Notícia: MILAGRE EM SÃO PAULO: CÂMARA APROVA FIM DO RODÍZIO

Foto: agenciat1.com.br



A notícia divulgada no fim de tarde desta quarta-feira (28/5) é típica das brincadeiras de Primeiro de Abril, mas é verdade e assume ares de verdadeiro milagre. A Câmara Municipal de São Paulo aprovou o Projeto de Lei 15/2006 de autoria do vereador Adilson Amadeu (PTB) que determina o fim do rodízio de veículos pelo final da placa e que estava parado na Casa há sete anos. Mas para virar lei precisa de ser sancionada pelo prefeito da cidade, Fernando Haddad. A população paulistana, submetida a essa vergonha desde setembro de 1997, portanto há quase 17 anos, espera que Fernando Haddad, num lampejo de inteligência, sancione o PL.

Inteligência porque os vereadores representam os munícipes e trabalham a favor dos seus interesses — é para isso que são eleitos, não estão ali para ficar brincando — e a aprovação praticamente unânime, com apenas dois votos contra, reflete nitidamente o desejo da população do município e, por extensão, do estado.

De qualquer maneira, sancionado ou não o PL, São Paulo, representada pelos seus vereadores, se levantou contra esse abuso inventado pelo vivaldino prefeito Celso Pitta, que viu no rodízio uma preciosa fonte de receita para os cofres municipais com a arrecadação de multas. Atualmente são lavradas 17 mil autuações por dia por infração ao rodízio, evidência de que as pessoas precisam se locomover para os seus afazeres, e não ficar passeando de carro.

A aprovação do PL é importante também para conscientizar juízes de Direito de que o rodízio é um aberração em si mesma e isso poderá modificar o panorama jurídico nas ações contra o regime de restrição de tráfego, que muitos entendem ser ilegal.

Vamos aguardar o desenrolar deste episódio.

A notícia nos foi passada pelo leitor André Sousa, a quem o Ae agradece.

Ae
BS








54 comentários :

  1. \o/ Sem palavras! Ouvir notícia boa nessa país é mais raro que milagre.

    ResponderExcluir
  2. Rapaz!!! Sério? Procurei a data de 1 de abril na notícia, e não achei. Incrível.

    ResponderExcluir
  3. Não estou acreditando........ seráááááááá ???????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sérgio Mallandro28/05/14 23:46

      Claro!
      HA HÁ!
      PEGADINHA DO MALLANDRO!

      Excluir
  4. O problema é que o Pitta, digo, Haddad deve vetar. (cacofonia hehe).

    ResponderExcluir
  5. As coisas estão evoluindo: já acabaram com o rodízio e com o famoso "desbloqueio de certificado" para transferência interestadual.

    Agora só falta liquidar de vez com a CONTROLAR.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já acabaram. A Controlar apagou a última luz acesa em 31 de janeiro deste ano. Em 2014 ninguém fará inspeção. Por enquanto.

      Excluir
    2. Eduardo Silva29/05/14 11:41

      A controlar é um serviço que aprovei. Mesmo com problemas na implantação a organização era boa, os agendamentos confiáveis e o valor razoável (que sempre paguei sem reclamar). Uma vez tive que trocar o escapamento do carro que estava com um pequeno furo há um tempo antes de fazer a vistoria para que ele fosse aprovado. Certamente outros também fizeram coisas parecidas, o que acaba sendo um bem para todos.

      Ando diariamente em São Paulo e raramente os carros que fumam por aqui têm placa da cidade.

      Podiam até existir brechas, mas o serviço funcionava e era um serviço à população. Provavelmente existiam esquemas para os mais espertos, mas bandidos existem em todos os lugares.

