MISTÉRIO DO DIÂMETRO MÍNIMO DE CURVA

Foto: antigomotors.com.br


Passat TS, diâmetro mínimo de curva 10,3 metros, muito bom para o porte do carro de 2.470 milímetros entre eixos.

Ao me mudar do Rio para São Paulo em agosto de 1978, para começar a trabalhar na Fiat, na Diretoria Comercial, que ficava em São Bernardo do Campo, como todo carioca neopaulistano eu sentia falta "de casa" e por um bom tempo eu ia para lá a cada quinze dias. Como tinha problema de postos fechados nos fins de semana, todo aquele trabalho de pedir a um amigo que me separasse gasolina, passei a ir de avião.

Para não ficar a pé, pegava um TS de um grande amigo, o José Carlos, ao chegar na sexta, e o devolvia no domingo, antes de seguir para o aeroporto. Essa era a rotina.

Mas como a coisa estava ficando cara e eu já estava com o meu 147 designado, passei ir com ele para o Rio
Antes, quando ficava com o TS, estacionava sempre numa determinada vaga de subsolo no prédio do meu irmão, me hospedava.na casa dele. Para sair, virava todo o volante, fazia um "U" e pegava a rampa em subida à minha esquerda. Nunca foi preciso manobrar.

Fiat 147, primeira vez que viajei com ele. Estacionei ao chegar, tipo 11 da noite, mesma vaga de antes, com o TS. Na manhã seguinte peguei o carro, comparei mentalmente os entre-eixos, estercei tudo e me dirigi à rampa certo de que seria ainda mais fácil. Não era: por pouco não acertei a mureta da rampa, freei antes de bater. Fiquei intrigado.

Voltei para a vaga, na posição correta, bem alinhado com a parede à minha direita. Ao sair, caprichei, virando todo o volante e saindo mais devagar. Nada feito. Não completava o "U", tinha que dar uma curta ré e depois continuar.

Realmente de intrigar. O diâmetro mínimo de curva do 147 declarado é 9,6 metros.  É o balanço dianteiro era bem menor que o do Passat.  Na Fiat, confirmei com a engenharia, o diâmetro mínimo de curva era 9,6 metros mesmo.

Mistério.

BS

32 comentários :

  1. Bob, será que não houve uma falha na montagem da caixa de direção do seu?

    Se não me engano, isso aconteceu com um Fiesta que tivemos aqui, virava mais de um lado do que do outro...

    ResponderExcluir
  2. Rafael M.
    Seria uma explicação, mas nesse caso eram carros bem novos, pouco provável. Além disso, o Passat sempre me deu impressão da virar mais que o informado

    ResponderExcluir
  3. Não pode ser, pelo fato de os pneus do 147 serem muito fininhos, ao estarem com calibragem baixa, eles deformaram e arrastaram?

    Renan Veronezzi

    ResponderExcluir
  4. Neste quesito, o campeão é o Triumph Spitfire !
    Esterça tanto que se vc não tomar cuidado, é bem capaz de bater na sua própria traseira ! rs...

    ResponderExcluir
  5. Diego Maciel Debesaitys04/06/11 17:43

    Bob,

    Pode ser alguma diferença de métodos de medição do diâmetro mínimo de curva: Parede a parede ou guia a guia.

    ResponderExcluir
  6. Marcelo Junji04/06/11 17:45

    Quando eu for adquirir outro carro, vou verificar a capacidade de giro do carro.
    Em São Paulo, com tudo mais apertado, quanto mais o carro esterçar, melhor. Com meu carro atual que esterça pouco, embora seja curto(4,20 m), tem entre eixos longo, as vêzes passo por situações difíceis, cheguei até a raspar o parachoque na parede da garagem de um prédio.

    ResponderExcluir
  7. Marcelo Junji04/06/11 17:54

    Falhas na montagem acontecem, pois o verona aqui de casa veio com os terminais da barra de direção trocada ( o do lado direito na esquerda e vice-versa). Antes da troca a direção era estranha, meio esponjosa.

