FUTEBOL X CARROS

Coisa que volta e meia me pergunto:
- Por que será que a maioria dos que gostam mesmo de carro não dá bola pra futebol?
Então, aproveitando a constatação de que este blog é lido por verdadeiros autoentusiastas, pergunto ao caro leitor:
- Gostas dum futiba?

89 comentários :

  1. Quando estou sem sono, ligo a TV no Sportv (que só passa futebol, depois reclamam da BAND) e o sono vem na hora. Abs

    ResponderExcluir
  2. Por mim poderia não existir ....

    ResponderExcluir
  3. Inteligencia meu caro "UATISSON"!!

    ResponderExcluir
  4. Eu gosto, sou Cruzeiro e vou ao Mineirão eventualmente.

    Mas não sou fanático e não fico acompanhando todos os times do mundo.

    ResponderExcluir
  5. AK,

    Não gosto de futebol. Não mesmo. Gosto da Copa do Mundo por ser uma coisa de guerra entre nações.

    Mas não entendo nada de futebol, meu negócio é outro.

    Sua teoria é muito correta. Quem gosta de futebol compra carro Japonês também, esta aí algo para você explorar.

    Agora, um sujeito normal vai surfar, esquiar, andar de moto e acelerar algo com entusiasmo.

    Esses são meus dois centavos.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  6. eu gosto de futebol, acompanho o futebol brasileiro e vejo alguns jogos europeus...

    mas nem chega perto do meu amor por motores, carros, aviões, motos, qualquer coisa que se mova rápidamente faz meus olhos brilharem.

    ResponderExcluir
  7. Carro é algo muito técnico, sem muitas meias-verdades. ao contrário de futebol...onde raça, sorte e acaso dão o tom.

    Automobilismo é uns 80% técnica e 20% acaso, a meu ver. futebol é 90% mental. A outra metade é física...

    ResponderExcluir
  8. João Gabriel Porto Bernardes26/02/10 20:30

    Geralmente quem gosta de carros são pessoas culturalmente evoluídas,que sabem apreciar o futebol de forma normal como alguns colegas disseram aí acima,apreciam não pelo time,mas sim pela arte,pela técnica acredito eu...não são alienados que querem provar a todo custo seu "culto" ao futebol agredindo os outros,vandalizando,destruindo patrimônio alheio ou até se matando uns aos outros,como se vê muito na tv...eu particularmente não gosto,nunca gostei,mas respeito que gosta e sabe apreciar normalmente...

    ResponderExcluir
  9. Ver, até vejo, mas sem fanatismo.

    Jogando sou um tremendo “perna de pau”, sempre saia briga nas peladas porque “quebrava canelas” dos habilidosos com a bola. Parei para o bem do futebol.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Exemplos de Entusiastas famosos que já trocaram os carros, pelos campos de futebol..

    Carlos Sainz, espanhol bi-campeão mundial de rally, jogou nas categorias de base do Real Madrid ( E já foi cotado para assumir a presidente do clube espanhol)

    Lewis Hamilton, ainda na infância, fez testes nas categorias menores do Arsenal.

    Michael Schumacher: quando garoto, sua ambição mais próxima era tornar-se centro-avante da seleção alemã! Tinha como ídolo máximo no esporte o antigo goleiro da seleção de seu pais Harald Schumacher que foi titular na copa de 1982. E sempre que possível correr atras da redonda! Jogou em um clube Suiço da terceira divisão, e lembro-me que uma vez, jogou no Brasil, uma partida amistosa no maracanã juntamente com outras personalidades..o legal foi ve-lo dando um drible sobre o Júnior ex lateral do flamengo e da seleção! rsrs. Agora Eu, um simples anônimo, apaixonado por carros como Todos os entusiastas aqui presentes, gosta sim de um futébinha. Algum problema nisso hein?!! rsrsrs...

    Valeu amigos!

    ResponderExcluir
  12. Que pergunta...

    Reynaldo

    ResponderExcluir
  13. Nunca assisti a um jogo de futebol até o final.

    Nem em Copa do Mundo.

    Sem mais,
    Fernando Silva

    ResponderExcluir
  14. Eu gosto, quer dizer. Não acompanho direito, volta e meia leio alguma coisa. Acompanho mesmo é minha Alemanha na copa...

    Ate dou uma pesquisada sobre o futebol mais antigo.

    Mas perto do meu amor pelos carros, futebol é como comer uma bala de menta, uma trivialidade fútil...

    ResponderExcluir
  15. nem gosto de futebol...
    sô cruzeiro e assisto de vez enquando os jogos...


    Lukas

    ResponderExcluir
  16. AK,

    Todo Brasileiro comum já nascia alienado( querendo ou não) por Futebol,lembra?

    Meu processo de desalienação futebolística foi +/- assim:

    Futebol começou a parecer enfadonho e repetitivo, isso , depois que parei de jogar, com uns 13 ou 14, após ler uma Status vi que haviam times melhores em campo, joguei todas as Placar no lixo , e meu Motorádinho a pilhas de ouvir jogo caiu dentro dum rio, sobrou o Transglobe de ouvir corridas.

