PALHAÇADA, DEBOCHE OU O QUÊ?



Acho que essa peça na foto acima resolveu tirar uma da nossa cara. Só pode ser. Cadê o Ministério Público Estadual? Será que existe mesmo ou é apenas (mais um) cabide de emprego? Sob sua gestão (?) a cidade está ficando inviável. Pela primeira vez em 35 anos estou pensando em sair daqui. Já falei na trapalhada das faixas exclusivas de ônibus, mas outro dia vi algo muito louco na Av. 23 de Maio, que ainda não tinha percebido, e fiz a foto. Vejam se não é coisa de maluco:

Faixa exageradamente larga

Observem a largura dessa faixa. A faixa de ônibus ficou mais estreita do que correspondia à primeira faixa da direita. Com isso, a segunda faixa (são quatro no trecho) ficou exageradamente larga, chega a comportar dois automóveis lado a lado. Só que falta a linha tracejada de divisão de faixa para ordenar o fluxo. Ou seja, falta total de noção de regras elementares de sinalização horizontal. Mas isso é café pequeno dentro do que está vindo aí. O automóvel está sendo demonizado em São Paulo.

E por que demonizado? Porque tem carro demais. Já que é assim, seria então o caso de demonizar as pessoas, pois a população só da capital paulista já anda pela casa dos 11 milhões. São esses 11 milhões que entopem ônibus, metrô, trens metropolitanos de superfície, hospitais, postos de saúde e creches. Demonizemo-los, então...

Aliás, notou o leitor que agora a frota paulistana é de 3,8 milhões de veículos? Até outro dia eram 7 milhões. O que será aconteceu, quase a metade dos carros da cidade se mandou? Por aí se vê como a administração trânsito da cidade de São Paulo é pífia. De São Paulo e do Brasil inteiro, diga-se.

Está naquela linha tênue, a separação da palhaçada do deboche. Uma dessas ONG antiautomóvel fez uma pesquisa que revelou em torno 70% dos entrevistados ser favorável a 1) pedágio urbano e 2) passar o rodízio para dois dias. Universo da pesquisa: 850 entrevistados, ou 0,000077% da população da cidade. Talvez seja mais deboche do que palhaçada.

Dia 22 próximo é o "Dia Mundial sem Carro", que eu chamo de "Dia Mundial da Imbecilidade". Queria ver os 7 bilhões de terráqueos se locomovendo sem o carro. Pois o cara da foto de abertura do post resolveu fechar a área central de São Paulo aos automóveis nesse dia. E quem mora no Centro? Problema deles, ora...

Rodízio: não existe imbecilidade maior. Para início de conversa, é ilegal. Um leitor meu desde os tempos do Best Cars entrou com ação na Justiça contra o rodízio e o mérito nem foi julgado, foi simplesmente arquivada. O Código de Trânsito é claro, o município só pode implantar medidas para reduzir a circulação de veículos e reorientar o tráfego quando se tratar de diminuir a emissão global de poluentes (Art. 24, Inciso XVI). Pode o município, isto sim, estabelecer horários para uso das vias, como caminhões em determinadas avenidas, mas para todos os caminhões, e não em rodízio pelo final de placa.

Aliás, um ganho de causa contra o rodízio teria uma conseqüência tragicômica: a Prefeitura ter de devolver toda a arrecadação com multas por desrespeito ao rodízio — desde 1977...

O exemplo de Nova York é perfeito. A ilha de Manhattan concentra descomunal número de prédios comerciais e há poucas vagas para estacionar lá. Os poucos estacionamentos são bem caros. O que faz o nova-iorquino? Vai de metrô ou de táxi para o trabalho. É comum nem carro ter, quando precisa de um aluga. Não é preciso rodízio, a vida da cidade se ajusta naturalmente.

São Paulo, pela vasta área que tem, teria que ter uma capilaridade de transporte público tal que seria inviável. O automóvel é insubstituível enquanto não tivermos metrô de 400 ou mais quilômetros de linhas (temos 70). Tudo bem, tem o táxi, são 35.000 em São Paulo, mas se todos começassem a usar táxi, essa frota teria que pelo menos duplicar. Além do que táxi em São Paulo é um assalto a mão no volante. Outro dia vim do aeroporto internacional para casa, em Moema, por R$ 125,00 — 41 quilômetros! Carro a gás, que dá um custo por quilômetro em torno de R$ 0,12. Mas paguei R$ 3,05/km. Só 2.400% mais...E taxistas são favorecidos com isenção de IPI na compra de carros.

Táxi no Rio de Janeiro, onde o combustível é mais caro que em São Paulo, é incomparavelmente mais barato, até estimula utilizá-los.

O rodízio, apesar de ferir a lei (o CTB), até seria moralmente lícito se a Prefeitura reembolsasse o cidadão de despesas com táxi. Afinal, já há o precedente da devolução da taxa de inspeção ambiental, certo? Por que táxi? Porque é imoral obrigar o cidadão a deixar o carro na garagem e usar esse arremedo de transporte público, muitas vezes espremido sentindo cheiro de sovaco dos outros.

Atualização de texto: depois de postado, avisado por leitor chega notícia, do portal G1, de que a velocidade máxima da Av. Paulista será reduzida de 60 para 50 km/h, anunciado pelo secretário de Transportes, Jilmar Tatto. Já havia passado de 70 para 60 km/h em 4/06/2011. Esse idiotas, que estão indo no vácuo do Gilberto Kassab, estão parando São Paulo ao mesmo tempo em que festejam meter a mão no bolso do cidadão por meio da poderosa indústria de multas. Desnecessário dizer qual  o partido desse cara!

O último deboche deste post foi a diretora de planejamento da SPTRans, Ana Odila, ter dito recentemente ao site G1 que "faixa de ônibus tem que parecer vazia" e que "a hora que ela parece cheia é porque não está funcionando" A terceira pérola da diretora é "criar uma faixa exclusiva é como fazer reforma agrária".

A "brilhante" Ana Odila (foto: G1)

Portanto, autoentusiastas e não autoentusiastas, mas todos motoristas: agora viramos latifundiários das ruas.

Volta-me a velha frase da saúva adaptada para o partido sem ideário, o PT...

BS


238 comentários :

  1. Corsário Viajante18/09/13 12:05

    Opa, e vc nem viu a novidade: vão diminuir AINDA MAIS a velocidade da Paulista, para a velocidade do carro ficar compatível com as "bikes".
    Bob, vc disse que está pensando em sair de SP, e é isso que eles querem: expulsar quem pensa, quem tem bom senso, quem não é do coro dos contentes. Vão encher a cidade de maluquices, tornar ela um inferno, para que lá só restem os conformados, os alienados, que aplaudem tudo sem senso crítico nenhum.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Expulsar quem pensa". Acho que é isso, mesmo, Corsário... Parece que essa política já está em curso há algum tempo no Brasil.

      Guilherme C. Vieira

      Excluir
    2. Edwin Jean Karrer18/09/13 14:40

      Não é só São Paulo, no Rio o prefeito megalomaníaco está destruindo a cidade toda para fazer outra e tornar bilionários os empreiteiros responsáveis diretos pela sua eleição e reeleição, demolindo o que bem entende, como o Autódromo do Rio, o Elevado da Perimetral, e desapropriando mais de 4000 imóveis para fazer novas vias. Criou o BRT. que veio substituir o monotrilho que seria o ideal, mas que não satisfaria os empresários de ônibus, e não passa uma semana sem acidentes sérios com vários feridos e mortes. Então, como vocês podem ver, o problema é do país, e não de uma cidade, mas é bom lembrar uma postagem que vi a pouco tempo no Face dizendo que que constituem um perigo enorme bêbados com carteira de motorista e idiotas com título de eleitor! Se os caras estão no governo, embora haja pesquisa fraudulenta associada á fraude na urna eletrônica, o povo tem parte da responsabilidade nisso.

      Excluir
    3. Caso expulsem as cabeças pensantes de São Paulo, pior será para a capital paulista e melhor será para outras cidades, que não só irão se cosmopolitanizar como também exterminarão todo e qualquer ranço de provincianismo que possuam, tornando-se assim mais atrativas para as empresas da chamada economia criativa.
      Já São Paulo correrá o risco de virar, em longo prazo e com essas doideiras continuando, algo como foram Manaus e Belém quando do fim do ciclo da borracha: cidades em que fica visível o quão pujantes e cosmopolitas foram outrora, mas que hoje em dia nem de longe são sombra daquilo que foram no passado.

      Excluir
    4. Corsário Viajante18/09/13 17:39

      É verdade, a imbecilidade assola todo o Brasil, e, pelo que vejo, todo o mundo. No final dos anos 30 Churchill dise que as luzes se apagavam por toda a Europa, então seduzida por discursos simplistas, maniqueístas e populistas, seja em roupagem direitista, seja esquerdista. Deu no que deu. Parece que não aprendemos nada.

      Excluir
    5. Prezo SP demais, acho realmente uma das melhores cidades grandes do mundo, apenas falta a ela planejamento. Outras grandes cidades, apesar de planejadas, hoje se constituem de centros de babaquice, lugares pequenos com gente saindo pelos ralos onde nem mesmo um rico pode viver bem, morar no seu proprio lar e vive para sustentar a cidade.

      Apenas pessoas muito ricas conseguem viver bem nessas cidades e a soma de um condicionamento ruim como morar sempre de alguel, ficar preso a usar apenas transporte publico caro e lotado, ter diploma e trabalhar o dia todo para mal conseguir quarto separado para os filhos e achar normal custos altissimos para comer um hot dog no vendedor ambulante acaba criando zumbis. Esses zumbis acham que isso tudo ta normal, que seria lindo e que feio seria ter casa propria e um carro (que crime!) pra usar nos fins de semana. Gente assim acha que ninguem deve ter filhos, que o governo pode e deve acabar com nossas liberdades em nome de arrecadar mais, que casar seria uma brincadeira que em poucos anos acaba, que se deve tolerar tudo e todos (menos os que enxergam que isso ta errado).

      SP tem tamanho, tem historia, de gente que veio de todos os cantos pra TRABALHAR e que fizeram a maior cidade da america, no lugar de vir de todos os cantos pra explorar alguma bolsa do governo ou viver pra sempre de caridade como acontecem nas outras grandes cidades hoje. SP tem locais de trabalho e locais de descanso e, apesar de cada vez pior, seus moradores possuem um lugar pra morar onde caibam com conforto, podem ter familia e um carro porque ainda tem como e apenas uma minoria demoniza isso em nome de dar mais poder ao governo e de viver numa cidade cada vez pior (mas mais `chique`, mais de trouxa, mais ao gosto dessas pessoas).

      SP tem o centro economico e a mata, o metro e as grandes avenidas e estradas. Mas querem fazer dela mais uma cidade pra recolher impostos e ganhar poder onde o povo todo (mesmo os de classes mais altas) se dana em tudo, paga caro por pouca porcaria e tem liberdades como a da casa e da familia cerceadas como troca.

      Eu penso como o Bob, afinal parece que os trouxas cada vez mais tomam conta de SP. Precisamos ou impedir isso ou sair daqui e deixarmos de ser explorados, com a vantagem de formarmos novos grandes centros com mais qualidade de vida, que desinchem cidades como SP e RJ e que no futuro deixem essas `gigantes capitais cosmopolitas de babacas que se acham inteligentes` falando sozinhas.

      Isso acontece e aconteceu com NY, Londres, Roma e muitas outras. Nesses lugares o resto dos seus paises riem dos imbecis das capitais que acham lindo viverem como ratos pagando como se fossem ricos por isso enquanto o resto do pais que realmente tem progresso, trabalha e tem qualidade de vida.

      O problema ta nos interesses dos politicos e da midia (que sempre andam juntos) e que com seus conchavos (construtoras, empresas de transporte, etc.) sabem que ganham muito mais promovendo cidades infernais do que um processo desses. Quanto mais gente no mesmo lugar e mais no sufoco mais controle, mais poder e mais dinheiro.

      Por isso que apesar desse processo acontecer somos escondidos dele e somos levados a acreditar que bom seria continuar a alimentar essas metropoles gigantes e que elas sim que ainda representam o progresso.

      A midia americana tira sarro abertamente do interior dos EUA e seu povo, de forma abertamente preconceituosa, e ainda propala NY e LA como sendo as cidades que fazem os EUA andarem. Apenas os intelectuais dessas cidades importam, os outros se tratam como se fossem ignorantes dando pitacos. E, simultaneamente, escondem mais que a vida ruim dessas cidades, escondem podres como o degrado total das pessoas, das familias e da sociedade, as taxas de crime e uso de drogas ridiculamente altas e a falta de progresso humano e tecnologico desses lugares.

