PESADELO MECÂNICO

Esse é um fato triste, mas que acontece com quem curte carros antigos e faz suas tarefas mecânicas: um bloco de motor com cilindro quebrado. Nas fotos abaixo, um Maverick V-8 de um amigo, quando recebemos ele e depois a surpresa ao abrir o motor para reparo. Claro, sabiamos que tinha problema, e neste caso não foi possível reparar porque o estrago foi bem grande. Mas serve para ilustrar a encrenca muito bem.




Mas ainda bem que foi apenas num 302, um bloco relativamente ainda fácil de se conseguir, e mais ainda, possivel de ser adquirido um novo, zero-km, importado.
Mas, e se fosse algo exótico, raro, difícil de ser conseguido? O que fazer, e se for possível, como fazer para reparar?
Há uns tempos comprei de um amigo um dos motores mais fantásticos jamais feito, um Ford 351 Cleveland. Aqui fica a nota em resposta a todos que me acusam de não gostar de Ford! Gosto sim, e muito! Tudo muito bom, tudo muito legal a não ser por um detalhe: o motor tinha o cilindro número 1 encamisado. Ok, tinha zebra ali. Levei o bloco à minha retifica de confiança (aliás, algo que TODO entusiasta que mexe com carro antigo tem que ter: uma retifica de confiança, que é como nosso anjo da guarda para os momentos de apuro!) No Rio, eu tinha uma retifica de estimação, que infelizmente faliu! Mas aqui em Brasília tenho outra, que me atura com minhas maluquices e tarefas impossíveis ou quase, sempre com boa vontade e disposição para encarar os desafios que proponho. Aos amigos da Retífica Mineira, obrigado pelo apoio. Sem vocês, esta e muitas outras bagunças não seriam assim tão possíveis e divertidas!
A incrível saga do Ogro do cerrado e seu 351C com bloco quebrado!
Primeiro, o que vemos quando retiramos a camisa postiça instalada no bloco:



Depois a cura do problema: uma camisa de Opala 4 cilindros medida externa 0,020".



O bloco ja tinha sido aberto para receber uma camisa std, mas como o bloco tinha desgaste e precisava ser retificado a .0,020" em todos os demais cilindros, decidimos usar uma sobremedida porque após a usinagem, a parede restante seria algo mais grossa e resistente do que com uma medida std. Ou seja, retificamos o bloco um pouco mais largo novamente. Vale observar que neste caso é imperioso que o colarinho, a base de apoio da nova camisa seja feita na base inferior do cilindro, e não no topo como normalmente é feito. Usa-se desta forma para evitar um eventual vazamento de agua no bloco pela parte de baixo. E antes de se prensar a camisa, se aplica Araldite lento de forma generosa no cilindro, na area quebrada, e na base onde a camisa assenta. No caso se uma trinca, o epóxi pode preencher o rachado ajudando muito na vedação. Nocaso do quebrado, ele não vai vedar o buraco, mas faz que seja muito mais difícil água vazar entre a camisa postiça e o bloco. Na imagem, o ato de prensar a camisa nova no bloco. Claro que justamente no dia "D", a super hiper mega Blaster, prensa de 60 toneladas eletrica que é usada para prensar camisas, quebrou e tivemos que fazer o serviço numa prensa normal. Só para pôr um pouco mais de emoção na nossa fanfarra.



Aqui o resultado: a camisa era mais longa que o cilindro e ainda se pode ver o colarinho superior que é normalmente usado em operação de encamisamento normal. A sobra vai ser desbastada na operação de retífica do cilindro mais à frente.


Aqui podemos ver a operação de centragem da coluna da maquina no cilindro a ser retificado. Pode-se notar que os outros cilindros já foram retificados.


Depois de retificado


Pronto para a operação de brunimento, com a placa de brunimento já instalada e torqueada.



E o brunimento em si, com o líquido de lubrificação do corte sendo liberado durante a operação.