    Mas como o bombardeio de mídia é forte, acabo me mantendo razoavelmente informado,culpa da namorada do Átila Abreu.

    ResponderExcluir
  17. Se eu não morasse no Brasil, eu nem saberia que esporte é esse...

    ResponderExcluir
  18. Eu gosto, torço para o Corinthians e acompanho, na medida do possível, os jogos. Mas não vivo para o futebol e não gasto quase nenhum tempo lendo notícias sobre. Minha navegação na web é predominantemente sobre carros.

    Como assunto não acho que futebol seja um assunto em que valha a pena se aprofundar, prefiro ler, desfrutar e aprender sobre carros, música e outras coisas boas da vida. Futebol é só pra torcer, jogar (não jogo há anos e quando jogava era dos piores) e ter assunto em comum com colegas de trabalho, parentes, etc.

    ResponderExcluir
  19. Por que toda essa ira com futebol? Por que quem gosta de futebol é alienado e sem cultura?

    Eu gosto de futebol, jogo (futsal), assisto, ouço radio, vejo na TV, leio sobre na intrnet. Não vou mais ao Pacaembu pois é esculhambação pagar pra sofrer.

    ResponderExcluir
  20. Ah, eu gosto do futebol. É claro que gosto mais de corridas de automóveis, mas não perco jogos do Corinthians na tv.
    Estádio não dá para ir, virou muito arriscado.

    Abs

    ResponderExcluir
  21. De fato, não gosto nem um pouco de futebol, mas nunca reparei nesse padrão (que, pelos comentários, parece ter um fundo de verdade).

    ResponderExcluir
  22. Não gosto nem um pouco de futebol,acho muito chato e tosco.

    Gosto de Dodge V8!!!

    Abraços

    ResponderExcluir
  23. Arnaldo,
    o MAO, que foi mais rápido que eu, colocou lá o meu comentário típico.
    Então vou falar sério. Quando moleque, gostava e acompanhava meu pai e amigos a estádios. Mas vendo a estupidez da violência, o enorme tempo perdido assistindo na TV, ou mesmo as discussões absurdas, passei a detestar.
    O tempo é precioso demais para se gastar com uma bobagem desse tipo.
    Na última copa do mundo, durante o último jogo do Brasil, montei os para-barros que eu mesmo havia feito, no jipe que eu tinha. Foi muito mais proveitoso.

    ResponderExcluir
  24. Não curto futebol, acho sem graça.
    Gostava somente do MTV Rock Gol e olhe lá.

    ResponderExcluir
  25. Fico sabendo dos resultados do futebol só pra zoar dos amigos. Nem time preferido eu tenho.

    ResponderExcluir
  26. VAMODOIDO
    Concordo com você. No Brasil autoentusiastas, intelectuais, fashionistas, artistas, etc acham "feio" gostar de futebol porque seria supostamente coisa de gente ignorante. Na verdade o Brasil é um país de gente ignorante que, como muitos países europeus (sem tantos ignorantes assim) gosta de futebol e o tem como esporte preferido. Muita gente boa, séria, pacífica, culta e inteligente gosta de futebol também. Alguns jornalistas do esporte são muito mais que comentaristas broncos.

    Faço aqui uma delação, rs. O Felipe Bitu também deve gostar de futebol e deve ser palmeirense, pois em seu canal do youtube tem um vídeo tirando sarro do Corinthians. Ou então ele odeia futebol e acha que nós, corinthianos, personificamos o que de pior existe no universo futebolístico brasileiro. rs

    Complementando minha idéia inicial: Os jogadores europeus têm muito mais educação e cultura que os brasileiros exatamente pela origem e ambiente. No mar de pagodeiros que são os jogadores de futebol existia o Ronaldão do São Paulo que ouvia jazz. Virei fã do cara só por este motivo.

    ResponderExcluir
  27. Passo longe de futebol. Tenho verdadeiro asco quando passo por um restaurante na hora no almoço e pessoas nem piscam, vidradas na porcaria do Globo Esporte.

    Abraço

    Lucas

    ResponderExcluir
  28. Amigo Arnaldo.....td bem!

    HEHE.....fico longe o maximo possivel do futebol...HEHE

    abraços

    Fernando Gennaro

    ResponderExcluir
  29. Futebol?
    Um bando de marmanjos correndo atrás duma porra duma bola???
    Thanks, but no, thanks.

    ResponderExcluir
  30. Não dou a mínima para futebol

    ResponderExcluir
  31. Gosto assim: tenho um time de futebol e assisto também o jogos do Brasil na Copa. Se perderem, perderam, não é nem de longe, o fim do mundo. E poderia entrar no elevador com alguns jogadores titulares do meu time (e de outros times grandes), sem fazer a mínima idéia de quem sejam. Me incomoda muito mais ver certas barbaridades (tipo "socar" no chão) feitas com carros, que ver meu time perder.