      SP passa pelo mesmo. Podem esperar em 10 anos ver cidades do interior muito melhores em TUDO (empregos e tudo mais) que SP e a midia continuando a dizer que bom seria viver sem casa, sem carro, pagando caro e sendo feito de idiota.

      Excluir
    6. Lucas dos Santos18/09/13 20:39

      "São Paulo, ame-a ou deixe-a"???

      Excluir
    7. Isso não é imbecilidade, muito pelo contrário, é bem articulado. O pessoal já acostumou a andar a 60 km/h. O que acontece? O número de multas despenca... baixando para 50 km/h fica fácil pegar os desavisados.

      Excluir
    8. Anônimo18/09/13 19:46
      Aplausos, muitos aplausos, de verdade. Você falou tudo, e falou com propriedade. É o que o plano diretor de SP quer. E eu já estive em algumas destas cidades que você descreveu, é bem isso mesmo!!!!! O meu medo é que SP vire isso (estamos a caminho, vamos ver se as circunstâncias impedem). Concordei com cada linha que escreveu.
      Mais uma vez, meus parabéns pela suas sábias palavras.
      Abraço.
      André

      Excluir
  2. Sensacional!!!
    Concordo com tudo!!!

    ResponderExcluir
  3. Nao é so o carro que esta sendo desmoralizado em SP.
    Os todos os moradores dessa grande cidade estao sendo desmoralizados dia apos dia.
    Chega desa nojeira chamada PT!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo isso começou com o PT?

      João Paulo

      Excluir
    2. Não é só o PT! Todos os partidos estão podres.
      Veja por exemplo que a Marina Silva é tão ruim ou pior que a Dilma numa mistura de igreja evangélica da teologia da libertação, revolucionária comunista e ecochata.

      Excluir
    3. melhor definiçao que ja vi para marina..

      Excluir
    4. Perneta, a solução, ao menos por ora, seria a de não votar em nenhum partido de matiz gramscista ou, no caso de pior cenário possível, votar no menos gramscista que houver. Dá para começar a fazer isso nas eleições de 2014 e prosseguir isso nas de 2016.

      Excluir
  4. Deboche...
    Vamos ver o deboche hoje quando o STF infelizmente aceitar os embargos infringentes. (Espero estar errado)
    Esses bandidos e toda a corja do PT vao estar rindo de todos nos, da imprensa e de todas as !pessoas de bem , honrradas e pagadoras de pesados impostos.!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aceitou os embargos,aqueles honestos e trabalhadores que sonham com um País com pelo menos justiça,já que não tem educação,saúde e segurança,hoje estão com o coração sangrando,hoje foi o dia do diabo...

      Excluir
  5. Algum dia, ainda seremos "indiretamente" obrigados a dar carona para que assim se faça reforma agrária em nossos latifúndios.
    Provavelmente esta será a tática deles: criarão faixas solidárias num monte de ruas independente da necessidade dela e dirão que só gente feia, malvada e egoísta não dá carona.
    Não duvidem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já há planos para isso. Procure no google - criação da segunda faixa exclusiva no corredor norte-sul para carros com mais de 3 pessoas, taxis, ambulâncias, etc...
      Só saindo dessa m**** mesmo.
      André

      Excluir
  6. Bob, e tem mais, como noticiou o G1 agora há pouco, "Limite de velocidade na Avenida Paulista cairá de 60 km/h para 50 km/h". http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2013/09/limite-de-velocidade-na-avenida-paulista-caira-de-60-kmh-para-50-kmh.html
    É de uma imbecilidade sem fim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael, concordo plenamente com você.
      Quem já andou a 60 na Av. dos Bandeirantes sabe o quão subutilizada é aquela via nesta velocidade. Diga-se de passagem, não faço questão nenhuma de respeitar tal limite, tampouco a maioria dos que passam por lá. O mesmo pode-se dizer da 23 de Maio. Sabendo onde estão os radares, é uma via para se rodar confortavelmente a 80km/h.

      Excluir
    2. Corsário Viajante18/09/13 17:41

      Esta é a brincadeira, criar a dificuldade para vender a facilidade.
      Assim um dia plantam lá um radarzinho móvel e pumba!
      Agora imagina que legal andar de madrugada na Paulista, a 50km/h, vendo os semáforos lá longe verdes ficando amarelos...
      Quem já passou na Bandeirntes de madrugada sabe como é absurdo ficar com o pé no freio a 60km/h.

      Excluir
    3. Realmente, é o que faço de noite, principalmente na Av. dos Bandeirantes (é impensável andar a 60 Km/h lá, eu tento, mas não consigo - e olha que sou daqueles que dirigem sempre com cuidado). O Pior é dentro do túneis Ayrton Senna, Maria Maluf, dá nos nervos!!!!!!!

      Quando o limite era 70 km/h, dificilmente eu excedia os limites, mesmo com pressa. Porque achava justo, adequado e, principalmente, seguro. Agora virou palhaçada, com esses limites surreais. Eu não respeito e muitos não respeitam, isso é nítido. Eu ando a 70 km/h, correndo o risco de tomar uma multa. E assim vai, até que voltem os radares móveis (ou vocês têm dúvidas que eles não voltarão com toda essa redução de velocidade? os detrás de pontes e viadutos já voltaram...) Ou pior, como o Bob já postou, multa por velocidade média. Uma coisa é verdade: Tatto e sua horda já compraram novos e tecnológicos radares, os quais não sei quando entram em operação (pelo andar da carruagem, será logo).

      Excluir
    4. Realmente ridículo. Daqui a pouco os assaltantes que não usam terno e não são eleitos nem precisarão se esconder em cruzamentos, poderão caminhar ao lado do carro, anunciar o assalto e esperar enquanto a vítima passa o dinheiro e bolsa com o carro em movimento.

      Excluir
  7. Guerra de classes, é isso que se quer salientar.
    Enquanto as políticas feitas pelo ébrio da foto não instigarem aos usuários de ônibus e aos motoristas a compartilhar ódio recíproco, a sanha continuará.
    Tudo o que estes marxistas mais sonham é criar uma cisão de ódio classista, para pilhar os escombros e disseminar esta semente maligna que é sua ideologia.
    Engano o dos pobres, ao achar que isso lhes é benéfico. Se um dia acabar a pobreza e a desigualdade, automaticamente acaba a razão de ser dos ideários socialistas. Para os comunistinhas e outros bandeiras vermelhas, é tão ou mais interessante que a pobreza prevaleça do que é para o demonizado capitalista. Um pobre que tem dinheiro vai querer gastar, girar a economia e mover a indústria. Isso é a antítese do comunismo.
    E que comunista vai querer largar o osso do poder despótico? A história já nos mostrou com infinitamente infelizes exemplos que nunca isso acontecerá.
    Por isso que o vermelho da bandeira vira o vermelho do sangue popular espalhados pelas ruas quando este câncer social chamado comunismo se instala.
    Os maiores genocídios da história foram cometidos por estes supostos pregadores da igualdade. Hitler é um coroinha comparado ao que Stalin, Mao e outros fizeram.
    Mas hoje a coisa está mais sofisticada, querem ganhar o povo no mel ao invés do vinagre, e é por isso que meios dissimulados como este e muitos outros dispositivos de controle político tem sido o cavalo de guerra da inserção das vertentes socialistas culturais em nossa sociedade.
    O PT precisa ser exterminado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, eles se alimentam da miséria do povo incitam a discórdia e vivem através da mentira.

      Excluir
    2. parabens. faço minhas suas palavras

      Excluir
    3. Parabéns. Análise precisa do que vem ocorrendo já há 12 anos no país.

      Excluir
    4. Perfeito!!

      Excluir
  8. Este não é um país sério. Nunca será.

    Parabéns pela matéria Bob, espero que os auto entusiastas marquem os nomes aqui citados e não votem nas mesmas pessoas de novo. Resolve? Quem sabe, mas pelo menos pode-se deitar e ter a cabeça tranquila.

    Não sei como é dirigir em SP, mas em Vitória o trânsito passa dos limites do "patético".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é que até as próximas eleições ainda tem 3 anos. Algumas coisas serão irreversíveis de se concertar (isso se a lavagem cerebral também já não estiver completa).
      Andre

      Excluir
  9. Tem 5.570 cidades no nosso país (dados jan/2013), sendo assim, pra quê ficar em São Paulo? Eu já fui embora a anos, volto só a passeio e aí não me incomodo.

    ResponderExcluir
  10. Bob,

    Concordo plenamente com tudo o que você disse, exceto uma frase, a respeito da idiotice do "dia mundial sem carro": "E quem mora no Centro?" Na verdade, quem mora no centro poderá circular normalmente por essa zona de restrição. Imagina o transporte "clandestino" que isso vai gerar...

    Mais informações: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/comunicacao/noticias/index.php?p=156910

    Abraços,
    César.

    ResponderExcluir
  11. Vamos parar de achar que isso tudo é por causa da burrice de quem manda. Todas essas ações são planejadas e tem o propósito de criar ódio e ver mais gente se matando no trânsito.

    O governo cria esses problemas e os burros pedem mais leis e multas mais pesadas. É sempre mais fácil culpar a vítima (os motoristas) do que achar o culpado (o governo)!

    ResponderExcluir
  12. Carla Brolezzi18/09/13 13:21

    Dúvida: Sair de Landau e pegar trânsito pode ser caracterizado como latifúndio improdutivo? :P

    Bob, infelizmente o governo brasileiro é uma piada e a população, em sua maioria, acéfala pq elegem esse bando de safados.

    Aqui no RJ existe propaganda em vários ônibus dizendo: Vá sem carro! Não use carro! (e coisas do tipo) e me dá uma vontade enorme de pegar o filho de uma boa mãe que criou essa propaganda e fazer o infeliz se locomover com o trasporte público numa cidade que só possui duas linhas de metrô e que nos 25 anos em que moro aqui as únicas obras do Estado voltadas para a mobilidade foram a Linha Vermelha e a Linha Amarela (25 anos!!! Em SP quantas estradas, ruas, avenidas, marginais foram feitas nesse mesmo tempo? e quantas foram melhoradas?).

    Como meu avô já dizia: a sorte desses políticos é que matar ainda é crime...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carla
      Matar é crime , mas esses politicos matam a nós e o país um pouquinho a cada dia!

      Excluir
    2. Se for, sou dos piores latifundiários deste país.

      Excluir
    3. Sábias palavras de seu avô, Carla, sábias palavras ...

      Excluir
    4. Carla,

      Em primeiro lugar, é preciso mudar o povo.

      Excluir
    5. Carla, e desde quando Landau é improdutivo?

      Excluir
  13. Concordo com as críticas, só que mais uma vez o autor as politiza. Aqui na minha cidade também há todas essas mazelas: faixas estreitas, inutilização de faixa, diminuição de limite de velocidade. Todas essas ações iniciadas pelo partido azul.

    João Paulo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que há de se fazer quando a situação e a oposição são de esquerda?!

      Excluir
    2. De direita também não adiantaria... Como diria Winston Churchill: "A democracia é a pior forma de governo, tirando todas as outras".

      Excluir
    3. bem...e onde está a democracia? pseudo democracia talvez...

      Excluir
    4. Num adiantaria porque Luiz AG? E o que tem direita a ver com falta de democracia? Pitaco igualzinho ao que um esquerdista cego daria e justo esses que tomaram o poder e agora nos ferram e ferram com SP inteira.

      Pra quem comenta aqui sua pessoa parece muito apoiar toda essa sacanagem que ta no poder. Ainda por cima satisfeito com a falta de partidos e correntes politicas que realmente se oponham a isso, um dos maiores problemas do Brasil.

      Excluir
    5. Porque acha isso anônimo? Disse em algum momento que era de esquerda ou de direita? Ou deduziu, da forma que os alienados não conseguem nada ver fora do seu ideal?
      O que não acredito que alguém não roube. Sou a favor da democracia, do povo fiscalizando contas públicas, serviços, cobrando. Não alguém me mandando a serviço da aristocracia. Mensalão, CPTM, Militares, Privataria é tudo resultado do mesmo: Dominar o povo e governar em prol deles mesmos.
      Não se iluda, nem interprete minhas palavras, pois não me conhece.

      Excluir
    6. Luiz AG, basta interpretar. Quem diz que direita num adianta porque a democracia ainda seria menos pior quer dizer que direita=ditadura. Os visitantes do blog possuem inteligencia suficiente pra entender essas analogias. Quis dizer alguma coisa, agora admita sem chororo.

      Percebo seus comentarios sempre nessa linha, mas querendo esconder. Pessoas que pensam dessa forma, que melhor essa zona que ta do que ter qualquer partido que REALMENTE se oponha e que os opositores tem de ser alienados/burros, que atrapalham o Brasil nesse momento complicado. Pior ainda, frequentemente seriam os mesmos que apoiam as medidas abusivas tomadas pelo governo nos ultimos tempos e possuem a mesma fala desses governantes.

