SO MANY BOOKS, SO LITTLE TIME

Há um certo tempo, vimos aqui um texto sobre livros importantes para uma cultura automotiva básica. O MAO deu ótimas dicas, e aqui coloco mais alguns bons para quem se interessar. Afinal, livros nunca são demais. O tempo é que é de menos.

Rally - Reinhard Klein - 1998.

O fotógrafo Klein se associou a alguns jornalistas especializados para fazer esse livro, uma base de conhecimento para os fãs de ralis. Neste, são detalhados os cenários das diversas provas do mundial, explicando os tipos de pisos, as regras do campeonato ao longo dos anos, a história do mundial, as categorias de carros, as provas mais importantes, pilotos, navegadores, equipes. Ou seja, um resumo muito completo para quem quer uma visão geral do mais empolgante esporte a motor. Tem umas 400 páginas e fotos aos montes. Um tijolo.

Rally Cars - Reinhard Klein - 2000.

Usando a mesma receita do anterior, mas com foco apenas nos carros. Klein montou um compêndio de 600 páginas, e o que temos é a Bíblia para quem gosta de ralis. Mais que um tijolo, é uma parede. O livro retrata todos os carros de todas as marcas que já competiram no Campeonato Mundial de Rali desde seu início até 1999. Há texto e fotos em profusão, e só mesmo alguém muito pesquisador para juntar tudo e transformar em livro.

Para ficar melhor ainda, há textos de umas duas dezenas de pilotos, falando sobre o carro favorito deles. É um trabalho excepcional, e está chegando a hora de uma edição atualizada, com mais umas 100 páginas. Na época do lançamento, custava menos de 30 dólares. Hoje, quando aparece um usado, pedem uns 500.

Automobile Design: Great Designers and Their Work - Ronald Barker e Anthony Harding - 1970.

Um resumo da vida e obra de alguns dos maiores criadores de carros de todos os tempos. Tempos em que carros eram basicamente pensados por um homem só, e muitas vezes, quase totalmente construídos por eles próprios. As grandes feras retratadas são: Amedeé Boleé pai e filho, Hans Ledwinka, Frederick Lanchester, Gabriel Voisin, Mark Birkgit, Ferdinand Porsche, Alec Issigonis, Colin Chapman, Henry Leland, Vittorio Jano e Harry Miller. Impossível comentar sobre esses mestres aqui, o conteúdo é vasto, mas o livro é de tamanho razoável para ser levado para todo lado, e tem várias boas fotos e desenhos.

Os textos são de vários autores, os dois citados foram os donos da ideia e organizadores. Como foi editado há 40 anos, haviam alguns ainda vivos, e os escritores contam como foi encontrar por exemplo, Gabriel Voisin e entrevistá-lo. Um achado arqueológico do amigo Bill Egan, aquele sumido de nosso blog, e a quem muito agradeço. Nota: hoje há um na Amazon por menos de 19 dólares, uma barbada !


Driving Ambition - The Official Inside History of McLaren F1 - Doug Nye, Gordon Murray e Ron Dennis - 1999


Se você tem problemas respiratórios e de sudorese exagerada quando vê qualquer foto ou filme de um McLaren F1, junte seus trocados, quebre o porquinho e compre esse livro. Você não irá se arrepender. Emprestei-o para um grande amigo, e foi difícil ele devolver. Não porque ele estivesse me enrolando. É porque ele passou por momentos de paixão completa por essa obra, que tem um texto perfeito, e fotos mais ainda. Não dá para explicar, só mesmo vendo. Era barato no lançamento, e por sorte encontrei usado a bom preço, muito menor do que se pede hoje, sempre acima de 100 dólares, sendo o normal acima de 300.

Ferrari F40, da série Supercars, editora Mallard Press - Mark Hughes - 1990.