    ResponderExcluir
  8. Alguém aqui já fez um manobra com um FIT antigo de 2004 a 2008? Me impressionei como o carrinho vira! Vira mais que Chevette! Dificilmente precisa dar marcha a ré para retornar no meio da rua.

    ResponderExcluir
  9. O Palio esterça menos q a Ecosport, porém a direção é mais rápida...

    Mó barato essas coisas....hehehe

    ResponderExcluir
  10. Manolo de Heliópolis04/06/11 19:10

    pra virar mais que o xevetêra num tem mano, é nois na fita vida loka

    ResponderExcluir
  11. Marcelo, olha que nem sempre entre-eixos significa diâmetro de giro gigante. Um Omega A com seus 2,73 m de entre-eixos tem 10,1 m de entre-eixos (obviamente que parte disso beneficiado pela tração traseira e a desnecessidade de as rodas dianteiras tracionarem), enquanto um Citroën DS, com seus enormes 3,12 m de entre-eixos vira em 11 m (aqui competência de projeto da equipe, que mesmo sem computador e projetos mais avançados conseguiu fazer com que o carro virasse bem para seu enorme entre-eixos e tração dianteira).
    Para comparação, 11 m é o diâmetro de giro de um Fusca (2,40 m e tração traseira, prejudicados pelo desenho da suspensão dianteira, a ponto de os 1302 e 1303 da vida terem diâmetro de giro 1,5 m menor por causa da suspensão McPherson, mesmo com 2 cm a mais de entre-eixos), bem como é o diâmetro de giro de um Civic de sétima geração (2,62 m de entre-eixos e tração dianteira).

    Outro exemplo simples de que entre-eixos nem é tão significativo assim no diâmetro de giro está em dois carros com iguais 2,46 m nessa medida: Corsa B e Mini R56. O Corsa B vira em 9,5 m, enquanto o Mini vira em 10,6 m. Sim, enquanto em algumas ruas o dono de um Corsa B (mesmo que seja Sedan ou Wagon, mais compridos portanto) faz uma manobra em U em um único ato, enquanto o do Mini poderá ter de dar ré para completar a mesma ação.
    Portanto, aqui a questão envolve mesmo verificar a ficha técnica do veículo e, claro, dar uma prestigiada naqueles modelos que viram em círculos menores, de maneira a forçar outros fabricantes a pensar nesse detalhe tão importante que vêm esquecendo e achando que ninguém presta atenção.

    ResponderExcluir
  12. Clésio Luiz04/06/11 20:49

    Pode ser questão de alinhamento. Aqui em casa temos 2 Escorts (europeu) e mais um do meu irmão, do mesmo modelo. O do meu pai é o que vira menos, especialmente para a esquerda. Algum tempo atrás eu conversava com um mecânico sobre alinhamento e lhe falei disso. Ele me contou que poucos mecânicos alinhadores fazem o serviço de forma correta e completa. Eu não lembro exatamente o nome da peça, me parece que são as barras de direção ajustadas mais para um lado junto as rodas. Enfim, ele disse que é possível corrigir esse problema do carro do meu pai só por alinhamento.

    ResponderExcluir
  13. Bob, não sei se a diferença é essa, mas aí vai um palpite (chute) para sua análise.
    No Palio, que como o 147 tem motor transversal, a caixa de direção não era exatamente centrada, para a direita a máxima esterçada era menor, para evitar a interferência do pneu com a caixa de câmbio.
    Talvez houvesse essa limitação para o 147 também.
    Já no Passat e em outros veículos com disposição semelhante esse tipo de interferência nunca será um problema.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  14. Achille,
    As barras de direção do 147 são de mesmo comprimento, portanto a cremalheira é centrada. Que eu saiba só dois carros tinham barras de comprimento desigual,o Fusca e o Gol, pelo menos até o Gen II. O mistério reside em um carro com e-e, diâmetro de curva e balanço dianteiro maior, conseguir e o outro nào. Muito esquisito.

