SYMBOL EXPRESSION, MOTOR 1600 8V





Fiquei com um Renault Symbol Expression por uma semana. O AUTOentusiastas já o testou anteriormente, com o Bob Sharp e eu, mas os modelos testados foram do Privilège, que tinham o motor 1600 com 4 válv/cil. Agora veio um Expression que tem motor 1600 de 2 válv/cil.
O motor flex 16V rende 115 cv (álcool) e o 8V, 95 cv (álcool), portanto, 20 cv a menos. Mas mesmo faltando esses 20 cv ele também é plenamente satisfatório para o sedã no uso urbano diário, isso porque os torques quase se igualam, pois de 15,5 mkgf cai para 14,1 mkgf – uma diferença mínima.
O torque máximo do 8V vem a 2.850 rpm, quando no 16V vem a 3.750 rpm, ou seja, a 900 rpm acima do 8v. Mas, atenção, o torque do 16V a 2.850 rpm ainda é maior que o do 8V a essa mesma rotação, daí que o 16V sempre reage melhor à aceleração, mesmo em baixa.
Mas para o uso urbano do dia a dia não faz muita diferença, e o 16V só tem aquela estilingadinha mais gostosa em giro alto, já que esse cabeçote ganha 500 rpm no giro máximo.
O motor 8V é suave, esperto, elástico, e fica bem animado quando provocado. Uma beleza de motorzinho, só que me pareceu um pouco gastão quando usando álcool. Isso certamente é porque ele tem uma taxa de compressão incrivelmente baixa para um motor flex que pode queimar álcool: 9,5:1, quando ela deveria ser de no mínimo 11 ou 12:1 para que aproveitasse melhor a resistência à detonação do álcool, mantendo sua característica flex. Se fosse só a álcool a taxa poderia ser bem maior, tipo 15:1 e, aí sim, seria foguetinho e econômico.
A 5ª marcha achei um pouco curta, pois a 120 km/h o giro está a 3.800 rpm. Esse motor a 3.300 rpm já produz ao redor de 60 cv, o que é mais que suficiente para manter esse pequeno sedan a 120 km/h e com sobra de torque para reagir rápido a uma aceleração e vencer fácil as rampas sem que seja necessário reduzir marchas. Portanto, essa 5ª é desperdício de combustível etc, além de com o giro mais baixo o rodar ser mais confortável.
Não que ele seja desconfortável a 120 km/h. Viaja perfeitamente bem a essa velocidade e até um pouco acima, sempre silencioso. Gostosinho pra viajar. É estável tanto nas retas quanto nas curvas, por sinal, muito gostoso de curva. E é só na estrada livre que o 16V faz mesmo diferença, pois ele é tão espertinho que torna a coisa esportiva.
O Symbol, pelo seu tamanho, nos conforta além das expectativas. Muito macio, nos isola bem quando pega buraqueira, ou seja, nos trata muito bem. Fui com ele pra praia, Cambury, Litoral Norte de São Paulo, e lá, em busca de ondas peguei uma estradinha de terra cheia de costelas de vaca. E não é que ele se portou muito bem? Estou acostumado a pegar essa estradinha com vários carros e até agora o Symbol foi o que melhor me isolou da buraqueira. Suspensão boa pacas.
Ergonomia excelente para os que vão na frente e ruim para adultos que vão atrás. Teto baixo e banco de assento duro e de encosto muito vertical, para os de trás.
O trambulador não é muito prazeroso. Os engates são um pouco duros. É a varão e deveria ser a cabos de aço.
Devido à minha impressão dele estar gastando muito quando usava álcool, passei a abastecer com gasolina, e fui viajar. Com ela, ele fez ao redor de 10 ou 11 km/l, o que acho elevado para um motor 1600 na estrada, já que andei dentro da lei e quase sem bagagem.
Se o Symbol tivesse câmbio automático creio que para muita gente ele seria um dos carros ideais para uso urbano, pois ele é muito confortável e tem um grande porta-malas (a parruda cadela dá noção dessa grandeza – ela é a Honey, uma vira-latas metida a Pinscher).
As diferenças mais importantes entre o Expression (8V) e o Privilège (16V), além dos motores terem as diferenças citadas, são:
1- o Privilège tem ar-condicionado digital, enquanto o do Expression tem controle manual. Pra mim, tanto faz, pois ambos dão conta do recado.
2- O Privilège tem vidros elétricos atrás e o outro é na manivela. Pra mim, também, tanto faz.
3- O Privilège tem rodas de liga leve e as do outro são de ferro. Tudo bem, imperceptível pra guiar, pois o peso delas é quase o mesmo.
Portanto, para mim, a única diferença que fala está no motor, onde o 16V é superior na estrada.
E vêm os preços sugeridos:
Privilège: R$ 43.300,00
Expression: R$ 39.700,00
Diferença de R$ 3.600,00
Bom, com essa diferença dá pra eu comprar mais umas quatro ou cinco pranchas de surf e juntar com as nove que já tenho.
AK

