DIA MUNDIAL SEM AUTOMÓVEL

Vindo para o trabalho escutei tanta babaquice a respeito do dia mundial sem carro que resolvi refletir.

O ser humano adora encontrar vilões e tentar liquidá-los. Isso vem desde a época medieval, e retratado em diversas lendas e contos. É como se houvesse uma necessidade de depositar seus temores internos em algo externo, que pode ser eliminado. Principalmente se essa representação do mal for de fácil assimilação da massa.

Nós utilizamos carros por uma série de razões. Acho que uma das principais é o fato do automóvel, na grande maioria dos deslocamentos, ser o jeito mais rápido e mais cômodo de ir de um ponto a outro.

Também podemos nos isolar do mundo exterior, ou ficar no nosso mundo, evitando o contato com inconvenientes e desconhecidos.

Podemos pensar na vida sem ser interrompidos, escutar música no volume que quisermos, falar sozinho e fazer muitas outras coisas enquanto estamos no nosso casulo particular.

Além disso, usamos o automóvel como instrumento para expressar nossa personalidade e nos posicionarmos socialmente. Ainda serve para namorar, para amar e fazer filhos.

Fora isso, o ato de dirigir, acelerar, passar as marchas, fazer curvas, dominar a máquina também proporciona prazer e alguma sensação de liberdade. Podemos viajar sozinhos, com amigos ou com família, aproveitando o tempo de deslocamento para conversar sobre assunto que a correria do dia a dia não nos deixa.

Ainda não inventaram nenhum aparelho ou máquina tão multiuso e tão extraordinária.

Mas na falta de um vilão real, escolheram justo o automóvel.

Para mim faria muito mais sentido o dia mundial sem pessoas. Pois o automóvel é apenas um objeto. O responsável por todo esse caos é o próprio homem.

15 comentários :

  1. Rodrigo Laranjo22/09/09 09:48

    O pior não é isso. Me assusta esse negócio de que o "carro elétrico" é o futuro. O povo esquece que aqui no Brasil a energia elétrica é basicamente hidrelétrica. No resto do mundo é em grande parte proveniente da queima do carvão!!!

    Só estamos empurrando o problema pra debaixo do tapete. Ou para longe dos nossos olhos.

    ResponderExcluir
  2. Rodrigo, é verdade.
    Porém, é muito mais facil fiscalizar o governo e exigir que ele adote soluções limpas para a produção de energia do que fiscalizar 1 bilhão de automóveis.

    ResponderExcluir
  3. Rodrigo Laranjo22/09/09 11:28

    Nisso eu concordo com você, Caio "carro de rico querendo aparecer".

    :D

    ResponderExcluir
  4. Acho que quando o povo fala em dia mundial sem carros, quer dizer "dia mundial sem trânsito".

    O sujeito que inventou isso deve ser um entusiasta e queria um dia para ser o único a sair pelas ruas com seu carro. rs..

    ResponderExcluir
  5. Carlos Galto22/09/09 11:42

    Vim de carro. E sozinho no carro!!
    Chego no trabalho e escuto no rádio que o meu prefeito foi para o palácio do governo de bicicleta... Da Vista Chinesa para o Palácio Guanabara. Uma área de mata atlântica extremamente prazeirosa para "bicicletar". E uma descida eterna, quero ver ele voltar pra casa, na única subida ele trocou com um acessor por uma bike elétrica... VAI PRO INFERNO!!!
    Quero ver ele fazer isso no meu trajeto. Moro no Méier e trabalho em Botafogo. Se vier de bike sou atropelado umas 15 vezes. Se pegar um ônibus, levo 1h 30min e chego mais amassado que uma panqueca. Se pegar um metrô E CONSEGUIR EMBARCAR, chego amassado do mesmo jeito.
    Sem um transporte público com a mínima qualidade para a população e sem ciclovias seguras, que por&*#$ de dia sem carro é esse???
    Posso ficar em casa, não ir trabalhar??????
    Não me venham com hipocrisia!!!! Saí com o meu poluente carro ano 2003 e vim trabalhar sozinho sim!!! Manda me multar!!!