      Excluir
    3. Eduardo Silva
      Concordo plenamente. Podia até não ser uma inspeção perfeita (é preciso avaliar as emissões com motor sob carga), mas era melhor do que nada. Tive um problema de escapamento semelhante ao seu, mas reclamei e viram que eu tinha razão, era apenas uma pequena oxidação da capa, não havia fuga e reconsideraram. Todo o serviço era de bom nível, com gente competente empregada. O resultado incontestável é que diminuíram as emissões tanto de gases quanto de fuligem pelos motores Diesel. Esse foi talvez um dos maiores erros daquele que, quando Ministro da Educação, aprovou um livro escolar que, entre outras barbaridades, dizia ser correto dizer "nós pega o peixe", o prefeito Fernando Haddad.

      Excluir
    4. Bob, apesar de achar indispensável a Inspeção, discordo quanto ao serviço ser de bom nível. Trabalho em oficina, e já passei por muitos problemas causados por incompetência dos inspetores, principalmente na chamada inspeção visual. Carros reprovados por vazamento de água, quando tal gotejamento nada mais era do que água condensada do A/C, carro que supostamente queimava óleo (apesar do mesmo não baixar óleo, acho que o lubrificante se replicava dentro do motor...), enfim, foram MUITOS casos, tanto é que cheguei na época a fazer uma petição.

      http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=P2012N24400

      Excluir
    5. Gente competente empregada? Certa vez confundiram a mangueira de vácuo do distribuidor de meu Chevette com mangueira de combustível. "Essa mangueira de combustível está passando em um lugar errado" disse o competente funcionário. Foi uma briga para conseguir convencê-lo do certo. Conheço vários casos do tipo, onde um carro foi reprovado por total ignorância do funcionário, principalmente com carros antigos.

      Excluir
    6. Eduardo Silva29/05/14 16:16

      Aos que reclamam dos postos de inspeção veicular esperem para ver o que o prefeito vai reservar para nós com as "oficinas credenciadas", essas que hoje fecham seu carro em um biombo para instalar o rastreador que algumas seguradoras nos "obrigam a querer" colocar.

      Esse sim será um serviço desastroso. Mas o brasileiro é assim, quer saber tudo e não pode ter o mínimo incômodo em nada. Pagar 4% do valor do carro só para continuar tendo o carro por um ano tudo bem, mas atestar que seu carro não é uma ameaça não pode, é incômodo. Qual é a reivindicação? Que acabe a inspeção e que cada um ande como quer com seu carro irregular? Ou que só contratem engenheiros mecânicos com especialização em eletrônica e informática para verificar o veículo?

      O serviço era bom, tinha falhas pontuais, mas atendia muito bem ao interesse comum. Acho que a verdade é que o povo desconfia de serviço sem burocracia. Você pagava uma taxa pela internet, agendava para a data e horário que queria - também pela internet, chegava no posto e já era encaminhado na guarita de entrada para a menor fila, esperava sentado e em menos de 15 minutos saía com a inspeção pronta (aprovada ou não, isso são outros quinhentos). Se descrevessem isso em relação a qualquer outro pais diriam que no Brasil isso nunca aconteceria, que o governo blá e o povo blerg.

      Este serviço eu levaria um gringo para conhecer sem medo. Teria mais orgulho dele do que daquela favela que virou o vão do Masp.

      Excluir
  6. Deve ser só para carros elétricos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo Maluf28/05/14 23:45

      Ou solares...

      Excluir
    2. Mas é justamente o tipo de carro que nunca teve rodízio (segundo algumas fontes).

      Excluir
    3. Desculpe Bob, sem querer entrar no mérito da questão (pois moro aqui no RS onde as inspeções - ainda - não foram implantadas, mas projetos para tal não faltam), mas acredito que uma inspeção de condições mecânicas em geral cairia muito melhor na atual conjuntura.
      Trabalhei muitos anos em revenda de carros usados, como já devo ter mencionado, e você não acredita a quantidade de carros com bem pouco tempo de fabricação e uso que rodam com pneus, freios e faróis em péssimas condições. Carros que saem da revisão faltando parafusos na suspensão. Com esticadores das correias montados ao contrário. Com rolamentos de roda chineses a um passo da quebra. Carros que rodam 100.000 km em menos de 1 ano sem a mínima manutenção.
      Na minha humilde visão, esses problemas são muito mais sérios do que um motor que polui um pouco mais do que deveria. Acho que a verdadeira inspeção deveria incluir uma verificação das condições do veículo como um todo. Não de uma simples emissão de poluentes. Quando me referi à extinção da inspeção, quis dizer que ela não é feita da melhor forma, ou da forma como deveria.