37 comentários :

  1. O baixo consumo me fez desencanar totalmente quanto a esse carro.

    ResponderExcluir
  2. Mister Fórmula Finesse10/02/10 17:51

    Humm..sem chance! Bastante gastão e com um visual meio esquisito, sou mais a favor do Voyage que me parece que tem um conjunto melhor.

    ResponderExcluir
  3. AK.
    Um detalhe que você não mencionou é os Renault que têm motor Hi-Flex, caso deste, terem mapa para E0, podem funcionar com gasolina sem álcool como a do Uruguai e Argentina. Fora este, só Fiat Siena Tetrafuel pode abastecer além da fronteira.

    ResponderExcluir
  4. Todas as qualidades que o Clio sempre teve e a Renault nunca soube vender bem isso... mas com visual recauchutado.

    Briga boa com o Voyage. Mas melhor que Siena e Prisma disparado.

    ResponderExcluir
  5. Mais de 1 mkgf de torque pra mim é diferença e acredito que seja para qualquer paulistano que está diariamente na "guerra".
    O consumo na gasolina ficou bem ruim, o motor trabalha com taxa de motor a gasolina e não conseguiu um consumo bom nem na gasolina?
    Na real eu não iria nem de 8, nem de 16! vocês viram o novo Clio, acredito que as montadoras logo perceberão que o brasileiro está ficando mais exigente e num futuro bem próximo vão parar de vender sucata pra gente!
    AK, se você pode comprar 4 ou 5 pranchas... imagina quantas madeiras eu posso comprar pro meu carrinho... hehehe
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. O visual não ajuda mas o motor parece bem acertado ainda mais com taxa de compressão tão baixa, um bom trabalho e poder abastecer com E0 melhor ainda, mas realmente falta uma versão automática ou talvez até robotizada, algo do tipo dualogic, pra não ficar até mais gastão. Realmente com o câmbio automatizado ele venderia bem mais.

    ResponderExcluir
  7. Essse carro com o powertrain da Scénic 1.6 16v automática (só a gasolina) e na versão Privilége seria ideal para uso urbano. Já foi oferecida (não sei se ainda é) no México uma versão dessa para o Clio hatch, já que o Sedan lá era vendido como Nissan Platina.

    ResponderExcluir
  8. Arnaldo Keller10/02/10 21:32

    O Bob lembrou bem o fato dele poder usar gasolina pura, e isso explica a baixa taxa de compressão.
    O consumo é mesmo alto para um motor 1600 num sedan relativamente leve, seja no álcool ou na gasolina. Na época dos carburados era melhor que isso e não é possível que com todos os recursos atuais esses números não tenham melhorado uma barbaridade, pois deveriam.

    ResponderExcluir
  9. Considero o Symbol (bem como o antigo Clio sedã), um carro tremendamente injustiçado pelo mercado, achando tanto um quanto outro, as melhores opções entre os pequenos deste segmento, em suas épocas. O Logan (tenho um) não conta, ele não é exatamente "pequeno", principalmente por dentro, he, he! E falando nele (também 1.6 8v), estou estranhando o consumo do Symbol com gasolina, já que sempre faço médias na estrada de 14,5/15,0Km/l com o Logan, que me parece ser menos aerodinâmico que o Symbol, além de um pouco mais pesado.

