SPORTSTER SPORT

Neste exato momento estou lendo o livro de contos do Arnaldo Keller. Acabei de ler "Um Maserati 300 S a ser acertado" e posso afirmar com certeza absoluta que foi uma das melhores histórias que já tive oportunidade de ler. Mais uns dois livros desses e o AK já pode se candidatar a uma cadeira na Academia Paulista de Letras.

No conto citado, o protagonista vai até Buenos Aires em uma Harley Sportster 883. Neste exato momento me lembrei de um dos meus sonhos de consumo não realizados: a Harley Sportster Sport 1200.

Vi essa maravilha pela primeira vez em 1997, uma das primeiras Sport que chegaram ao Brasil. Paixão instantânea, dessas que pegam fogo: na minha singela opinião, é a Harley mais bonita que já saiu de Milwaukee. Motor 1200 com taxa de compressão mais alta, duas velas por cilindro e comandos mais bravos; suspensões Showa ajustáveis (isso mesmo, suspensões japonesas!), rodas raiadas de alumínio, pneus Dunlop, um guidão com uma postura bem agressiva (para uma Harley), freios dianteiros duplos, tudo para garantir uma ciclística jamais vista em outra Harley. Ideal para nos transportar de volta aos anos 60, quando as Sportster ainda eram referência em motocicletas esportivas, pelo menos nos EUA.

Uns três anos atrás tive a oportunidade de comprar uma, mas faltou bala na agulha. Tinha outros compromissos e não estava a fim de me enfiar em mais uma dívida, mesmo sabendo que são raras as oportunidades de encontrar uma por aí. O engraçado que essas oportunidades aparecem justamente quando não podemos "abraçá-las".

Mas fica para a próxima.

FB

Fotos: Motorcycle Cruiser


20 comentários :

  1. Nico fora da lei18/08/09 23:43

    Isso aqui é Autoentusiastas ou Motoentusiastas?

    ResponderExcluir
  2. Caro Nico

    90% do tempo falamos sobre carros, o que não exclui a possibilidade de falarmos sobre motos, aviões, barcos e outros veículos motorizados.

    Grande abraço!

    FB

    ResponderExcluir
  3. HD? No thank's.
    Pode até ser preconceito mas "Sport" parece fora de cogitação em uma trapizonga dessas.

    Até certo ponto as clássicas pra mim são um pavão motociclístico.
    Costumo dizer que o tamanho dessas geringonças é inversamente proporcional ao "pipi" do dono.

    Já nas Buell eu me animo.

    ResponderExcluir
  4. Equipamentos interessantes mas que não entrariam na minha garagem sem antes entrar alguns outros inúmeros modelos japoneses e europeus.

    Já tive oportunidade de pilotar alguns exemplares... Não me pergunte nomes pois não sei. Todas são muito semelhantes pra mim. Uma parecia minha Belina: Uma banheirona com ar, dh, vidro, som, porta-malas e uns apetrechos a mais. Mas não faz curva, não é prática no transito, não freia nem para o que anda, etc. Fiquei com má impressão. Outras eram umas parecidas com esta Sportster. Já bem melhor, mas aquele "compactador de solo" entre as pernas e vc na "cadeira de ginecologista", é um tanto estranho.

    A que mais me agradou, foi a Vrod. Nossa! Mudou da água para o vinho! Mas muita gente já não a considera uma HD de verdade, por ser refrigera a água, injetada, ter um radiador que "destoa" com elas, melhor ciclística (Curvas! Faz muito bem para uma custom!). Esta até eu cogitaria ter...

    Sei lá. Prefiro deixá-las para quem gosta do estilo.

    Por pior que seja ficar com as costas, pulsos, braços e ombros doloridos e parar a cada 150~200km para abastecer ainda sou mais as esportivas. Não as super sport como R1, GSXR1000/750, CBR1000 e afins. Banheironas como uma ZX14, Busa ou Blackbird são minhas preferidas.

    ResponderExcluir
  5. Podem me apedrejar à vontade mas não gosto e jamais teria uma HD ou qualquer custom. Meu sonho está mais para uma KTM 990 Adventure ou coisas do gênero.

    ResponderExcluir
  6. Mister Fórmula Finesse19/08/09 15:51

    Versão mais despojada, e para mim mais interessante da HD, gosto daquelas com visual de corrida em oval de terra também.

    Acho que seria a única HD que teria junto a V-road....mas antes teria tantas outras.

    Sou adepto da simplicidade, uma moto trail de baixa cilindrada mas com torque que apareça bem cedo já seria o suficiente para eu me divertir em estradas de terra, algo verdadeiramente simples e com baixo peso apenas para diversão sem o compromisso das velocidades surreais das super esportivas ou os quarto de tonelada das big trail's...

    ResponderExcluir
  7. Parabéns Felipe, você resgatou um espírito esquecido das Harleys, do tempo em que quando se queria andar rápido logo vinha a mente uma Harley. Acho que é por isso que patrulheiros rodoviários (a muito tempo atrás), usavam as Harley para pegar os apressadinhos (no tempo que se amarrava cachorro com lingüiça). Hoje HD é sinônimo de um tiozão com a pança de fora e a barba comprida, infelizmente. Achei muito estranho quando vi a patrulha rodiviária da Califórnia usando...BMW. A Vrod é um sopro de modernização, utiliza processos de fabricação por hidroconformação e o motor é fruto da Porsche. A Sporster, de concepção tradicional é enxuta. Ambas me atraem justamente por sua simplicidade, a forma pela função. pra mim as melhores HD.
    PS: Felipe, aquela Parati aspirada no YouTube é sua?