Esse é daqueles livros grandes, porém de pouca espessura, que parecem estar na categoria dos livros para entusiastas iniciantes, ou crianças. Isso é o que parece. O carro é esmiuçado por um jornalista de muitos anos de experiência nas principais revistas inglesas. Há dezenas de fotos, e muitos desenhos dos sistemas do carro, tirados dos manuais de manutenção da fábrica. Maravilhoso é pouco para elogiarmos esse livro que parece ter poucas pretensões, mas explica muito melhor do que algumas obras muito mais caras. Uma bela obra sobre meu Ferrari preferido.

Aqui, temos dois livros, dos mesmos autores:

Great American Automobiles of the 50`s e Great American Automobiles of the 60`s - Richard M. Langworth, Chris Poole and the Auto Editors of Consumer Guide.


Essa editora realiza um trabalho ótimo, criando livros interessantes. Esses dois são uma referência bem completa de tudo que foi feito na terra do Tio Sam nessas duas décadas de ouro do design automobilístico. Quem é fissurado em carros americanos encontra aqui muita informação em pouco espaço. Os carros estão separados por marca, então, há um intercalamento de modelos mais novos com os mais velhos. Esse ponto incomoda um pouco, mas mesmo assim, vale a pena. Fácil de ser encontrado por bons preços.

Mighty Muscle Cars - by the Auto Editors of Consumer Guide - 2005.




Um livro pequeno, daqueles que pegamos na mão já achando que será algo fraquinho e esquecível. Não foi o caso. Separado por marcas, cobre American Motors, Buick, Chevrolet, Dodge, Ford, Mercury, Oldsmobile, Plymouth e Pontiac, em 325 páginas de fotos maravilhosas, e muitas reproduções de anúncios da melhor época da história do automóvel: a era dos Muscle Cars americanos. Carros de rua e pista são retratados, com imagens incríveis.

Drive On! - A Social History of the Motor Car - L.J.K. Setright - 2002.


Leonard Setright é muito conhecido pelas opiniões fortes. Explica claramente nesse livro, porque o homem quer e precisa desperadamente de um carro próprio. Disse ele que o transporte coletivo é algo desagradável, pois se viaja junto de pessoas desconhecidas, não se vai pelo caminho melhor, não se chega exatamente onde se precisa, nem na hora que se precisa. Além do habitual desconforto. Magistral é pouco para descrever as explicações de como o mundo chegou a ser o que é em função das inovações que o automóvel trouxe.

My Life Full of Cars - Paul Frère - 2000.


O belga Frère foi jornalista, piloto e colaborador no desenvolvimento de carros para diversas fábricas, desde 1945 até 2008, quando faleceu. Nessa obra, conta sua história, muito rica e diversa. Vale lembrar que ele não foi piloto de fim de semana. Venceu Le Mans em 1960, foi piloto oficial da Ferrari, Gordini, participou de equipes de fábrica para estabelecer recordes de durabilidade, entre várias outras atividades.

Um Século de Ford - Russ Banham - 2003


No centenário da empresa, a Ford encomendou à Editora Tehabi Books, um resumo de sua trajetória. O exemplar fotografado é em português, e foi editado em todas as línguas faladas nos países em que a Ford tem fábricas. Não foi vendido no mercado, apenas entregue como lembrança a todos os funcionários. Sorte de quem tem amigos na empresa, que, apesar de enorme, ainda tem a mão e o olho do dono. Ainda bem.

Voitures de Rêve - Jean-Rodolphe Piccard - 1980


Um dos primeiros livros importados que folheei, e graças ao meu pai, tenho até hoje.

Uma exposição fotográfica de todos os carros de sonho, que depois passaram a ser chamados de "conceito". Excepcional ver as fotos do primeiro Countach, do Alfa Carabo, do Buick Y-Job de 1939,considerado o primeiro carro de sonho, mas que foi precedido pelo Cadillac Aerodynamic Coupe, de 1933. O texto é curto, mas bem-feito, com declarações dos principais designers da época, como Giugiaro, Bertone e Pininfarina.


Into the Red - Twenty-one classic cars that shaped a century of motor sport - Nick Mason e Mark Hales - 1998.


