EM RITMO DE FÉRIAS

Dia desses pela manhã tive que ir a Santo André resolver assuntos burocráticos/automobilísticos (pedira ressarcimento de pagamento indevido de taxa de transferência) na Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo. Fi-lo por um motivo simples: todos os postos fiscais da região do ABC paulista deixaram de atender pessoas físicas: os contribuintes que residem em Diadema, São Caetano ou São Bernardo do Campo são obrigados a ir até Santo André.

Para evitar pegar uma fila muito grande, procurei chegar cedo, mesmo sabendo que metade do ABC está na Baixada Santista. Mas o meu esforço foi em vão: peguei uma filinha de uns 20 minutos (fiquei pensando o inferno que deve ser aquilo num dia normal) e o burrocrata (sic) que me atendeu implicou com um dos documentos solicitados e me fez voltar a São Bernardo do Campo.

Da minha casa até o posto fiscal de Santo André são pouco mais de 8 km, uma distãncia relativamente pequena, mas não deixa de ser um aborrecimento, pois o posto fiscal de São Bernardo do Campo fica a apenas uma quadra da minha casa. Além disso, é burocracia demais para um procedimento relativamente simples, que poderia muito bem funcionar com menos da metade dos carimbos, chancelas e autenticações solicitadas.

Transtornado e ao mesmo tempo conformado com a situação, volto a Santo André e estaciono o carro na rua Brás Cubas, pois não consegui encontrar uma única vaga na rua Campos Salles, onde fica o posto fiscal. Penso novamente no inferno que deve ser em um dia comum, com todos os andreeenses presentes. Ciente do estacionamento rotativo, procuro um parquímetro e logo avisto um na rua João Cardoso, dobrando a esquina.

Convém salientar que gosto muito desse sistema de parquímetro utilizado em Santo André: a partir de uma tarifa mínima de R$ 0,60 (equivalente a meia hora) você pode fracionar a tarifa como bem entender. Só tem uma moeda de R$ 1,00 no bolso? Não tem problema, dá mais ou menos uns 50 minutos de estacionamento. Três moedas de R$ 0,25? Também dá para estacionar numa boa.

Na minha opinião, é muito melhor do que ser obrigado a preencher um cartão de zona azul. Basta colocar a quantia desejada na máquina e ela se encarrega de calcular e imprimir o cartão. Sem falar que você não precisa carregar um talão de cartões no porta-luvas, muito menos sair procurando um lugar que venda o cartão avulso.

Esse sistema também era utilizado em São Bernardo do Campo, mas algum "esperto" resolveu transformar o estacionamento rotativo em programa social, dando emprego a jovens que circulam pela rua vendendo cartões de zona azul e notificando os motoristas que deixam de recolher o valor mínimo de R$ 2,00 para cada hora de estacionamento (quase o dobro do preço cobrado em Santo André). Por mais louvável que tenha sido a iniciativa, trata-de de um retrocesso: esses jovens deveriam estar trabalhando em ocupações mais importantes, na indústria, no comércio ou em outra cadeia de serviços.

Pois bem, voltando à rua João Cardoso, estou prestes a colocar algumas moedas no parquímetro quando um senhor dentro de um Fiat Uno começa a buzinar. Sem entender nada, perguntei qual era o problema. E ele respondeu: "Essa porcaria de máquina engoliu minhas moedas, parece que ela resolveu tirar férias também".

E no parquímetro se lia a seguinte mensagem:


É ou não é piada? Até o parquímetro resolveu entrar em ritmo de férias, caçoando daqueles que trabalham normalmente até sexta-feira. E o pior é que simplesmente não havia outro parquímetro nas imediações, muito menos alguém vendendo cartões de estacionamento.

Subo até a Praça do Carmo em busca de um parquímetro e nada encontro. Do alto da rua Brás Cubas procuro outra máquina dessas na rua Campos Salles, também sem sucesso. Não me resta outra alternativa senão resolver meus problemas burrocráticos e torcer para que os fiscais de trânsito também estejam em ritmo de férias.

Depois de quarenta minutos, volto e nada encontro sobre meu para-brisa. De fato, estão todos em ritmo de férias...

FB

29 comentários :

  1. Pedro Navalha02/01/11 13:42

    Você deu sorte Bitu!

    Geralmente quem visita Santo André ganha uma multa de presente...

    A indústria das multas assola as cidades dessa região. Começou com André City, depois espalhou como um cãncer por Diadema, São Bernardo, Mauá, etc, etc

    ResponderExcluir
  2. Be2

    Aqui em Caxias do Sul a prefeitura teve essa "brilhante" idéia de colocar gurizada pra vender cartões do estacionamento rotativo nos anos 90 mas logo se tocaram da besteira e tiraram.
    Nunca ouvi falar de um parquímetro tirando férias por essas bandas.
    Em compensação onde não existe cobrança, os "flanelões" amedrontam,extorquem e ameaçam a população.

