OVAL OU ELÍPTICO?

Lendo o artigo do amigo André Dantas sobre a Honda NR-750, me veio à memória que a Volkswagen chegou a testar motores de ciclo Diesel com pistões ovais no final de década de 1980. O objetivo do fabricante alemão era obter um aumento significativo de cilindrada sem ter que recorrer a um motor maior de cinco ou seis cilindros.

O bloco do lado direito é um modelo normal produzido pela VW na década de 80 (EA827, o nosso popular "AP"), ao passo que o bloco do lado esquerdo é o protótipo desenvolvido em conjunto com o Mahle para o estudo prático dos pistões ovais.

É realmente muito curioso: o cilindro media 99,49 mm x 76,5 mm (sendo essa última a medida normal do cilindro do motor VW comum de 1,6 litro). O virabrequim era o mesmo das versões de 1,9 litro, com 98 mm de curso, resultando em uma cilindrada exata de 2.343 cm³.

Foi divulgado em 1990 na revista Auto Motor und Sport, mas não chegou a entrar em produção. Problemas de vedação nos anéis? Falta de durabilidade? Elevado custo de produção?

Infelizmente nunca saberemos.

FB


8 comentários :

  1. FB, como bem me lembrou o BS, não é nem oval nem elíptico. É oblongo, por possuir faces retas.

    Mas valeu a curiosidade.

    Mais um "causo" pros admiradores do AP contarem.

    ResponderExcluir
  2. segundo "fontes ocultas" da fabrica a parte de baixo , bielas e brozinas não suportaram o maior deslocamento e consequente compressão e devido ao surgimento do sistema de tubo rail ,patenteado pela iveco com obvios ganhos de desempenho,emissões e economia de combustivel o projeto foi "esquecido" em alguma gaveta.

    ResponderExcluir
  3. Junior-Big19/12/10 13:33

    Sempre um AP!

    ResponderExcluir
  4. Miquelle F. Alves.19/12/10 16:06

    Tem muitas coisas boas que as montadoras colocam na "gaveta" infelizmente... por questões de custo principalmente. é uma pena.

    ResponderExcluir
  5. Ao menos nesse motor não havia qualquer preocupação com ovalização de cilindros.
    Piadas à parte, algo que impressiona é que mais uma vez é mostrada a impressionante capacidade modular da VW, talvez a maior que já tenhamos visto na indústria automobilística.

    Pelo que já li a respeito, a modularidade dos motores VW chega até a desenhos. Se não me engano, os motores VR6 e seus derivados usam câmaras de combustão com o mesmo desenho das usadas nos motores em linha.
    Fora isso, os motores VW parecem ter quase que como padrão uma distância entre centros de cilindros de 88 mm. É a usada no EA111, no 827/EA113/AP e no mais recente 888. Se o futuro EA211 a usará, ainda é cedo para saber, mas não é impossível que isso ocorra.

    ResponderExcluir
  6. Esse AP tem o coletor com a boca virada pra frente, como eu sempre quis pro ChevAP...

    ResponderExcluir
  7. Rômulo Rostand20/12/10 13:12

    Não sabia desse projeto. Interessante. Mas, os problemas devem ser muitos para colocar um motor desses no mercado. Além dos citados pelo Felipe Bitu, imagino a difidesseculdade de manutenção de motor desses,como o grau de dificuldade de uma retífica, por exemplo. Fico ainda mais impressionado é com a tenacidade da Mazda na produção do motor Wenkel.

    ResponderExcluir
  8. É mesmo de se reconhecer o mérito da Mazda em manter motores Wankel no mercado.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.