PORSCHE, PUREZA


Inegavelmente, o Porsche 911 é um dos carros mais desejados do mundo. Existe uma aura ao seu redor que é difícil de se igualar. Inovações tecnológicas são introduzidas constantemente com a experiência obtida nas pistas. São anos de aperfeiçoamento e desenvolvimento contínuo. O 911 é pura evolução. Ou seja, a Porsche não reinventa o carro a cada geração. Isso contribui para que seu desenho seja uma espécie de logomarca que é reconhecido por quase que qualquer pessoa, entusiasta ou não. O 911 é sempre o carro a ser batido pelos concorrentes. Um ícone atemporal.

Mas outro fator que contribui para isso é o seu design puro. Linha fluidas, simples, de entendimento universal, como se fosse uma forma da natureza. E isso é comum a toda linha Porsche. O puro, simples, é belo. E olhar para qualquer Porsche nos dá prazer. Basta ver os modelos 356, Spyder, 356 Speedster, 911 e todas suas variações como Turbo, Targa, Carrera, cabrio. Mesmo outros modelos como o 914 e o 944 tem traços muito simples e agradáveis. Até mesmo o novíssimo Panamera tem um desenho simples.

Abaixo algumas fotos de belos carros. E no link a seguir um screensaver com as fotos abaixo e mais algumas: Porsche screensaver.


PK

16 comentários :

  1. Mto bom! Porsche é vida!

    No meu blog você encontra alguns destes imortais:
    http://blogdaserie.blogspot.com/

    Bi-Bi Fom-Fom
    AB

    ResponderExcluir
  2. Pedro Navalha23/12/10 16:45

    Tudo bem que a Porsche não queira mexer no 911. O carro já se tornou um mito.

    Mas usar esse mesmo desenho no sedan Panamera e naquele utilitário que não gosto nem de citar o nome tornou-os absolutamente bizarros...

    Nesse caso, não podemos falar de identidade e tradição de uma marca. Podemos chamar de falta de criatividade mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Atemporal!! Apesar do Panamera parecer uma Kombi Sáfari...

    Nos anos noventa, existia uma revista chamada Platina; e era maravilhosa em suas fotos e na abordagem de carros "quentes".

    Fiquei perdidamente fissurado no 911 vinho metálico, turbo, da safra de 1995. Aquele com as rodas ocas e um dos últimos arrefecidos à ar.

    Esses dias, curvando na serra, inclinando barbaridade...eu vi pelo espelho uma coisa negra me seguindo como o anjo da morte, e como este, impossível de fugir.

    O 911 me passou na última saída da tangente, ocupando a segunda pista e urrando e empurrando tudo a sua frente. Inultimente, eu pisava com os dois pés no acelerador para tentar apreciar um pouco mais do alazão...em vão! O ronco ainda reverbera no meu plexo solar.

    Magia porsche, porsche magia; esse pedigree, sempre será eterno!

    Valeu PK

    GM

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Faltaram alguns nas fotos, como o 928, e os LeMans. Show de fotos!

    ResponderExcluir
  6. Talvez os Porsche sejam os únicos esportivos alemães que, apesar da técnica irrepreensível e da tecnologia de ponta, não carregam aquela frieza típica germânica. Pelo contrário, são tremendamente carismáticos. Admito que o Panamera seja mais feio do que um ferimento a bala, mas admiro essas máquinas maravilhosas desde criança, e as considero como a materialização da minha paixão por automóveis. As fotos ficaram incríveis.

    ResponderExcluir
  7. PK, as imagens estão sensacionais como sempre.

    E o sucesso do 911 está exatamente nessa palavra que você menciona: evolução. Nada de ruptura, apenas um refinamento contínuo e muito bem pensado.

    O interessante é que ao ser apresentado, em 1963, o 911 (901 na época, nomenclatura abandonada em função dos direitos da Peugeot sobre números de três dígitos com um zero no meio) chocou os apreciadores do 356, que viram no novo modelo uma ruptura inaceitável. E assim caminha a humanidade...

    ResponderExcluir
  8. Parabéns, PK, ótimas fotos!
    Aproveitando a oportunidade, desejo a você, toda a equipe do Autoentusiastas e aos colegas leitores do blog, um ótimo Natal.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  9. de uma forma ou de outra a porsche tem que se adaptar as exigências do mercado atual, por esses carrões grandões... não acho que ela esteja errada em puxar mais pro lado do consagrado esportivo. acho que isso é sinal de PURO SANGUE! rs
    se bem que o panamera é bem feinho...rs
    talvez um pouco mais de flexibilidade e inovação nesses novos conceitos não faria mal a ninguém... talvez seja da cultura germânica mesmo. rs

    ResponderExcluir
  10. Ah, cópia do Karmann Ghia TC, rsrsrs.

    ResponderExcluir
  11. olha o que anda esse 356, gravado pelo Bellote:

    http://www.garagemdobellote.com.br/2010/06/video-porsche-356-carrera-gs.html


    abs

    ResponderExcluir
  12. Muito legal este post, eu sou apaixonado pelo Porsche e costumo sempre a comparar a silueta da Porsche com a garafa da Coca - Cola, comparo o impacto e não o formato em si, a alguns anos atrás a coca cola fez uma propaganda em outdoor onde tudo o que havia na propaganda era o formato da garafa da coca e nenhuma palavra sequer, todos sabiam que a propaganda era da coca cola, a Porsche conseguiu o mesmo impacto com o 911, se vc mostrar a silueta da Porsche em qualquer lugar do mundo todos o indentificarão como um Porsche, qualidade esta que é o sonho de qualquer montadora, parabéns a Porsche :)

    ResponderExcluir
  13. Estes super fuscões (nada de pejorativo pessoal) sao terriveis mesmo.
    Em meados de 90 adquiri um livro de 911 da Inglaterra pela internet (a minha primeira aquisição na verdade usando esta modalidade) e lá explica que muito do nine-eleven deve-se a Ferdinand Piech que já no final dos anos 60 e na decada de 70 atuava na empresa do Tio como um brilhante Engenheiro, e que encampou uma batalha sem tréguas em busca dos melhores materiais para a fabricação dos componentes do carro, com especial dedicação ao seu coração, o motor. Centenas de horas de bancada para testar uma nova liga, um novo processo de fabricação e daí por diante. Nao bastasse isto, ainda podiam contar com o precioso laboratório de competições que foi fundamental para chegar a este nível de excelência atual que salta aos olhos sem nem mesmo ter que entrar e dirigir as ultimas versoes deste super fuscão.
    As materias apontam o atual GT3 RS como um carro capaz dar 100 voltas numa pista em ritmo "racing" absoluto sem dar o minimo problema, nem mesmo um simples fading de freios.
    Impressive!
    Detalhe: Piech participou de todo desenvolvimento do motor do 917 e do program de Le mans.
    Só aí já dá para encerrar a conversa, pois credenciais melhores que estas nao existem!

    ResponderExcluir
  14. Garrafa de Coca-Cola! É uma excelente analogia. Todo mundo conhece a silhueta. Por isso escolhi a foto que abre o post, não deixa dúvida.

    Super fuscão também achei interessante.

    Abraço a todos.

    PK

    ResponderExcluir
  15. Bianchini,

    Obrigado! Um ótimo Natal para você e sua família.

    PK

    ResponderExcluir
  16. Porque não falaram do Jacayene? que absurdo!!!

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.