    ResponderExcluir
  3. Tem tanta coisa errada em S.André que só quem vive aqui é que sabe....mas tem lá as suas coisas boas..tem VAGA PARA IDOSOS....vc paga, mas sempre encontra uma disponível, mantenha o CARTÃO NACIONAL DE IDOSO sobre o painel do carro...e pronto. Nem vamos comentar a industria da multa instalada aqui, não sei dizer, nem estimar o que aconteceria no nosso trânsito atual se não tivessemos um controle rígido de velocidade !

    ResponderExcluir
  4. Em 2011, renovo meus mais sinceros votos de que todo burrocrata morra de câncer, e sem direito ao uso de morfina.

    Mr. Car.

    ResponderExcluir
  5. Bitu
    Aqui até a Guarda de trânsito está em férias, atendendo somente a emergências e pontos críticos.

    ResponderExcluir
  6. A burocracia nos Detrans chegou a tal ponto que quem tem a infelicidade de precisar do atendimento deles parece ser tratado como criminoso até que prove o contrário.

    Fala-se por aí em Procon e código de defesa do consumidor, mas ainda estou para ver estabelecimento comercial que trate seus clientes tão mal quanto o Detran (a partir do momento em que pagamos por um serviço, ainda que compulsório, somos clientes). O abuso contra o cidadão (que paga caro por serviços que não valem nada) é descarado.

    ResponderExcluir
  7. Marcelo Augusto02/01/11 19:34

    E mesmo que vc é autuado ou passa do tempo do cartão, ainda existe uma salva-guarda, parece que se paga uma quantia extra e fica tudo numa boa, mas é preciso esperar o fiscal passar. No site da prefeitura deve informar, mas é por aí. Bem melhor e mais barato que zona azul de SP.

    ResponderExcluir
  8. No dia 31/07/1995, comprei uma Honda Dream zero quilômetro, que ainda possuo. Ela foi emplacada em Marília, SP, e jamais saiu da cidade.
    Ao renovar o licenciamento pela primeira vez, em 1996, apareceu uma multa, lavrada no dia 20/07/1995 em Taboão da Serra, SP.
    Atenção: a multa foi lavrada onze dias antes da moto sair da concessionária e receber a placa. (Sabem como é: toda multa é justa e merecida, a indústria não existe etc. etc.)
    Recorri e, no licenciamento de 1997, a multa sumiu. Mas, no licenciamento de 1998, por incrível que pareça, ei-la de volta.
    O problema só foi resolvido quando, aproveitando um dia de folga no serviço - na época, eu trabalhava em São Paulo -, fui pessoalmente à CIRETRAN de Taboão e esfreguei a nota fiscal da moto na cara dos burrocratas responsáveis(?).

    ResponderExcluir
  9. Eduardo Martins02/01/11 20:18

    Uma dúvida,

    A nomenclatura correta para "minutos"não é "min."?

    ResponderExcluir
  10. Sr. Felipe Bitu,

    Solicitamos que o Sr. se dirija novamente à Secretaria de Fazenda do Estado de São Paulo e forneça a placa de seu carro, identidade, cpf, bem como o dia e a hora em que cometeu essa infração, a fim de regularizar sua pendência, ou seja, receber sua multa.

    SEFSP
    Santo André, 02 de Janeiro de 2011.

    OBS.: Se o Sr. preferir pode colocar responder nesse campo de comentários, os documentos solicitados.

    ResponderExcluir
  11. Eduardo Martins,

    Minutos, pelo Sistema Internacional de Unidades, é simbolizado por min - sem ponto final, pois é símbolo, não abreviatura. Por causa disso, também não vai no plural. É sempre "min".

    Mas se você quiser escrever "minutos", também serve. Só não pode misturar nome por extenso com símbolo. Exemplo:

    8 h 5 min 32 s -> 8 horas, 5 minutos e 32 segundos, usando corretamente somente os símbolos das unidades. Também poderia ser 8 horas, 5 minutos e 32 segundos.

    hehehe, meu primeiro comentário usando tags HTML :)

    ResponderExcluir
  12. Luiz Dranger03/01/11 00:40

    É Bitu, e ficamos na dependência do péssimo serviço público ! E ainda os burrocratas como voce chamou. Não sei no ABC mas aqui em SP, nas repartições públicas estão afixadas umas placas que dizem que ofender um funcionário público é crime rs.... !!! Só abatendo literalmente este povo.
    Abr e bom 2011
    Luiz

    ResponderExcluir
  13. Bem feito , quem manda vocês serem bocos?
    Eu ando com o contra cheque de minha esposa no bolso ( ela é funcionaria do ministerio publico)
    As otoridades me falam uma coisa e eu pego "displicentemente" o contracheque para "anotar" seja la tel, endereço , nome etc. e ja ouvi muitos me desculpe , me perdoe.etc.
    A tal lei que é crime ofender funcionario etc e tal foi revogada por FHC e resultou em mais alguns votos no PT>

    ResponderExcluir
  14. Lei ridícula!
    Funcionário público trata mal o cidadão e isto não é de hoje!
    Foi revogada ou não???

