UMA SINGELA QUESTÃO DE PREÇO

Foto: Autor

Foto tirada num posto Esso em San Carlos de Bariloche, Argentina, no dia 5 deste mês. De cima para baixo, a gasolina de 98 octanas, a de 95, o euro diesel de 50 ppm de enxofre, o diesel comum (em torno de 1.000 ppm) e o gás natural. O câmbio ontem estava 0,477. Assim, o preço da gasolina de maior octanagem é 4,042 x 0,477 = R$ 1,93. Aqui está no mínimo a R$ 2,80. Estamos sendo roubados, e quem rouba – leia-se governo – é ladrão.

Deixo para o leitor fazer as demais contas. Assim a irritação vem aos poucos.

BS

31 comentários :

  1. Tem mais é que colocar o preço da gasolina lá em cima. Assim ajuda a conter a quantidade de carros nas ruas

    ResponderExcluir
  2. Ricaço,
    esse é o velho método de castração mental aplicado ao povo nos últimos 500 e poucos anos...

    ResponderExcluir
  3. Bob, o simples fato de haver um imposto que nem variável em relação ao preço é, no caso, a CIDE.

    Não há mais o que discutir, apenas lamentamos.

    ResponderExcluir
  4. Francisco Neto26/02/10 14:04

    É de estragar o dia, cada vez que assisto a uma notícia como essa.

    Ou sobre como carros muito melhores que os nossos são vendidos bem mais baratos no dito "Mercosul", aquele tratado que isenta a taxa de importação entre os paises pertencentes a este grupo.

    ResponderExcluir
  5. Notícias com essas é que me dão vontade de morar em outros países.

    Gosto muito daqui, mas do jeito que as coisas andam...

    ResponderExcluir
  6. Rafael Machado26/02/10 14:28

    Engraçado esse post vir depois do post sobre o Camaro V6 a 22 mil Dólares (e a notícia de que o V8 vem pra cá a 150 mil Reais).

    Otários, a gente. Pagamos muito mais pela gasolina e muito mais pelos carros. É pra financiar os panetones, né?

    ResponderExcluir
  7. A foto do link tem pouco mais de um mês. No inicio da crise economica na Grécia. Onde aparece a gasolina "comum" deles a Unleaded 95, que é aditivada. E o diesel comum que tambem é aditivado e de baixo enxofre. A taxa cambial da epoca era um euro valia 2.30 reias.

    O que dá R$2,30 o litro do diesel aditivado e R$2,53o litro da gasolina aditivada, sem alcool !


    http://yfrog.com/4rp1060055j

    http://img171.imageshack.us/img171/6029/p1060055.jpg


    Revoltante tambem !

    ResponderExcluir
  8. O problema é a nossa imensa malha viária. Custa uma fortuna manter só os buracos, imagine em bom estado. Vamos reduzi-la a metade???

    ResponderExcluir
  9. Ricaço,
    Excelente ideia, eu não havia pensado nisso. Deve-se fazer o mesmo nos hospitais pagos e passar a cobrar nos gratuitos, é o jeito de acabar o excesso de pacientes.

    ResponderExcluir
  10. Se ainda tivéssemos ruas lisinhas pra rodar e problemas com engarrafamentos e etc não fosse parte do nosso dia-a-dia... eu pagaria os impostos feliz, mas...
    Estamos na merda mesmo! Como outros já disseram, o negócio é andar de Uno Mille com AC e DH mesmo!!! E não trocar de carro nunca mais!!!

    ResponderExcluir
  11. Arnaldo Keller26/02/10 16:44

    Bob,

    Esse preço é o de Bariloche, lá no sul da Argentina, onde ela é mais cara. Em Buenos Aires acha por R$ 1,70.
    A "gasolina" gasolina aqui é vendida a R$ 3,00, levando-se em conta que temos 20% de álcool a R$ 2,00 o litro. Há pouco, antes da alta do álcool e quando tínhamos 25% dele na gasolina, era R$ 3,20.
    E o pior é que lá, na gasosa pura, o carro roda pelo menos uns 15 a 20% mais km/litro.
    Exploração pura; a única coisa pura no Brasil.
    Ou seja, aqui é quase o dobro.