    ResponderExcluir
  32. Só em época de Copa do Mundo, e olha lá.

    ResponderExcluir
  33. Desconheço este esporte.

    ResponderExcluir
  34. Futebol, hahahah, melhor é cts cadilac ou 300c chrysler

    ResponderExcluir
  35. André A. R.27/02/10 00:02

    Eu acho algo altamente intelectual um intelectual gostar de futebol. Ter razões realmente embasadas para tal é fruto de extrema profundidade e acuidade mental. Um verdadeiro sacrificio! Coisa de intelectual... Mas para sair um pouco da rotina e se divertir um pouco nada como uns exerciciozinhos de mecânica...

    André

    ResponderExcluir
  36. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  37. @Carlos Scheidecker
    não é bem assim não cara, quem gosta de futebol quer ter uma corvette ou um ferrari, mas só tem dinheiro pra comprar essas coisas que são vendidas aqui. e falar que carro japones é sem alma ou que não presta; bem, é tão ridículo como falar que carro estadunidense só anda em linha reta, e isso é BEM mais sem alma, na minha opnião.
    Edit: quando ao tópico, eu realmente nunca fui muito fã de futebol

    ResponderExcluir
  38. Patrick Lopes27/02/10 01:16

    Gosto de futebol, porém AMO Carros.

    Carros ainda tem prioridade sobre o futebol.

    ResponderExcluir
  39. Nunca gostei de futebol. No colégio, obrigado a jogar num torneio interclasses, passei a odiar futebol.

    Mas tem o lado bom: poder andar de carro nas ruas vazias da cidade sem muita preocupação (e bem depressa, para falar a verdade), dunte a hora e meia de uma partida de copa do mundo.

    ResponderExcluir
  40. Odeio futebol, quando mais novo e obrigado a participar dos jogos na escola, sempre sobrava uma briga por conta das caneladas que dava, ai descobri que meu pé pesado não servia pra chutar canelas e sim pisar no acelerador, nunca mais joguei.

    ResponderExcluir
  41. Não gosto de futebol e o meu carro é japonês.

    ResponderExcluir
  42. Sou Atleticano (Clube Atlético Mineiro, que fique bem claro). Gosto muito de futebol, mas nunca fui de jogar. Não vou muito ao Mineirão e há muitos anos não jogo bola. Acompanho futebol diariamente, da mesma forma que não consigo ficar um dia sequer sem ler notícias automotivas (este blog incluso).
    A não ser que eu seja um ser muito anormal, sou um autoentusiasta desde que eu me entendo por gente.
    Numa boa? É a mesma coisa que questionar quem gosta de carro não dá bola pra mulher.

    ResponderExcluir
  43. Com o devido respeito aos apaixonados,mas... eu O-D-E-I-O fudetbol!

    Pior são quando entrevistam aquelas pobres meninos pobres e ignorantes, deslumbrados com a riqueza, trasnformados e ídolos e "formadores" de opinião... é um shou de "póbremas" prá cá, "nóis vai" prá cá... aí mesmo é que fico desolado pq a juventude vai querer se espelhar neles... casca de ovo pintado de ouro, mas sem conteúdo.

    Bem, respeito a opinião dos demais, e paço que respeitem a minha.

    ResponderExcluir
  44. Detesto futebol, acho muito sem graça um monte de homem correndo atrás de uma bola dentro de um quadrado, nas poucas vezes que "tive" que jogar me senti um completo idiota!

    ResponderExcluir
  45. Luciano Dors27/02/10 08:48

    Eu acompanho meu time, faço algumas piadas com os colorados, tento jogar, normalmente vou para o gol.
    Gosto mais de carros, leio mais sobre carros, tenho muitos amigos que gostam de carros e futebol.
    E damos muita bola para mulheres, como citado pelo Eurico, essa questão é meio sem sentido.

    ResponderExcluir
  46. Não desgosto de todo, mas há coisas que não tolero no futebol. Por exemplo, o Galvão Bueno incitar a rivalidade e "catimba" com os argentinos. Ou o jogador fazer um gol e sair correndo que nem um débil mental, batendo no peito no lado do coração e muitas vezes tirando a camisa. Já pensaram se numa corrida, a cada ultrapassagem, o piloto comemorasse? Ou o cúmulo do cinismo, o jogador dá uma tremenda de uma pregada em outro e levanta os braços, como que dizendo "eu não fiz nada" e achando que o juiz vai pensar, "bem, ele levantou os braços, então não cometeu falta". Aliás, é o comportamento agressivo tanto de jogadores quanto dos jornalistas -- especialmente o do Galvão Bueno -- que está levando as torcidas a um grau inimaginável de violência.

    ResponderExcluir
  47. Como bom autoentusiasta, nutro apenas uma smpatia pela Portuguesa de Desportos e só. Entre assistir futebol e reprise de alguma serie de comédia, fico com o último.

    ResponderExcluir
  48. Gosto de futebol, sou apaixonado pelo Corinthians, a ponto de chorar de alegria quando ganha algum campeonato. Mas gosto muito mais de carros, a ponto de deixar de ver algum jogo do corinthians (se for sem importancia) para mexer no meu carro.