      Excluir
  14. O problema são os eleitores: votaram nisso aí: Agora aguenta!

    Cada povo tem o governo que merece.

    Enquanto o povo for a massa de ignorantes que é, não há o que fazer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando a oposição é filha da situação e o jogo já está ganho então não adianta votar em ninguém.

      Excluir
    2. Perfeito o comentário...

      Excluir
  15. Eu costumo dizer, e a matéria é mais ou menos isso, que o Brasil, é um país de terceiro mundo, que pensa que é de primeiro mas que tem atitudes de quinto mundo. Eles pensam que criando faixas, rodízios e etc, vão organizar o trânsito como o transito é no primeiro mundo, mas se esquecem, ou não percebem, ou não enxergam, que a organização do transito TEM QUE passar, em primeiro lugar, por um Transporte Público eficiente para que em curtos trajetos, as pessoas não precisem de usar o carro. Quando a mídia ou o governo fala em transporte solidário, eu penso: "Quer solidariedade maior no transito que andar de ônibus?". Mas com esse sistema de transporte público, isso é muito, mas muito difícil.

    ResponderExcluir
  16. Parabéns pelo post, Bob! Não tem por que demonizar os carros, ainda mais com o transporte público ridículo que existe em São Paulo.

    Outro dia assisti ao programa "Futurando", da Deutsch Welle, e eles mostraram como as pessoas se deslocam na Alemanha. É outro mundo! Por exemplo: na cidade de Bonn, com apenas 300 mil habitantes, são 120 km de metrô, além de bondes e ônibus confortáveis. Assim fica fácil deixar o carro na garagem...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corsário Viajante18/09/13 17:44

      Enquanto isso em Campinas, cidade com mais de um milhão de habitantes, metrô é palavrão, coisa "da capitarrrr".

      Excluir
  17. O problema é que o cidadão médio, pseudo-esclarecido intelectual/culturalmente credita todos os problemas de violência no transito a velocidade, ao excesso de carros, etc. etc. etc.

    E ai medidas como essa obtem a aprovação do cidadão mediano, cuja formação politica resume-se ao que está nas páginas da Revista Veja

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem isso! Uma população histérica que acredita nas desilusões de uns psicopatas.

      Excluir
    2. Se metade da população se baseasse na Veja o país seria outro. A população está mais pra "Carta Capital" mesmo.

      Excluir
    3. Não sei qual é o pior, se Veja ou Carta Capital. Estamos fritos.

      Excluir
    4. Será? A Veja é a grande defensora daquilo que chamamos de "politicamente correto" (carro a álcool, "defasagem" do preço da gasolina, pedágio urbano, rodizio de veiculos, etc. etc. etc.

      Junto com a Carta Capital, é a revista politicamente mais sem vergonha que eu conheço

      Excluir
    5. A Veja (ainda que oposicionista) defende o chamado "politicamente correto" como pedágio urbano, o estorsivo preço dos pedágios paulistas, o "baixo" valor da gasolina (como se tivessemos padrão de vida de europeu para pagar US$2,00/L) o álcool combustivel como o combustivel do futuro, etc. etc. etc.

      Excluir
    6. Sem dúvida a Carta Capital é coisa da pior espécie. Recebem muita grana direto do governo.

      Excluir
    7. A Veja também recebe. Só que do outro governo.

      Excluir
    8. E a Globo idem, do governo PT inclusive

      Excluir
  18. Ninguém gosta de ficar preso em um engarrafamento dentro do carro, as pessoas ficam simplesmente porque não tem opção! O Transporte público é ineficiente. Por que é necessária a prefeitura liberar a concessão para determinadas empresas de ônibus? Liberem para todas, estimulem a concorrência, criem regras para as regiões mais carentes sejam atendidas. O governo deve ser apenas o regulador do mercado (como anatel, aneel, etc.), para que não exista cartel ou mal atendimento.

    Os longos engarrafamentos são reflexos da má gestão do transporte público. Ana Odila já está a 12 anos no SPtrans, e já sabemos qual será o resultado se ela permanecer por mais 12 anos...

    ResponderExcluir
  19. Bob e demais leitores!

    Aqui na minha cidade São José dos Campos/SP os incoPeTentes também conseguiram chegar ao poder depois de 16 anos tentando, aqui já tivemos a infelicidade de ter como prefeita aquela ex-deputada a gorda dançarina que só fez merda aqui e agora eles voltaram prometendo um mundo de coisas mas nada fizeram até agora. Mas voltando ao assunto eles implantaram aqui os famigerados corredores de ônibus fazendo uma confusão no transito que ja era confuso principalmente no centro. Só para vcs terem uma ideia em uma Avenida com 4 faixas, separaram 01 somente para os onibus e e deixaram mais uma como preferencial para onibus e se não bastasse isso criaram nos semaforos que cruzam essas avenidas ilhas afunilando todo o transito para somente 02 faixas e enquanto os carros param no semaforo os onibus passam nos corredores com o sinal verde, fora dentre muitas outras cagadas que seu eu fosse ficar escrevendo aqui ficaria o resto do dia digitando.
    abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é...também estou na luta para sobreviver a essa nova bagunça...

      Excluir
  20. Retrato da falta de projeto e planejamento.
    Estão apagando incêndio com gasolina!

    Se os mensaleiros não forem presos hoje, o povo vai destruir Brasília...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O povo tá anestesiado....vai continuar a mesma m@¨#*.
      A modinha das passeatas de junho (sem liderança, sem foco, sem objetivo, "contra tudo e todos") obviamente não ia dar em nada (tá aí a aprovação crescente da Soberana).

      RicardoBF

      Excluir
    2. A minha categoria anda bastante preocupada com o rumo que as coisas vem tomando em nosso país.
      Outrossim... temos acompanhado á tudo amplamente e de forma bem atenta.
      Militar Anonimo

      Excluir
    3. é Militar Anônimo... certamente estão à espreita aguardando a oportunidade de aplicar outro golpe pútrido, levando esse país (que já vai de mal a pior) de volta aos tempos "maravilhosos" de importações proibidas, torturas, censuras e caça aos opositores...

      ok... de fato, o que é ruim pode ficar ainda pior...

      Excluir
    4. Não se preocupe militar, podem vestir seus pijamas. A democracia possui mecanismos corretivos, mas se no Brasil esses mecanismos não funcionarem, ainda restam-nos os aeroportos.

      Excluir
  21. Julio Bomfim18/09/13 13:47

    Essa de proibir o tráfego de carros na "rótula central" em pleno DOMINGO (22/09), para justificar um PSEUDO-incentivo ao transporte público é uma das maiores hipocrisias que eu já vi.
    Eu MORO no centro, dentro da área restrita e, justamente aos domingos faço compras no supermercado, viajo para fora de São Paulo ou participo de eventos especiais em lugares distantes onde tenho que usar o carro. Sei que, como morador, não estou proibido de entrar e sair da "rótula central", mas haverá bloqueios e guardas me impedindo, me questionando e dificultando meu livre-trânsito.
    Se já não há trânsito pesado aos domingos, porque impedir o uso de carros justamente neste dia? E justamente nesta área?!
    Acredito em políticas públicas sérias, bem planejadas e bem programadas para incentivo do uso do transporte público (de qualidade), mas será que este opção RESTRITIVA e provavelmente ILEGAL é a melhor?
    Não vejo ganho nenhum nisso, a não ser uma repercussão popularesca na mídia que tende a, cada vez mais, "demonizar" os carros e seus motoristas sem nenhum reflexo positivo ou melhora nos sistemas de transporte público.
    Lamentável.
    OBS.: Moro no centro, não uso carro para trabalhar, para meu lazer de final de semana, por facilidade, quase sempre uso metrô. O uso do carro é pontual e em ocasiões realmente necessárias. Para mim, praticamente todo dia é "Dia Mundial Sem Carro", mas nem por isso quero ter meu direito de ir e vir (e sair e voltar para meu bairro) tolhido por governantes "déspotas" e com interesses escusos.

    ResponderExcluir
  22. E como ficou a história de edifícios novos terem número de vagas limitadas para uma por apartamento?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pergunte às empreiteiras, construtoras, imobiliárias e afins se esses novos empreendimentos c/ apenas 1 vaga terão demanda / retorno suficiente? Que tal logo confiscar vagas de garagem, promovendo uma verdadeira reforma agrária no subsolo dos condomínios dos Jardins, Moema, Paulista e outros bacanas? Viva Cuba!!!

      Excluir
    2. Lorenzo Frigerio18/09/13 18:10

      Faz parte da proposta de Plano Diretor, a ser votada pelos nobres vereadores. Quando votarem, e se aprovarem, a gente nem ficará sabendo. Parecerá mais uma daquelas coisas feitas na calada da noite.

      Excluir
    3. Lorenzo: Plano Diretor sempre é feito na calada da noite, por responsáveis ocupantes de cargos políticos e não técnicos.

      Excluir
  23. É lamentável. Fora o trânsito que ficou nesse corredor. Moro na Zona Sul e trabalho em Mogi das Cruzes, sugiro ao amigo ciclista que faça esse percurso todo dia de 'bike', e tento de todas as maneiras fugir do corredor "norte-sul".
    Esses modismos são de doer, e como a maioria das coisas no Brasil, são pela metade (mas a maioria da população adora). Também estou pensando seriamente em sair dessa cidade.

    ResponderExcluir
  24. A maioria é burra, voat em idiotas espertos e o resultado é a imbecilidade generalizada.
    Até a rádio que fala de trãnsito 100% do tempo não tem noção de velocidades adequadas, e defende os limites ridículos que foram implantados para gerar mais multas.
    Sobre esse prefeito, só desejo que ele e suas secretarias vão todos juntos ao inferno, e bem rápido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E quais são os candidatos bons?

      João Paulo

      Excluir
    2. É , mas nem o Diabo vai querer receber esse caudilhote , aprendiz de Hugo Chaves no inferno!
      Eu acho que ele vai ficar nos infernizando por muitos e muitos anos ainda.
      Precisamos acabar com o PT ou o PT vai acabar com o Brasil!

      Excluir
    3. Seria muito bom, caro Juvenal. Porém, me arrepia só de lembrar que teremos que aguentá-los por mais TRÊS anos. Imagine o tamanho da saúva que vem por aí.
      André

      Excluir
    4. Corsário Viajante18/09/13 17:47

      Eu lembro de um candidato bom, o Cristovan Buarque, que foi demitido por telefone pelo Lula pois estava trabalhando de verdade no MEC. Concorreu à presidente, até teve votação expressiva.

      Excluir
    5. Cristovam Buarque, candidato a presidente de quê?

      Excluir
    6. Foi candidato a presidência do Brasil. Teve coisa próxima a 1% dos votos válidos. Nunca mais concorreu.
      Era propositor da bandeira do educacionismo acima de todas as outras, logrou algum cargo ou outro após sua falida campanha e foi enxotado dos cargos de poder ativo após demonstrar intenções verdadeiramente modificadoras.

      Excluir
    7. Corsário Viajante19/09/13 11:39

      Foi candidato a presidente.

      Excluir
    8. Corsário Viajante19/09/13 13:48

      Na verdade recebeu em torno de 2,5% dos votos.
      Aliás ,vale a pena ler um pouco sobre "o homi":
      http://pt.wikipedia.org/wiki/Cristovam_Buarque
      Ou seja, ao contrário do conformista senso comum, de que "todo político é corrupto, ladrão", etc, só falta o eleitor ter o trabalho de pesquisar um pouco mais e ser um pouco mais inteligente. Mas é mais fácil botar todo mundo no mesmo saco para poder ficar sentadão reclamando.

      Excluir
    9. Gosto desse cara. Votaria nele de novo.

      Excluir
  25. A FDP..utagem é incrível, beócios no comando de uma cidade. Eu me mudei...tive a oportunidade e agora moro em Mogi Guaçu. O mais legal, aqui uma avenida de duas faixas é 60 km/h!!!!!!

    Bandeirantes a 60 km/h é congestionada!!!Paulista a 50 km/H vai parar também, até de domingo.
    E no JN, o Ibope diz que 87% aprovou a faixa de onibus nova...a vá!!!!!!Até parece.

    ResponderExcluir
  26. Bob Sharp,

    E o projeto de partido, a quantas anda?
    Mantenha a ideia acesa em nossas cabeças.