    ResponderExcluir
  12. Exato Bob, nos EUA os hospitais funcionam mais ou menos assim

    ResponderExcluir
  13. Não vou nem fazer as contas restantes para não passar (mais) revolta. Também desconsiderei o comentário do AK, senão dá vontade de sair de casa e explodir aquele congresso e senado lá na ilha da fantasia...

    ResponderExcluir
  14. Não roubam apenas na gasolina. Fui trocar o óleo de um Honda Fit no posto Petrobrás RT23 na Raposo Tavares na Granja Vianna e me cobraram R$ 74,00 por um filtro de ar genérico. Reclamei, mas não adiantou. Entrei no site da Honda e o filtro custa R$ 39,63. Telefonei na H Ville de Alphaville e confirmaram o preço.
    Fiz uma reclamação no sac@br-petrobras.com.br e quero ver o que vão fazer.
    Coloquei a história toda no meu blog, o Tranqueiras de Corrida, tem o link para ele do lado direito em Blogs de Leitores.
    Postei tudo, foto da tela do site da Honda dando o preço da peça, o Coupon Fiscal do posto e a reclamação à Petrobrás. Quero ver se a empresa zela pela imagem tão duramente conquistada e enquadra os "espertinhos".
    Que roubem apenas no combustível que já tá de bom tamanho.
    Se quiserem fazer um post de alerta aos incautos posso enviar as fotos e cópia do e-mail enviado.

    ResponderExcluir
  15. Gente!!! Tem Copa do Mundo esse ano!!!!

    E em 2014 é no Brasil!! Esqueça essa babaquice de preço, preço, preço.. Pra que se preocupar se podemso "festejar"???

    AO POVO, PÃO E CIRCO!!!

    ResponderExcluir
  16. Francisco V.G.26/02/10 22:53

    O governo nos rouba, tunga, pilha. E tudo fica por isso mesmo.

    ResponderExcluir
  17. Bob,
    Não pensem que estou defendendo o preço da Petrobrás, mas lembre que é normal um país em dificuldades econômicas desvalorizar sua moeda, como forma de buscar recuperação. Com isto, os preços relativos, ficam todos mais em conta.
    Estive na Argentina no Carnaval, havia uma invasão de brasileiros, todos buscando comprar, de tudo.
    Há seis ou sete anos, havia quase paridade do Peso Argentino com o Real, em 2001, antes da crise deles, o Peso ainda estava 1:1 com dólar e o Real quase dois, hoje essa relação já passa do 2:1, portanto a moeda deles perdeu quase 4 vezes o valor com relação a nossa, nos últimos dez anos... Nossos custos não são dolarizados, daí que a desproporção aumenta.

    ResponderExcluir
  18. O CZ tem razão, não podemos comparar preços convertendo o valor da moeda.

    Se alguém for para Paris e pagar 3 ou 4 euros em uma garrafinha d'água vai pensar o quê ao converter o valor para reais????

    A gasolina argentina está barata para nosso padrão, mas e para o deles? Me parece 3,98 um valor bem assustador...

    Outra coisa Roberto Zulino, não adianta xingar a Petrobrás pelo preço do filtro de ar, pois é dono do posto que fixa os preços, e não a empresa que coloca a bandeira nele.

    Pesquisar faz parte antes de comprar qualquer coisa...

    Abraços

    ResponderExcluir
  19. Alexandre

    Dei uma pesquisada e parece que o salário mínimo dos argentinos é de 1500 pesos. O mínimo deles compra 395 litros da gasolina comum (pura!). O nosso mínimo compra 196 litros da nossa gasolina bêbada.

    Nós perdemos em qualquer comparação que seja feita.

    Gustavo

    ResponderExcluir
  20. Alexandre,
    Em nenhum momento falei que a Petrobrás tenha culpa DIRETA. Tanto que reclamei para a Petrobrás, se achasse que a mesma estava envolvida não reclamaria para ela.
    No entanto, a Petrobrás tem culpa indireta e é solidária nas besteiras feitas sob sua bandeira.
    Uma empresa que gasta milhões em propaganda para ter uma imagem não pode deixar a "ponta da linha" fazer o que quiser, principalmente roubar a clientela na mão grande.
    Ao fazer isso, acaba jogando fora os investimentos feitos em marketing & propaganda e ainda fica com sua imagem associada a criminosos contra a economia popular.
    O óleo foi trocado em um box com banners, normas e procedimentos, avisos, tudo da Petrobrás. O que se espera é que pelo menos haja uma razoavel honestidade e isso não acontece.
    O carro é de minha mulher, não estou acostumado a trocar óleo em posto, pois meus carros de uso, uma Alfa 145 e um 550 Spyder são mantidos por mim mesmo. Imagino quanto não fui roubado nas vezes que minha mulher mandou fazer o serviço.
    Vamos ver o que atitude a empresa vai ter. Há alguns anos também tive um problema semelhante no Posto Shell aqui da Granja Vianna e a Shell enquadrou o franqueado.