    ResponderExcluir
  49. Quanto ao argumento de "marmanjos correndo atrás de uma bola" parece aqueles discursos de mulher que odeia e não entende de futebol (grupo que está diminuindo, diga-se). Qualquer esporte, falando-se dessa maneira, pareceria ridículo. Ou vocês não gostam de nenhum esporte? Não praticam nenhum? Entusiasta tem que ser sedentário também?

    Fórmula 1 é um bando de playboy dando volta em um pedaço de asfalto?

    Ir ao cinema é ficar sentado por 2 horas olhando para uma tela gigante?

    Menos gente, menos. Não gostar ou odiar é direito de cada um, não precisa nem de argumentos. Só não dá pra entender esse tipo de argumento.

    A violência da torcida é reflexo de um banditismo latente que predomina numa camada da sociedade, maior do que seria aceitável. Existe muita gente no Brasil disposta a quebrar as regras, muita gente frustrada, sem educação, só esperando um estopim ou uma oportunidade para agir.

    Os jogadores de futebol nem são tão violentos, em geral. Já assistiram a um jogo de hóquei? Dá impressão que a violência faz parte das regras. Até as mulheres estavam trocando socos nas Olimpíadas de Inverno.

    ResponderExcluir
  50. "MOTORSPORTS! Because soccer, basket, tenis, golf, footbal, bowling... Requires just ONE BALL!"

    e

    "The difference between mens and boys is the size of their toys."

    Desde que me entendo por gente nunca gostei de jogos com bolas. Nunca fui hábil com elas.

    Sei lá. Creio que está no sangue.

    E desde que me entendo por gente, curto carros.

    Não tenho nada contra futebol.

    Muito menos a favor.

    ResponderExcluir
  51. Achava que era um ET por não ser louco por futebol como a maioria é moldada para ser desde pequeno, mas é bom saber que não estou sozinho. Oldparts.

    ResponderExcluir
  52. Nem gosto. Tenho meu time (São Paulo)mas nem acompanho.

    ResponderExcluir
  53. Chiavaloni, tu falaste tudo.

    E farei um comentário que EU SEI que será visto como invejoso.
    No Brasil, a maioria desses jogadores famosos ganham uma fortuna e muitas vezes mal sabem escrever o próprio nome, isso é ridículo. Pra mim, uma prova de que futebol não necessita de muito cérebro.

    ResponderExcluir
  54. Arnaldo,

    faço parte da minoria (pelo visto) dos entusiastas e gosto de futebol, embora não seja doente pelo esporte. e gosto de vários esportes esquisitos também... acreditam que ontem fiquei assistindo à final do curling, nas Olimpíadas de Inverno, como se fosse o esporte nacional daqui? hahahahaha...

    ResponderExcluir
  55. De assistir, eu gosto apenas do futebol de salão, pois acho bem dinâmico e interessante. Futebol de campo me dá sono, exceto se for um jogo de futebol feminino entre a seleção da suécia contra um combinado de jogadoras do leste europeu, aí eu assisto vidrado!!! hehehehehehe

    Gosto de jogar futebol society e de salão de vez em qdo, apesar de ser bem ruim.

    Acho que essa coisa de "gosto de carro não gosto de futebol" uma tremenda babaquice!!! É tão absurdo qto um ianque que gosta de carros e automobilismo fosse obrigado a odiar baseball, futebol americano e basquete.

    Uma coisa não tem nada a ver com a outra, e o cara gostar de carro não é impeditivo pra ele deixar de gostar de futebol ou de outros esportes.

    Agora, o Bob Sharp colocou de maneira brilhante sobre o que a gente é obrigado a ver em TV aberta. O culto ao ódio pelo adversário capitaneado pelo sr. "Gavião Bom" misturado a um bando de idiotas sem o mínimo de instrução e educação (tanto em casa qto em escolas) saem por aí fazendo baderna, depredando tudo que encontram e se matando como uma horda de hunos.

    ResponderExcluir
  56. Falar que "são 22 marmanjos correndo atrás de um bola" é do mesmo nível de dizer que "carro é tudo igual, só serve pra te levar de um lugar pro outro" e "pra que 400cv se ta cheio de radar por aí?"

    André A. R.
    Não digo que gostar de futebol é sinônimo de ser intelectual, só que é possível gostar de esporte sem ser imbecil. E do mesmo jeito que o MAO fez o post sobre gostar de carros, não precisa ter razões solidamente embasadas. É só deixar de ver as entrevistas Dos Jardéis, Mirandinhas e Vicentes Mateus da vida.

    Como o Bob disse, tem muito formador de opinião falando bobagem, mas cabe a cada um filtrar o que serve ou não para si.

    ResponderExcluir
  57. VAMODOIDO, comparação perfeita.

    Carlos Eduardo, também concordo que certas coisas não são antagônicas. Eu posso ouvir Miles Davis e Technasia, posso gostar de gastronomia e de aeromodelismo, posso ler filosofia e lutar karatê.

