google.com, pub-3521758178363208, DIRECT, f08c47fec0942fa0 VW COMPRA A CHRYSLER - AUTOentusiastas Classic (2008-2014)

VW COMPRA A CHRYSLER

Isso mesmo. Em 1979 a VW comprou as operações da Chrysler do Brasil.

A tentativa marqueteira do anúncio abaixo, de convencer os consumidores de que o Polara passara a ter qualidade VW, não foi suficiente para aumentar a demanda dos modelos Dodge.

O texto diz: "Se você acredita no que dissemos, obrigado pela confiança. Compre um Polara."

Acho que nem a VW acreditava, pois dois anos mais tarde, em 1981 tanto o Dodginho quanto os outros Dodges deixaram de ser fabricados.

O Dodginho, Polara, nada mais era do que um Hillman (marca da Chrysler na Inglaterra) Avenger, que por aqui teve seu motor "aumentado" para 1,8 litros e perdeu duas portas, em nome da preferência nacional.

Fico imaginando agora que a Chrysler passa a ter qualidade Fiat. Vamos ver quais os frutos dessa associação e também que tipo de propaganda vamos ter.

Outro aspecto da propaganda que me incomoda sempre são frases do tipo "o primeiro automóvel a ser equipado com...". O fato de ser o primeiro não me diz muita coisa. No caso do Dodginho, o primeiro médio a ter transimssão automática, numa época que ninguém a desejava, não ajudou em nada.

Recentemente o Línea, foi o primeiro a ter navegador de fábrica. So what?!

14 comentários :

  1. Nossa, agora eu me sinto muito mais seguro em comprar um Polara do que antes. É a confiança que faltava para mim...

    ResponderExcluir
  2. André Andrews23/06/2009 09:52

    Uma propaganda que ando achando muito estranha é a do Hyundai i30. Parece uma marca chinesa querendo convencer os consumidores que seu carro é comparável às marcas famosas, e ainda citam tais marcas!!

    A Hyundai não precisa mais disso, o consumidor sabe.

    ResponderExcluir
  3. André,

    parece que ela já te convenceu, mas não a todos. Não te parece estranho uma marca pequena, que só importa carros de um país sem acordo de tributação favorável, fazer tanta propaganda em horário nobre da rede Globo se nem a GM, Ford, FIAT, tem orçamento pra isso? Não é estranho um carro vendido nos Estados Unidos por 25.000 dólares chegar aqui por 70.000 reais (Azera V6)? Lembre-se que o Civic Si custa lá 22.000 dólares e é vendido aqui por uns 85.000 reais, SENDO FABRICADO AQUI, sem os impostos de importação? Quando a esmola é muita, o santo desconfia...

    Sem entrar no mérito e na longa lista de processos que os dirigentes da empresa importadora possuem aqui e até em Portugal (o dono da sigla não pode entrar em Portugal mais, é réu condenado lá).

    Eu não compro Hyundai sem dar esse enorme "desconto" do risco do importador e do risco moral e ético de estarem exportando empregos da indústria local sonegando descaradamente impostos. Não há outra explicação.

    A qualidade se aproxima cada vez mais dos japoneses e esse i30 foi desenvolvido na Alemanha. Mas isso, pra mim, não é tudo na hora de decidir uma compra complexa como um carro.

    ResponderExcluir
  4. olha que belo Polara na foto. hoje em dia pra se ver um carrinho desses inteiro, só em encontros de antigomobilismo...

    bem quanto à Hyundai, quando o Azera foi lançado, custava 105mil. hoje já se encontram unidades no mercado de usados por 45 mil. é outro Alfa 164. um ótimo carro, mas tem que ter cacife pra manter. quem tem cacife prefere outras marcas, então a tendência no futuro é de vermos essas barcas com formato "assabonetado" fumaceando e soltando pedaços pela rua, enquanto carregam caixas de ferramentas no porta-malas e varas de pesca saindo pelo vidro do passageiro.

    ResponderExcluir
  5. Polara,

    disse bem, custava 105 e vendia pouco. Hoje custa menos que um Civic. Mesmo com motor V6. Se apertar, sai por 68 mil. É um preço inexplicável. E com 3 anos de garantia, o que seduz muita gente com medo de gastos de manutenção. Não vou entrar na discussão da exigência de revisões na rede CAOA pra ter essa garantia, mas o fato é que hoje o Azera é muito barato pra comprar zero comparado com as opções. O mais próximo em características é o Fusion V6, que beira os 100mil. O Fusion L4 é perto em preço do Azera V6. Não dá, não fecha a conta.

    ResponderExcluir
  6. Quanto à Fiat e à Chrysler, acredito que o mínimo de intervenção seja o mais acertado.

    Na minha opinião, aproveitar as possíveis sinergias, em tecnologia, vendas e distribuição, sem que as marcas se misturem, é a receita correta.

    Propaganda da Fiat, sobre a Chrysler, só se for extremamente necessário, caso os consumidores venham a demonstrar muita insegurança quanto ao futuro da marca americana.

    Mas, claro, somente propaganda não será capaz de salvar a marca diante de seus consumidores.

    Sds,

    Der Wolff

    ResponderExcluir
  7. Mister Fórmula Finesse23/06/2009 15:15

    Aproveitando a discussão do Azera, é evidente que o preço está para lá de convidativo, e também parece certo que o carro será uma bela jaca para vender e manter depois de alguns anos, mas não podemos pensar em um carro unicamente como fonte de investimento porque ele não é e nunca será....nunca ganharemos dinheiro com o carro como usuário comum, apenas perderemos o menos possível através de pesquisa e critério. Um baita de um carro esse Azera, paga-se menos que um corolla e têm-se muito mais material nobre envolta, muito mais força para aproveitar embaixo do pé, mais requinte e comodidade...em suma, o motorista estará sempre mais feliz enquanto não começarem os problemas naturais de desgaste, que podem ser muito bem prorrogados em mãos suaves. Azera pode ser mau negócio a médio prazo, mas é fonte de prazer imediato para entusiasta que gosta de conforto e de torque, não temos um amigo nosso aqui mesmo feliz proprietário de um Nissan top de outras eras?

    ResponderExcluir
  8. E na Argentina, os nosso hermanos fabricaram durante um bom tempo por lá como Volkswagem 1800, recebendo um facelift medonho. Na época era comum alguém viajar para a Argentina e trazer de lá peças para as Polaras dos amigos...

    ResponderExcluir
  9. Pouco depois a Volks lançou a linha de caminhões, o verdadeiro motivo para a compra das operações Chrysler aqui...

    ResponderExcluir
  10. caro 1k2, na terra dos hermanos o Polara era vendido como VW 1500.
    um abraço

    ResponderExcluir
  11. Rubinho Carvalho24/06/2009 17:48

    Não creio que qualquer Hyundai possa fazer parte de comentários de autoentusiastas. E olhe que sou extremamente democrático! O autoentusiasta, em meu conceito, é um cara que conhece o mercado e não só o produto!

    ResponderExcluir
  12. Eu conheço o mercado, e morro de medo de perder dinheiro numa revenda, por isso só compro Palio, Gol, Celta e Mille.

    ResponderExcluir
  13. Caramba, que saudades desse pequeno e complicado Dodge 1800 ! Papai teve um, 1975, durante uns 2 anos. Vários problemas bobos, mas muito gostoso de dirigir e de andar de carona. Very british indeed !

    ResponderExcluir
  14. Confesso que salivei ao ver esse Polara 79, zerinho...

    Acho que nenhum outro modelo nacional foi tão subestimado.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente,
Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.