E para que não fique dúvidas quanto à seriedade e firmeza de propósitos na execução dos serviços, em respeito a tão nobre motor, peças novas, de primeira qualidade, pistões Sealed Power e, no caso das bielas, todos os parafusos originais substituídos por outros, ARP, como medida adicional de segurança!



27 comentários :

  1. AG,
    demais cara ! obrigado pelas aulas práticas, pena não estar por perto para participar de vez em quando.
    Parafusos ARP são o fino, heim ? coisa de dragster.

    ResponderExcluir
  2. JJ,

    Como eu ainda não decidi em qual carro vou instalar este motor, resolvi usar tudo do bom e do melhor. Vai que eu monto ele num Prefect 49 drag only? Mas será que algupem vai reclamar que Prefect é feio?

    ResponderExcluir
  3. AG,
    deixem reclamar. O carro interessa a quem o possui. Apenas.

    ResponderExcluir
  4. Muito interessante essa aula! Aliás, Prefect rules...
    Abs

    ResponderExcluir
  5. Como pode um cilindro quebrar dessa forma?

    ResponderExcluir
  6. Anderson,

    Nesse motor em esecial: falha de fundição. Todo 351C termina seus dias da mesma forma, quebram exatamente nno cilindro 1. Já vi vários assim.

    ResponderExcluir
  7. Provavelmente o pistão quebrou e o pino deu uma boa porrada na camisa....tb já vi pino se soltando da biela ou pistão, depende da posição aonde foi o estrago....AG.num bloco de SB 350 eu coloquei um pedaço de ferro fundido tirado de outro bloco e " costurei " com solda elétrica e eletrodo adequado ,depois abri e encamisei , achei que ficou mais confiável,aquele rombão ali assusta,eim?Encamisar motor é festa,sempre tem uma camisa que encaixa, no M123 250 da MB usei camisas de Monza ....

    ResponderExcluir
  8. AG,

    Ficam aqui meus votos de sucesso ao ogro mais faceiro do planalto em suas aventuras com a cidade de Cleveland.

    Porque não põe no seu maveco?

    MAO

    ResponderExcluir
  9. Cara, se vale o palpite, põe esse motor no Maverick! Carros assim são como profecias a serem seguidas. A gente vê tanta gente copiando a porcaria alheia! Se esse for pro Maverick aí sim, será um guia e tanto pra muita gente!

    Abraço,

    Luís F.

    ResponderExcluir
  10. Maluhi,

    Ele quebra por falha de fundição, a camisa cede e quebra o resto. Como o rasgo é pequeno, relativamente falando, se alarga o maximo para que a camisa postiça faça o serviço de resistencia e boa. Ferro fundido é péssimo em resistencia a tração. Se soldado, fica ainda pior, quebradiço e duro demais de se usinar. Esse mesmo serviço eu já fiz em outros motores, uma vez por acaso em minha caravan 350, em 1996 quebrou porque o motor engoliu o prisioneiro do filtro de ar que se soltou. Não soldei e está funcionando muito bem a 13 anos. Eu não vejo necessidade de soldar.

    MAO e Luis,

    Esse é o destino nical dele.

    ResponderExcluir
  11. Parabéns AG,
    Depois daquele infame post sobre a Grand Cherokee, o AutoEntusiastas estava mesmo precisando de um post de altíssimo nível como este.
    Também tenho minha retífica de confiança em SP, que me tirou de vários apuros. Só não sei se este meio é adequado para propaganda gratuita. Se for, fá-lo-ei com o maior prazer!
    Mesmo no 302 quebrado eu indicaria o conserto via encamisamento. O problema é que bloco de 302 bom já não é mais algo tão abundante como ainda se supõe. Ok, pode-se importar, mas sai BEM caro!
    Falando em importar bloco, voce indica alguma importadora?

    ResponderExcluir
  12. Bussoranga:

    America parts ou Stroker sul. Relatar experiencias positivas é algo bem diferente de propaganda gratuita. O 302 da foto estava bem ruim, além do cilindro quebrado teve problema de eixo, estava bem ruim e muito danificado, realmente não compensava a tentativa.