    ResponderExcluir
  10. O que supreende é essa 5ª marcha curta, 3.800 rpm a 120 Km/h é rotação demais.

    Pra mim não serve. Passo!

    FB

    ResponderExcluir
  11. A.K, edição de hoje(quarta) do caderno de veículos do " Estado de Minas " com página sobre as obras da Ataúde, citação do nome de Bob Sharp, De Simone, foto do teu livro...e entrevista com a Editora.

    Sobre o texto desse Renault, carro que me é tão desejável quanto um Lada 1992, a primeira foto e o último parágrafo provocaram aquela reação imediata de ser um humano declaradamente pecador : inveja...

    ResponderExcluir
  12. Se dispensa ar-condicionado digital, vidros elétricos atrás e rodas de liga leve....então pega logo um Uno Mille...e fica com a conta recheada. Tá faltando entusiasmo...

    ResponderExcluir
  13. Junto com o anonimo que postou logo acima, também estranhei o consumo. Minha mãe tem um sandero com o mesmo motor e é bem economico, mais do que o punto 1.4 do meu padrasto.
    E faltou um rack no teto, se não a prancha tem que ir dentro do carro... ehhehehe

    ResponderExcluir
  14. Racionalmente, parece um bom carro. Não é caro, traz tudo o que o usuário comum exige (sem refinos tecnológicos nem penduricalhos desnecessários) e tem um portamalas de dar gosto. Mas não gostei de dirigi-lo; me pareceu duro demais e não foi somente o câmbio. Ok, talvez tenha sido o carro que peguei, mas era um top de linha Privilége com tudo o que a Renault poderia colocar nele; então, era de se supor que fosse pelo menos um pouco mais macio. Achei a direção hidráulica mais pesada, a suspensão mais dura e o câmbio mais impreciso que os de meu Logan 1.0. Como se não bastasse, considerando que não corro mesmo nem na cidade nem na estrada e prefiro o conforto e o silêncio, as 3.800 rpm não se justificam, já que o Logan 1.0 anda na mesma velocidade a 4.000. Como sou dos que compram carro para mim mesmo e não me preocupo com o que os outros vão pensar, levaria um Logan 1.6 sem pensar. O Symbol não é ruim, mas não me parece tão honesto quanto o Logan.

    ResponderExcluir
  15. Arnaldo Keller11/02/10 09:36

    Anônimo,

    Fico contente que o consumo do seu Logan seja esse, mais baixo do que o Symbol que peguei. Vc tem razão, pois tendo o mesmo motor o Logan deveria gastar mais pelos motivos que disse. É verdade que não andei no modo "econômico", botei o motor pra virar, mas também não barbarizei nem nada. A gasolina era da boa, do posto que sempre abasteço, de confiança.


    Alexei,

    Obrigado por informar a respeito do jornal.
    Sobre a inveja: cara! estando agora em SP eu mesmo estou com inveja de mim. Acho que nasci pra ser vagabundo de praia.

    Marcus,

    Vc tem razão. Não tenho o mínimo de entusiasmo com esses mimos. Considero esses carros normais como um meio de condução e só.

    Fla3D

    De casa, vou a pé pra praia e por ali só ando numa bicicleta véia e enferrujada, que exige vacina contra tétano para pedalar. Mas meus carros têm rack de prancha, sim. Quando o carro não tem o lance é baixar o encosto do banco do passageiro e enfiar a prancha ali. Até uma de 7 pés normalmente cabe. Foi o que fiz no Symbol. Ah! e acabei comprando uma fun-board da Gordon & Smith boa pracacete -- usada, 300 paus.

    Racionauto,

    Eu também compraria um Logan, pelo maior espaço atrás. Mas para guiar preferi o Symbol. E de modo algum achei a direção pesada e a suspensão dura, como foram as suas impressões. Achei-as ótimas, mesmo -- no ponto. É estranho. Se vc tem interesse no carro, melhor andar nele de novo. Agora, veja lá: direção demasiadamente leve não é bom -- a gente perde o road-feeling. E esse, pra mim, foi o único defeito que senti no Corvette Z06, o que me tira parte do gosto de guiar.

