de lubrificação para a correia. Seria esta de um outro material diferente do convencional?

      Excluir
    4. Normal... As Harley Davidson usa correia de transmissão que tem vida útil estimada de 160 mil km, enquanto uma corrente de transmissão dura pouco mais de 30 mil km.

      Excluir
    5. Marconi
      De uma olhada no manual do seu carro , na parte dos serviços obrigatorios em cada revisao
      Algumas falam em 5 anos ( ou 90.000km) o que ocorrer primeiro. A borracha da correia resseca com o tempo.
      Meu mecanico recomenda troca a cada 8 anos , é o que sigo.

      Excluir
    6. Do jeito que muitos motoristas brasileiros dirigem, forçando o motor em subida a 1500 rpm, tenho cá minhas dúvidas se essa correia dentada vai ser "lifetime".

      Excluir
    7. Provavelmente essa correia é feita de algum nylon ou coisa parecida, uma vez que se fosse de borracha iria ficar ressecada em contato com lubrificante.

      Excluir
    8. Marconi:
      Talvez a lubrificação da correia impeça o seu ressecamento, assim como a "clausura" restrinja o seu contato com agentes externos como a poeira, por exemplo.
      Antônio do Sul

      Excluir
    9. SergioCJr.16/06/14 23:10

      Olá Bob,

      Valeu pela resposta e pela foto. Realmente, é um sistema bem interessante!

      Excluir
  6. Nota-se como o motor,ao exemplo do UP,tem uma mecânica bem moderna,agora é esperar os dados de consumo e desempenho desse novo Ka.....

    ResponderExcluir
  7. Ou seja, teremos o 1.0 ecoboost, sem o eco (injeção direta) nem o boost (turbo), PARABÉNS à ford, poderia oferecer mais, mas se acomoda e oferece o de sempre.

    Lucas Sant'Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em se tratando de Ford esse sempre foi o modo-operantes
      Eu me dou por satisfeito pois poderiam lançar esse carro com o CHT ou ate uma versão esportiva com o 6 em linha do Aero-willys
      Parabéns Ford (2X)

      Excluir
    2. Na realidade todas as montadoras são assim. Enquanto nos EUA quase todos os carros são automaticos a 50 anos, aqui só agora está começando a se popularizar. Claro que utilizando câmbios automáticos ultrapassados e automatizados (caso da fiat e vw). Uma vergonha, ainda mais quando se sabe que o Brasil é um dos maiores mercados consumidores de veículos do mundo.

      Excluir
    3. Impressionante como ninguém criticou o motor da VW... Essa marca alemã deve fazer parte de uma seita, não pode ser...

      Excluir
    4. Modus operandi !

      Excluir
    5. Luís AG
      Por que criticar o motor da VW?
      Por que acha que AE trata de uma seita?
      Nao entendi
      Voce poderia se explicar melhor, mocinho??

      Excluir
    6. E tem mais:
      Motor 3cil VW e muito superior e considerado o estado da arte
      Eu só tenho elogios a VW
      Essa marca e como a seleção brasileira : esta no coração do povo!

      Excluir
    7. O motor no arranjo ecoboost ganhou vários prêmios la fora.
      Seu primo pobre aspirado deve ser muito bom também. Vamos esperar antes de jogar pedras.

      Excluir
    8. Lembrando também que a ford adotou muito antes da VW corrente de transmissão no lugar de correia nos motores 1.0 de 4 cilindros.

      Excluir
  8. Acho gozado essa estratégia da Ford em soltar as informações sobre o novo Ka, em conta-gotas
    Ha muito mistério em cima desse carro ue eu ha estou bastante confuso
    Isso nao se faz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao vejo nada de errado em a Ford fazer isso
      Ganha-se em tempo ate o carro fuçar pronto e cria-se uma maior expectativa no mercado
      Eu estou ancioso por esse lançamento
      Deixe de ser ranzinza !

      Excluir
    2. Também acho que foi uma estratégia bem pensada. Assim, sempre vão estar falando da marca na mídia.

      Excluir
  9. Andei vendo algo sobre a GM lançar também um tricilindrico,mas com injeção direta,isso tem algum fundamento sr.Bob Sharp ???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que meu nome sai ai como :eporrapura,falta de respeito do site para com a minha pessoa,nunca usei esse "apelido?"Meu no me é Gedson Rezende e nunca usei nome diferente.mas toda vez que uso vosso serviço ,saio com esse nome!!!