    ResponderExcluir
  27. A vaca está indo p/ brejo. Já foi.
    Marquem bem: a ONG anti-automóvel chama-se ONG Nossa São Paulo. Tem outras, claro, mas provavelmente foi essa a qual o Bob se referiu. É um grupo de radicais esquerdistas anti-carro. Ah, a situação é grave, como diz nosso colega, começou a dar metástase. Não só isso, o quadro é irreversível. Vai piorar muito, podem ter certeza disso. O ódio aos carros é geral. O que eu mais tenho escutado ultimamente são cinco palavras que junto combinadas ferem os ouvidos de qualquer autoentusiastas: "deixar o carro na garagem". Para que pagamos imposto de propriedade? Para que compramos um carro? Não seria o caso, ao invés de deixar o carro na garagem, de usar a opção de transporte que mais conveniente for. No meu trabalha mesmo, em 2 ocasiões em menos de 1 semana escutei no café ideias mirabolantes sobre pedágios urbanos e restrições. Cada dia, literalmente é uma surpresa: minha nossa!!!! 50 KM/h na Paulista, é o fim dos tempos. Imagine vocês, dirigindo meia noite, por mais de 2KM, em pistas largas, a 50 km/h. No mínimo irão encher de lombadas eletrônicas...Olha, que coincidência, ontem a noite, eu também estava pensando em sair de SP, porque, como eu disse, só vai piorar.. Ontem estive voltando da trabalho, 1 hora da manhã, sintonizando rádios após um longo dia de cansaço eis que sintonizo o rádio 100% trânsito e pasmem, escuta aquela palavra que me assusto só de pensar: mobilidade. Porque me assusto? Podem notar, na coqueluche do momento, mobilidade = restrição ao transporte individual. Por que mobilidade não pode ser mais autoestradas urbanas, túneis, viadutos, metros, onibus, VLT?????? Deixa p/ lá, parece que essa é uma guerra perdida. Não sei como dizer isso em expressão equivalente, mas vocês devem entender o contexto: "let's wait for the other shoe to drop". E em seguida, em meio ao que estavam falando, escuto a segunda: "deixar o carro em casa"... sinceramente, se for para poder andar de carro nos finais de semana (e olhe lá, porque tem ciclofaixa, dia mundial sem carro e aquilo a quatro), seguramente irei pelo menos vender o meu carro e ficar só c/ de minha mulher ( se não sair de SP antes).
    Andre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corsário Viajante18/09/13 17:50

      As pessoas são engraçadas. Parecem que querem criar o inferno para ir morar nele. O transporte público já é ruim e superlotado, e mesmo assim ainda querem socar todo mundo que anda de carro nele.
      O metrô estava expandindo um projeto de conectar estações com garagens. Parou. Sabe porque? Porque o metrô não conseguia absorver mais gente, ou seja, o governo sabe que se vc deixar seu carro em casa e for de transporte o sistema entra em colapso, como aliás já vem entrando.

      Excluir
    2. Essa ONG Nossa São Paulo só funciona porque tem gente grande como a fundação Ford injetando muito dinheiro. Essa fundação Ford também é pró-aborto, a favor do desarmamento e da "justiça social".

      Excluir
    3. E claro que deve ter gente do governo dentro dela, fazendo as pesquisas manipuladas que viraram o standard no nosso mundo de hoje. O governo, por vontade ou por ser mandado por algum poder como esse que o Perneta muito bem disse, manda ou mesmo cria uma ONG dessas pra falar que representa a `voz do povo`, onde fazem pesquisas e estudos completamente mentirosos (mas sem que se prove facilmente a mentira perante um tribunal) e depois jogam eles convenientemente na midia como se fossem a vontade do povo e uma verdade inquestionavel.

      A midia inflama as pessoas, ignora a maioria contraria a essas ideias (por ser vendida igualmente) e amestra o povo a aceitar essas besteiras. Quando o povo amolece ou esquece do assunto, o governo aprova e diz que foi tudo pedido pelo povo. Hoje em dia, amestrados que somos para aceitarmos a sermos reprimidos se for em nome `da paz` ou `da ciencia`, mesmo que o povo manifeste acabam aprovando as medidas de qualquer jeito e depois falam que os manifestantes (vez ou outra PAGOS E MANDADOS PELO GOVERNO) eram minoria ou coisa parecida.

      Logo estaremos dominados a ponto de nem precisarem mais dessas mentiras como ONGs e pesquisas, vai ser suficiente o governo mandar, afinal ele `sabe mais que a gente e sempre quer nosso bem` e ademais `votamos` neles. O desarmamento perdeu o referendo e mesmo assim ter arma no Brasil tem uma dificuldade que poucos outros lugares no mundo tem.

      Excluir
  28. Rafael Ribeiro18/09/13 15:18

    Bob,

    Concordo com quase 100% do texto. Mas o preço do táxi está alinhado com as principais capitais mundiais, cerca de US$55 no trecho citado. É tão caro quanto os próprios carros no Brasil também o são...

    Autoentusiastas paulistanos, uni-vos: Que sejam fundados movimentos de protesto, como o Black Cars, o Mídia Kawasaki Ninja e o Fora do Eixo Cardã!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apoio a ideia. Acho que precisariamos de uma manifestação. No próprio dia 22, pondo p/ quebrar na área do centro que será fechada aos carros no próximo Domingo, dia 22/09.
      Andre

      Excluir
    2. Poderíamos promover uma ação como Black Big Blocks... hehehe...

      Excluir
    3. Apoio uma atitude dessas e comparecerei mesmo que sem uma Ninja ou um big block!

      Excluir
  29. O transito já eh caotico em sp....com essas faixas serão absurdo! Da mesma forma as ciclovias....
    Eu pego onibus todos quase todos os dias, pois trabalho apenas 6km de casa. muitas vezes prefiro ir andando do que pegar onibus, pois estão sempre cheios (preciso esperar 3...4 onunibus para poder entrar), gente mal educada, motoristas péssimos (acham que somos carga). Por essas e outras o individuo se mata pagango o carro em 80x para nunca mais andar de onibus.
    Essas faixas são tão mal pensadas que muitos onibus precisam atravessar todas as faixas para entrar em uma outra rua....causando muita confusão em um transito já conturbado.
    Não existe uma engenharia de trafego, não existe uma distribuição de rotas e não existe cabeças pensantes no governo que consiga produzir bons resultados ao invés de soluções paliativas e superficiais.
    Daqui a alguns anos sp vai parar...fato!

    ResponderExcluir
  30. Antonio Amaral18/09/13 15:29

    Se for sair de São Paulo, por causa dos absurdos do trânsito, não venha para Ribeirão Preto, aqui não existe engenharia de tráfego, as decisões de traçado, sinalização parecem ser tomadas da forma que possa gerar mais dúvidas e causar o maior número de acidentes possíveis. Já morei em muitas cidades, inclusive São Paulo, mas aqui é, de longe, o pior lugar para se trafegar. Isso sem contar o estado de conservação das ruas que é péssimo.

    ResponderExcluir
  31. Bob, faltou dizer também que a Prefeitura e o secretário de Transportes se gabam de que a velocidade dos ônibus aumentou nas faixas exclusivas numa conta falaciosa. Na Folha de S. Paulo online de hoje fica clara essa enganação, pois diz que os dados tabulados levaram em consideração somente os trechos de faixa exclusiva. Ou seja, desconsideram que houve aumento nos congestionamentos fora delas, por onde os ônibus também fazem boa parte do percurso ainda que no horário de funcionamento das faixas. Um cálculo correto deveria ser de ponta a ponta e, ainda,levar em consideração o tempo de espera pelos usuários nos pontos - que continua absurdo, pois não houve acréscimo de um único veículo. Se a isso somarmos a burra redução da velocidade em importantes vias, os usuários de transporte coletivo já devem levar mais tempo ainda do que antes da instalação destas famigeradas faixas exclusivas... Nora Gonzalez

    ResponderExcluir
  32. Mas dava pra esperar alguma coisa boa deste poste e do Senhor Encastelado da Tattolândia?????

    ResponderExcluir
  33. O pior de tudo é que ninguém tem coragem para resolver o problema do trânsito em São Paulo; e note que é de uma simplicidade atroz! Da frota de 7 milhões registrada na Capital, cerca de 2,5 milhões está irregular, seja por não pagar IPVA, multas e até mesmo por não realizar a inspeção veicular (que também gera multa...). Assim, bastaria fazer cumprir a lei, dar prazo de 60 dias para pagamento dos atrasados (o dinheiro teria que, obrigatoriamente, ir para transporte público) e, nada feito nesse período, mandar o carro para a reciclagem, tirando-o das ruas. Com menos 1/3 da frota nas ruas ia sobrar espaço para todos, carro, ônibus, moto e caminhão! E por falar em transporte público, alguém pode me dizer porque o metrô só tem 2 linhas de trilhos e não 3 pelo menos, desta forma 2 sempre iriam no sentido do fluxo das pessoas e uma no sentido contrário?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente tudo vai 99,9999 das vezes no interesse e no governo isso piora mais. RESOLVER O PROBLEMA DESINTERESSA. Pegar carro irregular num tem receita, precisa de lugar pra guardar e gente na rua fiscalizando (no lugar de apenas cameras) e sabem que a maioria depois deixa de pagar mesmo apreendido. Que se dane os que pagam em dia seus impostos, o transito e o ar.

      Igualmente com a mobilidade. Transporte publico bom custa e num deixa lugar pra mafias, passagens que custam um absurdo e promessas de campanha. Transito de carro funcionando deixa de gerar com multas e deixa de dar desculpa para o governo.

      Excluir
  34. Meu caro Bob, leio frequentemente seus textos e, também frequentemente, percebo sua indignação frente à toda essa pouca vergonha em terras tupiniquins (compactuo com você, diga-se). Pra não alongar, um pequeno pensamento: um sociedade vive de regras e quem vive dentro das regras não tem o que temer certo ?
    Assim só posso dizer: - Ô saudades do governo militar ...

    ResponderExcluir
  35. Prezado Bob. Também sofremos o efeito "petralhice" em nosso estado e em algumas cidades da periferia ( A capital que foi domínio dos "petralhas" por 3 gestões, tem agora um dissidente da quadrilha, simpatizante da doutrina que só o fez para poder se lançar canditado enrrustindo todo o mundo! )O problema é doutrinário: Como Cuba, a Meca da escumalha vermelha é um atrazo só, tudo que se aplica por aqui vem de lá...despreparo, incompetencia,ineficiencia, etc... mais um marketing mentiroso onde o que se apresenta não tem a menor veracidade...Como são incompetentes para fazer, criam estas soluções "perolizadas" , meros factoides, que irritam uma minoria lúcida e entreteem uma maioria ignara e sem noção ( periferia!) que se regojiza achando que agora é a sua vez...( para quem nunca teve nada, qualquer fato já é um acontecimento! ) Não é por nada que nosso estado cai no ranking ano a ano... Está tudo lá, na cartilha Leninista dos militantes da "libelu" do passado, agora detentores do poder em uma nação de cegos voluntários...Como disse Diogo Mainardi: No Brasil não temos mais direita nem esquerda, apenas um bando de salafrários que se juntam para dilapidar o bem público e perenizar esta situação... Deus tenha piedade de nós!

    ResponderExcluir
  36. E sobre essa redução de limites, não será só na Paulista. Pelo que vi da reportagem, será também em outras avenidas. Não há nomes, mas imagino que Domingos de Morais, Ibirapuera, Santo Amaro, Faria Lima, Brigadeiro Luiz Antonio, algumas dessas que estou citando, eu devo "acertar"...
    O pior é que em muitos lugares no mundo isto está acontecendo. Estados Unidos, Inglaterra e até no Canadá já se fala nisto. Vi na revista "Super Interessante" (que assim o é apenas no título) que reduzir velocidade e restringir carros são algumas das cento e poucas "ideias de ouro" que eles apresentam...
    Vamos trocar o carro para priorizar BI-CI-CLE-TAS? Estamos regredindo na cara dura, e aplaudimos? Por que não construir estradas urbanas como em Santiago, que têm um custo bem acessível? Por que não fazer mais metrôs? VLTs? Monotrilhos? Não, vamos andar a pé, voltar às bicicletas? Se for assim, porque não restabelecer o transporte de charretes? O mundo emburreceu (daria um bom assunto para o Arnaldo Jabor fazer suas filosofias...ou melhor, talvez no Monkey News, com J. Simão...rsrs).
    Marginais Pinheiros e Tietê: se cuidem que deu a louca geral, logo vocês virarão um parque (na melhor das hipóteses, um corredor de ônibus).Tá cada vez mais down o anti-car society....
    Acho que vou vender o meu carro e comprar um CAVALO, apesar que logo vai aparecer um "estudo técnico" com a proposta de restringir o maléfico transporte individual equino e também de reduzir a velocidade de galope nos animais em vias urbanas, com alguma hipótese esdrúxula do tipo: quanto mais rápido for o cavalo, maior o risco de atropelamento e também mais ele come. Quanto mais ele come, mais sujeira ele faz nas ruas e mais gases ele emite na cara dos pedestres, sendo também que esses gases, dentro do politicamente correto, causam desconforto e, o pior, promovem o efeito estufa. 1 viagem de cavalo de 5 km emite a quantidade imensa de Kg de gases estufa e quase 1 kg de esterco na nossa cidade, dependendo se o cavalo não tiver um desarranjo intestinal. Portanto, programa de racionalização dos cavalos, com o slogan: [um monte de bosta sendo retirada] e a frase "Vivendo a cidade que a gente ama, fazendo a SP que a gente quer" (acho que a assoiação desta frase com um monte de bosta é uma ideia original, ou séra que estou melhorando alguma ideia que já existe... hummmmmm...)
    Andre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale lembrar que é proibida a tração animal em São Paulo (talvez com exceção à cavalaria da Polícia Militar). Por isso que toda vez que você está andando de carro, tem de reduzir a velocidade e tentar ultrapassar alguém que está puxando com seu próprio corpo uma carrocinha de material reciclável.

