FORD FAIR 2009


Autor: Rafael Souza

Foi realizada no último dia 2 de agosto a edição 2009 da maior reunião de Fords da Europa: a Ford Fair.

A reunião é realizada anualmente no autódromo de Silverstone, na Inglaterra, e conta com o apoio da própria fábrica e diversas outras empresas ligadas diretamente ao mercado automobilístico, mais precisamente o de preparação.


A festa contou com mais de 3.000 carros nas dependências do autódromo, que teve sua pista fechada para uso exclusivo dos veículos Fords e suas conglomeradas.

O autódromo foi organizado de forma a oferecer em suas dependências concursos de elegância, feiras para compra e venda de mercadorias relacionadas à feira e produtos de performance e personalização.


Em um pedaço do traçado acontecia um track-day durante todo o dia enquanto em outra parte aconteciam provas de aceleração de 0-60 mph, sempre valendo prêmios e troféus. Presença garantida de Escorts, Fiestas, Sierras, Capris, Focus e outros Fords europeus.

Uma festa muito bacana que deve ser vista ao menos uma vez na vida por todos os aficcionados por Fords do planeta. Deveríamos ter uma edição no Brasil!

Mais fotos em http://rafa4fun.blogspot.com

FB

31 comentários :

  1. Muito legal mesmo esse encontro de Ford na Inglaterra. Cerca de 3000 mil veículos não é para qualquer um...

    Aquela fileira de Escort RS Cosworth a "perder de vista" é de impressionar, com seus spoilers traseiros enormes, dando mostras de forma obscena e escancarada o quão estúpidos são em desempenho. Very cool, dude!

    ResponderExcluir
  2. Rodrigo Laranjo08/08/09 11:06

    A foto dos Cosworth é de perder o rumo! Mas não sei se aqui daria certo não. Se fizesse um encontro de Fords aqui só ia juntar Escort Hobby e Fiesta "xunning". Dá até medo...

    ResponderExcluir
  3. Muito legal mesmo! Uma pena que a Ford do Brasil está cagando e andando para nós consumidores.

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente o máximo que tivemos por aqui da Ford, foram o Maverick GT V8 (longe de ser um legítimo pony car), o Escort XR3 com motor AP2000, o RS que era decorativo, o Corcel GT que também eram fracos, o Fiesta Sport 1.6 e o Ka XR.
    Ah, teve o Focus XR, que conseguiu ser mais fraco que o Ghia.

    Admiro a Ford (sou fã mesmo) pelos lendários esportivos estrangeiros e pelos bons carros que fez por aqui.

    ResponderExcluir
  5. O Escort XR3 1.8 MK4 também não é fraco, mesmo para os dias atuais:

    Torque: 14,6kgfm (143 Nm) à 3200rpm
    Potencia: 99cv a 5600rpm (já mediram em dinamometro e a potência dele beira os 105cv, provavelmente foi declarado 99cv por culpa dos impostos da época

    isso em uma carro com menos de 1.000kg

    ResponderExcluir
  6. Os carros da Ford no Brasil que mais me cativam são os primeiros XR3 aqueles 1.6 mesmo se equipados com um kit ishi-turbo de época então... As picapes, o velho corcel I que agente vê na rua e até na estrada até hoje geralmente carregando fielmente as pesadas ferramentas dos seus donos trabalhadores, carro macho pra caramba e o nosso Maverick GT que pode até não ser um pony car mas cabe a cada dono transformar a lenda em realidade porque potencial ele tem.

    ResponderExcluir
  7. Acho que ele quis dizer que o Maverick GT não é um "muscle car", e não é mesmo, mas pela carroceria e motor, o mesmo do Mustang, com certeza o qualifica como "pony car".

    McQueen

    ResponderExcluir
  8. Clésio Luiz08/08/09 19:24

    Eu acho que chegaram a importar o Escort RS Cosworth de forma independente pro Brasil.

    ResponderExcluir
  9. A 4 Rodas testou em 93 um Escort Cossie aqui mesmo no Brasil. Não lembro quem trazia.
    Inclusive esse Escort Cossie tem a mecânica do Sierra RS transplantada pra ele.
    Dos mais velhos eu queria um MkII RS 1800.

    ResponderExcluir
  10. A Ford até hoje defeca e caminha para os seus consumidores, nunca tem itens basicos de reposição nos dealers ,fiquei com um Focus agarrado na oficina esperando um rolamento da transmissão direita que era da marca INA made in Spain,levou 15 dias para aparecer, hoje aqui no RJ nenhum dealer tem o calço do motor LD do Fiesta novo, uma bagunça só...