      Excluir
    4. CSS
      Concordo totalmente, tinha de haver inspeção técnica do veículo, não só de emissões. Apenas acho que a atual (de São Paulo) não tinha que parar.

      Excluir
  7. Não sou de São Paulo, mas sempre achei o rodízio paulistano uma restrição desarrazoada à garantia constitucional de ir e vir, uma medida que, ao meu ver, não passaria nos testes da proporcionalidade.


    Para meu texto não ficar muito "juridiquês" resumo em poucas palavras o que sempre achei da medida. FALTA DE BOM SENSO.


    Parabéns ao vereadores paulistanos.

    Tomara que não arguam uma inconstitucionalidade formal em virtude do projeto ser de 2006.

    A sanção por parte do chefe do executivo demonstrará que FELIZMENTE ainda existe BOM SENSO neste país.

    Michael Schumacher

    ResponderExcluir
  8. Não sou de São Paulo, mas sempre achei o rodízio paulistano uma restrição desarrazoada à garantia constitucional de ir e vir, uma medida que, ao meu ver, não passaria nos testes da proporcionalidade.


    Para meu texto não ficar muito "juridiquês" resumo em poucas palavras o que sempre achei da medida. FALTA DE BOM SENSO.


    Parabéns ao vereadores paulistanos.

    Tomara que não arguam uma inconstitucionalidade formal em virtude do projeto ser de 2006.

    A sanção por parte do chefe do executivo demonstrará que FELIZMENTE ainda existe BOM SENSO neste país.

    Michael Schumacher

    ResponderExcluir
  9. A assessoria do Hadad já disse que ele vetará, infelizmente.

    ResponderExcluir
  10. Não sou de São Paulo e tenho uma dúvida. O rodízio se divide em 2 pico da manhã e da tarde? Se eu circulo com meu carro em dia de restrição, por exemplo para ir ao trabalho e voltar dentro desses períodos. Posso ser multado duas vezes ou tantas quantas eu fosse parado em uma hipotética fiscalização? Ou seria uma multa por dia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Wallyson,
      uma multa por dia. Independente de quantas vezes for flagrado.

      Excluir
    2. Juvenal Jorge, não. DUAS multas por dia, uma em cada período, independente de quantas vezes for flagrado POR PERÍODO.

      Excluir
  11. Foi aprovado não como o dito, foi acordo, votação simbolica para não travar a pauta, o haddad vai vetar, normal isso. Aqui se enforca o cara e depois se endeusa ele como heroi e o criminoso continua solto.
    Vai ser como está, controlar continua, de outra forma, mas continua, rodizio idem. O desbloqueio de dut nem sei como foi acabar, uma cretinice que só existia aí. Era para dificultar fraude de emplacar carro de SP no PR para pagar menos IPVA. Ao invés disso deveriam é extorquie menos do povo com impostos absurdamente altos.

    ResponderExcluir
  12. Lorenzo Frigerio28/05/14 23:27

    São Paulo está intransitável. O rodízio não faz mais diferença.
    O Malddad diz que vai vetar.
    O fato é que o Plano Diretor ainda tem que passar por aprovação final, e um dos pontos polêmicos é a liberação de "espigões" ao longo dos corredores de ônibus. É simples: o prefeito deixa de vetar o fim do rodízio e a Câmara aprova o Plano do jeito que o Prefeito quer, inclusive liberando as favelas perto do Corinthians-Itaquera (aliás, combina).
    Os patrões do Haddad (SECOVI) ficarão exultantes. Só quem se ferra é o cidadão, não mais pelo trânsito, mas porque a Cidade ficará ainda mais adensada, com gente saindo pelo ladrão... dizer que isso aqui já está se transformando numa imensa favela não está nada longe da realidade.