      Excluir
    2. Ri muito do comentário sobre o cavalo. Engraçado, mas não duvido que fizessem tudo isso de verdade, dado o atual nível de estupidez das mentes pensantes em nosso país.

      Excluir
    3. Caro anônimo,
      Tem certeza que a tração animal em SP é proibida? Para mim, a prefeitura está atualmente sendo "puxada" por animais...
      Andre

      Excluir
    4. Cara, desde quando usar a bicicleta como meio de transporte é regredir?
      Em que mundo você vive? Saia dessa bolha.
      Por acaso você já parou pra pensar quantas bicicletas cabe no espaço que um carro ocupa? Ainda mais um carro que em quase 90% dos casos está ocupado apenas pelo motorista.
      Enquanto houver gente que pensa igual a você a carnificina dos ciclistas pelas ruas vai continuar acontecendo.

      Excluir
    5. A triste realidade seria que o primeiro mundo serve de cobaia pra essas ideias, de semente. Os vermes se colocaram nesses lugares igualmente e depois de manipular o povo e criar conflitos que antes inexistiam e que beneficiam essas medidas, destroem pouco a pouco o que o primeiro mundo conquistou com essas medidas de restringir a liberdade e de manter a pessoa em estado de guerra voluntario (desarmamento, violencia criada com ajuda de grupos controlados pelo governo ou criados pelo governo como imigrantes ilegais, aceitar limitar a liberdade do que comer ou como se locomover, etc).

      Depois isso vai ser usado como exemplo para o resto do mundo, com ajuda da midia comprada, dos intelectuais burros e/ou comprados e finalmente chegando no governo e fazendo EXATAMENTE o mesmo processo.

      15 anos antes mobilidade urbana se resolvia com transporte publico melhor, vias melhores e planos para organizar a cidade. Hoje se `resolve`, depois desse processo e de muita propaganda, com limites de velocidade para carros que nunca ajudam (ATRAPALHAM na verdade) e com inutilidades como bicicleta.

      Excluir
    6. Faz o seguinte Anônimo18/09/13 23:42, fala pro cara que mora em parelheiros e trabalha no centro ir e voltar todo dia de bicicleta... Com certeza ele vai adorar a idéia.

      Acorda pra vida cara, nem todos os que estão sozinhos e engarrafados no trânsito dentro de um carro, estão lá porque querem. Nem todos tem o privilégio de morarem e/ou trabalharem em locais bem servidos de transporte público, ou com uma topografia que permita usar a bicicleta como meio de transporte. Tem gente que usa o carro porque não tem outra opção, e esses viraram os inimigos número 1 do dia pra noite, por canetada do prefeito (que se seguir o exemplo do prefeito anterior deve ir ao trabalho diariamente de helicóptero).

      Excluir
    7. Anônimo 18/09/13 23:42, além de ciclochato, tem toda a cara de ser mais um daqueles que o PT paga para ficar vasculhando as redes e defender o "macho alfa" de quem é fêmea no cio. Caso não receba qualquer grana por isso, é só mais um daqueles que servem para gerar o estado de confusão necessário para que um regime marxista progrida e, quando o tal regime atingir o objetivo, será descartado sumariamente.

      Excluir
    8. Anônimo das 18/09/13 23:42, vá trabalhar a 30km da sua casa, sob sol de verão, de terno e chega no escritorio que não tem como tomar banho e vai atender um cliente. Não esqueça de pedir desculpas para ele por causa do seu pessimo cheiro, e que vc está sendo "eco-sustentavel"

      Excluir
    9. Para os anônimos acima. Ninguém é obrigado a pedalar 30 km. Vocês já ouviram falar de comutação urbana? Acho que não né?

      Para o anônimo das 13:51, cara quer uma dica? Sai um pouco do Facebook e vai estudar um pouco. Belo argumento esse seu do PT pra iniciar uma discussão. Não tem o que falar não comenta vai, melhor do que ficar botando tudo culpa no PT.

      E sim eu sou o ciclochato ali de cima. Um ciclochato que nunca votou no PT.

      Excluir
    10. Não tenho nada contra as bicicletas, pelo contrário, até uso a minha às vezes, para distâncias curtas, ou para lazer/exercício. Regressão é achar que os carros têm que rodar em velocidade menor em detrimento de bicicletas e que este é o caminho para que as bicicletas façam parte do plano estratégico de transportes em SP. Até devem fazer, mas apenas como mais uma opção, como sempre foi, e está longe de ser a panacéia que todos dizem. Se for p/ incentivá-las, que se incentive, mas não em prol de atitudes demagogas e sadomasoquistas para atrapalhar o trânsito e demonizar os carros, com interesses excusos, obviamente. Existem vários acidentes com bicicletas? Existem, assim como muitas pessoas morrem em acidentes de carro, moto, caminhões, ônibus e pedestres. O problema é mais o desrespeito, a imprudência do que os limites de velocidade e, muito menos pelo fato do carro ocupar um espaço grande. Ocupa um espaço grande, mas o conforto e a quantidade de recursos financeiros que movimenta também são grandes. E aí? Ou você espere que compramos carros e deixamos eles na garagem? Que se faça igual a Santos, Sorocaba, onde as ciclovias são segregadas e não há prejuízos para ninguém. Da mesma forma o onibus têm que ser priorizado, mas com projetos decentes, que não prejudiquem os outros milhões de veículos que se deslocam diariamente, o transporte sobre trilhos precisa melhorar, principalmente. Precisamos parar com esta guerra civil entre carros e bicicletas, introduzidos por "forças ocultas" e eu explico o porquê: antes, a mobilidade era pensada como um todo e isso dá trabalho. Agora descobriram uma maneira de "resolver" as coisas de maneira simplista, com muito marketing, apoiando-se em movimentos anti-carros, cicloativistas, etc, etc.. afinal, rende votos, mantém-se a máfia das empresas de ônibus e o melhor, não é preciso trabalhar. Quer coisa melhor que isso?
      Andre.

      Excluir
    11. Comutar transporte em SP? Ideia de ciclochato mesmo. Isso num funciona aqui. Pra pedalar 2 km e depois pegar a mesma lata de sardinha melhor nem passar a vergonha de ser visto como ciclochato.

      Excluir
  37. Ah sim, e todas as manhãs continuaremos a ver na TV imagens feitas num helicóptero, onde algum repórter ou apresentador dirá com um ar de sabedoria superior: "o trânsito está lento devido AO EXCESSO DE VEÍCULOS"...

    Assim como os hospitais devem estar lotados por EXCESSO DE DOENTES, assim como os ônibus com EXCESSO DE PASSAGEIROS... e os presídios com EXCESSO DE PRESOS...

    Brasil: um país com EXCESSO de toLos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EXCESSOS, EXCESSOS e EXCESSOS.
      Você tem toda a razão, excessos de tolos (pra dizer o mínimo)

      Excluir
  38. Excelente texto BS, parabéns!

    ResponderExcluir
  39. Bob, mais uma para a conta: diz a CET que com a faixa a velocidade dos ônibus aumentou. É óbvio que ela não está mentindo, mas aqui seria a questão de transformar estatística em tortura de números para que eles digam o que você quer.
    Com as tais faixas, os ônibus pegam menos trânsito pela frente, porém andarão menos se na mesma via houvesse corredor de ônibus, uma vez que esse fica no centro da via e desobriga que os motoristas dos coletivos tenham de ficar negociando com os carros que viram as esquinas ou sobem as guias rebaixadas.

    ResponderExcluir
  40. Já estou fazendo as malas. Próxima parada: Wolfsburg.

    ResponderExcluir
  41. Acredito que o ponto seja este: falta realmente em vários âmbitos do nosso Brasil "engenharia", porque o caboclo ai pega um cargo administrativo sem ter conhecimento nenhum,(digo conhecimento técnico, experiência e o geral que a vida nos ensina) e sem bom senso nenhum faz o que vier na cabeça, coisa de déspota mesmo. Hoje em dia nós(humanidade) somos capazes de coisas incríveis porem com muito esforço e estudo, como ir ao espaço, comunicação global entre outros, da para ver como este país é medíocre porque em áreas de tecnologias avançadas o nosso condado aqui não se destaca em nada, somente em produção de matéria bruta, impostos e custo de vida altos,há e alienação do povo. Porque não duvido em nada que estes políticos na próxima eleição estarão ai de novo.

    ResponderExcluir
  42. Os autoentusiastas estão se tornando autofundiários ou melhor autofundiotários.
    E os governantes devem se achar o máximo. Estão simplesmente revogando todas as leis racionais da natureza e governando por decreto.Eles espertamente somente não esquecem é de cobrar os abusivos impostos sobre a fabricação , venda e utilização dos veículos. Antigamente se dizia que as Saúvas iam acabar com o Brasil.Só não sabiam que as Saúvas seriam travestidas de PT.

    ResponderExcluir
  43. Pensando em deixar São Paulo, Bob? Depois de hoje, se eu ainda tivesse a disposição da juventude, deixava era o país. Pena que quando eu tinha a juventude, tinha também as esperanças e a ingenuidade próprias da idade, e acreditava de verdade que esse país ainda viraria alguma coisa decente. Como resultado disso, construí minha vida aqui. Agora é tarde para começar de novo.
    Um brasileiro, envergonhado, enojado, e de luto.

    ResponderExcluir
  44. Militareees!

    McQueen

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedro de Albuquerque19/09/13 05:51

      Alivia só no começo, depois é a mesma roubalheira e palhaçada, afinal, são os mesmos brasileiros.

      Não podemos reclamar muito, nossos políticos são o espelho da nossa sociedade, não dá pra exigir um Congresso com 500 e poucos finlandeses. No Brasil é uma minoria que tem ética e é honesta.

      Excluir
  45. Bob, concordo com muito do que vc diz. Mas querer comparar custo por km de carro GNV com taxi é absurdo. Pra começar que há os custos fixos, como manutenção, licenciamento, seguro, ... O combustível é só parte dos custos variáveis, que não são só combustível, mas também lavagem de carro, entre outros. Além da remuneração do próprio taxista.

    Aliás, veja que para distâncias de até 20 km, o uso de taxi pode ser até vantajoso:
    http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,taxi-e-mais-vantajoso-que-carro-proprio,701288,0.htm

    Isso é como dizer que digitar um texto é barato e que jornalista não merece ganhar nada. Imagino que vc tenha escrito esse texto na fúria, mas esse tipo de coisa tira a credibilidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 2400% que o custo do GNV parece demais.

      Excluir
    2. Parabéns Guilherme!
      Gosto demais do Autoentusiastas e gosto muito do Bob, mas realmente eu não entendo essa mania de alfinetar taxistas.
      Eu sou taxista no RJ (amarelinho), trabalho 12 horas por dia ou mais, para tentar levar uma diária decente para minha família. A maioria absoluta dos taxistas que eu conheço são honestos e trabalham muito pra chegar no final do mês pagando suas contas em dias. Nossas despesas não se resumem somente a combustível (quem dera, que fosse assim!!!), temos custos com limpeza do carro, manutenções preventivas, fora as manutenções eventuais, pq como estamos muitas horas na rua, é um pneu que fura, é buraco para todos os lados (haja suspensão), sem contar a prestação do carro novo que mesmo com isenção não são baratos, e por ai vai........
      O Taxista

      Excluir
    3. Mas aqui em SP mesmo com tudo isso a tarifa do taxi ta grande demais. 100 a 100 reais pra voltar de um aeroporto sem transito e por boas estradas! E a mafia deles proibe os taxistas que queiram cobrar uma tarifa mais justa.

      Se fosse diferente os casos de taxistas vendendo suas carteiras por mais de 100 mil reais inexistiriam.

