FERRARI F430 EM INTERLAGOS




Vá somando aí, caro autoentusiasta:

1- Pilotar no Circuito de Interlagos, no Autódromo José Carlos Pace, é gostoso pra burro, seja com que carro for.
2- Se a pista estiver vazia, com toda aquela imensidão só pra gente, fica estranho, legal, dá uma sensação de privilégio.
3- Se o carro for um Ferrari F430, excelente, porque não há críticas a nada, só prazeres ao degustar uma máquina de refinamento supremo.
4- E se ainda por cima você estiver trocando o volante com um bom amigo, que pilota o fino e tem muito a te ensinar, bom... bom... isso é como realizar um sonho.

Pois é, mais um sonho que realizei, e foi neste último dia 6, e sou grato a muitos por isso, principalmente ao Ronaldo Carbinatto, meu amigo de longa data, que nos emprestou sua máquina sem ciúme algum, dizendo: “Vai fundo. Esse carro foi feito pra isso, ele precisa disso!” Como veem, esse é um verdadeiro autoentusiasta, esse é um a quem Don Enzo Ferrari venderia com gosto uma de suas máquinas, pois ela estaria em boas mãos.

Vamos lá.

O Bob Sharp e eu tivemos a difícil tarefa de testar este Ferrari F430, de cor amarelo Modena, motor V-8, 4.3-litros, 490 cv a 8.500 rpm, 47,4 mkgf a 5.250 rpm, câmbio robotizado monoembreagem de seis marchas..

Anda pra burro, mesmo em Interlagos, onde aquela amplidão faz com que muitos esportivos parrudos nos pareçam raquíticos.

Vai de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos, O a 240 km/h em 21 segundos, velocidade máxima de 315 km/h.

Se alguém lhe disse que ele é um carro arisco, que escapa de traseira e não há conserto, pois essa é uma característica intrínseca dos carros com motor central-traseiro, diga-lhe para inventar outra, pois o F430 avisa, e avisa direito. Quem o acertou, um pessoal lá de Modena, o fez com muita sabedoria. Souberam domar quase 500 cv. A escapada é rápida, mas nada que o piloto atento não corrija. Dando a dose certa nos comandos, ele imediatamente volta a entrar nos trilhos e segue acelerando, como se nada tivesse acontecido. Mas tudo tem limite, e não adiantam eletrônicos nem nada se o piloto se empolgar demais e bancar o idiota, passando da conta.

O galho é que quando se entra num superesportivo como este, o limite é bem mais em cima, então, não pense você que é entrar e ir mandando a bota. Não é não. O lance é ir com calma e ir sentindo o carro, volta a volta, até que, quando você vai ver, já sintonizou tudo e o carro já faz parte do seu corpo. Mesmo um piloto experiente, como o Bob - que já tem todos os sentidos preparados e aguçados para rapidamente ir recebendo as informações que o carro transmite - leva algumas voltas para realmente se sentir confiante para tirar tudo o que o carro tem pra dar, sem que corramos riscos infantis e irresponsáveis.

O que mais me agradou foi o modo como o F430 entra nas curvas. É frear forte e virar suavemente o volante, que ele segue firme na linha, como o traço de um bom desenhista. A frente entra bem plantada e rápida, como se o carro ficasse feliz por entrar em mais uma curva.

As trocas de marcha, nas borboletas, são feitas em um sexto de segundo, muito mais rápidas que seriam com um câmbio manual, na grelha, mas confesso que fez falta, ao Bob e a mim, a tal da alavanca. O Bob a procurou por diversas vezes. Volta e meia ele levava a mão ao console, procurando-a, e toda vez eu caía na risada.

Já eu, por minha vez, fiz um punta-tacco na redução para o Bico de Pato, manobra absolutamente desnecessária, pois o câmbio faz isso sozinho, e perfeitamente certo, assim que damos a tal da puxadinha da borboleta esquerda. Por sinal, as borboletas fixadas à coluna de direção, e não ao volante, mais uma vez mostraram estar no modo correto, pois em momento algum tivemos que procurá-las quando queríamos trocar marchas com o volante esterçado, coisa que acontece quando as borboletas estão fixadas no volante.

