NOVO AUDI PARA LE MANS 2011


Após a Peugeot anunciar o sucessor do 908 HDi FAP, é a vez da Audi mostrar sua nova arma para disputar s 24 Horas de Le Mans de 2011. O novo R18, que entra no lugar do vitorioso R15 Plus, é uma grande evolução conceitual.

A grande diferença está no fato do habitáculo ser fechado, como no Peugeot e nos Lola-Aston Martin. Desde o modelo R8 a Audi opta pelo habitáculo aberto, mas desta vez mudaram. Além do novo teto, o motor perdeu alguns cilindros para chegar na nova configuração V-6 diesel de 3,7-litros turboalimentado. Mudanças no regulamento da categoria para os carros equipados com motor Diesel forçaram as equipes a rever seus motores, então era uma boa deixa para usar a nova configuração.

A tomada de ar para o motor foi colocada no teto, com os restritores de admissão (regulamentados) bem centralizados e em uma região de boa captação de ar.

Além do teto novo, a Audi utilizou o mesmo recurso da "barbatana" vertical no centro da carroceria que o novo Peugeot. O R18, por sua vez, adotou o conceito de asa traseira suspensa e utiliza a barbatana como ponto único de fixação central do elemento, enquanto que as extremidades são fixas diretamente nos para-lamas. Desta forma, cria-se um canal mais limpo para o escoamento de ar e interação com o extrator de ar.

Na frente do carro, voltou-se o bico semelhante ao do R15, que parecia um bico de pato, retangular e plano. Alguma jogada aerodinâmica com as laterais do para-lamas mostraram-se eficientes, e assim os engenheiros retomaram o conceito de bico do R15, que já comparamos aqui com o R15 Plus.

Na região central-traseira, os para-lamas foram desenhados com uma forma de cunha para a frente. Do modelo R15 para o R15 Plus, esta região já havia recebido uma modificação para deixar o perfil do para-lama menos "brusco", e agora está bem nítido. Pode ser que tenha alguma estrutura ou componente localizado sob a carenagem, ou apenas uma forma nova para aprimorar a aerodinâmica.

Não mostraram, e por algum tempo não veremos mesmo, detalhes menos aparentes mas muito importantes como dos dutos de ar internos e o assoalho.

Ainda é cedo para dizer que este é o conceito final de carroceria do R18, pois a cada novo teste modificações são implementadas, como mudança de posição de tomadas de ar e direcionadores de ar. Podemos acreditar que este carro é rápido, como todos os Audis foram, vencendo "apenas" oito vezes nos últimos onze anos de Le Mans.

MB

12 comentários :

  1. Tomara que seja um carro rápido, pq bonito definitivamente não é.

    Aliás, é um dos protótipos mais horrendos que já vi na vida.

    Se não fosse a mudança radical nos motores com redução da cilindrada, eu diria q continuaria tomando tempo do 908...

    Camuflaram aerofólios dianteiros na carenagem, a Peugeot vai berrar denovo... Não colou antes, será q cola agora??? Isso cheira a desespero.

    Mas o jeito é aguardar e ver como essa coisa horrorosa se sai nas pistas.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Mano Brown Racionais13/12/10 22:17

    Imagina nóis de Audi, ou de Citroen, indo aqui, indo ali, só pã de vai e vem!

    ResponderExcluir
  4. Carro de corrida nã precisa ser bonito. Tem que ser eficiente. Em todo caso eu achei esse aí muito bacana.

    ResponderExcluir
  5. Não sei porque, mas a primeira lembrança foi a do batmóvel de 89.

    ResponderExcluir
  6. Concordo com o Paulo Keller, carro de corrida tem que mostrar eficiência , e também concordo com a beleza, talvez agressiva ainda para alguns...

    ResponderExcluir
  7. Ele tem sim o seu charme! É exótico, um padrão de beleza diferente do comum. Achei de cara ele bem parecido com o Darth Vader rsrsrsrsrsrs! Vamos ver se seus números são tão belos quanto ele mesmo.

    Abraço à todos!

    ResponderExcluir
  8. Ele lembra muito o Toyota GT One.

    ResponderExcluir
  9. Eu recomendo a todos a leitura do famosíssimo sociólogo italiano Domenico De Massi. Ele mostra inúmeros paralelos históricos entre estética, performance e avanços históricos da humanidade.

    De qualquer maneira, ainda fico com a Peugeot que só não humilhou a Audi por problemas de confiabilidade.

    ResponderExcluir
  10. A continuar a descriminação dos gasolina, quer audi, quer Peugeot ganham. Como é possível que os diesel com turbo tenham mais 300cc que os gasolina aspirados?... E os turbo a gasolina estejam limitados a 2000cc...São maus demais estes regulamentos!

    ResponderExcluir
  11. A Peugeot até anda rápido pena é que a corrida Le-Mans seja de endurance e não de bater recordes volta após volta...
    Se a Audi fizer como a última corrida em Le-Mans é pódio cheio de argolas...

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.