      Excluir
    2. eporrapura
      Gedson Rezende, é muito estranho que isso esteja acontecendo. Além de você mesmo poder ver diversos comentários com o nome do autor, fiz um teste postando um comentário com se fosse você e deu tudo certo. Veja no final: aparece seu nome e o comentário "Teste de postagem pelo editor do blog". Fiz o teste como se fosse um leitor, sem estar logado. Saiba que não temos controle do funcionamento do blogger, é tudo completamente automático dentro do sistema e regras do próprio blogger, de modo que não temos explicação para isso, infelizmente. Por favor, tente fazer um comentário novamente. No quadro 'Comentar como:' clique na pequena seta, abre-se um menu vertical e escolha Nome/URL. Em seguida abre outro quadro com dois espaços, um para Nome: e no de baixo, URL: . Escreva seu nome no espaço de cima e depois clique em Continuar. Agora é só escrever seu comentário e, terminado, clique em Publicar. Preencha o campo com o número que você vê e aparecerá a mensagem 'Seu comentário estará visível depois de aprovado'. Experimente.

      Excluir
  10. Correia dentada "maintenance free"? Pago para ver. Assim que for noticiado o primeiro caso de quebra.
    Pelo menos, até que enfim, um motor Ford com as velas sobre a tampa do cabeçote e não por trás do coletor de escape, onde além de exigir ferramentas incomuns para sua substituição, sofre-se por causa das roscas presas devido à ação térmica. Espero que essa disposição das velas vire uma tendência. Afinal, elas não são isentas de troca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os antigos motores zetec 16v de Focus e Escort, bem como o Duratec e Sigma possuem as velas posicionadas no meio da tampa de válvulas, entre os comandos. Apenas o motor rocam é que sofre desse mal citado por você.

      Excluir
    2. Desde quando você não vê um motor Ford?

      Excluir
    3. É css, "sem manutenção" acho perigoso, principalmente para quem usa carro "velho". Quase perdi o cambio de um velho gol que usei 232.000 km, pois a volks dizia que não precisava trocar óleo. Um belo dia, meu mecânico foi ver o tal óleo: ficamos horrorizados. Acho que só não perdi cambio porque não utilizava o carro em rodovias.

      Marconi.

      Excluir
  11. Chamou-me a atenção a estrutura por de baixo do capô em formato de colméia.
    Parece ser mais rígida que nos carros da mesma categoria e não lembro de ter visto similar em outros carros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se n me engano. É a mesma do fiesta novo.

      Excluir
  12. Ah, porque não esperei? iria de novo Ka agora! O carro atende bem a todos os requisitos técnicos que considero. Cx 0.34, não é bom, mas não é ruim. Perde só para o Palio Fire, empata com o Gol (G4 e G5) ganha do Uno, do Mille, do Celta, do Clio e principalmente do UP e representa ainda, um salto gigante em relação ao Ka antigo, e seu feio coeficiente de 0,38 (o mesmo do Escort de MK3 de 1983!). . Penso que o Sedan, pode ir para uns 0,32, e a área frontal esteja na média. Boa notícia! O escalonamento é mais ou menos igual ao do UP. Poderia sim, ser um pouquinho mais longo, como 3800 rpm à uns 120 Km/h... O veterano Mille, autêntico 4+E, também gira o motor em 4000 rpm, a 120 Km/h em 5a, a diferença é que possui 14cv a menos. O Saudoso Corsinha EFI de 95, ia além, em que pese ter quase a metade da potência. Tanto o Ka, quanto o UP, tem peso e potência para girar menos em velocidades de viagem. Os 85 cv do Ford empata com o Fire 1.4, muitos defenderão que na questão de torque (ou melhor, potência média) os números favorecem o propulsor da Fiat, Só que não, depende da aplicação: uma Strada, um Punto, ou um Grand Siena, todos pesando mais que 1100 Kg, perderia feio para o Novo Ka em todas as provas de desempenho, Somente o Novo Uno Economy 1.4, com 930 Kg, teria potencial para disputa. Aliás, um comparativo deste, com o UP e a novidade da Ford, seria muito interessante! Resta esclarecer o Preço... Tem necessariamente estar abaixo do New Fiesta! e por favor, se não for pedir muito, nada de ar condicionado e direção hidráulica como opcionais. - Jesus do Nascimento

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jesus, sem querer ser pessimista, no papel é tudo muito bonito, mas na prática acho que os Americanos tem razão quando dizem "nada substitui a cilindrada".