Bom, aí vão dois filminhos, que o pior camerajacú do Autoentusiastas, eu, filmou. Mas tá valendo.

http://www.youtube.com/watch?v=xB3ApGOwbIc

http://www.youtube.com/watch?v=NJsg8ts4G00

Ah! Adianto que vou chutar o balde se algum porschista fanático vier meter o pau no F430, dizendo que Porsche dá pau em Ferrari. Se guiamos Porsche, vem ferrarista falar mal de Ferrari. Se guiamos Ferrari, lá vem o porschista.

Quem gosta de esportivos, mesmo, gosta de todos, absolutamente todos, e quem não gosta de samba, bom sujeito não é, é ruim da cabeça, ou doente do pé.

AK

54 comentários :

  1. Sensacional. Ferrari é demais. Otimo carro para guiar e uma capacidade de frenagem absurda. Guiei a 360 Modena e 430.
    Tive Porsche tb; sem duvida que quem gosta de esportivo respeita uma ferrari e os porsches.Tb acho que nao tem dessa; os 2 sao fantasticos.
    E ai AK, qual carro é o teu carro dos sonhos ?
    F430; 458 Italia, Porsche 911 turbo; ou outro ?
    E o BOB ?
    Vamos fazer uma enquete para ver.
    O meu é o Porsche Carrera GT;
    458 (pena que nao tem mecanica)
    Porsche 911 Turbo
    Nao tenho 1 apenas.
    Ainda adimiro o Audi R8 ; ainda nao guiei.
    Abcs

    ResponderExcluir
  2. Anônimo 8/01 16:24
    1 - Porsche 911 turbo cabriolet
    2 - Mazda Miata

    ResponderExcluir
  3. Bob, excelente escolha. Achei que podia ter uma ferrari ai na sua segunda opcao.
    E uma curiosidade, dos carros que vc guiou (esportivos claro) qual foi que te mais surpreendeu ?
    Vamos ver se conseguimos fazer um enquete com os leitores para ver qual carro esportivo seria o escolhido.
    Eu mencionei varios, entao para ficar apenas 2 como vc :
    1 Porsche 911 Turbo
    2 Ferrari 458

    ResponderExcluir
  4. Bob,
    Falando no Miata, tenho lido notícias acerca de uma possível volta da Mazda ao Brasil. É torcer para que aconteça. E para que, desta vez, eles não repitam a mancada feita com o MX-3 e tragam o esportivo certo!

    ResponderExcluir
  5. Bob,
    Viu por acaso o Cayman R ?
    www.porsche.com/usa/models/cayman/cayman-r/

    Seria legal um teste ou post sobre o carro. Ouvi dizer muito bem, do handling, performance etc. Parece ser um excelente esportivo.
    Abcs

    ResponderExcluir
  6. Anônimo 8/11 16:44
    O que mais me surpreendeu foi o Lotus Europa, mas já se vão mais de 40 anos. Dirigi-o no Autódromo do Rio, o anterior ao atual. Ferrari 458, sem alavanca de câmbio? Não obrigado. Pelo menos o F430 tinha caixa manual de seis marchas ou a robotizada que dirigimos.

    ResponderExcluir
  7. Alexandre Zamariolli
    Grande notícis!

    ResponderExcluir
  8. Anônimo 8/11 17:00
    Não gosto do Cayman. Mil vezes o Boxster.

    ResponderExcluir
  9. Bob,
    Concordo plenamente sobre a 458; por isso coloquei a observacao no meu primeiro post.
    Sem duvida achei um erro estrategico nao ter cambio manual.....

    A 430 é realmente fantastica.

    ResponderExcluir
  10. UAU!!!!! Excelente! Realmente, andar em Interlagos na carona do Mestre Bob deve ser magnífico... parabéns, Arnaldo e Bob, pelo post!
    Quanto à Ferrari Nero (458), no way; saiu muito estranha com aqueles faróis de Pokemon, não tem opção manual, foi mais pensada como veículo de ostentação que como veículo esporte, ao contrário do modelo avaliado.

