VOLVO, UM MOMENTO DE PERFEIÇÃO



A idéia inicial era colocar este post como “quase off-topic”. Depois pensei melhor e achei que o assunto tinha tudo a ver com o AUTOentusiastas. Importante: primeiro assista o vídeo, o comercial de um novo sistema de controle de direção eletrônico mostrado em dois Volvo Globetrotter na Europa. Depois de ver o vídeo, as informações têm mais sentido. Quem tiver dificuldades com a narração em inglês pode ativar as legendas na barra inferior do vídeo.

Não sei o que é melhor: se a realização do comercial ou o publicitário maluco que teve a idéia de realizar uma historieta destas, usando o Jean-Claude Van Damme, um ator que andava meio caído. O novo sistema de direção — que a Volvo garante precisar apenas de 20% do esforço físico utilizado para se dirigir um caminhão, principalmente em manobras — visa também maior precisão ao volante, o que fica bastante comprovado na sincronia dos caminhões. Claro que esta precisão usa e abusa de eletrônica, algo a séculos de distancia de nossos pioneiros caminhões FeNeMê da década de 1950, a velha Fábrica Nacional de Motores. 

A idéia e realização do comercial vêm da agência de publicidade sueca Forsman & Bodenfors, já parceira da Volvo de longa data. Claro que o mais impressionante são os velhos motoristas ao volante, que mantêm a direção e o alinhamento dos caminhões com precisão milimétrica, mesmo rodando de ré, com o maluco do Van Damme deixando as bolas e o toba ao vento. O ator belga, já com seus 53 anos, se mostra totalmente em forma, fazendo mais uma vez seu famoso “split”, a abertura de pernas a 180º, conhecida em português pelo estranho nome, vindo do italiano de espacate. Tanto que o próprio Van Damme — ídolo de filmes de artes marciais nos anos 1989/90 — chama sua performance de “epic split”, ou um “espacate épico”. 

E o próprio texto em off traz uma dupla mensagem, que serve não só para caminhões como para o próprio ator, que também teve sua cota de “altos e baixos, ventanias e estradas esburacadas” com sua história de envolvimento com drogas. Também o fato dos caminhões irem de ré tem dupla utilidade: é um tapa na concorrência, pois é muito mais difícil de executar a manobra e ainda um fator de segurança: nessa posição se o ator caísse, não iria parar nas rodas dos caminhões. 

Já correm boatos de que Van Damme estaria preso por cabos de aço invisíveis...Segundo Anders Vilhelmsson, relações publicas da Volvo Trucks, não houve truque, e a filmagem foi realizada já na primeira tentativa. O que realmente existiam eram dois pequenos cabos que não deixariam o ator chegar ao solo se houvesse uma queda. Tudo foi filmado na Espanha, na pista de aviação de Ciudad Real, ao sul de Madri. 

Outro fato importante, na minha visão, é a independência de ação da sueca Volvo em relação à fabricante chinesa Geely (que a comprou da Ford em 2010), tanto que os suecos retomaram esta linha de comerciais impactantes que era muito usada pelos automóveis Volvo nos EUA na década 1980/90. 

A realização é primorosa, próxima da perfeição, e só nos primeiros três dias o vídeo teve em torno de 20 milhões de visualizações no YouTube. Tudo se encaixa, inclusive o horário de filmagem, bem ao pôr do sol. E para terminar, a escolha da música new age "Only Time", da irlandesa Enya, faz um fundo perfeito para uma tarefa sobre rodas que beira o impensável. 

JS

47 comentários :

  1. Eurico Jr.18/11/13 12:16

    Josias, belíssima matéria! Só ressaltando que a chinesa Geely comprou apenas a divisão de automóveis da Volvo. A divisão de caminhões permanece 100% sueca, propriedade da AB Volvo, que também é dona da americana Mack e da Renault Trucks.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Eurico. Comida de bola minha. Mesmo assim, a Volvo Cars tem atuado com bastante independência e o que está acontecendo é o contrário: vários novos projetos da Gelly tem influencia -e até componentes - da Volvo.

      Excluir
    2. Eurico Jr.19/11/13 10:14

      De fato, Josias! Ao contrário do que muitos temiam, a qualidade da Volvo não caiu. Pelo contrário, estão investindo em novas tecnologias, como a família de motores Drive-E e a plataforma modular SPA.