    Pode até ser que a maioria aos autoentusiastas (no Brasil?) não goste de futebol, mas vários pilotos de Fórmula 1 gostam, torcem (Barrichello é corinthiano e vai ao estádio quando dá), fazem analogia com futebol nas entrevistas.

    ResponderExcluir
  58. Ah se a bola tivesse motor!

    ResponderExcluir
  59. Leandro Silveira27/02/10 16:11

    como espectador d esporte prefiro mil vezes ver futebol q corrida(qq uma, wrcainda acompanho alguns lances)....

    ñ jogo futebol desde o colegial (nunca fui realmente bom), mas, se tivesse condições financeiras, com ctza competiria em alguma categoria amadora d automobilismo, se fico um dia sem sair d carro, já sinto falta. ñ fico um dia sem ver algo sobre carros na net e quase tds os dias vejo notícias do meu São Paulo, sou torcedor, mas ñ sou fanático, se o time perde fico mto puto, se ganha fico mto feliz, mas nd q me 'altere' por mais d 1 ou 2 h....

    mas, copa do mundo é uma droga, ODEIO a seleção brasileira...torço pro Brasil nas eleições e ñ na copa do mundo...

    ResponderExcluir
  60. Gosto... só que nem acompanho mais ultimamente... acompanho quando o cruzeirão está indo bem.

    ResponderExcluir
  61. Clésio Luiz27/02/10 17:15

    Gosto de "ambos os dois" :-)

    ResponderExcluir
  62. Acredito que é fácil perceber que uma pessoa é apaixonada por algo quando a mesma fala sobre "este algo", o brilho nos olhos e talz...
    Quando falo sobre carros com pessoas que são indiferentes sobre o assunto, às vezes percebo uma reação do tipo "é melhor não incentivá-lo" e eu abrevio a conversa. E também... quando falo com pessoas que gostam de carros, a conversa parece que nunca irá acabar e é notável que nenhuma das partes se cansa, podemos falar o dia todo sobre o assunto. Ou seja, sou apaixonado por carros "desde que eu me conheço por gente", parece algo no DNA.
    Porém eu gosto bastante de esportes em geral e concordo totalmente com o post do anônimo... "Quanto ao argumento de "marmanjos ..."
    Curto futebol, fui algumas vezes ao Morumbi e como um bom São Paulino, torço pra valer pelo São Paulo, quando o mesmo está na Libertadores. Tenho amigos CUrinthianos, mas não suporto o fanatismo corinthiano e só me vejo exaltado falando sobre futebol, quando sou incitado pelos CUrinthianos, principalmente os da minha família.

    Chiavaloni, you need to have the guts to play football!

    Joguei basquete (4 anos), lutei Jiu-jitsu (4 anos) e "ando" de skate desde 86 e posso dizer... são esportes diferentes, mas pratico ou pratiquei todos com paixão movida a adrenalina. Esporte é algo necessário na minha vida, é qualidade de vida, posso dizer que a adrenalina é indispensável para o meu equilíbrio emocional.

    Bob, odiar é uma palavra forte, mas eu não simplesmente desgosto do Galvão e principalmente do Cléber Machado. É dose aguentar a Rede Globo! Prefiro assistir jogo em outro canal.

    Luciano, com o futebol que a Portuguesa vem apresentando, vale a pena acompanhar, heim! Inclusive atropelou o tricolor na 1ª rodada.

    Joel, é justamente esta característica que eu admiro em esportes como o futebol e o skate (1º e 2º esportes mais praticados no Brasil) colocam em nível de igualdade pessoas de diferentes faixas etárias, grau de instrução e classe social. E isto é de uma riqueza! Esta interação propicia uma grande troca de experiências e isto facilita à pessoa enxergar a vida por outros ângulos. É sério!

    Palandi, eu também assisti o Curling... kkkk... mas ainda prefiro o sky, o luge e o bobsled. Mas o meu preferido foi o Snowboard! Onde o skatista Shaun White "avacalhou" com os adversários.

    Para finalizar o "pequeno comentário"... sou obrigado a falar que apesar de ter praticado vários esportes, o meu sonho sempre foi ser piloto, mas este sonho fica muito distante devido ao custo deste esporte. Então continuo fazendo os "carvings" da pista de skate de SBC a cada dia com mais velocidade.

    ResponderExcluir
  63. Leandro... acho que nossos perfis são semelhantes, mas eu fico mais tempo puto com o SPFC, aliás tô puto até agora com o jogo de quinta.

    ResponderExcluir
  64. Fabio

    Skate é algo que eu queria arriscar. Tem que ser MACHO e ter destreza pra voar naquelas rampas.

    ResponderExcluir
  65. Assisto copa do mundo, e olhe lá...

    Jorge M.