    Aliás, a indústria da multa em SBC está pior que em Sto. André!!!
    Dia 31, às 11:30! O sem vergonha estava lá numa cadeira de praia, com o radar móvel preparado na Av. Kennedy, logo depois do poliesportivo, em frente ao parque. Falei umas boas palavras e ele ficou com um sorriso cínico... Trouxa! Fica cuidando aeee!

    Outro dia levei uma notificação de zona azul na Av. Ítalo Setti, reclamei pro pessoal que fechava no mesmo momento o posto onde eu poderia pagar os R$20 para me liberar da multa, que absurdo! Ao menos em Santo André tem as máquinas... Sessão de skate na pista de SBC, o négocio é deixar naquele estacionamento público, colocaram aquela zona azul sem cabimento, só para as vagas ficarem liberadas pra estes acomodados!

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Fábio,

    O crime é o de desacato, previsto no Código Penal em seu artigo 331, portanto, vigente. Abraço

    ResponderExcluir
  17. Eduardo Martins03/01/11 22:18

    Patrick, Obrigado pelas explicações!
    abs

    ResponderExcluir
  18. domingo fui detectado num daqueles radares d licenciamento atrasado.

    durante o tempo em q fiquei parado lá no posto da PR, dezeeeeeeenas d carros passaram com o licenciamento tbm atrasado. tinha hr q tavam parando d 2 em 2!!! ñ tinha mais lugar para colocar carro em frente ao posto rodoviário!!!!!
    MEU licenciamento foi pago no banco ano passado, o d uma mulher q tbm estava sendo multada foi pago na lotérica, em ambos os casos, o sistema informava q ñ haviamos pago.
    inclsive pude ver um GOL PRETO pasando e apitando dizendo q o licenciamento estava atrasado, mas segundo o cadastro, a placa era d uma MOTO HONDA NX. esse carro ñ foi parado!!!

    pois bem, meu carro foi guinchado a um pátio distante uns 70km do posto policial em q fui parado. posto este q possui um pátio, q está VAZIO. claro né,. se ñ acionassem o guincho, ñ iriam poder cobrar R$150 + R$4,79/km guinchado + R$39,08 por diária...

    o FDP do policial estava d mau humor (era domigo e ele fazia hr extra, ia receber R$20 pelo plantão extra, segundo informações do própio), ficou procurando pelo em ovo no meu carro pois queria me dar mais multas, queria dar multa por extintor, sendo q, o mostrador agora q vai chegar na zona vermelha, o extintor é novo, lacrado e está no prazo d validade... qdo falei 'enquanto o sr está aqui me multando por NADA, milhares d presos q saíram no indulto natal e ñ voltaram estão passando aqui na estrada, iudo assaltar, matar, sequestrar...' sabe o q o POLICIAL respondeu?!?1 "POLÍCIA Ñ É PRÁ PRENDER BANDIDO" =0

    ontem fui ao ciretran afim d regularizar as 'pendências', chegando lá um funcionário do CIRETRAN me disse: 'O CERTO É O SENHOR PROCURAR UM DESPACHANTE, PQ É COMPLICADO FZR ESSAS COISAS POR AQUI!!!!!' =0²
    dpois esse msm funcionário me explicou q eu devia ir ao banco e pagar a 2ª via do licenciamento, fui ao banco, paguei e voltei ao ciretran, chegando lá, fui informado por outro funcionário q eu ñ precisava pagar a 2ª via e sim a 1ª via, pois no ano pássado, ñ havia pago a TAXA DE POSTAGEM, fui ao banco dnovo e voltei... só até aí, foram umas 3h d encheção d saco e descaso (ng atendia ng, pois estavam mto ocupados papeando banalidades)

    dpois disso td, enfim fui buscar meu carro, onde a BURROCRACIA me emperrou mais uma vez, além d ficar 1h e tanto plantado esperando a liberação do carro, tive d ir no pátio, distante quase 10km da cidade, pegar o boleto, voltar na cidade, ir ao banco (aliás correios, pois já era mais d 16h), voltar ao pátio e descobrir q eu ñ podia ter feito o pgto com cheque pois teria d esperar o cheque compensar. cheque d outra praça, com sorte amanhã pego o carro e fico R$80 mais pobre....