    ResponderExcluir
  11. Jeff Craig08/01/11 18:06

    Meus desejos seriam quinze :
    BMW M5 2007-2010;
    Mustang Shelby Super Snake;
    Ford GT 40;
    Ford GT90;
    Ford Focus RS;
    CLS 65 AMG;
    CLK 63 AMG;
    Mercedes Mclaren SR1;
    Lambo 670 4 Superveloce;
    Veyron Super Sport;
    Aston Martin Vanquish V12;
    Bentley Continental GT Supersports W12 turbo;
    Pagani Zonda R;
    Maserati MC12;
    Jaguar XJ220.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Hein assisti o vídeo no Youtube... Obrigado por isso! Vcs são terríveis!!!

    Já nos boxes a sensação deve ser incrível..Q berro esse motor...

    O AK nem fez muitos comentários no vídeo! Ele queria aproveitar o momento!!!

    Kra que incrível o que esse carro oferece, é um absurdo! Já pensou usá-lo no dia-a-dia?

    Cantou pneu numa curva...

    ResponderExcluir
  14. Quais são os principais controles eletrônicos do modelo?

    ResponderExcluir
  15. Nicolas
    Todos os conhecidos (tração, ESP, ABS etc) mais conrole eletrônico do diferencial, para otimizar tração.

    ResponderExcluir
  16. Dos novos
    1- Lotus Exige
    Dos véios
    1- Ferrari Testarossa 1958

    ResponderExcluir
  17. Boa AK.
    Aproveita e divulga isso entre todos.
    Lembrei tb de uma ferrari sensacional : F355
    Adoro esse carro.
    Manual, cambio grelha, Vermelha.

    Ja que o Arnaldo fez a enquete colocando carro atual e "veios" ; vai o meu veio :
    Ferrari 250 GT California

    ResponderExcluir
  18. Que sacrifício, hein! Maravilha...

    Me chamou atenção a suavidade do Bob, pois mesmo com o carro andando rápido, e as marchas empilhando confirmam isso, os movimentos são suaves e precisos. Parecia que o carro estava casa, passeando. Gostei do vídeo. Párabens à dupla!

    Abraço

    Lucas crf

    ResponderExcluir
  19. Lucas,

    a suavidade é essencial quando se quer andar rápido e ser eficiente. Chacoalhar o volante só traz perda de aderência.
    O Bob mandava e lenha e eu poderia ir tomando um milkshake na boa. E se uma de minhas filhas quisesse ir de carona com ele, tudo bem, eu deixaria e ficaria muito sossegado.

    ResponderExcluir
  20. Anônimo das 20:12,

    Divulgue o que?
    Que Exige e Testarossa são o fino do fino?
    Ferrari é Ferrari, seja qual for, todas são show, 355, 250 GT Califórnia... Você também, hein! não quer mais nada.

    ResponderExcluir
  21. Arnaldo, o chacoalhar para perder aderencia, principalmente com um golpe oposto ao sentido da curva, bem na entrada, é o que o pessoal faz nos drifts e ralis, justamente para perder a aderencia e fazer a curva de lado, correto? Engraçado é que no ingles recebe o nome de `scandinavian flick`. Ah, e o video de voce mandando a bota na amarelinha, cade?

    Um grande abraço

    Lucas crf

    ResponderExcluir
  22. Lucas,

    no drift, com essa chacoalhada você praticamente joga a traseira pra fora, como vc disse.
    Calma, suavidade, previsão e precisão, eu diria que essa é a receita básica, os mandamentos. Mas o mandamento número um: NÃO FAÇA CAGADA!
    Mandamento dois: dirija de modo a que vá sossegado quem estiver com você.

    ResponderExcluir
  23. Bob,
    Na minha trilha da roça 4 vezes por ano, sempre aluguei um carro diferente em Los Angeles e ia para São Francisco, parando na Specialized (a trabalho) no caminho, ao lado de San Jose. Aluguei diversos carros e uma vez um Miata. Conversível, tração traseira, bom handling, mas um motor fraquinho e o chassis torcia muito nas curvas apertadas da US1. Um projeto legal, mas gostaria de saber o que vc viu nele para essa fascinação !!!! Sorry, mas não tenho a sua sensibilidade, mas achei-o bem fraquinho. Por outro lado US$ 18.000 um completo era o máximo.
    Abração
    Luiz

    ResponderExcluir
  24. Eu como sou fanatico pelos alemães, mas gosto de tudo que corre também, vou poupar o AK...hehheeh

    Mas o Bob, que não é bobo nem nada, já falou no preferido.