      Excluir
  46. Paralelamente à demonização do automóvel em SP temos a chatíssima militância pró bicicleta, que encontra amplo apoio em toda a imprensa que tem suas redações infestadas de reporterezinhos que nunca saíram da Vila Madalena. Apesar de termos atualmente um governo implantando um projeto de poder autoritário diante dos nosso olhos, tentando controlar todos os aspectos de nossa vida, a China nos dá um exemplo de que cada indivíduo tem vontades próprias que não são exatamente as que vemos nas reportagens verdinhas do SPTV. Uma das imagens mais marcantes da China comunista era aquele enxame de bicicletas que invadia as ruas. O país se abriu ao capitalismo, a população melhorou de vida, o que aconteceu? Os chinas assim que puderam foram logo comprar um carro. O povo não é trouxa (exceto na hora de votar), ninguém quer tomar chuva, passar frio, entrar mosquito na boca, sujar a barra da calça de graxa só porque as cabeças pensantes da Vila Madalena querem que todo mundo ande de bicicleta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diógenes, não se esqueça de uma coisa: ciclochatos são apenas inocentes úteis que por ora servem aos propósitos de quem está no poder. Quando pararem de servir, serão descartados sumariamente, isso se não forem atropelados por carros oficiais e ficar por isso mesmo.

      Excluir
    2. Concordo e digo que pena num vou ter no dia que forem colocados como idiotas uteis que deixaram de ser uteis

      Excluir
  47. Isso aqui tá virando blog do PSDB.
    Não vi o BOB falando da porcaria que o Serra fez na Marginal Tietê, torrou 2 bilhões de reais em uma obra orçada em 800 milhões.
    A única solução para a região metropolitana de São Paulo é transporte público, principalmente metrô, e o estado de São Paulo constrói 1 KM por ano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho. Como se o PSDB promovesse progresso de verdade no Estado de S. Paulo.
      Nosso Estado tem PIB, sozinho, equivalente ao da Polônia inteira. E vejam se há obras estruturais, com visão de longo prazo, em curso. Não há nenhuma. Tudo tem como objetivo perpetuar esse estilo "picolé de chuchu", de fazer pouco mas saber falar como se fizesse muito. Alckmin, assim como Dilma e Haddad, também anda de carro blindado, com vidros escurecidos acima do permitido. Não quer nem saber as necessidades do povo.

      Excluir
    2. Aqui em SP seria um pouco melhor, apenas isso. Governo bom mesmo, de qualquer partido, o Brasil ainda desconhece.

      Excluir
    3. Anônimo 20/09 00:12,
      Eu tive o prazer de conhecer um bom governo, quando morava em Campinas-SP e o prefeito era o Toninho, por incrível que pareça filiado ao PT. Muito inteligente e bem intencionado, com plano de governo dos melhores que já vi, se recusava a usar carro blindado e seguranças pessoais, pois dizia que a população como um todo não tinha acesso a essas proteções e ele, mesmo como prefeito, não podia se dar ao luxo de ter essas regalias. Circulava pela cidade sozinho, a bordo de um Palio 1-litro comum. O grande problema é que seu governo durou pouco, pois ele bateu de frente com os "perueiros" (era início da zona que virou o aparecimento de vans para transporte alternativo de pessoas), empresas de ônibus municipais, começou a acabar com a zorra de caça-níqueis disfarçados de controladores de velocidade e botou todos os professores municipais mais velhos, que estavam só esperando a aposentadoria e se recusavam a dar aulas, para trabalhar. Deu no que deu, algum tempo (muito curto) se passou até que encomendassem sua ida para o outro lado da vida. Aliás, período que aconteceu o mesmo com Celso Daniel, prefeito de Santo André-SP à mesma época, não por acaso amigo de Toninho e com a mesma linha de pensamento... Esta terrinha aqui é braba para governante honesto.

      Excluir
    4. Fica claro que a mafia dos transportes manda nas cidades e nos governos aqui no Brasil e talvez mais que ninguem. Nem a imprensa fala disso, devido ao medo e poder desse pessoal.

      Por isso nossas cidades entopem, o transporte de gente fica pior que o de gado e fazem o que querem com os carros.

      Excluir
  48. PT é o câncer do Brasil. Tudo que eles põem a mão...

    ResponderExcluir
  49. O povo tem que responder. É só não pagar o IPVA que a petralhada vai miar.

    ResponderExcluir
  50. Trabalhei por 5 anos em São Paulo. Preferia ficar 3 horas por dia na estrada a morar nesse lugar. Isso 15 anos atrás. Ainda viajo a São Paulo 1 vez por semana e vejo esse lugar cada vez pior. Se o inferno existe, ele tem endereço. São Paulo.

    Bob, mude-se para o interior. 1000% melhor. Sua expectativa de vida aumenta 10 anos fácil. Clima muito melhor, ar melhor, facilidade de deslocamento, menor criminalidade, etc, etc. E tem recursos que não devem nada a São paulo.

    ResponderExcluir
  51. "Na cidade de Shenzhen, que possui uma população próxima à de São Paulo, o fato de 16% dos acidentes locais serem causados por bicicletas elétricas (resultando em 233 feridos e 64 mortes) mobilizou as autoridades locais a banirem esses veículos do município, sob a alegação de que eles eram “silenciosos demais”, o que dificultava aos pedestres perceber sua aproximação. O problema é que mais de 500 mil pessoas usavam as "e-bikes", e não gostaram da solução do governo."

    Acho que isso demostra que o problema de SP não são os carros, nem os ônibus, nem as bicicletas. Podem fazer o que quiserem, criar faixa exclusiva até pra disco-voador... É uma cidade inchada que não comporta mais ninguém. Está na hora de começarem a incentivar o desenvolvimento das cidades do interior.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corsário Viajante19/09/13 11:36

      O problema é que as cidades do interior já recebem muita gente, mas não recebem atenção nem recursos para se preparar para o êxodo que já vem ocorrendo.
      Eu mesmo saí de SP e vim para Campinas, e a cada dia dá para ver como tem gente vindo ou querendo vir para cá. Mas não vemos nenhuma posição da prefeitura ou do governo para preparar a cidade para o crescimento que já ocorre e vai se intensificar.
      Ou seja, vão repetir os mesmos erros.

      Excluir
  52. Pois então dia 22 próximo vai ser um excelente dia para eu ir trabalhar com meu SS, poluindo "horrores" para desespero dos politicamente corretos. E, de quebra, coloco 0,5 metro a mais de carro na rua, já que o Opala é cerca de 50 cm maior que o Focus, só de birra contra os ecochatos.

    Não é só São Paulo que anda virando um inferno para dirigir. O Brasil inteiro está ficando insuportável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dia 22 é dia de todos saimos com seuss carros só para queimar o maximo de gasolina possivel.

      Excluir
  53. Bob, aproveitando a temperatura do assunto, gostaria de te mandar um material sobre uma multa que levei de semáforo (o mesmo estava desligado), recorri a prefeitura de osasco e o mesmo foi indeferido. Há interesse em ver?

    Abs,

    ResponderExcluir
  54. Eu estava, a propósito, me lembrando de dois fatos dessa semana e fui até um pouco além na reflexão, chego a ficar preocupado com a gravidade do rumo que estamos tomando: já que o Bob falou em café, estava tomando um na copa do cliente que estou atendendo, logo cedo de manhã (devia ser umas 7:50), e, no recinto, haviam duas faxineiras que, para a minha surpresa, já haviam chegado e estavam prontas para iniciar o expediente. Elas se cumprimentaram e começaram uma conversa até que tocaram no assunto que os ônibus que pegam estão um pouco (notem o detalhe, um pouco) mais rápidos e chegaram até um pouco antes do horário - elas entram às 8:00. Muito bem. Neste mesmo dia, eu tinha uma reunião da qual participariam dois superindentes, às 9:30, sendo que a mesma foi cancelada porque um deles alegou ter ficado preso no engarrafamento da 23 de Maio. Mais tarde, quando ele chegou, mais de 10:00 horas, retruquei: "é, realmente, o trânsito anda difícil". E ele complementou: "depois destas faixas na 23 de Maio, não um dia que não está parado. Até na hora do almoço pára. Outro dia perdi uma reunião que tinha no centro depois do almoço porque a 23 tava inteirinha parada. O pessoal da prefeitura só quer complicar mesmo. Se ainda a gente tivesse opção para se locomover e chegar a tempo nos nossos compromissos..." E a conversa parou aí, ao menos no que diz respeito a trânsito e desmandos, afinal, não iria recomendar ao sujeito que pegasse um ônibus com o seu notebook nas costas e espremido como sardinha. Agora vejam vocês o retrato da situação: a faxineira agora chega cedo p/ trabalhar, às custas de punições justamente àqueles que são responsáveis pelo emprego delas (e de muitos outros funcionários), que movimentam o dinheiro, que tomam decisões. Estes últimos chegaram atrasados. É esse o plano estratégico de SP, do Brasil? Desmandos... A propósito, não acho que tenha que ficar ruim para as faxineiras, pelo contrário, mas acho que tem que melhorar p/ todos. Só no Brasil mesmo, cada vez mais tomado por vários formigueiros de saúva.
    André.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. André, eu acho que ESTE é o plano estratégico. Sacanear muito com alguns para melhorar um pouquinho, bem pouquinho, para outros. Fica bonito na mídia, dá votos, e a meleca fica por isso mesmo.

      Excluir
  55. Um país desenvolvido não é aquele que o pobre tem um veículo e sim o que o rico usa o transporte público.

    A mudança não virá da noite pro dia, mas enquanto ninguém tentar mudar alguma coisa nessa cidade sempre vai ficar na mesma. As ruas privilegiando os carros e deixando os outros meios de transporte em segundo plano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me diga em qual cidade do mundo, com porte de megalópole, o transporte público ocorre essencialmente por ônibus? O transporte é sempre sobre trilhos, e não tem nada de barato não. Metrô essencialmente, na periferia (geralmente) vlts. Sem poluição, barulho e desconforto de ter de escalar uma montanha para entrar no veículo (bom, talvez vc. tenha de subir e descer escadas, mas não para acessar o veículo).
      Transporte público em qualidade e quantidade suficientes, basta isso. As pessoas não são tão burras (apesar do voto mostrar o contrário).

      Excluir
    2. Cara, em algum momento eu citei que deve ser feito exclusivamente por ônibus?
      O resto do seu texto eu nem comento pq não entendi nada.

      Excluir
  56. E eu dou risada! Vivemos em um país onde há décadas privilegiamos os carros e suas montadoras, e quando decidem democratizar o espaço em suas vias (um ônibus de 12 metros leva quantas pessoas mesmo? hein?), eu vejo um monte de marmanjo chorando pq estão perdendo o SEU espaço na rua! Querem ir de carro? Se acostumem, pois o espaço de vocês nas vias públicas será cada vez menor. E caso queiram se mudar daqui, será muito melhor carros a menos em São Paulo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AFFfffff...PT detectado!!!!

      Excluir
    2. O pessoal que quer ir de carro é que deveriam ser os maiores incentivadores do uso de bicicletas e transporte público pois assim sobrariam mais espaço para eles mas parece que eles não perceberam isso...

      Excluir
    3. Um país mais desenvolvido ainda é aquele onde não temos pessoas repetindo clichês batidos como esse que você acabou de dizer.

      Excluir
    4. Dou mais risada ainda de alguém da tropa de choque que o PT criou para defender o partido na internet vir aqui soltar suas bobagens porque ofenderam o seu "macho alfa". Se você ganha dinheiro para isso, nada mais faz do que seu ofício, mas se nada ganha para isso, é só um otário que defende gente que nem sabe de sua existência e está sendo mais um inocente útil que será descartado quando tal partido assim achar conveniente.

      Excluir
    5. Corsário Viajante19/09/13 11:33

      Então me explica, se o objetivo é acabar com os carros, pq não proíbem eles de uma vez?
      Ah, pq senão o PIB morre né?
      Ou será que as "bikes" e busões vão girar a mesma grana e gerar os mesmos empregos?
      Vir com este papo de urbanista é moleza, quero ver resolver a difícil equação da vida real. Ou vamos produzir carros para deixar eles parados na garagem?

      Excluir
    6. Perdemos um lugar na rua pelo qual PAGAMOS para ter e que seria dos carros e motoristas por direito. Tal qual as ciclovias tem reserva aos ciclistas e as casas e meios fios aos pedestres. Fazer caridade com o que pertence aos outros fica muito facil petista otario util.

      Ademais o Brasil e nem SP nunca privilegiou o carro, sempre privilegiou o dinheiro. SP tem seu governo e sua mobilidade definida pela mafia dos onibus e seu partido de `gente muito diferente e inteligente` continua o mesmo processo, dando AINDA MAIS PODER a esse grupo.

      Excluir
    7. Engraçado o pessoal colocando partidos no meio da discussão. Tenho argumentos para debater sobre o ponto de vista técnico, e não tô nem aí pra qual partido tá no governo, desde que façam as coisas em prol da maioria.

