SUV, CROSSOVER, TALL WAGON, HIGH HEELS SEDAN?

Está cada dia mais difícil classificar os novos carros.

Assim que ví esse Lagonda Concept, da Aston Martin, fiquei meio irritado. Na primeira impressão me lembrou um baiacú e remete a um SUV, ou coisa parecida. Não poderia deixar de ser, uma vez que o Lagonda usa plataforma, ou base, do Mercedes GL.


De acordo com o MAO, a Aston Martin já morreu. Mas mesmo morta quer ressucitar a marca Lagonda, uma inglesa tradicional, fundada em 1906 e adquirida pela Aston em 1947. Nada a ver com SUVs.
Fiquei irritado porque sou contra essa onda de SUVs de alta performance como Cayenne, X6 e cia. Não consigo entender como e porque se deve combinar alta performance para as pistas com altura elevada e amplo espaço interno. Nesse sentido acho o Panamera ou o Aston Rapide muito mais honestos.



Mas olhando melhor as fotos do Lagonda fiquei com dificuldade de equadrá-lo em alguma categoria existente. De fato reconsiderei minha opinião inicial e achei o carro muito interessante. Único.
A frente grande, alta e plana , que deve gerar um Cx pior do que um cofre de banco, e as rodas gigantes nos fazem acreditar que o carro é um SUV. Mas o desenho da lateral e a traseira saliente quebram essa impressão. O design tem uma certa classe, de carro inglês.


Tem personalidade e talvez por isso eu tenha dificuldade de enquadrá-lo em alguma categoria.



PK

29 comentários :

  1. Sinais da onda de 'convergência' desse início século, onde muitos serviços e produtos se mesclam a outros de outras categorias para formar um pacote único, assim como intenet em aparelhos celulares, que têm rádio, tocam música, lêem arquivos de texto, e tem até televisão, ou como os jornais e rádios on-line, que migraram para outras mídias e ganharam aspecto da informação on-line, onde as vezes um repórter munido de um aparelho celulra, grava a entrevsita, tira as fotos, escreve o texto e ou áudio e envia via e-mail para a redação ou portal de grandes jornais.O mesmo pode estar acontecendo com o mercado automobilístico, e não se espante se no futuro vermos além de tudo isso os carros apresentarem funções e características de outros veículos, e isso ao que parece, já começou.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Essa por... caria é blindada? Parece um carro-forte da Brink's. Horrível!

    ResponderExcluir
  4. Eu ainda acho que é um baiacú.

    ResponderExcluir
  5. PK,
    pode classifica-lo como tijolo de grife.
    Claro que tem classe: é um Aston Martin. E claro que a Aston morreu: a do martelo e pé de cabre sim, a moderna não, ainda bem. E tem dono britânico, o que é um alívio nesse mundo chinês de hoje.
    E mais, se ninguem quiser, eu quero.

    ResponderExcluir
  6. Quis dizer pé-de-cabra, não de "cabre".

    ResponderExcluir
  7. Mister Fórmula Finesse11/12/09 13:29

    Bom, eu achava a X6 em fotos um conceito muito esquisito. Mas quando vi ao vivo uma vermelha perolizada, com bancos de couro creme, aquelas gigantescas rodas e tudo mais eu imediatamente me transformei em um rapper...como por encanto surgiu um medalhão com cifrão no pescoço, minha camisa se transmutou em um exemplar da versão XXG do chicago bulls, e na cabeça apareceu aquele chapéuzinho sem vergonha de pescador com algo inteligível bordado com pedras preciosas, um telefone celular em cada mão e literalmente babando pelo novo exemplar da casa de Munique....

    Esse Aston olhando em fotos talvez seja a mesma coisa, mas ao vivo...quem sabe não seja algo verdadeiramente arrebatador? dependerá das suas dimensões também.

    ResponderExcluir
  8. Mister Fórmula Finesse11/12/09 13:29

    Bom, eu achava a X6 em fotos um conceito muito esquisito. Mas quando vi ao vivo uma vermelha perolizada, com bancos de couro creme, aquelas gigantescas rodas e tudo mais eu imediatamente me transformei em um rapper...como por encanto surgiu um medalhão com cifrão no pescoço, minha camisa se transmutou em um exemplar da versão XXG do chicago bulls, e na cabeça apareceu aquele chapéuzinho sem vergonha de pescador com algo inteligível bordado com pedras preciosas, um telefone celular em cada mão e literalmente babando pelo novo exemplar da casa de Munique....

    Esse Aston olhando em fotos talvez seja a mesma coisa, mas ao vivo...quem sabe não seja algo verdadeiramente arrebatador? dependerá das suas dimensões também.

    ResponderExcluir
  9. Tem seu charme, mas parece um hot wheels.