    Essas Ferraris mais novas não me apetecem...já fui mais fã delas até 1998, quando tiraram a maravilhosa 355 de linha e colocaram aquele "Eclipse" chamado 360 Modena e daí para a frente deu uma "japonesada" nas italianas.

    Os meus dois preferidos:
    Moderno
    911 Turbo S(AWD) ou o GT2(muito mais macho)
    Antigo
    911 Carrera RS 73.

    ResponderExcluir
  25. Apenas um perguntinha basica...
    Voce conseguem dormir direito depois de testar uma "macchina" como a F 430?
    Eu, se der uma volta de quarteirão em uma FERRARI qualquer, fico sem dormir por uns 15 dias...
    Haja Lexotan...
    Ô inveja...Já mordi os dois cotovelos.
    Romeu.

    ResponderExcluir
  26. Muito legal! Gosto de como o Arnaldo escreve! Acompanho você, Arnaldo, desde o manual para preparação de Fuscas (esqueci o nome exato dos textos), acho que no Primeira Mão se não me engano.

    Bom, ótimo carro! Não seria um carro em que eu ficaria feliz de gastar meu dinheiro, caso tivesse, mas é um carro a ser respeitado pelo que é.

    Minha lista, toda baseada no que li e vi:
    1-Ferrari F40
    2-VW Golf GTI Mk1
    3-Ford Mustang "dos primeiros"

    ResponderExcluir
  27. Marcelo Augusto08/01/11 23:37

    Bob,

    Estes carros superesportivos - como o Ferrari guiado - não adotam subesterço de segurança?

    ResponderExcluir
  28. Obrigado por dividirem esta oportunidade que vocês tiveram com vídeo e tudo mais. Merece uma série de posst sobre este dia, com direito a resumo do bate-papo no choppinho.

    Sobre a lista dos esportivos, nunca pilotei um superesportivo exótico, mas pelo que eu já li sobre eles, os que me agradam são:

    *Porsche 997 Turbo S (com sistema de escapamento Farnbacher Loles);
    *Ferrari F355 F1 GTS (com sistema de escapamento Tubistyle);
    *Westfield Megabusa;
    *Bentley Continental GT (?);
    *Volkswagen Golf R.

    ResponderExcluir
  29. Arnaldo e Bob;

    Quando vcs tiverem a oportunidade de conduzir uma belezura dessas, por favor, postem aqui a data, o horário, e ponham o Bitu ou o Garcia na entrada de interlagos pra cobrar ingresso.
    Vou ser o primeiro da fila! E garanto que vai lotar!

    PARABENS!

    ResponderExcluir
  30. AK,
    O que me referi sobre divulgar era a enquete dos carros novos e antigos.
    Acho que seria uma coisa legal.
    Mas vi que tem muita gente listando coisa boa tb.
    Li sobre o Golf R novo, ja o guiei tem +- 270cv, motor 4 cilindros turbo, achei que o carro nao tinha torque mas tem e é fantastico de guiar. O Cambio tiptronic é muito rapido. Lembro ainda que qdo fui pegar o carro estava meio desanimado por ser 4 cilindros e o antecessor, o R32 que tinha 6 cilindros era um espetaculo. Bom peguei o carro com tiptronic (borboletas no volante). Sai com ele ja mandando brasa. Fiquei bobo, abismado com a potencia e dirigibilidade. Adorei. Carro muito bem construido. Claro prefiria o 6 cilindros, mas fiquei impressionado com os 4 turbo.
    Ai pedi a concessionaria se tinham um manual para guiar, mas infelizmente nao tinha. Depois que guiei - era um sabado pela manha - peguei autoestrada mostrei a minha esposa. Alias botei ela no carro; dei uma volta rapida, peguei uma rotatoria, pé embaixo, carro escapa nas 4 e ela me olha vira e fala : nossa o carro é forte hein....
    Sensacional. Olha que ela ja andou comigo no R32, Porsche, Ferrari 360 e 430. Entao esta acostumada com o ritmo forte.
    Bom resumo da opera : sorriso de orelha a orelha.
    ps estou na europa.....

