TRISTE USO


O carro das fotos pertence à um grande amigo meu: Paul H.
Ele tinha um problema no trambulador desse carro e eu o ajudei. Desnecessário dizer que existe uma irmandade entre donos de Corvette.
Estamos em janeiro, mês que neva muito. Há semanas temos muito sal nas ruas.
Ver isso me deixa triste. Mas o fato é que 70% dos donos de Corvette compram o carro, ficam 2, 3 anos com ele, usam muito (é um carro forte e confiável) e depois compram um novo.
Usam muito: essa é a parte ruim.
A rajada de sal que um carro desses toma é terrivel para toda a parte de baixo: motor, chassis, suspensão.
O C6 convencional tem chassis de aço, não de aluminio como no Z06 ou ZR1. Nos três casos NUNCA você coloca um carro desses no sal.
Essas fotos, são fresquinhas de uns minutos atrás.
Essa foi minha conversa com o Paul hoje de manhã no estacionamento, sem legendas. Dá para entender minha frustação.
Paul: "Hey dude, what's up?"
Eu: "Paul, WTF?"
Paul: "Yep buddy. I know, I know... But I'm getting a new Grand Sport soon."



9 comentários :

  1. Isso mostra que não é só no Brasil que existem "Gérsons".

    ResponderExcluir
  2. Tratado como um carro comum... Isso daqui mais alguns anos de maus tratos trará um fim trágico.

    ResponderExcluir
  3. Aqui no Brasil é que é bom, não temos problemas com o sal!

    Ih, também não temos Corvette!

    ResponderExcluir
  4. Em quanto isso no Brasil...
    Fiat prepara sua Strada Sporting! Reaproveitando os restos do Palio 1.8R.. Assim evoluimos muito! Irônico!
    Caramba! Não vejo porque de alguma fabrica situada no Brasil fabricar um carro sport digno de colocar um emblema GT!

    ResponderExcluir
  5. PORSCHE Carrera GT x FORD Mustang GT x BENTLEY Continental GT x CHEVROLET Vectra GT...

    Cada país tem o GT que merece...

    ResponderExcluir
  6. E o pessoal não vai para a praia com o carro?
    O carro existe para servir o homem não o contrário. Se eles podem trocar de Corvette a cada 2 anos, sorte deles. E ainda contriuem para o ciclo do consumo em massa, economia nacional...

    Só espero que esses Vettes não vão parar num ferro velho, por causa daquele programa cash for clunkers.

    ResponderExcluir
  7. Pra mim, esse Corvette já deu os primeiros passos rumo ao "posto de reciclagem" da próxima edição do Cash for Clunkers.

    ResponderExcluir
  8. Olha, acho que pelo menos desde o C4 de 1984, preço por preço, o Corvette é o melhor carro esporte do mundo. Aliás, era exatamente o que dizia o José Luiz Vieira na Motor 3, 25 anos atrás!

    ResponderExcluir
  9. É que vocês não sabem da realidade do Japão. Lá achei que ia ver vários Lancers Evo I, Imprezas Sti da primeira geração, Toyotas Celicas, Corollas Levin, Skylines, tudo a preço de banana...

    Que nada, todos os carros com mais de 15 anos simplesmente desaparecem! A manutenção fica inviável, por causa de peças e o imposto. Assim, esses carros velhos são exportados para outros países para não agravarem o problema do lixo.

    Mas esse é um problema da indústria a partir da produção em massa. Não é preciso fazer todos terem um carro e sim fazer as pessoas que têm trocarem seus carros.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.