NOTÍCIA: DECLARAÇÃO INFELIZ ASSUSTA COMUNIDADE AUTOMOBILÍSTICA

Numa das primeiras entrevistas na abertura do CES – Consumer Electronics Show, maior feira de eletrônica do mundo, em Las Vegas, Jim Farley, comandante global de marketing da Ford, assustou a todos ao declarar que a tecnologia empregada pela empresa tem condições de rastrear, via GPS instalado nos veículos da marca, tudo o que o motorista faz, onde esteve, a qual velocidade percorreu algum trecho, qual percurso utilizou no seu deslocamento, infrações de trânsito cometidas etc.

O executivo, durante um painel de debate sobre privacidade de dados, tentou descrever a quantidade de informações que podem ser recolhidas por uma fabricante em relação à conduta de seus clientes ao volante.

A comunidade do automóvel já desconfiava de alguma coisa nesse sentido, mas as ideias a respeito não passavam de fantasias. Agora, num pequeno deslize de comunicação, com uma grande repercussão mundial, proprietários de automóveis, equipados com GPS de fábrica, ficaram sabendo que a “espionagem” é possível. Pior é que a emenda nunca soa bem e Farley concluiu sua fala dizendo que os dados são confidenciais e não são repassados para ninguém.

No dia seguinte, Farley recuou de seus comentários e tentou esclarecer melhor suas declarações de como a Ford opera e como os dados do GPS são usados. “Me expressei muito mal e de forma errada e me esqueci de dizer que falava “em hipótese” e que não acompanhamos nossos clientes em seus carros sem a devida aprovação ou consentimento deles”, disse.
 

Outro porta-voz da Ford informou, em seguida, que a declaração trouxe à luz o problema da privacidade que é muito sério e que deixou uma errada sensação sobre como a Ford opera. A empresa sempre se empenhou em proteger a privacidade de seus clientes. A Ford não rastreia seus clientes e nenhum dado é transmitido a partir do veículo. O mais importante é que o sistema de comunicação da empresa, instalado em seus veículos, permite dar aos motoristas atualizações ao vivo de trânsito, fornecer orientações, fazer ligações automáticas de emergência em casos de problemas de saúde e, também, controlar o destino do veículo em caso de roubo.

Trata-se de um episódio lamentável que envolve a privacidade das pessoas e que mesmo com todos os desmentidos se sabe, agora, que é possível esse tipo de rastreamento para servir de ferramenta para pesquisas de Marketing. (site Ford para Todos)

25 comentários :

  1. Isso nem é de se admirar. O deslize só fez a comprovação do que já se desconfiava..... São os rumos do nosso mundo.

    ResponderExcluir
  2. Rafael Ribeiro13/01/14 18:24

    Aqui no Brasil, recentemente desbarataram uma quadrilha que, logo após roubar o veículo, instalava um bloqueador de celular sobre o teto do mesmo, evitando o rastreamento. Criatividade do mal, tanto do lado dos bandidos quanto agora dos "teoricamente mocinhos" ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo jeito não vamos mais poder ser bons cidadãos, Rafael. Pelo jeito vamos ter de usar a tecnologia dita do mal para nos proteger. Se o preço da liberdade é ser taxado de criminoso por querer ser livre, então vale.

      PS: Não estou defendendo ladrão, mas a tecnologia que eles desenvolvem pode ser útil a nós.

      Excluir
  3. Essa de acreditar em "dados confidenciais que não serão repassados", é para quem também acredita em fadas, gnomos, duendes, Papai-Noel, coelhinho da Páscoa, e pior de tudo, na inocência de Lula e José Dirceu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu filho de 4 anis acredita em gnomos , duendes e no Papai Noel
      Agora , quanto a Lula E Zé Dirceu ele que esses dois apodreçam numa cadeia pelo resto da vida!

      Excluir
  4. E os poderosos vão chegando de mansinho, com uma lei boba aqui e outra ali como a lei seca e o uso obrigatório de ABS e airbag, e ainda sendo aplaudidos pelo povo.

    Até que chegará o dia em que seremos forçados a adquirir "aparelhinhos" que fornecerão para eles, tudo o que fizermos em nossos carros.

    É assim que se domina um povo. Calmamente e sutilmente, até que todos caiam em suas garras afiadas e percam a liberdade conquistada até então.



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. viajou, hein?

      Excluir
    2. Q nada! É bem por aí mesmo.

      Excluir
    3. Mais o menos. Não se esqueça que há algum tempo que estão tentando obrigar aos carros saírem de fábrica com rastreadores, usando como desculpa esfarrapada a possibilidade de recuperação em caso de roubo. Me engana que eu gosto....

      Excluir
    4. CCN, não dá para caracterizar a adoção obrigatória de ABS e airbags como um primeiro estágio que levaria a uma situação de estado policial. Esses dispositivos são de segurança ativa e passiva e não enviam dados quando acionados. Isso é cair em liberalismo da modalidade ingênua, que cai no mesmo rousseaunismo de achar que as pessoas são intrinsecamente boas, que só fazem boas escolhas, que um coletivo delas magicamente deixa tudo reguladinho e que isso é estragado pelo Estado. E aí isso não fica muito diferente daqueles que dizem que o ser humano é intrinsecamente bom e a sociedade é que o estraga. Isso tudo chama-se crença no ser humano e joga em cima daquela crença de que a sociedade seria autoperfectível e que o avanço temporal necessariamente leva ao bem.
      Porém, concordo contigo em relação àquela história de ser ruim a tal história de quererem empurrar para cima do povo os tais rastreadores obrigatórios que pretensamente seriam para a segurança patrimonial. Esse sim é estado policial no estado mais puro de todos e o primeiro chute de muitos na porta.