    ResponderExcluir
  16. Ele é mais caro que um Logan e pior resolvido... Assim, prefiro um Logan igualmente equipado e sobraria dinheiro para ainda mais pranchas... Ou, no meu caso, ainda mais objetivas!

    ResponderExcluir
  17. Arnaldo, maravilhosa matéria na Tempo, parabéns! Abs. Fred.

    ResponderExcluir
  18. Arnaldo Keller11/02/10 10:29

    Fred,

    Legal que gostou dessa da Tempo da Sky! Obrigado.

    Na próxima sairá a da viagem a Bariloche pra acompanhar a Mil Millas Sport. Essa aí foi só o aperitivo pra abrir o apetite.

    ResponderExcluir
  19. Acho esse caro um pouco perdido de identidade.

    Quer ser mais refinado que o Clio Sedan e o Logan. Mas o que oferece a mais que realmente acrescente valor?

    ResponderExcluir
  20. Não abri comentários para falar desse Renault, dessa marca só amo o Alpine 1600S e o Spyder, mais recente, houve também o R5 Turbo, difícil, mesmo para entusiastas!
    Quero felicitar o Arnaldo Keller pelos seus excelentes Contos Potentes,fizeram-me sonhar e
    acordar excitado, por excesso de adrenalina!
    Muito obrigado, recomendei muito!

    ResponderExcluir
  21. Arnaldo Keller11/02/10 17:58

    Kenzo,

    te entendo, pois não vejo nada que ele tenha que um Logan ou Sandero já não tenha, além do que são mais espaçosos. Só o achei mais gostosinho de guiar, mas mesmo assim eu ficaria com um Sandero, por ele virar uma peruinha e poder carregar tralhas volumosas.

    Du Carmo,

    Fico muito contente que tenha viajado com os contos. Fico mesmo. O objetivo era esse e é muito satisfatório saber que atingi. Obrigado por dizer.

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. AK,
    Você já andou no Clio hatch com motor 1,6 litro 16 válvulas? O que achou? Estou entre um desses (de preferência duas portas, mais bonito) e um Ka XR... O Ka 1 litro vai dar adeus...

    Esses cães têm mesmo desvios de personalidade... Tenho uma Dachshund (“linguiça”), a Megg, que jura ser uma Pit Bull.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  24. Arnaldo Keller11/02/10 18:55

    Marlos,

    bom gosto o seu. Dois bons capetinhas. Já guiei bastante o Clio 1-litro e já guiei sandero 1600 16v, daí que imagino o Clio com um motor desses e imagino coisa muito boa. E 2 portas também.
    Bom, o KA não conheço bem, mas o pessoal daqui diz que é o bicho também.
    O melhor conselho que posso lhe dar é que guie os dois, pois eles são parelhos e as sutilezas é que decidirão. E essas sutilezas vão do gosto de cada um.

    ResponderExcluir
  25. AK,
    Já andei (de carona) num Clio sedã com esse motor 1,6 litro. O acabamento me pareceu melhor que o do Ka, apesar de eu não ligar muito pra isso. Apesar da moça ter guiado de forma "normal", notei que o Clio é mais "macio" que o Ka e, confesso que prefiro a firmeza da suspensão deste que, mesmo na versão Image (1 litro) que possuo, transmite muita confiança, ainda mais quando se acostuma com a traseira que pula um pouco; o XR deve ser ainda melhor em termos de suspensão. Por outro lado, o multivalvulado do Clio tem a vantagem de 20 cv e, se o peso desta versão for mais ou menos semelhante a que você pesou, é equivalente ao peso do Ka...
    Aqui no Rio é um pouco difícil achar um Ka XR de km baixa e em bom estado, tudo isso a um preço bom. Tem um anunciado que vi e está muito bom, ano 2006 com cerca de trinta e poucos mil km, pena custar na casa de 25 mil reais e ser na cor prata.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  26. AK,

    Pura maldade a foto de abertura deste post... rsss!