    ResponderExcluir
  11. A Ford até hoje defeca e caminha para os seus consumidores, nunca tem itens basicos de reposição nos dealers ,fiquei com um Focus agarrado na oficina esperando um rolamento da transmissão direita que era da marca INA made in Spain,levou 15 dias para aparecer, hoje aqui no RJ nenhum dealer tem o calço do motor LD do Fiesta novo, uma bagunça só...

    ResponderExcluir
  12. Bitu e Rafael,
    NÃO SABIA !!!!!!!
    Como eu poderia não saber dessa Ford Fair ?
    Estou mesmo perdido.
    Já entrou para a wish-list de viagens. Deve ser espetacular.

    Joel, Clésio,
    os Escort Cosworth vieram para o Brasil pela própria Ford, num estudo de viabilidade para saber se o carro funcionaria por aqui, se haveria mercado, e foi exposto de forma prática em alguns lugares importantes, como estacionamentos de autódromo, por exemplo.
    Ainda essa semana, trocávamos lembranças desses carros, e chegamos a 5 que foram vistos aqui: Dois vermelhos, um azul, um cinza e um preto. Pode ser que tenham sido mais.

    ResponderExcluir
  13. JJ

    Esse cinza eu vi uma foto recente. Tá bem conservado.

    Pelo que vejo em fóruns ingleses esse motor é o AP deles hehehe.

    ResponderExcluir
  14. Tenho meu Belina 89. Sou fã de Ford também, mas jamais participaria de um "Ford fair tupiniquin's version"...

    O "mitico" Maverick nunca foi um exemplo pra mim. Só na terra brazilis é considerado um esportivo puro sangue. Na terra do tio Sam, era concorrente direto do carro do povo alemão... Não que eu não goste de Fusca, mas...

    A Ford nunca teve um esportivo decente nos domínios brasileiros. Corcel GT tinha um ou outro HP a mais que o de linha. Só. A versão II do Corcel então nem se fale. Pesado, motor e suspensão fracos para um esportivo.

    O Escort XR3, por mais que melhoraram o CHT, ainda era fraco, comparados com os motores de fora que vinham na mesma carroceria. Eram belos. Muito bonitos mas nada empolgantes.

    Del Rey? Galaxie, Landau, LTD? Seguimentos não esportivos. Versailles, Verona? Nada especial... Época da "Autolatrina". AP1800? Apesar de ter um, acho uma heresia uma vez que existiam motores muito superiores lá fora.

    Escort 1.8 16V. Legal... Um motor melhor no mercado nacional. Mas a versão "esportiva" era só simples adornos que qualquer um instala na garagem de casa. Nada na mecânica foi mudado. Nem um ou outro HP a mais no motor, como nos primeiros Corcel GT e Escort XR3.

    Fiesta? Quem sabe o 1.4 16V... Mas nada empolgante igualmente.

    Sei lá... Imagino que um evento deste no .br seria ou "muvuca" ou "meia dúzia de gatos pingados".

    Ou cheio "de Corcel, Belina e afins" podres, tunados, rebaixados de diversas formas ou com um ou outro Mustang e Cougar, um ou outro LTD reluzente com seus cromados imponentes e um ou outro exemplar com menos de 30 anos um pouco melhor conservados...

    ResponderExcluir
  15. Tá certo Chiavaloni, no Brasil só tem merda...

    ResponderExcluir
  16. Fala Sério...09/08/09 17:56

    É isso ai, Ford é uma merda!
    Vamos todos comprar Foxes, Golos, Palhos, Putos, Celtas, Corsas, Peugeots, Fits, Golfs, Tucsons...

    Para os "ricos" que preferem passar fome e comprar nas casas Bahia em 36 prestações, os importados.

    E para os mais afeminados: Picasso e Uno zero!

    ResponderExcluir
  17. Anônimo: Posso estar sendo mal interpretado ou xiita. Mas... Ford não são merdas. Mas foram demasiadamente castrados ao meu ver.