    ResponderExcluir
  21. Também não sou partidário da conversão das moedas para efeito de comparação. Para um brasileiro que vai a Paris, pagar 4 euros por uma garrafa d'água é um roubo. Mas para um francês - que ganha, no mínimo, 1300 euros - pesa menos no bolso que para um trabalhador brasileiro que precisa comprar uma garrafa d'água no terminal Barra Funda.

    Perdemos de novo, em qualquer situação. Fora ou dentro do próprio país.

    Gustavo

    ResponderExcluir
  22. Roberto, eu não estou defendendo a petrobrás neste caso, pois não sei se vc se lembra, mas de todas as marcas de postos de gasolina, ela é a que tinha a maior quantidade de postos acusaddos de adulteração de combustível.

    Após muito tempo é que começaram a desfranquear (existe esta palavra?) os postos e lançaram o "de olho no combustível" para atestar a qualidade do mesmo.

    Eu realmente espero que vc consiga alguma coisa com as suas reclamações junto a empresa, pois concordo que não dá para o dono do posto agir desta maneira, e sair de boa.

    Aí na região que vc mora os preços são mais altos mesmo, infelizmente!

    Eu cansei de trocar óleo em posto, e se quiser uma sugestão, tem um "especialista" em troca de óleo na Av. Jaguaré, logo depois do McDonalds e na Barra Funda, um "shopping" 24hs de carros, onde os preços são bem melhores que em qualquer outro lugar.

    Abraço
    PS: Belos carros que vc tem!

    ResponderExcluir
  23. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  24. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  25. Gustavo, nós estamos fud*#dos de qualquer maneira...

    ResponderExcluir
  26. Roberto, Parabéns pelas carangas!
    Este Porsche é um sonho!
    Quanto à BR, acredito que você terá um bom retorno da empresa.
    Hoje em dia é a segunda bandeira mais confiável, perdendo só pra Ipiranga. Concordam?

    ResponderExcluir
  27. Reclamar vale a pena. A Petrobrás interviu e obrigou o posto a resolver o assunto. Minhas exigências foram que trocassem o filtro de ar paralelo pelo qual cobraram R$ 74,00 por um original comprado em alguma autorizada Honda por R$ 39,63 que é o sugerido pela Honda.
    Compraram na HPoint em frente ao Shopping Eldorado pagando pouco mais que R$ 40, como se vê a HPoint não segue muito as sugestões de preço da Honda e aproveitou para ganhar uns caraminguás.
    Trocaram o filtro e me devolveram R$ 34,00 imediatamente gastos em algumas bobagens, mas são meus e foram merecidos.
    As grandes empresas tem que aprender que tem externalidades e devem saber lidar com elas. A princípio, o setor da Petrobrás que me ligou tentou tirar o corpo fora alegando que tem apenas um contrato de venda mercantil com o posto. Uma ova, pode ter o contrato que quiser que não tenho nada com isso, deixei claro que para mim é tudo Petrobrás.
    Se a empresa se locupleta usando sua bandeira e comunicação visual, e o faz para ter lucro, que assuma os ônus de colocar esse material todo com seu nome e marca. Não pode querer ficar apenas com o filé, tem que comer o osso também.
    Como dizia meu pai: "quem tem porta aberta tem que se comportar e o cliente sempre tem razão".
    Consumidor chato como eu está para nascer, mas se todo mundo fizesse valer seus direitos o mundo seria diferente.

    ResponderExcluir
  28. Parabéns Roberto! É isso aê!!! Se todos brasileiros fossem como nós (eu tb sou chato pra cassete, ou melhor, chato não... só não sou bobo!)
    O consumidor seria mais respeitado no Brasil com certeza! Mas até pra isso o brasileiro parece acomodado.
    Abraços

    ResponderExcluir
  29. A gasolina aqui é cara porque tem quem aceite pagar o que pedem por ela. Sem mais.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.