      Excluir
  2. Simplesmente perfeito! É óbvio que não é nenhuma montagem, não há necessidade alguma de montagem. Os caminhões são perfeitos, tem muito carro popular mais difícil de dirigir que esses caminhões Globetrotter e nem precisa ser dessa geração da propaganda rs... além de que o ator, antes de tudo é um excelente ginasta e lutador, acredito que o fator desafio seja muito mais inspirador do que simplesmente fazer uma montagem. O melhor de tudo? Não é uma propaganda apelativa, não ofende a concorrência, etc. Vê-se também as duas linhas de referência pintadas na pista, para a posição fechada e aberta da manobra. Queria que as agências brasileiras de publicidade aprendessem um pouco com essa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o Brasil tem grandes agências de publicidade, mas estamos emburrecendo e ficando cada vez mais medíocres. Como fazer boas propagandas para clientes medíocres, que acham que gastar dinheiro com propaganda é burrice.

      Excluir
  3. Impossível ver isso sem pensar nos motoristas dos caminhões, e sem se perguntar como um desgraçado pode gostar de funk.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou carreteiro e não curto essas coisas chamadas de funk e sertanojo.

      Excluir
    2. Pensei nos motoristas no sentido da habilidade, e a música da Enya me fez pensar em como alguém (em geral, não motoristas em particular) pode gostar de funk. Não fiz associação entre carreteiros e funk.

      Excluir
    3. Mr. Car. Trabalhei por cerca de 2 anos, até semana passada, com processos de importação do Paraguai feito por caminhões. Atendia em torno de 500 caminhoneiros diferentes por semana e te digo que no máximo uns 3 chegavam até minha cabine ouvindo funk. Paula Fernandes era a preferida deles (inclusive dos Paraguaios), depois vinha um sertanejo mais raiz.

      Excluir
    4. Anônimo 18/11/13 18:38 hs: acima e mais abaixo, já expliquei que quem está reclamando, fez confusão. E já que falou em camioneiros paraguaios, além da nossa música sertaneja de raiz, com certeza devem apreciar uma coisa maravilhosa chamada guarânia, um dos mais belos gêneros musicais do planeta.

      Excluir
    5. Mr. Car. Conheço Guarânia. Ritmo interessante e bonito. É interessante ouví-la em uma música falada em guarani. Alguns caminhoneiros paraguaios ouviam isso sim, geralmente os "paraguaios originais".

      Excluir
  4. Os chineses e indianos, pelo visto, estão dando independência para o desenvolvimento tecnológico das marcas. Se o DNA for mantido, não há problema das mãos que detêm as ações.

    ResponderExcluir
  5. Fiquei numa discussão com alguns amigos meus num boteco durante o feriado, e chegamos à conclusão que o vídeo foi realmente feito sem "efeitos especiais".

    Eu gostaria de ver um "making of" dessa propaganda épica !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porcodio.
      O mais próximo que encontrei de um making of foi o segundo vídeo postado. Um terceiro mostra tbém como o funciona o sistema de direção. Veja em http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=8qHRPOVMT-s

      Excluir
  6. Comercial fantastico, indepentende se ele estava com cabos ou não, a direção é de um nível sublime, música, fotografia, enredo, puts, ja vi várias vezes...

    ResponderExcluir
  7. tirem o s dos links https:// não funciona (só pra quem postou).
    Coloquem http://

    ResponderExcluir
  8. Caramba, bicho! Que fantástica essa filmagem! Que sacada, hein! A criatividade não tem limites!

    ResponderExcluir
  9. Prezado Josias

    Quando a Gelly comprou a Volvo o meu imaginário foi justamente nesta direção, que eles usariam o know-how da Volvo na fabricação (e segurança) de veículos e não o contrário. Fico feliz com a notícia.

    ResponderExcluir
  10. Prezado Josias, não teria sido feita a filmagem com os caminhões avançando de frente e depois o vídeo retrocedido para o efeito de ré? Att. Eduardo Vieire

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eduardo.
      A filmagem foi feita de ré mesmo, o que torna o vídeo mais impressionante.