    Quantos motores a Ford Brasil disponibilizou, nas décadas passadas para nós tupiniquins? Com excessão ao SB Windsor 292/302 cu. in. utilizado nos Galaxie/Landau/Maverick e o OHC de 4 cilindros deste último, os demais motores foram motores oriundos de outras montadoras. CHT é o "primo rico" dos E-max, oriundos do decano motor Renault "ganho" na então compra da Willys Overland junto do projeto M (Corcel) que era "licença" da Renault para a montagem do sucessor do Gordine. O 6 cilindros em linha do Maverick bebia mais que o 8 e andava menos que o 4. Este também oriundo da Willys.

    Percebem que até meados da década de 90 a Ford.br não teve nenhum dos motores que existiam lá fora?

    Em uma rápida comparação que eu me recordo de cabeça: Década de 60 até os dias atuais.

    Ford Europa:
    Kent(E variações como os Valencia, HCS e Endura E);
    SOHC Pinto;
    Essex V4 e V6;
    Cologne/Taunus V4 e V6;
    L4 OHC Sierra;
    CVH;
    Cosworth 2.0 16V YAA, YBA, YBT, YBB;
    BDA e BDG 16V;
    Zetec E e SE e
    Duratec HE (Que na verdade, é o Mazda MZR).

    Ford Brasil:
    V8 SB 292 e 302;
    OHC 4 L4;
    L6 CJ5/Maverick;
    Motor Renault (E variantes E-max e CHT);
    AP 1800 e AP 2000;
    Zetec e
    Duratec (Mazda).

    Isso comparando motores. Fora carrocerias e suspensões.

    Almejar um evento com este nível no Brasil é interessante. Mas não vejo um resultado prático "legal" para os mais entusiastas.

    ResponderExcluir
  18. Apesar de tudo morro de vontade de ter um XR3 1.8 a álcool, que costumam ser baratos.

    Qual é o mais legal dos XR3?

    ResponderExcluir
  19. Chiavaloni,
    Esqueceu do AP 1600. Os motores da VW rendiam melhor nos Ford's pois entre outras coisas, éram transversais...
    Pra quem gosta de Ford, ver alguns carros da marca seria legal sim, ainda mais com algum "apoio" por parte da montadora, mesmo que com uma motorização emprestada durante anos....

    ResponderExcluir
  20. Como disseram ai, a maioria dos nossos "clássicos" não só os da Ford, já cairam na mão do povão. Um evento desses por aqui ia ter muitos "Xunings". Ia ser um fiasco.... :(

    ResponderExcluir
  21. Mister Fórmula Finesse10/08/09 08:47

    Vejam a página do escort clube e vejam um dos "destaques" da capa...um escort azul devidamente tunado e estragado. Por isso um evento desses dá medo!!

    ResponderExcluir
  22. Carlos Galto10/08/09 09:26

    O que sempre admirei nos Ford era o acabamento desde o final dos anos 70, nos Corcel LDO até o início dos anos 90, com o final do Del Rey e Escort MK4.
    Esportivos? Nunca achei no Brasil. Fora o Maveco V8, para brasileiros.
    Tive um XR3 1.8 92 que era um ótimo carrinho de luxo com bom desempenho. Não era grandes coisas de curva, mesmo com "amortecedores eletrônicos" e não fazia frente a Gol GTS GTI, Passat Pointer, Kadett GS/GSI. Andava junto do Uno 1.6R.
    Hoje tenho um Fiesta Sedan MK5 2003 que anda mais que o Escort...


    Esses Escort e Sierra Cosworth são sonhos sobre rodas!!!!

    ResponderExcluir
  23. O Rubinho correu uma Mil Milhas com um Cossie.

    ResponderExcluir
  24. Uma pequena correção na ótima missiva do Chiavaloni: os 272/292 Ford não eram derivados do bloco Windsor mas do Y-Bloc utilizados nos anos 50/60 nos states,o resto é isso mesmo, quer maior cagada do que lançar um carro novo no brasil utilizando um motor pra lá de antiquado como o motor BF dos Aero/jeep???Válvulas em F , tranqueira ridícula ,alguém compraria um Polo novo com o motor dianteiro refrigerado a ar do Gol batedeira????O CHT adorava queimar a junta do cabeçote no meio, as duas válvulas de descarga dos cilindros centrais trabalhavam agarradinhas,tremenda zona de calor ali,o Kent pelo menos não sofria desse mal, só aquele barulho de máquina de costura Elgin multiponto,hahahahaha,folga de válvula de descarga com 0,50mm, piada.....