    esse tipo d coisa me faz sentir um certo nojo por ser 'colega d profissão'dessa laia. sou funcionário público, mas eu tento tratar as pessoas da melhor maneira possível, tento ser cordial, atencioso, educado e prestativo. bem ao contrário desse bandodessa corja d corruptos, dessa máfia sem vergonha, q parece tentar mal tratar nós, seus 'patrões'. sim, pois quem paga eles somos nós, através d impostos!!!!

    msm ñ gostando d generalizações, mas parece haver um teste d mau caráter para entrar no CIRETRAN, DETRAN, e na POLÍCIA (seja rodoviária ou não).

    mas quem se preocupa com isso?!??! daqui a uns dias é carnaval, em 2014 vai ter copa do mundo, o braziu é o país do futuro, tem praia, tem samba.... td é uma maravilha, né msm?!?

    ResponderExcluir
  19. Leandro,

    Que bom, que você, sendo funcionário público, tem esta mentalidade. Lembrei agora de uma pessoa que me atendeu no 0800 da prefeitura de Santo André, eu estava muito nervoso e ela soube conversar e me orientar para que eu conseguisse resolver o meu problema.

    Você não recebeu seu documento porque não pagou a taxa de postagem? Foi isso? Minha namorada também errou em alguma coisa no momento do pagamento de um licenciamento, se não me engano de 2008 e agora ela paga por exemplo o de 2010 e chega o documento de 2009. Já a avisei pra resolver isso antes que chegue a guia de 2011, passar por uma barra como a sua é de dar úlcera.

    Abs e paciência...

    ResponderExcluir
  20. FB,
    Que saga...ainda bem que não recebeu nenhuma multa.
    Gostei dessa idéia dos parquímetros. Salvo engano, creio que as ruas de São Paulo já possuíram um dispositivo como esse há algumas décadas.
    Abraço
    MRA

    ResponderExcluir
  21. Fabio, infelizmente eu sou um dos poucos q pensa assim. Vejo exemplos revoltantes aqui msm na prefeitura...

    segundo o 'supertira' q me multou, é MUITO normal os pgtos feitos em bancos e lotéricas ñ cairem no sistema...

    o mais engraçado d td isso é q, consultando o renavan, no site do detran, ñ há pendência alguma, só o ipva 2011 q ainda ñ foi pago....

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  24. Engraçado. Pago minhas dívidas em dia e sou bem tratado pelos agentes de trânsito... A democracia só serve, na mente do moribundo, para possibilitar-lhe insuflar as massas estúpidas contra o Estado de Direito. Quando se trata de permitir que vozes contrárias à sua miopia sejam ouvidas, ela não presta. Parabéns. Partirá nos braços dos imbecis. Um fim pouco digno, mas muito merecido.

    ResponderExcluir
  25. Como o Bob já disse, alguém aqui disse que este blog é democrático???
    Isto está cheirando a papinho de advogado, que ACHA que pensa...
    Estado de Direito??? Ahhh... Dá licença!!! Não aguento a conversa desta classe, onde a maioria sanguessuga, vem com esta retórica "cheia de moral"...
    Dívidas? Eu não tenho nenhuma!!! Nem as faço! Mas pago sim uma quantia escorchante de impostos para um governo usurpador que praticamente não nos dá nada em troca!!!!!!

    kkkk... o agente de trânsito te tratou direitinho é? AHHHH VAAA!

    ResponderExcluir
  26. Ninguém precisa ser bacharel em direito pra entender os fundamentos do Estado de Direito. Mas é necessário o mínimo de capacidade cognitiva e intelectual. Peço perdão por utilizar-me de conceitos os quais nem todos poderão compreender.

    ResponderExcluir
  27. Ninguém precisa ser bacharel em direito pra entender os fundamentos do Estado de Direito. Mas é necessário o mínimo de capacidade cognitiva e intelectual. Peço perdão por utilizar-me de conceitos os quais nem todos poderão compreender.

    ResponderExcluir
  28. A única parte do seu comentário que qualquer um que aqui lê não compreendeu foi o tratamento do "agente de trânsito".

    O que exatamente o "marronzinho" fez por você, Exmo.? kkkkkk

    ResponderExcluir
  29. @11/01/11 10:13
    @11/01/11 21:48
    @11/01/11 21:49

    Ok, agora tome vergonha na cara, saia do governo e vá trabalhar de verdade. Vire gente e pare de viver do dinheiro dos outros. Ok, vagabundo?

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.