      Marconi.

      Excluir
  13. É um carro que promete muito mas não vi muita vantagem nesse escalonamento amplo da Ford, parece girar em velocidades mais altas do mesmo jeito que os concorrentes já fazem, mesmo sendo um motor razoavelmente mais potente. Gostaria de ver um desses 1.0 da nova safra girando a 3500 a 120, aí sim eles iam ficar bastante agradáveis pra estrada e ainda mais econômicos. Mas a bem da verdade, esses motores novos chegaram a um patamar que nem em altas rotações incomodam em nível de ruídos e vibrações. Estão aí o Up e HB20 1.0 pra comprovar.

    ResponderExcluir
  14. Poxa vendo esses motores gostaria tanto de ver os TwinAir aqui nessas bandas, na minha opinião o motor mais fantástico desses da leva de "poucos cilindros muita potência".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniel Gutemberg
      Com toda certeza, já dirigi um Fiat 500 com esse motor, é ótimo!

      Excluir
  15. Aquela segunda corrente que sai para baixo no virabrequim aciona a bomba de óleo ou uma árvore contra-rotativa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 17/06/14 18:58
      Aquela segunda correia (e não corrente) certamente é para a bomba de óleo. Árvore contra-rotativa, pela natureza de sua aplicação, exigiria ligação absolutamente sólida com o virabrequim, e não elástica com uma correia (ainda que pouco elástica, obviamente). E esse motor não a tem, certeza absoluta.

      Excluir
    2. Valeu Bob.

      Aqueles Alfa de duas velas por cilindro 2,0l, usam correia no acionamento da contra-rotativa.

      Excluir
    3. Nesse motor a arvore contra-rotativa não foi substituida por um volante desbalanceado ?

      Excluir
    4. Anônimo 18/06/14 03:11
      De fato, havia me esquecido dele. Acho que foi caso único, não me lembro de outro.

      Excluir
    5. Anônimo 18/06/14 09:04
      Isso mesmo!

      Excluir
  16. Bob, a 100 km/h ele está a 3350 ou 3850 rpm? Acho que tem um erro de digitação no texto:

    "Entretanto, a rotação em 5ª a 100 km/h, 3.350 rpm, mostra que a v/1000 é 100 ÷ 3,850 = 29,9 km/h, indicando tratar-se uma 5ª dentro do padrão brasileiro, 120 km/h a 4.000 rpm"

    ResponderExcluir
  17. Anônimo 17/06/14 20:20
    Veja no gráfico do "serrote" que o que é amarelo seria um câmbio de relações fechadas e azul, o de relações abertas que a Ford diz que novo Ka terá. No gráfico estão representadas as duas soluções, sendo que as duas rotações se referem à mesma velocidade de 100 km/h. Foi só dividir 100 por 3,35 para achar a v/1000 de 29,9 km/h, daí a 120 km/h, a maior velocidade de viagem permitida no Brasil, achar a rotação nessa velocidade (120 / 29,9 = 4.013 rpm, arredondado 4.000 rpm.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bob, então é apenas um erro de digitação: deveria ser 100 ÷ 3.350, mas o texto diz "...mostra que a v/1000 é 100 ÷ 3,850 = 29,9 km/h...". O resultado de v/1000 = 29,9 km/h está correto.

      Excluir
    2. Bob, até que ponto a quinta marcha poderia ser alongada para aproveitar melhor o potencial desse três-cilindros Ford?

      KzR

      Excluir
    3. Acho que o colega quis dizer com relação ao texto, onde diz "...mostra que a v/1000 é 100 ÷ 3,850 = 29,9 km/h". Para essa conta fechar tem que ser 3350rpm.

      Excluir
    4. Nobushi e Renato Mendes Afonso
      Agora é que percebi, vou acertar lá agora. Agradeço o aviso.