    ResponderExcluir
  10. Carlos Galto11/12/09 15:03

    O Cayenne já é uma blasfêmia!!!
    Faltam Ferrari, Alfa, Jaguar, Rolls, Bentley... Mas não demora. O MERCADO PEDE!!!

    Eu, compraria logo um busão.

    ResponderExcluir
  11. Isso é um mashup de Chrysler 300C (na frente) com Renault Vel Satis (na traseira) e Skoda Roomster (na lateral). Em preto e com vidros escurecidos, deverá ser o novo objeto de desejo dos astros do gangsta rap.

    ResponderExcluir
  12. Mr. F. Finesse, teu comentário foi engraçadíssimo.
    Quanto a... bem... coisa das fotos, eu passo, assim como SUV's em geral.
    Se bem que depois que vi o X5 M no Top Gear fiquei louco (mas louco de PEDRA) pra ter um.Vai entender...

    ResponderExcluir
  13. Nico acima da lei11/12/09 20:43

    Um Gol caixa depois de alguns esteróides anabolizantes....

    ResponderExcluir
  14. O horror! O horror!

    ResponderExcluir
  15. Conceitialmente eu não gosto desses SUVs. Mas que um X6 é legal, é!

    Abraço

    ResponderExcluir
  16. Horrível por fora, confortável por dentro. Sei lá...

    ResponderExcluir
  17. Esse novo Lagonda é nojento. Desculpem tal sinceridade.

    ResponderExcluir
  18. d lado parece um cayenne com teto rebaixado..

    prefiro um X6

    ResponderExcluir
  19. já que ele não se enquadra em nenhuma categoria, a Aston vai economizar em marketing ao pegar emprestado a propaganda do Kia Soul... mais um carro 'design'

    ResponderExcluir
  20. a Kia do Brasil assassinou o design... e o lagonda seria "anti-design"...

    Imagine ao vivo essas massas todas do carro... 5 metros de comprimentos... eu vi e não gostei nem um pouco.

    ResponderExcluir
  21. Só não acho mais feio que o X6...

    E s ea tendência é de carros cada vez mais altos e "seguros, imponentes", logo logo ta todo mundo andando com aquele Ford F-650, caminhão cabine tripla devidamente ornamentado pra a cidade e ao lazer.

    Abraços

    ResponderExcluir
  22. A frente é interessante, a lateral ridícula e a traseira medonha!!!!!

    Pior que isso só o Agile...

    ResponderExcluir
  23. Prefiro ainda um Range Rover Sport, Cayenne Turbo e X5M.

    ResponderExcluir
  24. Tem toque de estilista coreano aí,hahahahahahaha,que tremenda tranqueira !

    ResponderExcluir
  25. É o gosto ianque fazendo escola. Infelizmente todo mundo hoje quer a tal da "commanding view". Esses carros não tem mais cabine, tem "ponte de comando". Qualquer dia virão com um enorme leme, pode esperar.

    ResponderExcluir
  26. eu sabia que o Juvenal ia aprovar essa geringonça! vou anotar aqui, mais uma pra retrucar quando ele vier com aquelas conversas fiadas de que M3 é horrível e tal

    ResponderExcluir
  27. poderia ser classificado na categoria "casamata"! Terrível!

    ResponderExcluir
  28. E, como se não bastasse...

    Aston Martin revela microcarro Cygnet
    Foram divulgadas nesta quarta (16) as primeiras imagens do último projeto da Aston Martin. Tendo como base o microcarro Toyota iQ, o Aston Martin Cygnet procura oferecer aos proprietários de seus esportivos a comodidade de um compacto sem deixar de lado o luxo e o status que convém aos carros feitos em Gaydon, Inglaterra.
    Por fora, as principais diferenças são a tradicional grade cromada da Aston Martin, associada a saídas de ar sobre o capô e para-lamas dianteiros e novos farois. Na lateral, o destaque fica por conta da maçaneta embutida, como no Vantage V8. A traseira também recebeu personalidade própria, com novas lanternas e para-choques. Rodas de 16 polegadas completam o visual externo do mini Aston Martin.
    O interior é completamente novo, com couro e materiais mais refinados. A parte mecânica é a mesma do Toyota, somando um motor 1.3 de 98 cv a um câmbio de seis marchas manual. A previsão da fabricante é iniciar as vendas do Cygnet nas concessionárias Aston Martin no final de 2010, com preço estimado de R$ 57 mil na Europa.

    (http://icarros.uol.com.br/noticias/geral/aston-martin-revela-microcarro-cygnet/7480.html/)

    Para resumir, o "maravilhoso" automóvel nada mais é que um Toyota iQ com grade, saídas de ar laterais e lanternas traseiras em forma de bumerangue a la DB9. Como afirmado na matéria, a mecânica japonesa permanece a mesma.

    Um "Aston Martin" com motor japonês de três cilindros... Raios, será que nada mais é sagrado neste mundo?!

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.