COLUNA "A" REFORÇADA



Dias atrás, nosso amigo sueco Hans Jartoft escreveu sobre a influência do alce no projeto dos carros suecos, notadamente nos Saab, que ele conhece muito bem.
Mais alguns dias, o Waldemar Colucci, que anda um pouco sumido aqui do blog, mas que deve retornar em breve, me enviou umas imagens muito úteis, desenhos em corte, ou vistas-fantasma, de vários modelos de Saab.
Eu selecionei duas imagens e coloco aqui para mostrar o reforço que existe dentro da coluna "A", a do para-brisa, que foi adicionada à antiga carroceria dos 99 e 900.
Reparem na imagem do 99 hatch branco, a peça em vermelho, que sai de dentro da coluna, e é fixada na caixa de roda, a parte interior do para-lama. Mesma coisa no sedã vermelho, onde o reforço aparece em azul.
Esse reforço funciona distribuindo a carga de uma batida na coluna de forma mais eficaz, dissipando-a também na caixa de roda, e não apenas no teto, como seria se não houvesse essa ancoragem inferior.
Muito bem bolado, e melhor: solução simples, como toda boa engenharia que se preza.
Nos carros mais atuais da Saab, as colunas já são dimensionadas de forma a não ser necessário o reforço adicional. Isso ocorria nos modelos citados, que nasceram na década de 60, e depois foram melhorados com esse reforço.
Mais um detalhe dessa carroceria, a curvatura horizontal do para-brisa, que também atua como um bom absorvedor em caso de impacto, e a pequena dimensão vertical do mesmo, fazendo que a área por onde o alce poderia invadir o habitáculo fosse pequena, muito menor que nos carros mais modernos, com vidros enormes, que mais lembram telas de cinema.
JJ

8 comentários :

  1. Óbvio que isso foi uma adaptação. Mas uma adaptação simples, sem nada mirabolante extensivamente caro e de manutenção complicada.

    Boa sacada da engenharia sueca.

    Simplicidade é o que mais precisamos, creio eu.

    E bem bacana essas visões dos carros!

    ResponderExcluir
  2. Outra coisa que esqueceram de comentar é que o para-brisa mais em pé também colabora para que o habitáculo possa ser mais bem aproveitado, uma vez que o painel fica menos fundo e os bancos dianteiros podem ser posicionados mais à frente do que ficariam em carros com para-brisa mais inclinado. Perde-se alguns porta-objetos, mas nada que um projeto racional não consiga substituir.
    Tudo bem que um carro mais moderno teria mais entre-eixos que esses Saabs, mas também dá para imaginar que quem sentasse atrás também poderia ter mais espaço mesmo que fosse uma medida mais curta.

    Fora isso, para-brisas menos inclinados oferecem vantagens quando o assunto é lidar com o sol. Não é à toa que o degradê se tornou tão comum, pois com para-brisas cada vez mais inclinados, fica muito difícil que a luz do astro-rei seja coberta pelo teto, uma vez que esse fica mais para trás. Fora que com a extremidade dianteira do teto cada vez mais para trás, em lugar cada vez mais impróprio ficam os quebra-sóis, que acabam oferecendo cobertura apenas simbólica mesmo que o sol não esteja baixo no horizonte.
    Se eles irão voltar? Não sei, mas vemos alguns sinais isolados dessa tendência, como são os casos de Mini, Kia Soul e o protótipo Bionic Car da Mercedes.

    ResponderExcluir
  3. Excelente, essa solução da Saab para dar maior rigidez à coluna A.

    Pena que tantos carros modernos (principalmente os monovolumes) tenham colunas A tão espessas. Em muitos casos, elas prejudicam a visão do motorista a ponto de se tornarem um risco. É um dos raros aspectos em que a segurança automotiva piorou em vez de melhorar.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Foi citado o problema do Alce, mas aqui no Brasil existe o problema dos caminhões altos, e até alguns onibus. Vejo muitos assim por ai e logo procuro não andar atrás, já que uma colisão nesse caso poderia ter consequências desastrosas, ou ser fatal.

    ResponderExcluir
  6. Vendo o desenho da coluna me lembrei que o Santa Matilde carregava a antena do radio dentro dessa coluna no lugar do passageiro e funcionava muito bem. só lembrança, nada a ver com segurança. Queria aproveitar tambem para sugerir uma materia com os SM's 4.1 que deixou tanta saudade

    ResponderExcluir
  7. Boa sacada esse reforço na coluna A dos modelos Saab 99 e 900. Tornou os carros mais seguros sem alterar em nada o desenho da carroceria. Pode parecer estranho, mas sempre gostei do estilo quadradão dos Saab antigos... O 900 é um dos meus modelos Saab preferidos, em especial a versão Turbo.

    ResponderExcluir
  8. Road Runner: nada estranho gostar de Saab. Isso para mim é sinal de sensibilidade e bom-gosto. Parabéns.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.