    Um abraço

    ResponderExcluir
  8. Mister FF, condordo, tanto para motos como para carro: Baixo peso e bom torque

    ResponderExcluir
  9. Não sou muito fã de motos, mas a HD Sportster seria uma das poucas que compraria.

    Justamente pelos "defeitos" que a maioria citou, o peso elevado, postura não adequada para altas velocidades e, principalmente (senão o único motivo, aquele me faz torcer o pescoço na rua para uma moto), pelo "compactador de solo" entre as pernas, como o Chiavaloni escreveu.

    Para quem gosta dos mastodônticos V8 americanos (de preferência os 400 cid ou mais), dá para entender o porquê dessa minha preferência... O ronco inconfundível das HDs me são muito agradáveis, fora o torque sobrando desde baixas rotações. Ou seja, é o paralelo perfeito dos "V8tões" nos automóveis!

    ResponderExcluir
  10. Road Runner,

    Você então gostaria de possuir uma Boss Hoss! www.bosshoss.com

    Eu também!

    E aproveitaria para deixá-la um "tempinho" com o Sr Alexandre Garcia, para uma revisão...

    Sabe como é quem tem o bichinho da velocidade nas veias...

    ResponderExcluir
  11. Sabem porque Harlista só anda em grupo? É que tem sempre uma garupa sobrando para qdo a motor quebrar,hehehehehehe....

    ResponderExcluir
  12. Road Runner, pra mim o ronco de uma Herritage Softail ou algo que a valha não passa de uma Kombi 1200.

    ResponderExcluir
  13. Alberoni

    O Marco Molazzano entende mais de motos do que eu. Segundo ele, a V-Rod só teve radiador projetado pela Porsche, mas os americanos souberam aproveitar o marketing.

    Quanto à Parati, é de um amigo de São Paulo. Já deu adeus aos carburadores.

    FB

    ResponderExcluir
  14. Road Runner

    Você captou a essência dessa Sportster: é uma Harley para se andar como nenhuma outra (excluindo a V-Rod, é claro).

    O Maluhy nos falou sobre os grupos de "harleyros", com destaque para o HOG. É justamente por causa deles que a a marca vive uma crise de identidade, uma Harley hoje é tão "rebelde" quanto um par de botas Doc Marten: praticamente todo mundo usa, de secretárias e pais de família balofos.

    FB

    ResponderExcluir
  15. André Andrews20/08/09 00:50

    O que não me agrada nas custons de modo geral é não haver conta-giros. Tudo bem é tradição, mas sentir o motor girar sem saber o quanto, acaba com meu prazer.

    ResponderExcluir
  16. Mr. Fórmula Finesse,

    então vc iria adorar a CRF 230! Amigo, que "motinha" gostosa. Tenho uma e, ajudada pelo meu peso pluma, anda mais que o suficiente. O melhor de tudo são as desculpas esfarrapadas da galera das importadas, quando elas ficam e a crfzinha vai embora...

    Abraço

    Lucas

    ResponderExcluir
  17. Chiavaloni,

    Não gostei muito dessa Boss Ross, mas o desempenho deve ser obsceno... Prefiro colocar o 350 sbc em meu Caravan. Um V2 HD é mais que suficiente para um passeio tranquilo num belo dia de sol.

    Joel,

    Como também gosto dos motores VW "a ar", estamos em casa! Mas o som dos dois motores são bem diferentes...

    Felipe,

    Justamente isso. As HD foram feitas para andar na boa, sem intenção de quebrar o recorde de subida de montanha. Para isso existem as superesportivas, com seus motores peso pluma e zilhões de rpm antes do limite de giro...

    Uma vez quase comprei uma Sportster 883, quando fizeram uma promoção por um preço bem bacaninha. Mas, como já tinha dívidas demais, deixei de arranjar mais sarna para me coçar...

    Abraços a todos

    ResponderExcluir
  18. Mister Fórmula Finesse21/08/09 08:27

    Lucas;

    É exatamente uma CRF que tenho em mente, pois as dois tempos importadas são temperamentais como divas e uma quatro tempos te cansa menos nos caminhos mais encardidos...simplicidade sem busca de muito desempenho.

    ResponderExcluir
  19. Felipe, acredito que deva ser só o radiador mesmo mas no site da HD está escrito:"...while the free-revving performance of the liquid-cooled Revolution V-Twin engine co-developed with Porsche give it an unmatched combination of power and sophistication.". Só achei essa informação, além de ser bem subjetiva.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  20. A primeira Sporster Sport foi a 883, que era simplesmente a HD mais rapida da epoca e a de melhor estabilidade.
    Hoje uma 1200 humilha a V-Rod em estradas sinuosas. Palavra de uma revista inglesa de motos.
    Mas hoje a XR1200 detem este titulo.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.