      Excluir
  18. Eu ainda como engenheiro na Ford avaliei o protótipo representativo do que temos hoje em produção. O novo Ka esta realmente muito bem acertado em termos de powertrain matching, dirigibilidade, estabilidade e freios.
    Parabéns à Ford pelo excelente desenvolvimento do novo Ka.!

    Meccia

    ResponderExcluir
  19. Gedson Rezende19/06/14 09:48

    Teste de postagem pelo editor do blog.

    ResponderExcluir
  20. Bem interessante este novo carro da Ford, que do Ka original, aliás, só sobrou mesmo o nome.
    Mas em relação ao consumo eu não ache tão econômico. Comparando com o nosso MP3 1.0 2007, sua média na cidade, 13 km/l , é equivalente ou até algo melhor, mas na estrada, 15,1 km/l , é bem pior.
    Com o nosso Ka é difícil fazer médias de viagem, em ritmo normal e usando o ar-condicionado, de 17 a 18 km/l.
    Eu tive a aportunidade de fazer duas viagens de 1000 km para o mesmo local por dois anos seguidos: Na primeira, procurando economia, sempre na faixa de 80 a 90 Km/h e praticamente sem usar o ar, ele fez média de 20 km/l. Na segunda, andando o mais rápido possível e utilizando direto o ar, ele fez a média de 16 Km/l.

    SALVEM OS MOTORES MONOCOMBUSTÍVEL !

    ResponderExcluir
  21. Corrigindo:

    "Com o nosso Ka não é difícil fazer médias de viagem, em ritmo normal e usando o ar-condicionado, de 17 a 18 km/l."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sérgio, tenha certeza que o novo Ka se sairá melhor andando nas mesmas condições que o seu. O consumo do INMETRO é bem pessimista em estrada.

      Excluir
  22. Kamais é demais!
    Bom carro e bom motor, mas falta de imaginação para um nome melhor.
    Que tal Ford Capri?

    ResponderExcluir
  23. Gedson Rezende20/06/14 00:55

    Uma das atrações da GM no próximo Salão de Frankfurt (Alemanha), a partir do dia 10 de setembro, será o pequeno Opel Adam equipado com o novo motor 1.0, de três cilindros, que terá 117 cv de potência, tornando-se um dos mais potentes da categoria. Sobrealimentado, o novo 1.0SIDI também será capaz de render 16,9 kgfm de torque entre 1.800 e 4.700 rpm, diz a fabricante, força que fica no mesmo patamar os principais concorrentes.






    Briga de três cilindros
    Ainda de acordo com a Opel, o novo motor de três cilindros será mais leve e eficiente que o 1.6 por ser equipado com itens como injeção direta de combusível, comando de válvulas com variador de fase, bloco e cabeçote de alumínio, entre outras características. Além do Adam, a marca vai usar o novo motor do Corsa e, talvez, em outros modelos maiores. Espera-se que o Adam com o novo 1.0 turbo possa acelerar de 0 a 100 km/h em algo próximo de 10 segundos. ,(Copiado do blog Car and Driver),Agora a minha pergunta:Há possibilidade real da Gm trazer ao Brasil este motor e entrar nesta briga dos tricilindricos na frente da concorrencia,seria uma jogada de mestre,afinal nem WV ,nem For possuem injeção direta e 117 cv é uma potencia considerável,adoraria se isso fosse verdade!!! Em tempo,Obrigado pela atenção quanto ao problema com com apelidos gerados aleatoriamente,consegui enfim resolver,desculpe o incomodo!!!

    ResponderExcluir
  24. Gedson Rezende
    Felizmente você conseguiu acertar o modo de postar, ótimo. Três cilindros não é novidade na Opel. Já na Europa havia o Corsa B (o nosso) 1-litro, em 1993. É possível que o novo 3-cilindros seja feito no Brasil, na nova fábrica de motores da GM em Joinville.

    ResponderExcluir
  25. Bob Sharp,
    Tenho receio dessa correia ser muito complicada para trocar.....

    ResponderExcluir
  26. Caio
    Sem dúvida, embora não haja troca prevista por toda a vida do motor.

    ResponderExcluir
  27. Será que vai durar tanto está Correia no Brasil? Com a maioria dos usuários colocando óleo mineral em carro novo dizendo que, " óleo grosso é melhor!"
    Será que com óleo mineral ela dura tanto?
    Abraços

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.