    ResponderExcluir
  13. GRANDE AG

    POXA E EU DE OLHO COMPRIDO NESTE 351 NA ÉPOCA LEMBRA???

    A INJEÇAO DO FORD EXPLORER CABE AÍ? ACHO QUE NAO NÉ???

    DEPOIS ME MANDA O "MANUEL' DO 350 EM OPALA 72... RSRSRS

    ABRAÇAO AMIGO
    MAKINETA
    www.makineta.com.br
    www.bielaquente.com.br

    ResponderExcluir
  14. Rapaz, agora você falou uma verdade. Eu sugiro um post com o "mapa da mina" da galera aqui do site, pois estou meio órfão de boas oficinas.

    ResponderExcluir
  15. Makineta,

    Ué, estou fazendo ele bem devagar!
    Manual do opala 350? Mole, qualquer dia faço um post sobre isso. Junto vou ter que fazer dois de chevette tb, um com V6 e outro com V8.


    Rafael,

    Como assim mapa? quer um tutorial de como fazer voce mesmo, ou sugestão de profisionaus habilitados para os serviços?

    ResponderExcluir
  16. AG,
    Obrigado pela informação.
    O Flavio da Stroker Sul eu conheço, mas não sabia que ele pode trazer motor inteiro.
    American Parts eu não conheço. Pode me passar o contato do cara? Procurei um website e não encontrei.

    ResponderExcluir
  17. Oi AG !
    Essa falha no 1o cilinfro teria correlação com alguma falha no coletor do exhaust do 1o cil?
    Aproveitando a passagem...vira e mexe vou eletrocutando um aqui, o outro ali...ahahaha

    Abração

    EZ

    ResponderExcluir
  18. AG, só complementando: falha que eu me refiro é com relação ao design (curva ou dimensionamento).

    EZ

    ResponderExcluir
  19. Bussoranga,

    Vou catar e mando depois!

    EZ,

    Não, era falha de fundição no bloco mesmo, bem fino nessa area.
    E isso aí, vá eletrocutando todos que puder, assim salvamos mais e mais pessoas do triste fim de ficar sonhando com coisas apenas normais!

    ResponderExcluir
  20. AG

    Ainda estou longe de conseguir fazer eu mesmo, e em todo caso tenho um "carro eletrodoméstico", não teria nem graça. Eu me referia mesmo as oficinas frequentadas por vocês.

    Abraços e feliz fim de ano

    Ruivo

    ResponderExcluir
  21. AG, te parabenizar é desnecessário, vc é mestre e mostra seu conhecimento sem exibicionísmos, apenas compartilha e por isso é o mestre que todos aqui conhecem respeitam e admiram.
    Li umas 3 vezes o texto, é fascinante. Um dia ainda vou na tua oficina só olhar e passar vontade... hehehe
    Continue assim!!!

    Abraço

    ResponderExcluir
  22. Rafael,

    Em que cidade vc está?

    LR,

    Obrigado cara, apareça por aqui quando quiser!

    ResponderExcluir
  23. Oi

    Estou em São Gonçalo, próximo a Niterói/Rio de Janeiro.

    Abraços

    Ruivo

    ResponderExcluir
  24. Sei onde fica, tenho familia em São Gonçalo, mas não tenho indicação por aí não!

    ResponderExcluir
  25. Na verdade minha idéia seria mais um post no estilo "o que eu uso", com as oficinas que vocês do blog que vocês frequentam, sejam elas onde forem. Se não servirão para mim, certamente servirão para muitos outros.

    Abraços

    Ruivo

    ResponderExcluir
  26. Alexandre, aqui é o Celso (RJ - UERJ), dos Pumas, do Fuquinha branco... tá lembrado? Grande abraço!

    ResponderExcluir
  27. Alexandre, sou de Brasília. Você poderia me indicar a sua retifica de confiança. Tenho vontade de aprender o ofício, só por hobby. Gostaria de visitar a sua oficina.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.