google.com, pub-3521758178363208, DIRECT, f08c47fec0942fa0 SAI ÁLCOOL, ENTRA ETANOL - AUTOentusiastas Classic (2008-2014)

SAI ÁLCOOL, ENTRA ETANOL

Novidade: o álcool dos nossos carros passou a ser chamar, oficialmente, etanol. Assim definiu recentemente a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). O produto é o mesmo, só muda o nome, e assim alinha-se o Brasil com os demais países nesse ponto.
O álcool que conhecemos tinha o longo nome álcool etílico hidratado combustível (AEHC). A Petrobrás já iniciou a troca do nome nas bombas dos postos de sua bandeira e em breve será comum a imagem da foto acima -- sem o "H", obviamente. As demais distribuidoras deverão acompanhar.
Ethanol, por definição, é ethyl alcohol, álcool etílico. Só não sei, ou não lembro de Química, por que o "an" no acrônimo, tanto em língua inglesa quanto em português.
O etanol vendido nos Estados Unidos e em outros países é anidro, sem água, mas com 15% de gasolina. Por isso chama-se E-85 (85% de etanol e 15% de gasolina). Pode-se ler o número 85 na bomba da foto.
O motivo de colocarem gasolina no álcool é possibilitar a partida a frio na baixas temperaturas do inverno nas altas latitudes, sem precisar recorrer a sistemas auxiliares como o famoso "tanquinho" de gasolina e bomba ou soluções mais sofisticadas (e caras) como a do Polo E-Flex.
Anidro aqui só o álcool (etanol) que é adicionado a todas as gasolinas na porcentagem de 25%, por força de lei federal. O etanol que é vendido ao consumidor é hidratado, contém 7% de água.
BS
(Texto atualizado em 8/06/09)

24 comentários :

  1. Aqui tem uma boa explicação:

    http://www.infoescola.com/quimica/funcao-alcool/

    Na época de colégio eu achava que química orgânica tratava tão somente de dar nome aos bois.

    O "an" se refere ao tipo de ligação entre os carbonos da cadeia dos álcoois.

    ResponderExcluir
  2. Irineu,
    Obrigado! Vivendo e aprendendo. Realmente não me lembrava. A explicação no site fala em ligação, mas fiquei curioso com o que significa o "an". Você por acaso sabe?

    ResponderExcluir
  3. ao invés de etanol, no Brasil deveria se chamar de "eitânóis!"

    ResponderExcluir
  4. etanol ou eitchâ nóis ?

    ResponderExcluir
  5. "an" significa que todas as ligações são simples. Assim fica: "et" (dois carbonos) + "an" (ligações simples) + "ol" (função álcool).

    ResponderExcluir
  6. Marlos Dantas03/06/2009 19:59

    Como já foi dito, segundo a IUPAC, estas duas letras representam o tipo de ligação química entre os átomos constituintes da molécula e, neste caso, a presença do “an” significa que a molécula apresenta apenas ligações simples entre seus átomos de carbono. Por exemplo, alcANo: hidrocarboneto com ligações simples entre seus átomos de carbono constituintes (hidrocarbonetos saturados), alcENo: hidrocarbonetos com uma ligação dupla em sua molécula, alcINo: hidrocarboneto com uma ligação tripla em sua estrutura.
    Para constituir o nome da molécula se junta o prefixo referente ao número de carbonos da cadeia principal (2=ET), o designação do tipo de ligação (simples=AN) e o sufixo referente à função química da molécula (álcool=OL), resultando na nomenclatura ETANOL.

    ResponderExcluir
  7. Desdentado do Pânico03/06/2009 22:59

    nUm iNtInDi NaDa qUe ElE FalO

    ResponderExcluir
  8. Caro Bob,

    Ethanol aqui, das aulas de quimica na Industrial Universidade e conhecido como EtOH.

    Isso proque a notacao quimica do grupo etilico C2H5 e abreviada como Et e no caso do produto anexada ao Grupo Hidroxyl OH por isso EtOH, ou seja C2H5OH. Desculpe se escrevi errado em Portugues. O porque tem o "an" eu desconheco, apenas sei que o nome veio da abreviacao EtOH.

    um abraco,

    Nando.

    ResponderExcluir
  9. Deixando de lado a discussão da quantidade ligações entre os átomos de carbono, eu ainda acredito que o etanol deveria perder esses 7% de água... Quem será que foi o "iluminado" que criou essa aberração???? Qual o problema em vender o produto "puro"? Até por que, água é um corrosivo... E no final das contas aumentam-se os gastos com manutenção e consequentemente matéria prima (para as peças de substituição) Fora o fato de estar usando-se água!! Um bem tão defendido por unhas e dentes pelos ambientalistas. Cadê o greenpeace nessas horas??

    ResponderExcluir
  10. Mestre dos Magos04/06/2009 11:21

    eles deixam a água para dar lucro aos fabricantes de escapamento, tubulações de combustivel, bomba e bóia de combustivel e etc...

    o povão só olha o preço na bomba e acha que faz uma baita economia usando alcool ao invés da gasolina....

    ResponderExcluir
  11. água no motor é bom.........
    para apodrecer e enferrujar tudo!

    ResponderExcluir
  12. Sergio CJr.04/06/2009 12:32

    Bob,

    Aproveitando o assunto, veja se consegue me explicar algo.

