CANADA 2010 - MERCEDES-BENZ E AFINS

Mercedes-Benz é uma marca que, para mim, sempre remeteu a luxo, não tinha necessariamente uma veia entusiástica, mas durava pra sempre, era over-engineered. Depois foi se tornando menos careta com tantas versões AMG e superesportivos lançados em sequência. Mas ainda são os táxis preferidos em inúmeras cidades do mundo (invariavelmente diesel, mas a popularidade entre os motoristas de praça demonstra robustez).
Brincando um pouco com a marca, esse Maybach com pintura especial (deve ser "cab edition" ou algo assim), me remeteu à última parte, quando deveria remeter à primeira. Nunca entendi essa empreitada tanto da Mercedes quando da VW com seu Phaeton, que só queimaram dinheiro bom das duas empresas. Mas segue a foto:
Vai uma corrida aí, moço?
Voltemos à parte da Mercedes que interessa aos entusiastas. Estavam lá os sedãs grandes, tetos de vidro e conversíveis de cinco lugares, mas as letras mágicas AMG é que cativam.
Letras e números que não saem da cabeça...
Estranhei que o superesportivo SLR McLaren ainda dá as caras, mesmo agora que sabemos da empreitada solo da McLaren com seu carro próprio. O mesmo podemos dizer da divisão AMG, que apresentou a novidade SLS AMG, evidente sucessor desse carro abaixo. OK, era a versão especial 722S, mas me pareceu fora do tempo. Ainda assim, foi muito bom ver uma de perto.
Nessa mesma linha de carros menos caretas, a Mercedes tem muita coisa para mostrar. Apesar de eu achar que a linha AMG está ficando um pouco empetecada demais. Muitas entradas e saídas de ar, barbatanas, enfim, detalhes demais. Mas o fantástico som do V-8 6,3 compensa quaisquer desses excessos.
O destaque, como não poderia deixar de ser, era o mais novo superesportivo da marca, o SLS AMG. Quando vi os últimos desenhos, fotos e até vídeo (como a brincadeira de computação gráfica do Schumacher fazendo um tonneau completo dentro de um túnel), confesso que torci o nariz. O carro não me pareceu belo nem marcante. Ao vivo, mudei de opinião. Não é um carro grande como o SLR, é mais proporcional, elegante, discreto até, se visto de trás. Pelas imagens recentemente divulgadas do sucessor do CLS, essa será a cara da Mercedes por muitos anos. O SLS remete ao carro homenageado, que usou asas de gaivota como solução técnica sem saber que, décadas depois, portas de abertura não tradicional virariam fetiche de fabricantes de supercarros (e consumidores do segmento tuning).
Mercedes parece que pede pra ser em prata, como os famosos carros de competição apelidados de Silver Arrows (flechas de prata) do passado. Mas o vermelho ficou muito bom, também:



Não gastei bytes com fotos de SUVs de qualquer tamanho, mas eles estavam lá, o mercado exige. Como comentei no começo, é uma cobertura amadora, só tirei foto do que achei interessante...
Abraços,
MM

15 comentários :

  1. Agora sim fiquei contente com as fotos....

    German Enginerring.

    Vi outro dia em uma concessionária Mercedes um book alemão da SLS,material exclusivo da Mercedes...coisa mais linda do mundo com fotos de todos os detalhes,inclusive junto com uma Gullwing 1955....chega a arrepiar!!!

    Fica a dica...

    ResponderExcluir
  2. As fotos ficaram muito boas, não senti falta alguma dos insossos SUVs.

    ResponderExcluir
  3. Mister Fórmula Finesse24/02/10 11:27

    O SLS prata realmente parece mais coerente que o vermelho, menos pavão e algo mais sério como o carro que foi inspiração, adorei essa foto!

    ResponderExcluir
  4. Concordo com o Road e com o Finesse!
    Valeu Marco, ótimas fotos!
    Depois que andei numa CLC... (carro de entrada da Dna. Mercedes, estou certo?) fiquei deslumbrado pela marca. Acho que se eu tivesse dinheiro pra tanto, eu me deleitaria com uma Meca!

    ResponderExcluir
  5. SLS é meu número, serve perfeitamente, só falta a verba.

    ResponderExcluir
  6. Sem falsa modéstia... eu já estaria em ecstasy com uma CLC... hehehe...
    Natureza humana né... até parar uma SLS do teu lado no semáforo...

    ResponderExcluir
  7. Bera Silva24/02/10 13:42

    Concordo com os comentários sobre o SLS prata, só faltou um branco (lembraria o SSK). A grade do Maybach está feia, parece chinês.

    ResponderExcluir
  8. sempre fui um apaixonado pela BMW e defendia a marca contra Mercedes-Benz e Audi. sempre.

    não sei exatamente o que houve, mas no final do ano passado a coisa mudou... e hoje acho a Mercedes única, imbatível. claro que adoraria ter um Audi ou um BMW e que são grandes carros, mas alguma coisa me fez ver estrelas...

    ResponderExcluir
  9. O SLS ficou muito bacana, ainda que aquela traseira tenha um quê de carro japonês. Se alguém colocasse ali um emblema de Lexus ou Infiniti, não me pareceria estranho.

    Agora, aquele Maybach é o auge da cafonice. Fará muito sucesso entre os cafetões endinheirados da Côte d'Azur.

    ResponderExcluir
  10. Sou fascinado pelo SLS. Me remete diretamente ao 300 SLR Uhlenhaut Coupé.

    Nunca curti o SLR, é um capô ambulante.

    ResponderExcluir
  11. kkkk... verdade Paulo... fizeram o carro no Pimp My Ride?

    ResponderExcluir
  12. Eduardo,

    dê nova chance à fábrica da Bavária... Mercedes sem as 3 letrinhas no final não chegam perto da marca das 3 letras! Nem precisa deste ///M aí ao lado!

    :o)

    MM

    ResponderExcluir
  13. Marco,

    talvez a minha mudança de preferência tenha a ver com a velhice chegando... mas pode deixar que dou à BMW quantas chances ela precisar :)

    ResponderExcluir
  14. lindas imagens !!

    abraço

    Fernando Gennaro

    ResponderExcluir
  15. O SLS é interessante, apesar de eu preferir o SLR... Uma pena que em grande parte das fotos que vemos por aí o carro "posa" de "asas" abertas, prejudicando a visualização do desenho como um todo, como se as portas que abrem para cima fossem mais importantes.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.