    ResponderExcluir
  31. Realmente um esportivo de respeito.Você descreveu a receita exata para conduzir um super esportivo,primeiramente tenha respeito por tudo que ele representa e vá acelerando e sentindo aos poucos a sua força.

    abs.

    ResponderExcluir
  32. Lucas crf
    Lembre-se que no rali e no drifting o piloto usa bastante o freio de estacionamento para ajudar soltar a traseira. Tanto que o regulamento técnico de qualquer categoria permite desativar o botão-trava da alavanca.

    ResponderExcluir
  33. Marcelo Augusto
    Sim, uma dose bem leve de subesterço é o que se faz hoje. Até no tudo-atrás 911.

    ResponderExcluir
  34. O dono emprestou a ferrari numa boa porque é amarela....se fosse vermelha não emprestava de jeito nenhum....acho que ele quer é um pt nela...

    ResponderExcluir
  35. Arnaldo Keller09/01/11 12:29

    911 Turbo,

    Não falei? Não falei?
    Olha aí. Tinha que dar um pitaco no Ferrari.
    Não aguentou, né?

    Guilherme,

    É isso aí, Primeiramão/Superauto. sete anos e meio escrevendo semanalmente lá. O pessoal de lá é muito legal.


    Anônimo das 11;59,

    Acho que vc se enganou de blog. Acho melhor vc procurar a sua turma.

    ResponderExcluir
  36. Os meus preferidos são:
    Novos
    Ultima GTR 720
    Corvette ZO6 (Zo7 pack)
    DAX Rush v8
    Viper srt10 (lime green)
    R8
    Antigos
    E-type
    Ferrari 308 gts (preta)
    Vette singray 69
    Elan
    PS. Ferraris só dá 355 p/ baixo msm.

    ResponderExcluir
  37. só não gostei do painel da ferrari, muito alto

    ResponderExcluir
  38. Sensacional!!!
    Nunca tive a oportunidade de acelerar uma coisa dessas, e ainda mais em Interlagos. Deu pra sentir a força centrífuga nas curvas mais lançadas só observando o chaveiro, quase na horizontal... hehe.
    Parabéns a você e ao Bob.
    E obrigado por nos proporcional e transmitir as sensações de tal oportunidade.
    Irapuã

    ResponderExcluir
  39. Marcelo Augusto09/01/11 22:10

    Valeu Bob. Engraçado é que tem gente que jura de pés juntos que todo carro esporte é traseirudo... Primeiro que nem existe carro que "sai" pra valer quando se abusa, conforme vc já explicou acho que no BCWS. E outro que todos tem tendência dianteira apenas.

    ResponderExcluir
  40. É Impressionante . Impressionante.

    Vi e revi várias vezes !

    Acho que poucas vezes assisti um vídeo em que há o total domínio da máquina dessa maneira,

    Num estilo que é só dele, o piloto mantém o motor na curva boa de torque , sem usar giros espetaculosos e faz uma trajetória absurdamente precisa, limpa, rápida ,freia, reduz sem pestanejar na hora do motor, controla o torque despejado nas rodas de maneira ímpar.

    Todas as vezes que despejou a cavalaria toda a F 430 estava domada , dominada, e só agradecia a esticada com o berro do V8...

    Na aproximação para a curva da junção, Bob, vc, fez a entrada, deu leve motor na tangência, ficou satisfeito com algo que o F 430 faz ( diferencial ?), arrumou o volante, saiu da curva e já pisando , apontou o polegar para trás e perguntou : "- viu? "

    Ao que o Arnaldo respondeu " - Ahamm..."

    Formidável...

    ResponderExcluir
  41. Bob e Arnaldo, obrigado pelas dicas. Gostei de ver também a moderação com que andaram pela área dos boxes. Quando tenho a oportunidade de andar de andar num autódromo, ando com muito cuidado nessa área. Não sei por que tem uma galera que alucina por ali... Deve ser a adrenalina.

