CENA PROSAICA

Pena não haver foto: carros de corrida enguiçados no circuito sendo rebocados até o box por um Jeep -- com a prova em andamento!

Foi o que vi ontem na 500 Quilômetros de Interlagos. Pensei que esse velho hábito, coisa dos anos 50 e 60, havia acabado fazia tempo, pelo perigo que representa.

BS

9 comentários :

  1. Rodrigo Laranjo03/08/09 09:54

    Bob, eu morei ali em Interlagos quando criança e tenho fotos com Airton Senna, Maurício Gugelmin, Satoro Nakagima (maldito!), Galvão Bueno, Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet, além de fotos dos boxes e das corridas que eu assisti.

    Detalhe: EU NUNCA PAGUEI NENHUM INGRESSO.

    Algumas desorganizações não mudam nunca.

    ResponderExcluir
  2. Nós, povo tupiniquim de um modo geral, ainda precisamos nos desenvolver mais.

    Há detalhes "pequenos" que nós deixamos passar e que não deveriam...

    Tomara que não tenha acontecido nada de mal.

    ResponderExcluir
  3. Bob

    O seu celular é idêntico ao meu (Sony Ericsson). Nunca fiz questão da câmera, mas é exatamente para momentos como esse que ela se mostra útil, para ilustrar uma situação.

    Não sei se comentei aqui, mas já andei em Interlagos e presenciei crianças saindo de dentro de um bueiro, correndo pelo autódromo atrás de pipa. Igualzinho o Rodrigo Laranjo falou, não precisa nem de ingresso.

    FB

    ResponderExcluir
  4. Bitu,
    Deveria ter feito a foto, pura bobeira minha. Usei a até o cronômetro dele.

    ResponderExcluir
  5. Bitu,
    Outra coisa. Eu e o Arnaldo, ao chegarmos ao estacionamento E2, dobramos à esquerda e fomos até a Curva do Sargento dar uma espiada na questão da reativação do circuito grande e anel. Dali há um caminho, aberto, em que se pode entrar no circuito. Imagine um maluco descobrir isso e entrar no meio de uma corrida! A coisa vai mesmo de mal a pior.

    ResponderExcluir
  6. Chiavaloni,
    Acho que nada aconteceu, ainda bem.

    ResponderExcluir
  7. BS

    O saudoso Savignano nos contou uma história que até hoje não sabemos se é verdade: em uma das edições da Mil Milhas da década de 70 um sujeito invadiu o autódromo para fugir da polícia durante a madrugada e foi colhido por um dos carros.

    Sabe se essa história é verdadeira?

    FB

    ResponderExcluir
  8. Bitu,
    Não soube disso, mas é perfeitamente possível. Já houve vários atropelamentos fatais lá. Num deles eu estava correndo, Mil Milhas de 1970. O cara foi morto pelo GTAm do Piero Gancia no Laranja e depois literalmene triturado. Por sorte eu estava no box nesse momento. Corri com o Casari A1.

    ResponderExcluir
  9. Rodrigo Laranjo03/08/09 13:17

    Há uns 10 anos atrás, eu e um amigo entramos no autódromo "de alegre". Estavamos no Golf GLX 2.0 do meu amigo (eita carro bom), na portaria soltamos um "estamos ali com o Marquinhos", entramos, saímos ali atrás dos boxes, e como não tinha ninguém na pista, ENTRAMOS DE GOLFERA NA PISTA.

    Só não completamos a volta porque na reta dos boxes havia um desfile de escola de samba. Entramos nos boxes, demos uma bronca no primeiro que apareceu, reclamando que não tinha saída, que tava uma bagunça, cada um manda a gente pra um lado, etc. O cara PEDIU DESCULPAS PARA NÓS e nos deixou cruzar os boxes junto aos Stock que estavam lá pra chegar na saída do outro lado.

    Que coisa não?

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.