      Acho que todo mundo tem o direito de comprar o seu carro em 80x com juros inocentes cobrados das montadoras e dos bancos, desde que façam o uso consciente deles. Muitos vão na padaria de carro, moram em regiões muito bem servidas de transporte público e mesmo assim não o utilizam como meio de deslocamento. E antes que digam alguma coisa, não tô falando daquele ônibus superlotado do camarada que mora em Parelheiros e não tem outra opção. É bacana que mora em Moema, Vila Mariana e outras regiões que são ótimamente servidas de transporte.

      Pro anônimo aí de cima, o que vc paga pelo qual vc tem mais direito do que eu? Que eu saiba, o IPVA é um imposto pela propriedade, e não pela circulação. Portanto, chora na cama, pois os ônibus PODEM e DEVEM ter mais prioridade na via.

      Pro Corsário, todos nós sabemos que o Brasil é muito dependente das montadoras, e abriu a perna diversas vezes pra elas, como na redução dos IPIS, inclusive pra vender mais carros. A discussão é a democratização do espaço, e não acabar com a cadeia de produção que os automóveis giram.

      Enfim, esta é uma realidade que veio pra ficar. Finalmente alguém tá fazendo alguma, e vocês ficam chorando? Das duas uma: votem no Maluf na próxima eleição (quem sabe ele não faz mais um Minhocão na 23 de Maio), ou comprem uma Honda Biz, assim vcs não vão precisar ficar presos no congestionamento, afinal, a rua é SOMENTE de vcs...

      Excluir
    8. Anônimo 19/9 23:26
      O imposto de circulação sempre se chamou Taxa Rodoviária Única (TRU) e deu lugar ao IPVA quando se começou a cobrar pedágio, uma vez que pagar pedágio e TRU constituiria bitributação. O IPVA nada mais é que um imposto de circulação disfarçado. Ônibus devem ser favorecidos, sim, mas dentro um planejamento bem feito, que honre esse nome, não essa solução nas coxas que foi feita. Só para dar um exemplo, o eixo norte-sul não tem faixa de ônibus em toda a sua extensão. Coisa de PT mesmo, para bancar "partido do povo" — do mesmo jeito que "nós pega o peixe" é aceito num livro escolar (autorizado por petista) por ser 'linguajar popular".

      Excluir
    9. Ia responder mas o Bob deu os tapas com luva por mim. O IPVA paga sim a parte de circular e paga sim pelas vias. Se eu pago tenho direito sim. Assim como pago IPTU da minha casa e sobre ela tenho mais direitos que qualquer um.

      Onibus devem ter prioridade em locais reservados pra eles como corredores de onibus (e apenas onde num tem como ou onde necessario nas vias normais), mas esses custam mais caro e da um trabalho fazer. Melhor pintar umas faixas em ruas completamente inadequadas e apenas pra fazer numero, faz mais polemica e os idiotas gostam, isso na cidade mais rica do Brasil.

      Perto de casa pintaram uma faixa numa rua praticamente residencial onde o onibus tem que desviar e sair da faixa varias vezes pois num tem lugar pra passar. A faixa deixa de existir em muitos trechos e depois volta, obviamente apenas atrapalhou os carros e ajudou em NADA os onibus. Mas na campanha eleitoral fica bonito, em especial pros idiotas uteis que gostam de pagar pra serem ferrados.

      Excluir
  57. E o Rio que está infestado dos "BRT". Até aí okay, a ideia é até boa. O problema é que os ônibus ganham faixas exclusivas, na prática dominam o trânsito pq andam na sua exclusiva e na dos carros... E se andar na do ônibus, multa...

    ResponderExcluir
  58. Caro Bob,

    Em Curitiba a prefeitura aumentou a capacidade das chamadas vias "rápidas" (repletas de semáforos e radares, daí as aspas) reduzindo a largura das faixas existentes e adicionando outra. Resultado: carros mal cabem nas faixas e com a população de "brações" aumentando a cada dia, tem que cuidar muito para não ser abalroado. Ônibus e caminhões não cabem. Motoqueiros, nem vou comentar o que fazem. Ciclistas circulam com adesivos "1,5m de distância - respeite". Acidentes são rotina. Enfim, a conta não fecha. Isso quando não há uma rotatória no meio do caminho, aí dá curto-circuito no motorista médio curitibano, que simplesmente não sabe como se comportar nessa situação.

    Melhor que eliminassem a sinalização horizontal de vez.

    Sobre o rodízio em São Paulo, salvo falha de memória, quando adotado foi para controle da poluição atmosférica. Não se falava em trânsito na época. Houve até uma ocasião em que foi simulada uma operação "carro zero" no centro, como que num estado de atenção, emergência ou coisa parecida. Hoje naturalmente a motivação é outra.

    Sds,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 19/09 00:00
      Esse foi o primeiro rodízio, determinado pelo governo estadual, temporário, de maio a setembro, os meses frios em que ocorre mais o fenômeno da inversão térmica que impede a dispersão dos poluentes na atmosfera. Valia para toda a região da Grande São Paulo e das 7 às 20 horas. Acabou porque o programa de controle da poluição do ar por veículos avançou e deixou de ser necessário restringir a circulação. Foram três anos apenas, 1996 a 1998. Só que o vivaldino do prefeito Celso Pitta, que espero que esteja ardendo no inferno, viu aí um belo negócio e criou em setembro de 1977 o rodízio municipal na forma que está aí até hoje, intocado pelos prefeitos que vieram em seguida – claro, que iria perder a boquinha? E o cara que está hoje aí que passar a dois dias "proibidos" por semana. O "motivo" do rodízio atual, oficialmente "Operação Horário de Pico", é reduzir congestionamentos.

      Excluir
    2. 1997 Bob.

      Excluir
  59. Aqui em Belém/PA já desisti de andar de carro durante a semana. As vagas de estacionamento no centro da cidade estão sendo simplesmente exterminadas. E, infelizmente, como sou advogado, preciso frequentar este ponto da cidade quase que diariamente p/ pagar as contas ao final do mês. Só a título de informação: Ministério Público Estadual, Fórum Cível, Fórum Criminal, Defensoria Pública e a sede da Prefeitura Municipal ficam em um raio de 500 metros no máximo. Daí pode-se ter uma idéia do quão movimentado é este ponto da cidade.
    Pra tentar fugir do engarrafamento e todo o estresse que este gera, e vendo a onda biker crescer assustadoramente, acabei comprando a minha pequena dobrável para utilizar em pequenos percursos: Fui feliz por algumas semanas, troquei a pasta pela mochila e pedalei tranquilamente até o inevitável dia em que fui atropelado.
    Voltei pro carro? Até tentei, mas hoje em dia tempo é dinheiro. E muito. A última alternativa: Comprei uma Honda Lead e até agora está tudo certo. Gasto pouco e consigo cumprir meus compromissos diários.
    Meu carrinho, único dono e pelo qual tenho tanto zelo desde 2001, infelizmente passou a ser utilizado apenas aos finais de semana.

    ResponderExcluir
  60. Vota no PT, agora são 4 anos para se Fu...
    E vão continuar a se fu... se não aprenderem a votar!!
    BEM FEITO PAULISTANOS TROUXAS!!!!! AH! AH! AH!

    ResponderExcluir
  61. Os problemas de trânsito não estão relacionados a quantidade de veículos ou de pessoas, mas ao modo e a intensidade de deslocamento de veículos e pessoas. Na minha opinião, uma solução elegante para os problemas de trânsito consiste em reduzir o volume de deslocamento de veículos através de um programa de descentralização de serviços urbanos. Desta forma, a maioria da população teria opções de emprego e serviços essenciais próximos as suas residências.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mandou bem Adilson, mas essas propostas infelizmente nunca saem do papel. Os governos prometem mas preferem ocupar mais ainda o centro quando chegam no poder.

      Excluir
    2. Essa ideia realmente é muito boa.
      Mas quero ver conseguir mover as grandes corporações que já estao instaladas dentro de grandes centros comerciais para longe de seus clientes e fornecedores.
      O buraco é um pouco mais embaixo.

      Excluir
  62. Muito confortável pra você falar mau do PT neste blog, só dá tucano, incrível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Incrível é existir tipos como você que ainda pensam de maneira binária quando o assunto é política. Se não gosta do PT é tucano e vice-versa.
      Coisa mais jeca.

      Excluir
  63. Alberto Ceolin
    Para início de conversa, não falo mau, falo mal. Para aprender e não errar mais, decore "mau-bom/mal-bem". Falo mal, sim, é mais "confortável" e atinge público bem maior do que se eu pegasse um megafone e saísse por aí falando, além do que eu trabalho, ou não percebeu? Falo mal com propriedade, pois estão às escâncaras os rumos que o Brasil — nome que o seu führer de meia-tigela parecia ter vergonha, pois só dizia "este país — está tomando desde que este partido sem ideário (Partido dos Trabalhadores não significa absolutamente nada) foi irresponsavelmente levado ao poder por uma massa de eleitores sem noção dos atributos que um primeiro mandatário deve ter. Ficou claro?

    ResponderExcluir
  64. Obrigado pela lição mas não precisa me corrigir mais, minha preocupação com a língua escrita é apenas me expressar e poder ser compreendido. Coisa que o Sr. não conseguiu mesmo escrevendo certo. Suas críticas contra o PT não dizem nada, Quem lê essa mídia golpista aí acha que os rumos do país parecem uma merda mesmo. Coitado de quem acredita em Mirian Leitão, Arnaldo Jabor, Boris Casoy, Reinaldo Azevedo, Augusto Nunes, etc...etc...etc... Por que nunca falam dos números de mortalidade infantil que estão diminuindo muito, de quantas famílias saíram da zona extrema de pobreza, de como negros pobres estão tendo a chance de fazer um curso superior, de como é bom os municípios que não tem médicos estarem sendo incluídos no programa mais médicos, pelo amor de Deus! É muita sacanagem né! Sem ideário? Não ficou claro não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alberto Ceolin,
      Já que você fez referência a "quem lê essa mídia golpista", me vejo no direito de expressar minha opinião sobre a "maravilha" que o Brasil está se tornando, aos olhos do PT e seus seguidores. Não preciso ler mídia golpista alguma para notar a degradação do Brasil, em todos os aspectos. Nota-se demagogia escancarada por parte do governo petista e seus aliados. A insegurança aumenta a passos largos (não se tem sequer tranqüilidade para simplesmente entrar e sair com o carro da garagem após escurecer); a qualidade do ensino piora a cada dia (qualquer que seja, do fundamental ao universitário); sistema de saúde, até mesmo o sistema privado, esta cada vez mais medíocre (a não ser que tenha-se possibilidade de pagar tratamentos em hospitais do nível de Albert Einstein ou Sírio Libanês...); transporte público risível, completamente incapaz de dar conta da demanda; e por aí seguem os problemas. A incompetência é tamanha que, mesmo superfaturando, as obras para essas porcarias de copa do mundo e olimpíadas aqui no Brasil estão se arrastando. Quero só ver a encrenca que vai ser nos aeroportos para dar vazão ao enorme número de pessoas que irá circular por estas terrinhas tupiniquins. Se o sistema aeroportuário atual mal dá conta do número de vôos em tempo de férias...

      Essa turminha demagoga mantêm-se no poder às custas de bolsas-esmola, ao invés de dar condições do cidadão poder seguir com suas próprias pernas e não precisar mais de ajuda. Ajuda ridícula, diga-se de passagem. Vejo isso como desrespeito ao cidadão brasileiro humilde que, em sua ignorância e condições precárias de subsistência, entende como sendo a salvação da pátria essas diversas esmolas que o governo galhardamente distribui a eles indefinidamente. Seria muito menos humilhante dar essa ajuda emergencial pelo menor período de tempo possível, enquanto faz-se um trabalho social de verdade com essas famílias carentes, valorizando a todos como seres humanos que são. A linha que divide a extrema pobreza da pobreza "normal" é assustadora, desumana mesmo, pois quem ganha um único salário mínimo por mês já não é considerado extremamente pobre.

      Me desculpe, mas não dá para engolir, qualquer um que analise esse cenário com um mínimo de senso crítico não irá apoiar essa situação atual. Nem mesmo economicamente o país está bem como o pessoal lá na ilha da fantasia nos faz querer crer. Para mim, qualquer um que declara "que vai transformar a vida do motorista [de São Paulo capital] em um inferno", deveria ser sumariamente exonerado de qualquer cargo público. Onde já se viu um governante falar tamanho despropério desses?!

      Excluir
    2. Na minha opinião, trabalhar por isso tudo que vc citou aí, não é mais do que obrigação de qualquer governante. Mas, sinceramente, não me agrada a forma como isso tem sido feito. Os fins não justificam os meios usados. Sem falar do que tem sido feito sem a menor relação com tudo isso. Não quero que o Brasil vire uma Venezuela, ou, pior, Cuba.

