ESPIONAGEM. ESPIONAGEM?

Imagem: noticias.terra.com.br



Esse assunto da espionagem americana pela Agência Nacional de Segurança (NSA) daquele país está dando o que falar. Indignação de todo lado, do governo brasileiro, da presidente Dilma, da imprensa de maneira geral – dá para perceber o estranho tom de ira e indignação no olhar dos jornalistas da TV Globo – e de muita gente. Só que o termo 'espionagem' me intrigou. Teria havido realmente espionagem na acepção da palavra, conforme fartamente descrita nos dicionários? Parece-me um tanto impróprio e, inclusive, não acho que tenha havido.

Ninguém se apoderou furtivamente de documentos brasileiros secretos, ninguém fez fotos de instalações militares ou civis estratégicas, não houve invasão de contas bancárias, ninguém teve a residência vasculhada na qual se encontraram provas de se tratar de um espião agindo no país. O que aconteceu, então? Simplesmente "escuta" das comunicações via internet e telefonia celular, numa mega versão do "Big Brother" vaticinado por George Orwell no famoso livro "1984", de 1947.

É infantil achar que a nação mais poderosa do mundo e que sofreu no dia 11 de setembro de 2001 danos materiais e morais devastadores, juntamente com a perda de 3.000 vidas humanas, não montasse um esquema de inteligência sofisticado para detectar qualquer sinal de terrorismo nos quatro quadrantes do planeta. E é infantil também achar que o Brasil estava fora do rol ameaçador e que por isso não era necessário ver como as coisas andavam por aqui.

Inclusive, o governo americano tem o direito, por lei, de monitorar todo o tráfego da internet e da telefonia naquele que é o país democrático por excelência. Para quê? Segurança nacional. E não vá se pensar que com o avanço da informática os países destacados no cenário mundial não façam como os americanos.

Talvez o Brasil ficasse fora da vasculha plantetária se não houvesse a bajulação castrista-bolivariana de Luiz Inácio e agora Dilma; se não houvesse a bajulação a Mahmoud Ahmadinejad, do Irã ("o holocausto não existiu"); se o assassino e foragido da Justiça italiana Cesare Battisti não tivesse sido acolhido no país; se não houvesse a Comissão da Verdade – unilateral, por que não bilateral? –, para dar alguns exemplos de conduta apontada para o Mal. Talvez.

Nem preciso falar do "aluguel de médicos cubanos", a imprensa não fala em outra coisa, a maioria reprovando esse formato totalmente desprovido do mais elementar bom senso, pagar o aluguel a Cuba em vez de remunerar diretamente os médicos mediante contrato de trabalho e observando a legislação trabalhista no país. Mais uma justificativa para os EUA monitorarem conversas e mensagens do governo.

O que veio à tona nesse episódio de "espionagem" é que não há mais como escapar da vigilância eletrônica. Mas, como diz o secular ditado, quem não deve não teme. E já que quem não deve não teme, qual seria o motivo de tanta indignação do governo brasileiro? Será que o que não era para sair das paredes de concreto do Palácio da Alvorada, saiu?

Será que alguém em sã consciência acha mesmo que a soberania do Brasil foi ultrajada, como quer fazer crer o governo, só por causa da interceptação das comunicações, coisa que qualquer hacker de meia-tigela faz hoje em minutos?

Por outro lado, como eu adoraria ver a reação do nosso governo caso fosse descoberto que a Venezuela estava "espionando" o Brasil!

O pedido de desculpas de O Globo

Em meio a todo esse redemoinho de espionagem & indignação, eis que o jornal O Globo vem a público dizer que "constituiu um equívoco" o apoio das Organizações Globo o apoio à revolução de 31 de março de 1964. Quem ainda não leu o "equívoco" das Organizações Globo pode lê-lo aqui.

Os dois últimos parágrafos, que transcrevo, mostram que alguma coisa aconteceu ou está acontecendo no âmbito deste vasto complexo editorial: (os grifos são meus)

"Os homens e as instituições que viveram 1964 são, há muito, História, e devem ser entendidos nessa perspectiva. O GLOBO não tem dúvidas de que o apoio a 1964 pareceu aos que dirigiam o jornal e viveram aquele momento a atitude certa, visando ao bem do país."

"À luz da História, contudo, não há por que não reconhecer, hoje, explicitamente, que o apoio foi um erro, assim como equivocadas foram outras decisões editoriais do período que decorreram desse desacerto original. A democracia é um valor absoluto. E, quando em risco, ela só pode ser salva por si mesma.”

Naquele começo turbulento de 1964 a democracia estava ameaçada, só não via quem não queria, e ela foi salva por si mesma através do dever constitucional das forças armadas de garantir a segurança e a ordem internas. Com efeito, pouco depois do restabelecimento da ordem no país saiu matéria na Seleções do Reader's Digest intitulada "A nação que salvou a si mesma".

No próprio texto do "arrependimento" das Organizações Globo é citada a invasão da redação do jornal por fuzileiros navais sob comando do almirante Aragão, apoiador de João Goulart. Que me conste, invasão de qualquer coisa sem mandado judicial não é coisa de democracia. Portanto, salvo melhor juízo, não havia outra saída senão a ação militar de 31 de março e que foi maciçamente aprovada pela população.

Aprovação popular incontestável

Permito-me, como cidadão e observador, comentar que há um estranho quê de simpatia das Organizações Globo pelo governo atual, como que querendo fazer média – falei antes em "tom de ira e indignação", não falei?

Ao dizer que a democracia é um valor absoluto o texto de arrependimento acertou. Como o é o ser humano.