      Excluir
  11. Na verdade, os caminhões andam de marcha a ré para demonstrar a precisão do Volvo Dynamic Steering: http://youtu.be/clv7emcs84Y

    ResponderExcluir
  12. Na verdade somente um caminhão se movimenta para o lado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem observado Anônimo, e mais, parando a reprodução em 0:52 nota-se:

      - o caminhão da esquerda que se movimenta para o lado é um trucado;
      - o caminhão da direita é um cavalo + carreta;

      Excluir
    2. E o que realiza o movimento lateral não é do tipo com semi-reboque acoplado, tal como se faz supor no exemplo com as miniaturas - um giro de câmera e voilà

      Excluir
  13. Mr Car, dirijo uma scânia R 420 câmbio robotizado com todos os mimos possíveis dentro da cabine apesar que em relação ao MAN as cabines da scânia deixam muito a desejar quando o assunto é silêncio interno, quando vou dormir o barulho que vem de fora é infernal, um cavalo mecânico de quase meio milhão merecia uma acústica melhor. Obs: não curto essa coisa chamada de "funk" nem "sertanojo". Talvez meus colegas deixem a desejar mas em toda profissão tem o joio e o trigo por favor não me julgue, já basta o que sofremos dentro de uma cabine aonde se alimenta, se dorme, se desfaz de seus despojos, se sofre com vibração, poeira, fuligem, microorganismos, horários apertados que mal temos tempo de comer e beber, cobrança de todos os lados, policiais extorquindo dinheiro, drogados a assaltar em postos, cobranças do destinatário e do remetente e principalmente longe do seio da família que sinto tanta saudade. Entendo o que vc disse mas nem todos são assim abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa!

      Tenho três tios caminhoneiros, e todos reclamam dos mesmos problemas nas estradas. E também não apreciam o mau-gosto. Chega de estereotipar os caminhoneiros.

      Excluir
    2. Luciano, parece que você entendeu que eu disse que motoristas de caminhão são todos uns desgraçados que gostam de funk, he, he! Falei de desgraçados em geral, que gostam de funk, he, he, não precisam necessariamente ser motoristas de caminhão. Já "sertanojo" também não gosto, mas adoro sertanejo de verdade, aquela chamada "música de raiz", que tem coisas com melodias e letras absolutamente sensacionais, verdadeiras poesias, e que tive a imensa sorte de conhecer por ter passado praticamente todas as minhas férias escolares, e depois, em duas ocasiões, morado no interior de São Paulo.
      Abraço.

      Excluir
    3. Luciano carreteiro,
      muito bom ter um representante da classe dos pesados nos lendo. Fique sempre por aqui, de nossa parte, o único preconceito é com quem dirige qualquer veículo com desleixo e sem apreciar a máquina.
      Valeu pelos comentários, obrigado e ótimas viagens.

      Excluir
    4. Mr Car antecipo minhas desculpas pela interpretação errada e fico feliz que pense assim, estava triste porque pode parecer que não mas a muito tempo curto seus comentários carregados de conhecimento técnico e grande lastro cultural que os Mestres deste site nos ensinam, então acho que ganhei um amigo porque vc conquistou o meu respeito. Sr J.Jorge é uma honra seu comentário a mim porque o acompanho desde a revista OFICINA MECÂNICA sobre a lenda de um Galaxie que a meia-noite descia a serra brincando de andar na frente de carros modernos, esta história esta marcada a anos. Abraços e bom combate.

      Excluir
  14. Off-topic:
    Mais um site desses de amor, criatividade, inovação que chegou para demonizar os carros:

    Agora demonizar os carros virou conteúdo obrigatório dos "paz e amor" - olha só as propostas:

    http://www.sampacriativa.org.br/

    Destaquei uma delas, é incrível como são mesmo criativos em criar e descrever a realidade sendo destruída por carros:

    (Abre aspas)
    Temos hoje um grande problema que é a rua como lugar de tensão extrema: (fecha aspas)(comentário: UAU, que sinistro!!!!!)
    (Abre aspas novamente)
    Paradoxalmente, o trânsito violento por causa do automovel individual
    cria um ambiente inospito de ruido e poluição em calçadas estreitas ..
    e, ao lado dessa guerra, temos o espaço publico privatizado mal utilizado por carros vazios estacionados.
    É necessario interromper esse ciclo desestimulando o uso do carro
    e incentivando a rua como lugar de vivencia não só de passagem ..
    A rua é uma concessão pública e, como tal, em uso 24 horas por dia.
    Portanto nada rua pública é ou está vago ..
    Mesmo espaço vazio tem sua função .. contemplação.. potencial circulação..
    Então não existe nada vago, muito menos vagas para estacionamento ..
    o dito espaço vago poderia estar sendo usado de modo comunitario
    em vez de ficar ocioso esperando para ser ‘privatizado’ por um carro.
    (Fecha aspas)

