Indústria automobilística: RESULTADOS DE MAIO

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) apresentou na 5ª feira da semana passada, em São Paulo, o desempenho da indústria automobilística em maio. Os dados apontam estabilidade no licenciamento: a diferença entre os 293,4 mil autoveículos comercializados no quinto mês de 2014 e os 293,2 mil de abril do mesmo ano não chegou a 200 unidades.

Na comparação com os 316,2 mil autoveículos de maio do ano passado houve retração de 7,2%. No acumulado do ano, com 1,40 milhão de produtos negociados em 2014 contra 1,48 milhão no ano passado, a redução é de 5,5%.

A produção de autoveículos dos cinco primeiros meses do ano mostra declínio de 13,3% ao se comparar as 1,35 milhões de unidades fabricadas neste ano com as 1,56 milhões de 2013. Só no mês de maio deixaram as linhas de montagem 282,5 mil veículos: alta de 1,9% com relação as 277,1 mil unidades fabricadas em abril e queda de 18% no comparativo com maio do ano passado, que registrou 344,5 mil veículos.

Já as exportações em maio ficaram 0,6% abaixo do registrado em abril — foram 35,2 mil contra 35,4 mil — e 27,7% menor ante o resultado de maio de 2013, quando deixaram o País 48,6 mil produtos. As 145,7 mil unidades exportadas nos cinco primeiros meses deste ano representam 31,6% de recuo se comparadas com as 212,9 mil de igual período do ano passado.

A Volkswagen reassumiu o segundo posto nos licenciamentos e a Renault se aproxima da Ford na busca do quarto lugar no mercado, com uma diferença de participação de menos de 1 ponto porcentual; a marca do losango nunca esteve tão perto da do oval azul antes. E pela primeira vez as Quatro Grandes — Fiat, Ford, General Motors e Volkswagen — detêm menos de 65% do mercado brasileiro.

Resumo dos licenciamentos:



Licenciamento total de veículos leves - maio 2014






Fabricante
Autos
Com. leves
Total
%


Posição







Fiat
39548
16393
55941
20,09


VW
40524
9607
50131
18,01


GM
39802
9109
48911
17,57


Ford
17374
7004
24378
8,76
64,424
4 grandes
Renault
16082
5625
21707
7,80


Toyota
10970
5667
16637
5,98


Hyundai BR
14709
0
14709
5,28


Honda
10178
543
10721
3,85


Outras
2935
4904
7839
2,82


10°
Nissan
4495
857
5352
1,92


11º
Mitsubishi
353
4737
5090
1,83


12°
Hyundai Imp
915
3993
4908
1,76


13º
Citroën
4739
142
4881
1,75


14º
Peugeot
3407
234
3641
1,31


15º
Mercedes
882
904
1786
0,64


16º
Audi
763
546
1309
0,47


17º
Iveco
0
327
327
0,12


18º
Mahindra
0
77
77
0,03


19º
Subaru
12
51
63
0,02


20º
Agrale
0
0
0
0,00



207688
70720
278408
100,00










Fonte: Anfavea

Ae
Redação








 

15 comentários :

  1. Comerciais leves são veículos tipo picape e furgão, certo? Penso, por exemplo, em VW Saveiro e Fiat Fiorino, estou certo? Vi que Honda e Subaru venderam 543 e 51 comerciais leves, respectivamente. Quais os carros dos portfólios das marcas japonesas são considerados comerciais leves?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SUV´s também são considerados comerciais leves na classificação da Anfavea.

      Excluir
    2. Obrigado, agora faz sentido. Achei que os CR-Vs vendessem mais na linha HOnda...

      Excluir
    3. Impressão sua. É que um SUV na rua incomoda muita gente hahaha.

      Excluir
    4. Bruno Hoelz
      São comerciais leves:
      Honda: CR-V
      Toyota: Hilux, Hilux SW4 e Lexus Rx350.
      A informação é da Anfavea.

      Excluir
    5. ORra, os SUVs não incomodam ninguém, mas alguns motoristas (motociclistas, ciclistas, pedestres...) sim!

      Obrigado Bob, acredito que, segundo a lógica da Anfavea, as unidades comerciais leves da Subaru sejam todos Forester.

      Excluir
  2. Gosto de reparar na tabela de vendas observando um critério que escolhi que é de carros com preço acima de 50 mil reais, que é uma faixa que atualmente separa os populares. Acho que pouca gente tem o hábito de olhar por outros prismas.

    No acumulado 2014 está dando 1o Honda Civic, 2o Ecosport, 3o Toyota Corolla, 4o Renault Duster e 5o Honda Fit.

    No ano 2013 o mais vendido foi Ecosport em 1o e Civic em 2o.

    Entre montadoras a marca mais vendida nesse "segmento" é a Honda. A Ford vai bem nessa lista vendendo Focus e Ecosport. Obs. Excluo caminhonetes porque muitas são 2 lugares e portanto esses considero como outro uso.

    Roberto Mazza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 50 mil ta fora da minha faixa
      Para mim no Max 35 mil
      Fico nos 1.0 da vida , mas saio de carro 0km
      Como disse o Bob :
      O melhor carro e o carro 0km

      Excluir
  3. Impressionante o declínio da Ford..., a diferença entre ela e a Ranault já baixou de 1% (isso sem o novo Sandero, que se não vier com um aumento exagerado deverá vender tal qual pão quente, haja visto que a versão antiga ainda consegue se manter bem vendida) e olha que a Renault comete erros primários como não disponibilizar a opção do motor 1.6 16v para Logan e Sandero (na contramão do mercado) e se ignorarmos os comerciais leves a vantagem será menor ainda. Pra mim, deste ano não passa a queda da Ford pra 5.a colocação (no mínimo), ou alguém lá dentro acorda, ou a coisa vai ficar (ainda mais) complicada... Seus carros antigos não tem preço suficientemente competitivos e os modernos são caros, assim fica difícil...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente uma pena. A Ford parece estar letárgica há anos.

      Excluir
    2. E será que em algum momento no Brasil a Ford deixou de ser letárgica ?
      Sempre na lanterninha das grandes .
      Durante anos se agarrou ao varetado CHT que se bobeasse iria equipar ate o Galaxie/Landau
      Hoje considero que a Ford tem ótimos produtos , modernos e alinhados a nível global. Estão ai o Fiesta e o Focus Mk3 sempre muito elogiados pela imprensa especializada e por seus donos
      Mas a Ford faz forca para estragar o que e bom!
      Pôs venda péssimo e manutenção muito mais cara que a concorrência.
      Eu se fosse funcionário Ford taria muito preocupado com meu emprego!


      Excluir
  4. Acho que vocês esqueceram que a Ford está em mudança de linha. Com a chegada do novo Ka, os numeros se normalizarao.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao deixa de ser verdade
      Mas a meu ver , por toda a vida , eles sempre tem uma desculpa

      Excluir
    2. Depende muito do preço..., o antigo Ka nunca foi um "campeão de vendas", e eu acho que o novo Ka vai chegar nivelado por cima..., ou seja a preço de HB20, aí não tem como "salvar" as vendas do resto da linha... e quanto a mudança de linha, honestamente ouço isso desde que os novos Fiesta surgiram (também nivelados por cima em termos de preço). Concordo que a Ford é letárgica..., mas no que se refere aos seus produtos eu, pessoalmente, gosto...

      Excluir
  5. Se considerarmos o grupo Renault+Nissan, a Ford ja ficou para trás, Bem como a PSA vai para 9º

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.