    Abraço

    Lucas crf

    ResponderExcluir
  42. Irapuã,

    Boa dica a sua sobre o chaveiro na horizontal. Fui conferir e é mesmo. hahahah!
    Valeu!
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  43. o Bob vai guiando tão tranquilo como se estivesse voltando da padaria da esquina

    ResponderExcluir
  44. Demais! Bob e AK, espero que possamos ver mais posts como este.

    Bob, como dizia o ditado, quem já foi rei nunca perde a majestade

    AK, quanto deu de aceleração lateral no chaveiro? hehehe

    Abs

    ResponderExcluir
  45. Agora vou apanhar do pessoal do AE...
    Consegui ver o vídeo hoje, por falta de banda. Mas uma coisa me deixou intrigado: Na hora que o Bob anda com a F430 nos boxes, nas 3 primeiras trocas de marchas, a maneira, o tempo das trocas, me lembraram muito as da Meriva Easytronic. As reações da caixa em baixa velocidade do Ferrari são praticamente idênticas a minivan. Isso me deixou intrigado, e acabei vendo o video 2X e depois apenas ouvi mais 2x, para tentar apagar essa impressão, mas o efeito foi o contrário. Será que alguém também percebeu isso?

    ResponderExcluir
  46. Aléssio Marinho,
    Não há nada de estranho nessas trocas, ocorreram como era esperado.

    ResponderExcluir
  47. Sinceramente, Aléssio, também não vi nada de anormal. Para ser (bem)chato, vi um buraquinho `de carburação` no transiente desaceleração-aceleração. Quem é da época dos carburadores, deve se lembrar dos efeitos da bomba de aceleração (injetor) inoperante. Comportamento esse tão presente hoje nos malditos aceleradores eletronicos. Verifiquem no 1,21 min.

    Abraço

    Lucas crf

    ResponderExcluir
  48. Bob e Lucas crf;


    Quando comentei acima, queria expor a impressão que tive sobre os 2 cambios automatizados, pois encontrei uma semelhança de funcionamento entre ambos. O som do corte do motor, o tempo entre as trocas e a atuação da automatização do F430 ME DERAM A IMPRESSÃO de serem parecidas com as reações do Easytronic da GM, que infelizmente é a minha única e humilde referência em cambio automatizado. Fiquei tão intrigado com isso, que vi o video 2x, depois ouvi apenas o audio mais 2x para tentar separar um cambio do outro, mas não consegui, pois reforçou mais ainda a minha impressão de semelhança das reações de ambas as caixas.

    ResponderExcluir
  49. Bob,

    Outra coisa que queria comentar é a maneira que segura e maneja o volante. Sempre na posição 9:15, com os braços levemente flexionados e fazendo as curvas
    de alta com movimentos de 90 graus. Nas de baixa, usando as 2 mãos, uma "dando" e a outra "recebendo". O que todo motorista deveria fazer ao guiar.
    Desculpe se errei em algum termo tentando descrever o vi, mas não conheço nada sobre pilotagem.

    ResponderExcluir
  50. Aléssio Marinho
    É claro que há uma semelhança sonora entre as caixas robotizadas monoembreagem no momento da troca, mas não vi nada estranho na do F430. As trocas ocorrem exatamente conforme esperado.

    ResponderExcluir
  51. Aléssio Marinho
    Claro, é como se deve segurar o volante, especialmente andando rápido.

    ResponderExcluir
  52. Bob,

    Em momento nenhum quis dizer que havia algum defeito na troca das marchas do Ferrari, só quis relatar a impressão que tive, já que tenho o funcionamento de uma caixa automatizada na minha memória. Apenas isso. Longe de mim criticar algo que não conheço!

    Acho que a forma que vc segura o volante daria um bom post aqui no AE. Tem muita gente que desconhece os fundamentos.

    ResponderExcluir
  53. Alexandre Freitas16/01/11 00:05

    Arnaldo e Bob, excelente post! Quando percebi eu estava movimentando a cabeça como se estivesse dentro do carro. Abs

    ResponderExcluir
  54. Alexandre Freitas
    Eu aqui em casa também!

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.