      Excluir
  5. Gabriel F Tomass13/01/14 19:17

    Hoje, todos os dados do veículo passam por algum módulo, até mesmo os piscas. É óbvio que é possível rastrear todas as informações do proprietário/condutor.
    E digo mais, não só é possível monitorar como também é possível tomar o controle de um veículo equipado com tais itens: Desabilitar freios, acionar o acelerador e em caso de direção com assistência elétrica, até mesmo virar o volante.

    ResponderExcluir
  6. Deixa o prefeito de São Paulo saber disso que ele vai ter ideias.

    ResponderExcluir
  7. Já não chega o Obama, o Google e o Facebook rastreando todo mundo, agora vem a indústria automotiva também. O mundo virou um grande Big Brother. Haja saco.

    ResponderExcluir
  8. Sem ilusões. Será que só a Ford é capaz de ação tão lamentável?

    ResponderExcluir
  9. Corsário Viajante13/01/14 20:18

    Não existe almoço grátis, se você está usando o GPS está trocando dados, lógico que sabem onde você está e que podem armazenar os dados.
    Mas mesmo sabendo disso, quem abre mão do GPS? Eu não tenho no carro, mas ocasionalmente quando preciso uso.
    É como o celular, pode ser grampeado, rastreado, podem roubar dados, etc etc, mas quem deixa de usar?

    ResponderExcluir
  10. 1984 chegou. O Grande Irmão chega como um cavaleiro que luta pelo capitalismo e nacionalismo e contra o comunismo e o islamismo político.

    PS: para mim, os "ismos" são apenas nomes, a serem usados conforme a audiência quer. Você pode ser bem visto falando a mesma coisa por liberais, comunistas e fascistas, desde que use no seu discurso os ismos corretos.

    ResponderExcluir
  11. Lucas dos Santos13/01/14 22:22

    Ahhhhhh.... Agora eu entendi por que esses "caras" aqui da minha cidade adquiriram uma nova frota da Ford, hahahahaha:

    http://globotv.globo.com/rpc/bom-dia-parana/v/carros-usados-pelos-vereadores-de-ponta-grossa-terao-rastreador/2858702/

    ResponderExcluir
  12. É preciso analisar essa noticia pelo lado técnico. O GPS por si só é um dispositivo passivo. Não se comunica com uma "central". Pra que isso ocorra é preciso que o dispositivo tenha uma conexão, como os sistemas de rastreadores. Se esse GPS da Ford é todo interligado com os sistemas do carro e armazena informações dessa magnitude, é uma verdadeira "Caixa Preta" de dados à semelhança dos de aviões 9 que tb transmitem os dados em tempo real, lembram-se do vôo da Air France que caiu no Atlêntico perto do Brasil ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, mas o GPS integrado ao veículo pode armazenar informações que seriam recolhidas nas "revisões" periódicas impostas pela manutenção da garantia do fabricante.

      Excluir
    2. Que no caso da FORD é a cada brilhantes 6 meses... Olha aí como eles pensam em tudo... rsrs

      Excluir
    3. Os Fords vendidos na América do Norte não possuem um dispositivo análogo ao OnStar da GM? Se tiverem, então é possível haver parte ativa, como destravar portas por satélite.

      Excluir
    4. O que acontece é que estas centrais para terem informações de transito em tempo real e poderem fazer ligações possuem um modem 3G acoplado.... Ou seja o GPS é utilizado para definir a localização do veiculo, o fluxo de dados todo se da por uma conexão de celular.

      Excluir
  13. O manual do Camaro 2013 americano vendido no Brasil, disponibilizado pela GMB (http://www.chevrolet.com.br/content/dam/Chevrolet/lat-am/Brazil/nscwebsite/pt/Home/Owners/Vehicle%20Manuals/2014/Camaro_v5_18102013_baixa.pdf) tem 142 (cento e quarenta e duas) páginas a menos que o manual disponibilizado pela GM americana (http://www.chevrolet.com/content/dam/Chevrolet/northamerica/usa/nscwebsite/en/Home/Ownership/Manuals%20and%20Videos/02_pdf/2k13camaro1.pdf).

    No manual americano, seções 13-19 e 13-20, estão explicados os sitemas de registro de atividades do veículo (Event Data Recorders, OnStar e RFID).

    Estes registros podem ser usados por autoridades e seguradoras para esclarecer acidentes, mediante consentimento do proprietário.
    A legislação americana está tornando obrigatório o EDR.

    http://en.wikipedia.org/wiki/Event_data_recorder
    http://www.nhtsa.gov/EDR

    Não existe nenhuma informação sobre estes sistemas no manual fornecido no Brasil.
    É pouco provável que os sistemas tenham sido retirados, pois implicaria numa variação da linha de montagem para um quantitativo de veículos muito reduzido.

    Como fica o direito à informação do consumidor brasileiro?

    ResponderExcluir
  14. Pois é, teve uma vez aqui que o editor saiu com uma frase batida " quem não deve não teme". Agora reclama?

    ResponderExcluir
  15. Nostradamus já sabia de tudo isto.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.