    Incrível isso, não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se as cidades não existissem viveríamos muito mais felizes, sem poluição, sem lixo, sem esgoto, sem postes de luz, pontos de ônibus, lixeiras, bancas de jornal, orelhões e placas de sinalização atrapalhando o nosso ir e vir. Se o maldito Adão não tivesse mordido a maçã, hoje viveríamos no paraíso, sem estas tensões extremas. Andaríamos a pé ou montados em um animal... ôpa! Mas aí aonde deixaríamos os nossos animais vazios estacionados sem que comprometessem a nossa circulação?

      Excluir
    2. Seria mesmo maravilhoso viver em meio a excrementos de cavalos!

      Excluir
  15. Segundo uma entrevista do diretor do comercial, os caminhões andam para frente sim, já que não faz sentido nenhum um conjunto andar de ré e a carreta não sair da trajetória.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arrrrgh!!!

      Excluir
    2. Cassiano, toda a beleza sutil deste sistema da Volvo está ai. Os caminhões estão ANDANDO DE RÉ... Repare nos motoristas (pilotos?) olhando os retrovisores, controlando a trajetória. No truck é fácil mas no cavalo com o semi-reboque é mágico.... Pergunte a nosso amigo Luciano ai em cima se andar a 10 km/h de ré sem "quebrar" o semi-reboque é fácil ou mesmo possível com nossos melhores cavalos mecânicos. Não tenho cat E mas manobro os brutos (tenho dois na firma VW 19.320) e sei o quanto é difícil. Ahhh e veja alguns outros vídeos da Volvo no YouTube com o hamster que pilota um trucado caçamba, fantástico, virais. Abraços

      Excluir
  16. Se é fake ou não, se o caminhão anda pra frente e depois retrocedem, se havia cabos de aços o segurando, etc... isso tudo não tira a obra-prima que foi este comercial.

    ResponderExcluir
  17. http://youtu.be/aNi17YLnZpg

    Será que o Van Damme viu esse video antes?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que tal estes:

      Volvo Trucks - Emergency braking at its best!
      https://www.youtube.com/watch?v=ridS396W2BY

      Volvo Trucks - Testing Collision Warning with Emergency Brake (Trucks' Anatomy EP01)
      http://www.youtube.com/watch?v=WH4F7J7AAFE

      Excluir
  18. Rafael Ribeiro18/11/13 18:53

    O vídeo é sensacional, em todos os aspectos. Assisti o mesmo na 5a feira e, no sábado, por minha sugestão, foi assunto em nossa aula de inglês, que tratava de marketing viral. Todos os que o assistem ficam maravilhados. Épico mesmo, um comercial que não tem preço!!!

    ResponderExcluir
  19. Josias,
    gostei muito de você colocar esses vídeos e descrever tão bem o comercial. Muitas vezes vemos coisas incríveis e depois esquecemos, simplesmente porque se perdem na "nuvem".
    Estando aqui no nosso blog, sempre é mais fácil de lembrar e revisitar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí JJ.
      Um pouco diferente do habitual, mas serve pra refrescar a cabeça. Pelo que percebo, os leitores gostaram tbém. Abraço.

      Excluir
  20. Mudando de alhos pra bugalhos, essa o Bob iria adorar, carro de locadora com vidros de condução com saco de lixo: http://2-ps.googleusercontent.com/h/www.noticiasautomotivas.com.br/images/img/f/700x525xnew-fiesta-1.5-se-2014-8-700x525.jpg.pagespeed.ic.2MZG7qpoFV.jpg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As pessoas estão mesmo enlouquecidas.

      Excluir
  21. https://www.youtube.com/watch?v=Trz2aR0PFpo

    Mais um vídeo incrível da Volvo, esse tem mais detalhes de filmagem. Vale a pena ver.

    ResponderExcluir
  22. Fiquei curioso com a lenda do Galaxie Fantasma citada pelo Luciano. Foi publicada mesmo na Oficina Mecânica? Alguém sabe quando ou tem uma cópia?

    ResponderExcluir
  23. Eurico Jr.20/11/13 16:54

    Já fizeram uma sátira IMPAGÁVEL, não deixem de ver:

    http://www.youtube.com/watch?v=udZ7vNCE6NM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A sátira é melhor que o original... kkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.