    ResponderExcluir
  6. Carlos, eu pensei em abordar esses pontos também. Mas preferi ser mais conciso!

    ResponderExcluir
  7. Anderso, muito bom seu ponto. Otimista também. Tudo sempre tem um lado bom.

    ResponderExcluir
  8. Por sorte acordei tarde, nem escutei essas besteiradas todas da imprensa. Hoje em Santos está chovendo, mas milhares de pessoas estão usando bicicletas. Seria por causa da data? Não! São trabalhadores que vêm de Guarujá, São Vicente, Praia Grande, enfim da Baixada Santista. Que usam ciclovias (milhões de reais gastos pelas prefeituras) para economizarem o pouco salário que têm. Enfrentam trânsito, enfrentam o clima, enfrentam pedestres, enfrentam outras bicicletas. Nota: Infelizmente 99% dos ciclistas não respeitam o trânsito. Porque tudo isso? Porque o transporte público (no caso exclusivamente ônibus) não atende plenamente as cidades, muitos bairros ficam "no escuro" sem nenhuma linha. Dependendo do lugar que se quer chegar é preciso esperar mais de uma hora, ou então pegar dois ônibus. Porque os ônibus intermunicipais estão sempre lotados, porque nos feriados e fins-de-semana a dona dos ônibus esquece que as pessoas saem de casa e tiram ônibus das ruas, fazendo o cidadão esperar mais tempo ainda. O pior de tudo isso é as prefeituras gastaram dinheiro do cidadão para construirem ciclovias que sabem que serão usadas como transporte de massa, em contrapartida não fazerem nenhuma pressão para as empresas de ônibus melhorarem seus serviços (o transporte público é concessão da prefeitura, já o intermunicipal é concessão do estado), e ainda termos de escutar nas campanhas pelas prefeituras que o sr. prefeito e o sr. vereador estão preocupados com o meio ambiente por isso construiram, ou construirão tantos km de ciclovia...
    Nota: na travessia pelas balsas da Dersa entre Santos e Guarujá os ciclistas não pagam, somente pessoas a pé e os carros.

    ResponderExcluir
  9. Paulo,

    Achei esta máteria da série CNN Heroes tudo haver com esta conversa fiada do mundo viver sem automóveis.

    Dê uma lida e veja o vídeo:

    http://edition.cnn.com/SPECIALS/cnn.heroes/archive09/susan.jacobs.html

    ResponderExcluir
  10. http://edition.cnn.com/SPECIALS/cnn.heroes/archive09/susan.jacobs.html

    ResponderExcluir
  11. Coloquei o Link no meu nome, pois não estava saindo

    ResponderExcluir
  12. André, saiu sim! Acabei de ler.
    Lá nos EUA quem não tem carro é excluído da sociedade. É tudo longe e nem sempre há transporte coletivo. Aqui existe transporte, mas quem já tem um carro não quer nunca mais voltar a andar de ônibus. A manifestação de hoje poderia ser dia mundial do transporte coletivo decente!

    Obrigado pelo link.

    ResponderExcluir
  13. Aqui em Porto Alegre ontem no dia mundial sem carro não fez a miníma diferença, até o contrário, percebi que haviam mais carros ainda nas ruas, pois peguei um engarrafamento de Merlin tanto pra ir quanto pra voltar.

    ResponderExcluir
  14. Rubinho Carvalho24/09/09 11:04

    Vocês são todos uns alienados! Entendam a simbologia do dia, que deseja um mundo menos agressivo e poluído. Vocês não conseguem sonhar? Não estamos falando dos carros que vocês falam aqui, que todos gostam, mas principalmente daquelas geringonças que quebram no meio do caminho. Vamos ser menos radicais!

    ResponderExcluir
  15. Sonhamos com carros o tempo todo, até acordados!

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.