    Duas coisas que me desagradaram muito no Symbol: quinta marcha demasiadamente curta e consumo voraz para um pequeno 1,6-litro moderno. E eu que achava os cerca de 12 km/l na estrada de meu Focus 1,8-litro somente mediano, por se tratar de motor com 4 válvulas por cilindro...

    ResponderExcluir
  27. Muito boa a matéria Arnaldo, mas sinceramente, não consigo engolir esses desenhos controversos da Renault.. Ainda bem existe concorrência....

    ResponderExcluir
  28. Road Runner, o problema é que esse não é um motor 1.6 moderno, e sim o velho 1.6 da renault que vinha nos primeiros meganes, ele só foi convertido pra flex e ganhou uns cavalos extras, então não da pra esperar muito dele. Não tenho certeza mas acho que o 1.8 16v do escort é mais moderno que esse 1.6 8v da renault.

    ResponderExcluir
  29. Arnaldo Keller12/02/10 09:47

    Marlos,

    quanto a fazer bem curvas, olhe, o Clio é ótimo. Chega a empolgar, pois agarra e avisa bem. E é maciozinho.

    Road Runner

    Na verdade, a 5a é curta pra gente, que de vez em quando anda mais forte, mas pro motorista-alvo do carro parece certo. Tem dessa, sacou?

    Fla3D

    O motor é considerado moderno, sim. O que dizem é que esse motor foi projetado pelo engenheiro de motores da F1, o que projetou os motores da F1 da época em que o Schumacher corria na equipe. E daí a Renault saiu da categoria e esse cara tava chupando o dedo e mandaram ele fazer um motor pra carros de rua. Dizem que eles pediram um 2 litros e ele resolveu com um 1,6 l com 16v. O legal é que o 16v tem um só comando, o que simplifica.

    ResponderExcluir
  30. Coitado do cachorrinho dentro do porta-malas

    ResponderExcluir
  31. HEHHE aeeeeee ARNALDO ! carro de cade o bagageiro pra gente colocar as pranchas e cair na PRAIA.rsrsrrsrs

    abraços

    Fernando Gennaro

    ResponderExcluir
  32. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  33. AK, que motor 16v é esse que tem um comando só???O 1.0 sim,mas o 1.6 não, tem dois, e na hora de trocar a dentada a porca torce o rabo, se não tiver as ferramentas especiais não troca nem a tapa, todas as engrenagens são loucas, sem chavetas, coisa de frances mesmo...se não trocar a polia damper a cada troca das correias o boneco corre o risco do damper se soltar e pedaços de borracha entrar no meio da dentada(é tudo aberto atrás da polia)e pronto,sai do sincronismo e vai tudo puca, já chegou de monte aqui na quitanda...a mulher tem uma Scenic 2.0 16v, não gosto do carro (na verdade não gosto de vans nem suvs)mas tenho que reconhecer que o fdp é bem robusto, o motor empurra muito bem (143cv) e os consumos bem razoáveis (média de 10 na cidade e 12 na estrada), bateu 100.000km exatamente hoje, tá inteira ainda...

    ResponderExcluir
  34. Arnaldo Keller16/02/10 20:19

    Maluhy,

    Então me desculpe, por favor. Vi o motor faz tempão e mal lembrando achei que aquele 16v de um só comando era o 1600.
    Esse 1600 16v é bem animado.

    ResponderExcluir
  35. AK, não se desculpe, quem tem que entender disso sou eu,hahahahaha, mais de 30 anos nisso e ainda aprendendo...esses motores Renault são bons mesmo, eficientes , só são chatinhos de cuidar....

    ResponderExcluir
  36. O motor Renaut, 1.6 8 válvulas é bem mais barulhento do que o de 16 válvulas. O barulho no comando de válvulas é muito maior naquele e de vez em quando, chega a incomodar, como se fosse aquele motor "Kent" do Fiesta 95.

    ResponderExcluir
  37. O 8v não tem tuchos hidraulicos....

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.