    Quando comprei meu primeiro carro, com 18 anos, isso em 2000, o valor de um popular zero girava em torno dos R$ 15.000,00, o álcool custava R$ 0,60 e a Gasolina R$ 1,40, o dólar girava na casa de R$ 1,80 e o barril do petróleo, acho, girava em torno dos US$ 40,00.

    Hoje, um popular custa R$ 25.000,00, o álcool em São Paulo na média de R$ 1,09 com uma oferta muito superior a 2000, mesmo com relação a demanda(menos posto BR que continua vendendo a maioria a R$ 1,30), a gasolina R$ 2,30, o dólar R$ 1,94 e o barril US$ 68,00 (NY).

    Ou seja, a cotação do dólar e do barril, atual, em relação a 2000, não teve um aumento da ordem de 100%, no entanto, tanto o carro, como os combustíveis, aumentaram em quase 100% seus valores, isso num país que, a inflação, é "baixa".

    Não cheguei a pesquisar se houve aumento substancial na carga tributária nesses últimos anos, mas, mesmo assim, acho que os fabricantes andam lucrando bastante e colocando a culpa dos aumentos sobre o que não se tem que culpar.

    Posso estar errado, mas nesse país, o dólar sobe, tudo sobe, o dólar abaixa, nada abaixa... Hoje a gasolina tem praticamente o mesmo valor de quando o Barril superou os US$ 100,00 e o dólar quase bateu os R$ 3,00.

    ResponderExcluir
  13. Cheguei atrasado, acabei de ler...

    2C=ET

    Saturado(só ligações simples)=An

    álcool=OL

    Etanol

    Mas isto já foi dito...

    ResponderExcluir
  14. O álcool de Usina é 96 graus G.L.

    Trinta anos atrás,encostava-se o caminhão na Usina e era carregado.A graduação era 96 G.L.
    (ia para garrafas de vidro iguais à de cerveja,devidamente rotuladas)

    O de posto pode ser até 92.8 G.L.Portanto há sim adição de água no que a usina destila.Nunca ninguém explicou para que essa água extra...

    ResponderExcluir
  15. Skamynosflaw04/06/2009 20:35

    Essa água não leva a problemas. Escapamento de carro a gasolina dura muito menos que a álcool, pois o enxofre é muito mais corrosivo do que água ou álcool.

    ResponderExcluir
  16. Marlos Dantas04/06/2009 20:57

    A água adicionada ao álcool combustível é do tipo destilada (ou deionizada) ou é água "dura" mesmo?

    ResponderExcluir
  17. are baba!

    claro que o carro a alcool sofre mais corrosão que a gasolina, começa a usar alcool em um carro que não é preparado para isso, e verá a bomba, bóia e escapamento indo para o espaço mais cedo

    ResponderExcluir
  18. o arcol córrói o figo!

    ResponderExcluir
  19. Muito bom. Alias muito bom o site todo!
    Fica aqui o elogio a equipe toda. Ao longo dessa semana li todos os artigos publicados e pode-se notar a verdadeira paixão por carro, não essa tal que dizem que os brasileiros tem. Também se vê aqui a clareza nas opiniões e nada daquele senso comum que tanto me cansa.
    Ao Bob Sharp fica mais um elogio, que pude notar seu tom de critica na maioria dos assuntos abordados. Isso é muito bom, chega de se portar como carneirinhos vivêndo e seguindo o que o grande marketing nos passa.

    Grande abraço a todos!

    Francisco Greche Junior

    ResponderExcluir
  20. o tio Bob Sharp é bom mesmo, se ele se candidatasse a deputado, prefeito, governador ou presidente, já teria o meu voto!

    ResponderExcluir
  21. Leonardo Amaral06/06/2009 01:58

    Eu tmb votaria no Bob...
    A vida sobre 4 rodas poderia ter um pouco mais de atençao dos politicos...
    abraços

    ResponderExcluir
  22. Sergio CJr,
    Não dá para explicar o inexplicável. Um argentino ou um americano pagarem em torno de R$ 1,40 o litro da gasolina, 60% do que pagamos, não tem cabimento. Estamos sendo roubados na maior cara dura.
    Um carro popular de 15 mil em 2000 reprsentava US$ 8.300. Hoje um de 25 mil reais equivale a R$ 12.500. Isso com IPI reduzido e os carros bem depenados em relação a 10 anos atrás. Como eu já disse em outras oportunidades, apelo para o sobrenatural: o nosso país, ao contrário do que diz Jorge Ben, não é abençoado por Deus coisa alguma. Tem é uma grande maldição, pois a quantidade de coisas erradas é assutadora. A começar pela classe política.

    ResponderExcluir
  23. Todos
    A água do álcool etílico, ou etanol, resulta do próprio processo de produção, está nele. Pode ser retirada, mas encarece o produto. Na época do Proálcool (34 anos atrás) decidiu-se pelo álcool hidratado pelo efeito da vaporização da água abaixar a temperatura da câmara de combustão e evitar detonação. Mas isso era no tempo do carburador e do avanço de ignição pelo distribudor. Hoje, com o controle de detonação do gerenciamento eletrônico dos motores, esse risco não existe e poderíamos ter etanol anidro para os carros flex, a exemplo do resto do mundo.
    Mas ao contrário do que se pensa a água do álcool não causa nenhum problema de corrosão. No fim, a gasolina é bem pior nesse aspecto, devido ao seu elevado teor de enxofre.
    Mas que seria melhor termos apenas combustível no tanque, e não combustível e água, sem a menor dúvida.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente,
Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.