    ResponderExcluir
  13. João Havelange28/05/14 23:49

    Claro,
    Depois da Copa, volta ao normal.

    ResponderExcluir
  14. vai sonhando...

    ResponderExcluir
  15. conscientizar "JUÍZES DE DIREITO" ?????

    é a tal "utopia"....

    no Brasil esses indivíduos só existem pra encher o bolso de grana....defender o CRIME ORGANIZADO....os DIREITOS DOS MANOS.......porque o Estado em si é desorganizado....e os direitos HUMANOS não existem....

    é ETICAMENTE, HUMANAMENTE incompreensível que alguém queira defender o tal Carli Filho....deveria ter sido "julgado" imediatamente....

    aqui em Curitiba ele matou 2 num cruzamento, a 150 km/h, depois de ter sido visto bebendo, e não pouco, em um restaurante, estar com "trocentos" pontos na carteira....

    (precisa ser JUIZ DE DIREITO pra perceber que o cara estava 100000% FORA DA LEI ????)

    ADVOGADOS e JUÍZES DA GRANA.....que raiva desses "magistrados"....


    abraços


    m.n.a.

    ResponderExcluir
  16. André Andrews29/05/14 00:29

    Outras informações:

    Projeto de lei tem de ser votado por duas vezes. Em 05/12/2007 foi feita a primeira. Aí veio a demora, a segunda ocorrendo em 28/05/2014.

    Não consegui os nomes dos vereadores que votaram contra em 2007, se é que existiram.

    Os contrários ao projeto em 28/05/2014:

    Alfredinho PT

    Andrea Matarazzo PSDB

    Ari Friedenbach PROS (decepção, votei nele)

    Arselino Tatto PT

    Aurélio Nomura PSDB

    Calvo PMDB

    Floriano Pesaro PSDB

    José Police Neto PSD

    Mario Covas Neto PSDB

    Toninho Vespoli PSOL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João Carlos29/05/14 04:24

      O líder do Governo votou contra, é veto na certa. Não encontrei um modo direto de contato com o prefeito, como existe para os vereadores.

      Excluir
    2. André Andrews,
      só lixo nessa lista. Police, Covas Neto, Tatto, afemaria, chega, senão daqui a pouco aparece a vereadora maconheira na lista.

      Excluir
    3. o texto diz que foram dois votos contras, e seu comentário contabiliza 10 votos contras.

      Quem está certo?

      PS:Supreendentemente dois vereadores do PT contra e... QUATRO do PSDB?!? É isso o que eu li?!?

      Excluir
    4. - Luis, os dados estão no site da Câmara;

      - Havendo veto, a Câmara Municipal deliberará sobre o veto no prazo de 30 dias. Vamos acompanhar!

      Excluir
  17. Aí o sonho acabou:

    http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2014/05/aprovacao-do-fim-do-rodizio-foi-um-cochilo-diz-lider-do-pt-na-camara.html

    ResponderExcluir
  18. Pena que isso provavelmente será vetado. Afinal estamos falando de muito $$ aqui, em arrecadação de multas...

    ResponderExcluir
  19. Com tantos semáforos e ruas com sentido alterado, essa liberação não vai adiantar nada.

    João Paulo

    ResponderExcluir
  20. Daniel San29/05/14 09:35

    Vai ser no mínimo muito difícil essa lei passar,pois ela já está sendo submetida à artilharia da Rede Globo,que não pára de falar mal do projeto de lei. Olho vivo!

    ResponderExcluir
  21. será que ninguém está vendo golpe nisso ? É sério que sem mais nem menos iriam aprovar o fim do rodízio só pela preocupação com o cidadão ??? Sem nada em troca ? E ainda em plena época de COPA DO MUNDO os vereadores iriam apostar que o fim do rodízio não iria afetar o trânsito, assim por incrível capacidade de estudo da situação da noite para o dia, sem publicar as razões com razoável antecedência ?

    Sou obrigado a acreditar nessas gentilezas ? Claro que não...