    ResponderExcluir
  25. Maluhi e Chiavaloni,

    Eu tenho um texto bem legal que escrevi a uns tempos sobre todos os motores ford V8, do flathead 32 até os Romeo 5,4 novos, mas não tem nem uma foto. Tem dados, anos de produção, deslocamentos, todo tipo de informação tecnica, mas sem foto é dose. Vou ver se cato as fotos de todos esses motores e junto no texto e faço um post bacaninha. O 272/292 é o primeiro motor realmente moderninho que a ford fez nos anos 50, tinham 4 versões, com 239 - o mesmo deslocamento dos ultimos flathead, os 8BA, 272, 292 e 312. Ainda eram fundidos com os blocos na posição normal, por isso as saias laterais, ainda não tinham incorporado as modernas tecnicas de fundição do Sr. Ed Cole, coisa que somente fariam quase 10 anos depois nos motores windsor. A ordem cronologica seria:
    flatheads, todos os tipos primeiro e a grosso modo seriam pelo menos 5 tipos, o 32, os de 33 em diante, os 60hp das nossas simcas, os mercury e os de caminhão,
    Y blocks, e suas variações
    FE bigblocks,
    MEL bigblocks,
    windsors,
    clevelands(335 series),
    bigblocks modernos (385 series)
    motores modulares

    isso para não falar das combinações que a propria fabrica fazia entre eles.

    ResponderExcluir
  26. Galto,

    Apesar de todas as limitações tecnológicas do decano projeto do Corcel/Del Rey, amo minha Barca justamente por estes predicados dos Ford "pré-autolatrina".

    Todos os opcionais que a linha Del Rey 1.8 Ghia possuía, bancos com acabamento em veludo, painel original com manômetro óleo e voltímetro com o clássico relógio no teto (agora acompanhado de um discreto display da sonda wide band por falta de espaço), imensas "porteiras" sem lata aparente internamente, suspensão macia, barulho na tampa traseira de série, porta-malas pequeno, rodas com "3 furos"... *rs* Pra mim são detalhes que fazem diferença. Sejam bons ou nem tanto.



    Maluhy,

    Obrigado pelas correções!
    Eu nunca me recordo das famílias dos clássicos V8.


    AG,

    P-E-L-O A-M-O-R D-E D-E-U-S!!!

    Plagiando você e o MAO: "Preciso ir na farmácia para comprar mais medicação..."

    É impossível ler o que você postou e não "passar mal".

    Confesso que fiquei extremamente curioso sobre estas informações. (Principalmente para eu que nada entendo dos V8.)

    ResponderExcluir
  27. Carlos Galto11/08/09 11:48

    Chiavaloni,

    O meu pai teve um AP 1.8 Ghia 91 vinho 2pts, última série...

    Cara, foi o melhor acabamento em carro nacional que eu já vi e senti. O painel só teve paralelo no Alfa TI4. Agora, era uma barca realmente e o meu pai adorava viajar com ele, fazia 15km/l na estrada!!!!
    Mas a minha mãe xingava aquela porta de 100kg pra abrir em ladeiras!!!
    Lembro que eu saía do meu Passat Pointer e pegava o carro do meu pai e estranhava demais mas mesmo assi tinha prazer em andar a 60 por hora escutando no bom rádio Philco Ford minhas fitas da Sade... Pra namorar era muito melhor que o Passat e os seus Recaros "anti-sacanagem"...

    Nem os Focus são tão bem acabados ou usam materiais de tão boa qualidade. Depois daquele carro sempre prefiri bancos de veludo a couro.

    ResponderExcluir
  28. lindos os escorts ! fiquei fascinado aqui por eles !

    ResponderExcluir
  29. André Andrews11/08/09 18:17

    Chialavoni,

    Eu também tive uma Belina. Me arrependo de tela vendido, é daqueles carros que nos deixam saudades

    ResponderExcluir
  30. Fala sério...11/08/09 21:57

    Ford?
    Eca! a pior de todos, nem no Brasil que é o país dos trouxas eles conseguem vender alguma coisa, peças de reposição é um CÚ!

    M.E.R.D.A

    ResponderExcluir
  31. Mas a coisa tá complicada no geral mesmo, ter carro nacional tb está sujeito a ficar com ele agarrado na oficina por falta de peças, não existe aqui no RJ módulo de Pálio 1.8 Flex em estoque, ficas uns 3 a 4 dias esperando chegar um, se for carro descontinuado aí ferrou de vez, borrachas do suporte da caixa hidráulica do Kadett é mosca branca,Brasil,país de tolos...

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.