    ResponderExcluir
  66. Joel, não sei sua idade... dependendo da idade... pra começar pode ser complicado viu... se vc já fez algum esporte de prancha já é um baita plus... caso decida começar, equipamento completo, não economize na compra do skate! e divirta-se! hoje mesmo eu fiz uma sessão de 4 horas em SBC, onde temos uma pista pública incrível, referência internacional.
    Abraços

    ResponderExcluir
  67. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  68. Gosto muito de futebol. Joguei, jogo, mas quero me divertir. Nada de encrencas ou mesmo gastar dinheiro com camisa e tal. Sou fã de carteirinha do esporte mas não sou trouxa...

    ResponderExcluir
  69. Arnaldo Keller28/02/10 11:11

    Amigos autoentusiastas, ontem não pude acessar a internet e hoje me espantei ao ver 71 comentários sobre a pergunta que fiz.
    Uau!
    O que acontece é que até gosto de jogar bola - para desgosto dos meus colegas de time, porque sou um perna de pau. Mas não acompanho campeonatos nem leio nicas a respeito, e isso às vezes me incomoda porque em certas ocasiões não tenho assunto. Um monte de caras papeando animados sobre futebol e eu totalmente de fora.
    Há tanto o que ler sobre futebol nos jornais, tanto assunto, tanta notícia nas rádios e TVs, quando para mim é assunto pra pular. Portanto, bem que invejo os que gostam, porque tudo isso lhes agrada.
    Fico imaginando se em tudo quanto é bar, rua, reuniões informais, falassem o mesmo tanto sobre carros, corridas, etc - isso facilitaria o meu entrosamento com um monte de gente legal.
    Já quando é Copa do Mundo eu me transformo e viro o maior técnico do mundo e aí manjo pracacete. Dou opiniào, sei tudo, conheço todos os jogadores, ordeno que tirem um e botem outro, etc, tenho táticas incríveis e jamais pensadas e torço pra burro.
    Não creio que haja conflito entre os assuntos. Nada a ver o papo de que gostar de um impede que se goste de outro. É só um acaso que venho constatando, e a "pesagem" dos comentários corroborou a minha constatação: a maioria dos que se ligam bastante em carros não liga muito pra futebol.
    Talvez seja porque o automobilismo é um esporte individual e o futebol, coletivo. Tudo bem, tem a equipe de corrida, etc, mas na hora do vamos ver, de estar na pista mandando a bota a coisa seja tão individual quanto uma luta de boxe. Um parente, boxeur, me disse que não há maior solidão do que na hora em que o camarada está lá no ringue, e acho que a verdadeira curtição com um carro, a boa mesmo, é só vc e o carro e mais ninguém.

    ResponderExcluir
  70. Arnaldo, minha percepção é outra sobre lutas em geral, sei lá, é um momento em que não se deve pensar nos outros, sendo assim não é o momento para pensar em solidão, só se pode pensar no objetivo, derrubar (finalizar, "knockoutear", "botar pra baixo", etc.) seu adversário.
    Veja o que aconteceu com o Tyson e seus problemas externos à luta.
    E pilotar não é diferente, a mente deve estar voltada exclusivamente para a corrida.
    Tanto para correr como para lutar, é o seu (meu, dele) momento, onde a concentração é importantíssima.
    Nesta "solidão" é quando nós conhecemos quem realmente somos, o quão forte, no sentido mais amplo da palavra.

    ResponderExcluir
  71. Arnaldo Keller28/02/10 19:02

    Fabio,

    O que esse meu tio disse (ele foi campeão paulista amador e saiu invicto em 28 lutas, anos 50) é que a solidão é saber que ali ninguém vai te ajudar. O oponente é tão forte quanto vc e nada diz que vc não pode ser estraçalhado pelo outro, e só te tiram dali depois que vc tiver passado da última. Essa é a sensação de solidão, no meio daquele monte de gente.
    Disse que o nervosismo começa no dia em que a luta é marcada. Ali já começa a dar caganeira. Mas o lance é enfrentar esse medo e tocar em frente.
    Já treinei boxe e é fogo. A porrada que vc toma é sempre uma surpresa, porque se vc visse que ela vinha vindo vc esquivava.

    ResponderExcluir
  72. Belo cartel o do seu tio, realmente! Mas acredito que o combustível do lutador é enfrentar este medo.
    O tesão da luta, mais que em qualquer outro esporte, é não saber como a luta vai acabar. Mas se o lutador não acreditar em si mesmo, ele já entra derrotado na luta.
    Adoro assistir as lutas do Anderson Silva, este fenômeno do MMA faz a autoconfiança do imponente ir a zero.
    Quanto à minha experiência com lutas, eu treinei jiu-jitsu por quatro anos e participei de algumas competições, entre elas campeonato paulista e carioca.
    Posso te dizer que momentos antes de começar uma luta, eu mal conseguia ouvir meus amigos da academia, aliás eles mais atrapalhavam do que ajudavam, todos querem ajudar, mas é um momento de concentração, a preparação para a luta é feita na academia. Quando o lutador já está no ringue ou no tatame, ele absorve pouca informação que os demais tentam passar.