    ResponderExcluir
  22. http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2014/05/aprovacao-do-fim-do-rodizio-foi-um-cochilo-diz-lider-do-pt-na-camara.html

    Thiago

    ResponderExcluir
  23. A solução para o rodízio todos os paulistas já descobriram: ter dois (ou mais) carros. Rodízio hoje é pega-incauto especialmente quem é de fora da cidade e desconhece as regras, tudo pela indústria da multa.

    ResponderExcluir
  24. O que mais me deixa indignado é quem tem gente a favor do rodizio de carros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Speedster
      Ué, não vivem dizendo que "o brasileiro é um povo muito inteligente"? Está aí o resultado da "inteligência".

      Excluir
    2. João Carlos30/05/14 19:07

      Deu pra ver na "reportagem" uma verdadeira burricada, todos que falaram, inclusive a apresentadora.

      Pelo nível, vão achar que elogiei...

      Excluir
  25. Corsário Viajante29/05/14 10:47

    Vai vetar porque sem as multas a Prefeitura quebra.
    E vai se esconder atrás do blábláblá de sempre, que carro é privatização do espaço público, egoísmo, coisa de rico, elitismo, etc etc.
    E tem muito bobo que vai achar certo pq "tem muito trânsito pq tem carro demais na rua".

    ResponderExcluir
  26. Pena que se deu por um “cochilo” dos vereadores, que já contam com o veto do Prefeito.
    Em tese, é um bom momento para o povo pressionar o prefeito e essa praga acabar de vez, o difícil é conseguir mobilizar as pessoas.
    Abs
    Bruno Rezende

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. como ??? se a maioria aprova... e aí me vem a globo e faz uma matéria tendenciosa, sem mostrar os argumentos técnicos para os dois lados da discussão...

      Mas pensando bem, esperar o quê de uma emissora assim cuja chamada jornalística para o tema obesidade a apresentadora diz ..." dos quase 7 bilhões de terráqueos 2 bilhões são obesos... " então pra mim ficou parcial a notícia, ficou faltando a fonte extra-terrestre da pesquisa kkkkkkk

      Excluir
  27. Marcus Vinicius29/05/14 13:48

    Hoje, na CBN, houve um comentário sobre isso. Que, na verdade, deveriam aumentar a área de abrangência do rodízio. Aumentar as restrições de dois para quatro números por dia. Até comparou com Londres, onde existe restrição à circulação de carros. Opa?!?!? Londres? Onde existe uma das maiores malhas ferroviárias e metroviárias do mundo? Onde, na verdade, existem pedágios urbanos? Ou seja, quem quiser circular, circule. Mas a pessoa não é impedida ou privada de utilizar seu carro. Mas uma coisa me ocorreu quando soube dessa notícia: muita gente só tem dois carros por causa do rodízio. Acabando o rodízio, o que vai acontecer com esse segundo carro?
    Abraço a todos.

    ResponderExcluir
  28. O prefeito vai protelar até as eleições. Passadas as eleições, veto ocorrerá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Errado. Já vetou.

      Excluir
  29. Infelizmente vai ser vetada, considerando que o prefeito é a favor do aumento das áreas de rodízio e vetou a ideia do Covas Neto de a multa ser convertida em advertência para motoristas não reicindentes (claro, quase 1.5 milhão por dia em arrecadação não podem ser jogados fora)

    ResponderExcluir
  30. Foi aprovada a lei de incentivo a carros elétricos e hibridos, que serao isentos de rodízio e nos primeiros 5 anos terão 50% de restituíção no IPVA.

    http://carplace.virgula.uol.com.br/prefeitura-de-sao-paulo-aprova-lei-que-incentiva-o-uso-de-carros-eletricos-e-hibridos/

    ResponderExcluir
  31. A aprovação do fim do rodízio deve ter sido um 'casuismo' e se o prefeito não vetar, então terá motivos suficientes para criar o pedágio urbano como alternativa ao fim do rodízio de placas. Portanto, sosseguem a piriquita, pois não existe almoço grátis.

    ResponderExcluir
  32. Será que vai rolar mesmo? Tomara!

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.