    ResponderExcluir
  15. Debesaitys
    Fábricas têm normas e métodos para medições, mas o 147 tinha de virar onde o Passat vira, pelos dados informados.

    ResponderExcluir
  16. Bob, me expressei mal. No Palio, o curso da cremalheira foi tirado de centro como paliativo, teoricamente o veículo não devia ter esse problema de interferência no lado câmbio, mas na prática não era assim.
    Pensei que de maneira geral nos carros com motor longitudinal a caixa de cambio estando "longe" das rodas permitisse uma ângulo maior de esterçada das rodas sem interferir com nada e portanto um diâmetro menor de giro para mesmo entre-eixos.
    Nos veículos como motor tranversal é tudo mais apertado, pode ser um motivo para o Fiat 147 esterçar menos que o Passat. O que você acha?

    Abraço.

    ResponderExcluir
  17. Bob;

    Engraçado, sempre achei que o Passat virasse mais que o 147...para ser honesto sempre achei os dados técnicos da Fiat mais generosos com o produto do que efetivamente são...

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  18. carro que esterça bem é o omega, que beleza, e se enxerga tudo de dentro

    ResponderExcluir
  19. Beto Marcicano05/06/11 09:22

    O Chevette também um carro que esterça muito! Da para virar 180 graus tranquilamente em uma rua hehe!

    ResponderExcluir
  20. O macete acho que é fazer isso, hehe:
    http://www.youtube.com/watch?v=lb1awXgoyQE

    ResponderExcluir
  21. O campeão entre os nacionais era o Dodge Polara.

    Como disse o amigo aí em cima, esterçava tanto que se você quisesse inverter a posição da vaga (frente-traseira traseira-frente) era capaz de nem precisar sair dela... rs.

    Chevette era outro caso emblemático.

    ResponderExcluir
  22. Rômulo Rostand05/06/11 10:39

    Não sei se estou errado. Mas, acredito que o balanço dianteiro maior ajuda em manobras com barreiras para carros com o mesmo diâmetro de giro. Já que a roda estará mais recuada em relação a dianteira e o balanço multiplica o movimento de "ponta de lança". Minha experiência em dirigir ônibus, sentado a frente do eixo ainda hoje me faz rir quando lembro de espanto que me acompanhava quando realizava com sucesso manobras e desvios para mim inimagináveis até seu início e duvidosas até o meio.
    Como pode um veículo de raio de giro quilométrico ser tão bom em desvio e manobras? E olha que já trazia a experiência de muitos quilômetros em caminhões de eixo curto, cabine recuada.

    ResponderExcluir
  23. Rômulo Rostand05/06/11 12:07

    Bob Sharp,
    Raciocinando sobre a questão me veio uma dúvida. O diâmetro mínimo de curva é equivalente a marca das rodas ou a sombra da carroceria?

    Nesse caso faz muita diferença já que o Passat tem balanço dianteiro bem maior e a diferença para os dois carros é bem pequena, apenas 70 cm.

    ResponderExcluir
  24. Romulo
    Bingo! Constatei um aumento de 250% no "fator confiança" quando dirigi uma Kombi pela primeira vez,acostumado que estava a dirigir um KG.

    ResponderExcluir
  25. Rômulo
    Há dois tipos de mediçào, o entre guias e o entre paredes. O primeiro sempre é menor.

    ResponderExcluir
  26. Achille,
    O curioso, ou o "mistério", é os dados informados pelos respectivos fabricantes, que dão vantagem nítida ao 147, não terem correspondido à realidade. A revista L'Automobile, que li muito quando jovem, tinha nos testes uma verificação muito interessante, a distância de recuo necessária para sair de uma vaga paralela (distance de dégagement), a partir de para-choques encostados. Acho-a melhor que a informação do diâmetro mínimo de curva.