    ResponderExcluir
  73. Mister Fórmula Finesse01/03/10 08:22

    Acho futebol muito chato, muito monótono mesmo! Como a maioria das corridas de F1...

    ResponderExcluir
  74. Fábio Lins01/03/10 09:49

    Como a maioria dos auto entusiastas, não curto futebol e nunca curti e até abomino o esporte. Talvez pelo fato de desde pequeno, sem saber ler e escrever, já sabia o nome de cada carro q passava pela rua e nascer uma paixão por automóveis q até hoje não compreendo com surgiu, e meu sonho desde pequeno era ser piloto. Meu pai não influenciou muito o futebol apesar de ele amar o esporte a ponto de quase se tornar jogador profissional.
    Como disse o Arnaldo Keller, as vezes gostaria de ter um mínimo de interesse sobre futebol só pra ter assunto com amigos e colegas. "Torço" para o corinthians por influência da minha mãe, pois meu pai é são paulino, e só sei o nome de dois jogadores do "meu time do coração", Ronaldo e Roberto Carlos e nunca acompanho os jogos, minha sogra até deu uma camisa do corinthians pra mim de aniversário e só pra vcs terem uma idéia eu nunca tirei a camisa da embalagem, do jeito q veio coloquei no armário e lá ficou. Nunca fui ao estádio e não tenho o mínimo interesse em ir, sou péssimo com a bola nos pés (na época do colégio sempre era um dos últimos a ser escolhido e sempre ia pro gol), amo meu carro e odeio ficar sem ele qd tem q fazer uma manutenção e ficar na oficina por um dia, e ter q dirigir o carro da minha esposa q é um carro totalmente racional sem emoção nenhuma, como alguns comentaram acima, amo carros mas não sou sedentário sempre vou a academia e de domingo vou correr no parque.
    Não questiono ou critico quem é louco por futebol, pois é compreensível a paixão q alguns tem pelo time e pelo esporte pois sou assim com carros, e percebo q quem é louco por futebol também é difícil de compreender a paixão q nós sentimos por carros.
    Sinto falta de conhecer pessoas q gostam tanto de carros como eu, tenho apenas um amigo q gosta de carros mas ainda assim não é tanto quanto eu. Como disse meu xará Fábio, qd vc começa a conversar sobre carros com a pessoa q não curte ou não entende ela fica quieta pq se perguntar muito vc vai falar o dia inteiro sobre aquele assunto. As vezes converso, ou melhor um monólogo, com minha esposa e ela fica me escultando e as vezes até se interessa mas como a maioria, não consegue entender a paixão por carros q tenho e as vezes questiona se meu amor por ela é maior ou menor q por essas máquinas. Talvez por esse motivo eu fico boa parte do meu tempo livre na internet vendo peças importadas de performance pro meu carro, participando de foruns, lendo o blog AUTOentusiastas, e um dos meus hobbys também é "pilotar" pelo videogame, no caso o gran turismo 5 prologue, com um volante q comprei pra matar as lombrigas da vontade de pilotar, já q na rua não dá pra fazer nada, e nem deve. Gosto muito de andar de kart, mas como disse momentos atrás, não tenho amigos o suficiente que gostem de carro pra gastar uma grana pra andar de kart e sempre fico na vontade, ou vou sozinho e entro na corrida dos outros q sempre olham de cara feia por vc ser um intruso.
    Desculpem o texto grande mas voltando ao tópico acredito e, visto pelos comentários, a maioria q gosta muito de carros ou abomina o futebol de qualquer jeito ou até gosta mas a paixão por carros é mais forte.

    ResponderExcluir
  75. Arnaldo, eu não gosto de Futebol, mas gosto de jogar bola! Estranho, mas é isso mesmo. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  76. Fábio Lins01/03/10 10:12

    Só pra ilustrar minha paixão, tenho uma tatuagem na parte de dentro do meu braço com uma vela de carro pegando fogo e o logo de uma montadora (bem discreto e todos q vêem minha tatuagem não percebem o simbolo, só quando falo) que sou grande fã e já tenho o desenho pra fechar uma parte do meu braço com temas relacionados a carros e até de um determinado país onde, na minha opinião, são fabricados os melhores carros.
    Abraços a todos!!

    ResponderExcluir
  77. Vai Fabião... conta pra gente qual montadora é... bom, se você quiser né... Abraços

    ResponderExcluir
  78. Marcelo R.01/03/10 13:34

    Eu não gosto de futebol, desde o momento em que vi um torcedor ser morto por outro, com um mastro de bandeira, em uma das inúmeras brigas que saem nos confrontos entre torcidas rivais... Mas, eu acredito que o problema não seja o futebol em si e sim a importância exagerada que a maioria dos brasileiros dá a ele. Acredito que se aqui ocorresse um terremoto, com os do Chile e do Haiti, teria mais gente preocupada com o comprometimento da realização do Brasileirão e da Copa do Mundo, do que com as consequências do terremoto e o estado das possíveis vítimas...