      Excluir
    3. Num coloque tudo no mesmo saco pra `desmentir` criticas validas meu camarada. Miriam Leitao faz parte da midia golpista? Que `inimigo` util esse que apoia todas as causas do governo. Reinaldo Azevedo aparece onde mais com seu olhar de mundo na midia? Ser de direita ta fora de moda.

      Ademais essa conversa de midia golpista num pais como o nosso faz rir. A midia apoia quem estiver no governo, tirando poucos que se colocam a cara pra bater (como Reinaldo Azevedo, apesar de todas as besteiras que possa dizer).

      As estatistas cheiram velhice. Algumas vem de 2002 a 2004, periodo que, pelo pouco tempo de governo PT, significa que as coisas vinham melhorando desde muito antes, e cada vez que se percebem que o pais num anda essas coisas todas repetem elas como papagaio como se isso fosse resolver problemas que nem precisa de midia pra ver.

      Mas a copa vai bem e as olimpiadas continuam.

      Excluir
    4. Road Runner
      Um cara que diz que vai transformar a vida do motorista num inferno mostra desequilíbrio, e tivéssemos uma Câmara municipal digna do nome, seria posto para fora do governo do município.

      Excluir
  65. Ideário para ele é partido Social Democrata que é neoliberal, composto por políticos que afirmam em entrevista não saberem responder qual posição política do partido...

    O Bob tem birra do PT, critica tudo que este fez ou faz. Coisa de gente conservadora e antiga. Para ele, bom é FHC, Serra, Covas etc.

    Até a posição brasileira sobre o caso de espionagem ele foi contra, acha que quem não deve não teme. Não se deu nem ao trabalho de citar os segredos comerciais roubados.

    Mas pelo menos esses devaneios políticos dele rende bons pageviews para o Blog. Foi só o site se transformar em palanque político para as notícias sobre carro despencarem os comentários, (coisa de 15 - 50) enquanto estes chegam nos 200.



    Por aí você vê que não adianta discutir. É pior do que discutir com PTista fanático,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Enganou-se totalmente. Ideário é a que a agremiação política se refere, o que objetiva, como Partido Comunista, Partido Trabalhista, Partido Social-Democrata, Partido Liberal, Partido Verde etc. Partido dos Trabalhadores não significa absolutamente nada, é uma vergonha terem deixado (TSE) registrar um partido político com um nome oco desses. Na Alemanha existiu um Partido dos Trabalhadores, mas a legenda completa era o Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães (NSDAP, a sigla em alemão). Sobre ter havido ou não espionagem, recomendo consultar dicionários para saber o que é espionagem. Com essa do Brasil se alinhar ao Eixo do Mal — não preciso dizer o que é, você sabe muito bem — era de se esperar vigilância por parte dos EUA e de outros países. Trouxa foi o governo, que não considerou essa possibilidade atual de monitoração de telefonia e de correio eletrônico e possivelmente disse/escreveu o que não devia, daí a "indignação", falar em soberania ultrajada — de novo, o dicionário lhe dirá o que significa soberania.

      Excluir
    2. Meu Deus Bob Sharp, é essa a sua argumentação? Eu realmente não estou acreditando no que estou lendo, é kafkaniano! Esperar o que depois de você defender que o mensalão do PSDB foi em prol de um "bem maior"? Pois bem, o PSDB deveria ser "social-democrata", no entanto, a social demeocracia dele só está no nome, não nas práticas políticas, nas alianças, no perfil dos seus eleitores, e no seu ideário de centro-direita. Pare com isso Bob, você está manchando a sua história. PT tem ideologia sim, do contrário não seriam aqui exageradamente chamados de "vermelhos". O ideário do PT é o trabalhsimo, movimento surgido na Inglaterra e que no Brasil representa a aglutinação de idéias da esquerda moderada tendo como principal bandeira a defesa dos movimento operário, portanto, aproxima-se muito mais da social-democracia do que o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Por fim, Eixo do MAL? Sério mesmo que você termina seu texto com uma postura maniqueísta? Olha, você entende muito de carros e suas idéias para o trânsito são ótimas, mas pare por aí, por favor, é triste e decepcionante.

      Cézar

      Excluir
    3. PSDB de direita? Direita no Brasil inexiste, enfie isso na caxola.

      Excluir
    4. Cézar
      O pior que a aprovação do segundo mandato, pelo "bem maior" (alguma dúvida), saiu pela culatra, o molusco nove-dedos acabou sendo reeleito em 2006. E nem reclamou...Mas valeu o esforço, pelo menos o desastre foi adiado quatro anos. Não se preocupe com a minha história, obrigado, sei cuidar dela muito bem. O "vermelho" do PT é só a cor, nunca percebeu isso? Trabalhismo, PT? Não me faça e os leitores rir. O seu fundador é o maior exemplo de trabalho...Está bem, Castros/Chávez/índio-boliviano-ladrão-de-refinaria/Mahmoud Ahmadinejad é Eixo do Bem, que bela visão você tem, legal.

      Excluir
  66. ouvi hoje, de um filiado do PT, o que considerei uma boa definição para o PT: uma seita.
    Sendo assim, não me surpreenderia se, mais cedo ou mais tarde, começassem a pipocar cá e lá templos "religiosos" aos moldes da famigerada igreja maradoniana, na Argentina.

    ResponderExcluir
  67. Bob
    O melhor de ler nesses posts são os petralhas que, milagrosamente, pipocam por aqui. Vide esse tocador de caxirola aí, logo acima. Figurinha típica.

    ResponderExcluir
  68. Respostas
    1. Bastante tendenciosa essa reportagem do Jornal Nacional que você mandou. Um absurdo, disseram que as faixas de onibus são a panacéia do transporte em SP. Aumentos de velocidade, pessoas chegando mais cedo em casa, idiotas politicamente corretos dizendo que o Brasileiro só aprende quando dói no Bolso e ainda de quebra tiraram uma com a cara dos motoristas dizendo que o Brasileiro é mal educado e não respeita nada e que precisa de multas para aprender (ainda entrevistaram uns com bem cara de idiota e que responderam a entrevista com ares de metido a esperto). Que legal, ganhamos uma lição de moral. Muito bom!!!!
      Só esqueceram de dizer: os impactos no trânsito, os onibus que pegam vias adjacentes e que ficam parados, que o ganho foi pouco expressivo, que falta planejamento e que tudo isso é puro marketing e o pior, deviam colocar o depoimento do Sr. Tatto nesta reportagem, como disse o colega acima, dizendo que vai transformar a vida do motorista num inferno. A Globo, em particular, está me saindo uma bela decepção, por essa e pelas reportagens verdinhas do SPTV (como disse um outro leitor). Numa dessas reportagens verdinhas sugeriram até mesmo a destruição das marginais, igual fizeram em uma cidade da Coréia.
      Acho que tínhamos que envolver veículos de comunicação sérios, que façam um reportagem do real ponto de vista. É algo a se pensar. Tem muito conteúdo bom que foi postado aqui, pontos de vista, contribuições, fica uma sugestão. E o Ministério Público também, será que não irá se manifestar com o prejuízo crecente para a cidade? Vejam que faltam 50 KM de faixas exclusivas, provavelmente, desses 50km, alguns 7 ou 8 KM devem estar na tão congestionada Av. dos Bandeirantes, que é uma via muito importante p/ SP, talvez mais até do que a própria 23 de Maio. Com esses 50 KM a mais de faixas exclusivas, ainda tem muito o que piorar...
      André

      Excluir
  69. Acho incrível o poder de argumentação dos leitores que em qualquer tentativa de iniciar uma discussão a respeito do tema respondem logo dizendo que quem comentou é militante do PT.
    Essa geração Facebook ta precisando ler mais.

    ResponderExcluir
  70. Engraçado que diante de tantos comentários ninguém comenta da falta de educação e de habilidade dos motoristas.
    É só trafegar alguns poucos quilômetros que dá pra notar que além do fluxo de veículo ser muito grande vemos no trânsito diversos espertinhos que muitas vezes para o benefício próprio acaba criando um engarrafamento atras dele.
    É carro que para pra desembarcar pessoas em fila dupla, carro que é estacionado onde quiser, gente fechando cruzamentos.
    Diversas más atitudes que se não fossem tomadas, diminuiriam os diversos gargalos que são criados nas ruas.

    ResponderExcluir
  71. Road Runner, bolsa família ajuda a diminuir bastante a mortalidade infantil, desnutrição, para
    com esse papo de esmola, pelo amor de Deus! A destribuição de renda esta melhorando bastante nos últimos tempos,olha a leitão engasgando aqui pra responder, põem no 1:40 pra não perder tempo https://www.youtube.com/watch?v=oQcpJ-mHM1A

    tem 1 bilhão de miseráveis no mundo, quando um governo socialista, de esquerda levanta essa bandeira não podem simplesmente classificar de populismo não. Vários países desenvolvidos dão bolsa pras pessoas, aqui é esmola! A bandeira que o mundo todo tá levantando hoje é a do fim das desigualdades, dessa destribuição de renda tão desigual. E quem tentar mudar isso vai sentir a fúria dos poderosos, isso tá a
    contecendo com o PT. A mídia golpista tá em cima, quem é dono dos meios de comunicação no Brasil???

    Saúde, educação, destribuição de renda, tudo isso demora muito pra se corrigir em um país que teve escravidão por 400 anos, teve golpe e ditadura militar, governo neo-liberal, submisso aos EUA, elite omissa, que não tá nem ai pro povo! Quando nossa classe média lutou por educação nesse país? por saúde? Pra eles que podem pagar por particular que se dane o povo! Ai agora com o programa mais médicos vem dá uma de preocupada com a saúde, com o SUS, só pra boicotar o programa do governo.

    Cara, não tem irregularidade nenhuma nas obras da copa, se tivesse a mídia tava em cima! A mesma coisa com a crise do tomate! Vai começar a camanha do Aécio e vocês vão ver a ladainha.

    Tem 1 bilhão de miseráveis no mundo, quando um governo socialista, de esquerda levanta essa bandeira não podem simplesmente classificar de populismo não. Vários países desenvolvidos dão bolsa pras pessoas, aqui é esmola! Vou para por aqui, já não gosto de escrever, tenho preguiça de aprender regras de s e z, de como usar virgula, etc...nem vou revisar esse trem... desculpe Bob Sharp, se fui rude, na minha resposta, se perdi a educação, esse papo mexe comigo. E ainda tem tanta coisa... Esse julgamento do mensalão sem provas, com teoria de domínio dos fatos, com manobras pra evitar apelação das sentenças, vão prender o Genoino!!! odéio aquele Marco Aurélio mello, e o Gilmar Mendes, e o Joaquim Barbosa, nossa senhora!
    Deus abençoe o Brasil, pátria do evangelho!


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse se revelou. Primeiro camarada, furia dos poderosos? Os bancos, emissoras de tv e empresas faturam mais que nunca no Brasil. Seu discurso ta no nivel dos militantes treinados pelo PT pra desacreditar com mentiras as criticas. Depois de aprender a escrever vc tem que aprender que os partidos de esquerda gostam de se fingir de vitima, uma estrategia muito repetida. Mesmo no governo fingem serem perseguidos como se fossem opositores, mesmo depois de 10 anos no poder fingem que chegaram agora e mesmo com a midia DO LADO DELES E COMPRADA POR ELES fingem que a midia os vitima.

      Esqueceu que as construtoras gozam e relaxam no governo PT? Que a midia nos protestos comecou PEDINDO PARA A PM INETRVIR? Que a Globo RECEBE DO GOVERNO?

      Seu pitaco ta igual ao de gente cega, baixa, paga pelo governo pra contar mentira, essa gente que impede que os problemas iminentes do Brasil se resolvam. E se num se resolverem, se lembre que todas essas migalhas que o povo ganhou devem ir ralo a baixo.

      Irregularida na copa num teve? E as obras que hoje custam 3 vezes o previsto? Aumento do tomate e da comida num teve? PERGUNTE PRA SUA EMPREGADA SE NUM TEVE. Num obrigue os outros a acreditar em papai noel.

      Ainda defende gentinha como Genuino. Odeia Joaquim Barbosa porque no fundo deve ser racista e porque mexeram com os seus. Gosta do Levandovski, o ministro que acredita que todo mundo do esquema COMPROVADO seria inocente e que merecem ficar livres enquanto quem rouba pra comer no Brasil vai pra cadeia?

      Por fim, vai xingar a classe media nos bueiros disponiveis pela internet de onde saem esses pitacos, aqui preconceito de classe ninguem acha bonito.

      Excluir
  72. Tão cagando na boca do povo. Fazem o que querem.

    ResponderExcluir
  73. Alberto Ceolin,

    "A destribuição de renda esta melhorando".

    A letra "e", no teclado, fica distante da letra "i".

    Então... Não deve ter sido erro de digitação.

    E.U

    Abraços.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.