Mason é baterista do Pink Floyd, e Hales é jornalista, com experiência na Classic&Sports Car, Top Gear Magazine e Autosport.

A coleção de Nick Mason é quase exclusivamente constituída por carros de corrida. A ideia de ambos foi ótima. Levaram 21 carros para Donington e Silverstone, fotografaram e gravaram o som deles em diversas situações. Um CD acompanha o livro, que já teve reedições com mais conteúdo. Entusiástico 100%.


50 Years of Chrysler's Hottest Cars - Nick Wright - 1999

Wright é autor e fotógrafo desde os anos 50. Começou na música. e passou aos carros. Tem vários livros totalmente ilustrados por ele, e resolveu colocar sua paixão pelos Mopar em texto nessa obra. Uma resenha muito bem escrita da marca americana que tem os mais sensíveis seguidores, entre eles, vários aqui nesse blog.

Fotos de fora dos EUA incluem um Charger 68 vermelho na Inglaterra, em frente a um castelo, um cenário pouco habitual, e alguns modelos australianos.

Para o prefácio, convidou Bob Lutz, que começa seu texto assim:

"Trinta e cinco anos no negócio automobilístico me ensinaram que há basicamente dois tipos de pessoas no mundo: motoristas e entusiastas que dirigem."

Só podemos dizer : amém.

Estes são apenas alguns bons livros, que recomendo a quem gosta desse tipo de literatura.
Há muitos mais, e aceitamos sugestões.

JJ

9 comentários :

  1. Francisco Neto20/12/09 00:25

    Que bela maneira de incrementar a biblioteca hein? São ótimas opções para leitura de férias! Mais de 10 livros pra passar o tempo. Realmente, sobra livro e falta tempo!

    ResponderExcluir
  2. Graças a Deus temos Amazons e Barnes and Nobels da vida e online shopping. Tudo isso, novo e usado, ao alcance das mãos!
    Muito bacana JJ, parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Paul Frère é referência mundial no meio.

    Vale dizer que após tantos milhões de Kms de ralo, ele se foi, de causas naturais,como era de se esperar.

    Aqui no AE, acho que o BS,que faz trabalho bem semelhante, o conhecia pessoalmente

    ResponderExcluir
  4. JJ,

    Sensacionais livros. E só faltou foto no chão do apê no "Great Designers", e eu sei bem porque!

    Te devolvo em breve, curtindo ele pacas...

    MAO

    ResponderExcluir
  5. Alexei,

    Oficialmente, o Paul Frère morreu de causas naturais, sim. Mas é bem provável que sua morte tenha sido precipitada pelas sequelas de um grave acidente que ele sofreu no Nurburgring ao volante de um Honda Civic Type R, no qual fraturou o pelve e teve os pulmões perfurados. E isso aos 89 anos de idade... o velhinho era danado, mesmo!

    ResponderExcluir
  6. Obrigado pela informação acerca do Paul Frère, a respeito de sua batida em Nurburg ring. Deve ser por isso, Paulo Levi, que o Arnaldo Keller, ao tirar o sumo do Civic Si brasileiro,primo do Type R, deu umas pancadas no teto e disse ; " quando chove forte faz um barulhão dentro..." ...

    ResponderExcluir
  7. Como o meu inglês é péssimo, o máximo que eu tenho é um livro comemorando os 50 anos da Scania. Na língua de Camões of course. Dá raiva quando lançam na Newspress UK um livro contando a história dos Jaguar XJ ou mostrando todos os modelos Camaros...
    ...e aqui no máximo se acha um livro do Uno no lançamento no sebinho.

    ResponderExcluir
  8. Bom post, JJ. Só fui ver hoje...

    Duas dicas:

    Corvette Sports Car Superstar (Chronicle) by Auto Editors of Consumer Guide. Detalhadíssimo.

    BMW by Rainer W. Schlegelmilch, Hartmut Lehbrink and Jochen von Osterroth. Belíssimo, fotos de babar. Não é muito detalhado, mas tem textos breves dos carros mais interessantes.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.