    ResponderExcluir
  79. Fábio Lins01/03/10 23:11

    Fábio, a montadora que está no meu braço é da vw, uma marca muito popular e que nos EUA e Europa tem uma cultura interessante tanto vw quanto audi. Mas como disse, sou louco por carros alemães em geral mas isso não quer dizer q eu não goste ou abomine carros de outras marcas e nacionalidades, com exceção dos coreanos e franceses, gosto de alguns japoneses (sou louco pelo impreza wrx sti e lancer evolution) e americanos (nesse caso gosto dos antigos e verdadeiros american muscles). Não preciso nem dizer q meu carro é um vw né?! Aliás, desde meu primeiro carro até hoje só tive carros vw/audi e hoje sou um feliz proprietário de um golf gti 2006 manual q não troco por nenhum carro nacional zero!
    Abraços

    ResponderExcluir
  80. VW? Com Mercedes, Porsche e BMW como escolha? O Golf é um carro mediano. Bonzinho para o que promete. Eu já possuí um R32 aqui. Mas nem de longe é um CARRO propriamente dito.

    Se você tivesse o prazer de possuir um série 5, um M qualquer ou pilotar um Gemballa, como fiz uns tempos atrás com o carro de um amigão ou mesmo um AMG qualquer, você perceberia que teu tesão pela VW não seria lá essas coisas. Você começa a perceber que eles são simplesmente carros do povo mesmo. Sem nenhum, ou pouquíssimo, daquele feeling que um automóvel de pedigree possui.

    Me perdoe o comentário, que até não soa muito bem. Não é esta minha intensão. Não mesmo! Mas nestes meus três anos entre Itália, UK, Alemanha, Polônia, Suécia, Holanda, Dinamarca e França, fizeram eu entender o por quê algumas pessoas afirmam que o Collor AINDA tem razão.

    Nós brasileiros só andamos de carroça aí. Por mais Omega que seja, não se esqueça que o Holden Comodore V6 é o mais simples e barato Comodore que os cangurus compram.

    ResponderExcluir
  81. Fabião,

    Eu tb sou VW de coração! hehehe
    Tb pago um pau pro Impreza! (talvez seja o meu próximo carro)
    E muscle cars, no meu caso minha paixão é o Challenger.
    E eu tenho um Polo, que eu adoro também.

    Abraços

    ResponderExcluir
  82. Anônimo,
    Eu concordo com vc em quase 100%, pois nós aqui no Brasil, temos que ser felizes com o que está ao nosso alcance.
    No carnaval, eu fui para o litoral norte de São Paulo e percebi que eu me diverti bastante guiando meu Polinho.
    O Fábio Lins tem uma boa visão sobre carros sim, tendo em vista o carro que possue, que apesar de defasado em relação ao mercado europeu, é um ótimo carro e proporciona muito prazer ao dirigir. Aliás, lembra da alemã Dahlbach? fez projetos memoráveis com base no Golf e no Polo. (respectivamente 900 e 1000 cvs "domados").
    Quanto a ter dirigido grandes carros eu também já guiei, não é por isso que eu vou dar um chute na porta do meu carro diariamente!

    ResponderExcluir
  83. Voltando ao assunto "Futebol x Carros", o que vocês acharam do Corinthians ter se enfiado na Stock?
    Eu achei ridículo! Aliás eu acho ridículo tudo que vem deste time! Talvez eu tenha mais ódio do Corinthians do que paixão pelo meu time.
    Esta Libertadores mesmo, o foco é ver Corinthians perder, não ver o meu time ganhar, até porque eu não estou botando muita fé no meu time este ano.

    ResponderExcluir
  84. Fábio Lins03/03/10 23:07

    Fábio, também já possuí um polo 1.6 em 2003 e adorei o carro. O cambio desse carro é uma delícia e gostaria de ter um na minha garagem junto com o golf.

    Anonimo, também concordo com você que existe muitos carros bem melhores que vw, como o próprio nome diz é o carro do povo! E se morasse em qualquer país da Europa ou EUA não estaria andando de golf e sim com uma M3 2003 ou algo do gênero. Mas aqui no Brasil esse é o carro q meu dinheiro pode comprar e como disse, poderia muito bem comprar um carro zero até um pouco mais caro do que vale meu carro, mas entre os nacionais e coreanos da vida prefiro 10000x o meu usadinho!! Tem uma ótima tecnologia embarcada, segurança passiva e ativa que muitos carros zero na faixa de preço dele não tem, e o mais importante, o prazer q ele me da ao dirigir garanto q poucos carros na faixa de preço dele dão. Agora querer comparar golf com as Meca AMG, Bimmer M e até com Audi S ou RS é sacanagem, isso sem falar no Gembala q vc comentou também!!!
    Gosto da vw pela história da marca, pelos carros q fizeram história, como beetle e golf, e pela cultura vw/audi q tem na Europa e EUA.
    Abraços

    ResponderExcluir
  85. Tbm não curto futebol não, e já reparei na mesma coisa.a maioria que gosta de carro nao gosta de futebol...

    ResponderExcluir
  86. eu gosto de futebol e carros!!!!!

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.