    ResponderExcluir
  27. Bob, obrigado pela resposta

    P. S.: Não tinha conhecimento, nem dos modos de medição, nem das denominações. Achei interessante que meu filho caçula Douglas, me explicou isso logo após eu enviar a pergunta, isso antes de você responder Tá se mostrando melhor leitor que eu - ele também frequenta o Blog AE.

    Abraço

    ResponderExcluir
  28. Rômulo Rostand05/06/11 13:05

    A mensagem âcima escapou antes que eu nominasse. Como gosto sempre de nominar, assino agora.

    ResponderExcluir
  29. Romulo, no caso do ônibus, como o motorista está praticamente no ponto mais extremo do balanço dianteiro, isso permite que ele sossegadamente veja para onde irá a frente do veículo com o esterçamento que fizer. Isso facilita uma barbaridade para o motorista, que sabe praticamente em tempo real para onde ele está indo.
    Vira e mexe passo na Vila Madalena pela noite e no começo do fervo, em uma hora em que as ruas estão cheias e os ônibus ainda estão em serviço. As ruas já são estreitas e os ônibus, por causa da lotação, parecerão maiores ainda do que são, mas mesmo assim os caras viram as esquinas lotadas de uma só vez e com decisão. Só não peçam obviamente para que eles respeitem minirrotatórias, pois essas sempre serão impossíveis para os coletivos e sumariamente ignoradas pelos motoristas.

    Mas de fato impressiona a rapidez de manobra que tal posição permite. Em carro de passeio, esse também é um dos motivos de eu preferir modelos de dois aos de três volumes, uma vez que onde está o vidro é onde o carro termina. No caso da frente, para saber onde ela é em uma vaga apertada, acendo as lanternas ou os faróis de dia e me guio pelo reflexo na carroceria do modelo da frente. Mas na traseira, realmente ter um carro sedã torna as referências mais difíceis.

    ResponderExcluir
  30. Bob, interessante a distance de degagement, vou verificar. Abraço

    ResponderExcluir
  31. Bob, o Passat, entre os carros nacionais, é realmente campeão nesse quesito.

    Recentemente peguei uma garagem apertada no prédio e bastava seguir alguns passos para sair da vaga sem esbarrar em nada, como segue nessas fotos:

    https://picasaweb.google.com/lh/photo/ICew7gcrlKDJ6_Vwe5_eSN9SenmU2XCGjjJhuZ_ZBtY?feat=directlink

    https://picasaweb.google.com/lh/photo/GmpXiiOJ7G9fAsn8y4JIQN9SenmU2XCGjjJhuZ_ZBtY?feat=directlink

    https://picasaweb.google.com/lh/photo/GrzqhgdC4tJQRnPGYw_8bt9SenmU2XCGjjJhuZ_ZBtY?feat=directlink

    Além disso, o volante grande ajudava a tornar a direção leve.

    Já com um Gol GTS, na mesma vaga, era uma verdadeira luta contra o volante, com direção pesada, por sinal.

    O proprietário original da vaga tinha um Passat LSE nos anos 80. Ao comprar um Monza, decidiu sugerir ao síndico descascar parte das colunas do prédio, acredite!

    ResponderExcluir
  32. Bruno Moreno07/06/11 18:11

    Carro equeno que esterça bem é o ford ka, muito bom mesmo, fiquei impressionado. Já nos grandes, tive um omega 2.0 e o ultimo foi o 4.1. O 2.0 esterça muito bem, mas tive a impressão que o 4.1 esterça muito mais que o 2.0, era incrivel como dava para fazer um balçao com aquele carro.

    Fiat 147 o meu pai já teve e posso garantir que é muito ruin para esterçar. Outro carro péssimo de esterçamento é o mondeo. Já ficava preparado com o mico que tomava na rua.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.