Que também se suicida.

BS


106 comentários :

  1. Pena que só espionaram ... deveriam ter levado a dupla de dois Dilma/Lula pra eles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo anônimo a grande verdade e que impera e o velho ditado "manda quem pode obedece quem tem juízo" os EUA espionaram a dilma e daí ela vai fazer o quê ? Vai solicitar sanções que todos sabemos não vai dar em nada e,daqui a pouco ninguém fará questão de lembrar a respeito por que o brasil depende e muito do apoio americano haja vista que nossa inflação depende da variação do dolar que afeta diretamente tudo o que vem de fora do país,e não devemos esperar patriotismo de todo povo por que aqui diferente de lá ha uma tremenda miscigenação tem brancos,negros,indios,e descendentes de diversas regiões do globo aposto meu dedo mindinho se fosse convocada uma guerra,seria baixíssimo o número de voluntários,infelizmente teremos de continuar nessa situação até que o povo realmente brasileiro se faça ouvir e mude o cenário político de forma radical !

      Excluir
  2. Bob, sensacional, eis um cara sensato e de boas ideias. Acho muito legal os seus posts com colocações deste tipo, sejam elas relacionadas ao mundo automotivo ou não. Realmente, o papel das organizações Globo anda me surpreendendo (inclusive na própria maneira como andam demonizando os carros ultimamente - no SPTV, na página do G1, etc...).
    Embora perceba uma tendência de piora quanto ao populismo e à guerra vermelha, pessoas como você me levam a crer que ainda há esperança.
    Andre

    ResponderExcluir
  3. Não estou sozinho no mundo ao achar extremamente estranho as notícias dos últimos dias...

    Bob, voltando aos carros prato cheio sobre as fiscalizações em São Paulo. Acabou de passar no Globo News reportagem sobre uma motorista que encontraram parada dormindo em um sinaleiro, seguiram ela por mais de 30 km, enquanto ligavam para as autoridades e nada aconteceu...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Voltando aos carros e por falar em noticia: acabei de ver a Superinteressante: 111 ideias que valem ouro - edição Agosto que um colega trouxe para o trabalho.

      Vejam as ideias brilhantes, de no 47 a 50. Várias delas tratam o carro na cidade como uma heresia, declarando guerra forte aos possantes! Ideia de ouro.

      O mundo está emburrecendo de uma forma...Será que voltaremos à epóca das charretes e lei da bandeira vermelha?
      Andre

      Excluir
    2. Eu nunca esqueço o dia em que adquiri o exemplar número 1 dessa revista.

      Naquela época, era uma revista superinteressante mesmo, mas com o passar dos anos se tornou uma revista super idiota e é claro que nunca mais a li.

      Um dos motivos foi o empobrecimento das matérias e o outro por ofensas a minha crença que é o cristianismo.

      Então como eu poderia continuar a ler e também permitir que meus filhos lessem uma revista altamente influenciável.

      Todos são livres para crer em algo superior, ou não. E isso deve ser respeitado.

      Acredito que o que eles promovem, não é o ideal de seu fundador, Victor Civita.

      Excluir
    3. Essas revistas em seu grosso, assim como as tvs, simplesmente vendem o peixe que pagam pra elas venderem. Cada tempo os grandes interesses, que disconhecem fronteira, patria e ideologia, tem seus interesses pra colocar no povo de todo mundo. No inicio ganham o povo publicando coisas de qualidade boa e que fazem sentido, pra depois colocar jornalistas comprados e subordinados com certas causas que simplesmente repetem como papagaios as novas `verdades` que querem que acreditemos por mais mentirosas e sem sentido que sejam.

      Como o jogo quer lavagem cerebral no lugar de informar ou discutir, sempre essas novas `verdades` que surgem do dia pra noite apresentam-se como indiscutiveis e urgentes, sendo que quem as nega (por mais motivo que tenha) deve ser imediatamente colocado como ignorante, deve ser demonizado e ate mesmo deve ser criminalizado.

      Essas revistinhas que ontem falavam do mal das drogas hoje falam que tem que usar mesmo e que carro, ter alguma crendice (tirando as alternativas, essas eles apoiam mesmo que apoiem matar gente por motivos idiotas) e ser `normal` que tem feiura. O homem `certo` deles de hoje tem que ser sem moral, sem sexo definido, contra `vicios` mas a favor das drogas, acreditar IMEDIATAMENTE em tudo com o nome de `ciencia` e achar que tudo que tenha sentido seja errado e o que nem faz sentido algum que ta certo.

      Excluir
  4. "...Simplesmente "escuta" das comunicações via internet e telefonia celular,..."

    Desprezo este governo vermelho (e o partido azul também) mas, desde quando, uma "escuta" sem autorização de comunicação particular via internet ou celular NÃO é uma invasão de privacidade, uma ilegalidade, um estupro dos direitos?

    André Soares

    ResponderExcluir
  5. André
    1) O mundo está em guerra, justificável. 2) Quem não deve não teme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bob, até a intervenção na Síria ser realmente deflagrada, vivemos ainda em tempos oficiais de paz.

      Concordo que quem não deve não teme, mas não justifica ilegalidades, pois os fins não justificarão os meios.

      Imagine, Bob, se não teria reação oposta se descobrissem, num governo, por exemplo, de FHC, um esquema de espionagem da "inteligência" argentina ou cubana.

      A "montagem" do Fluxograma e do Organograma são totalmente normais e aceitáveis - é lógico que a casa Branca quer saber muito bem como funciona um possível aliado, um grande parceiro comercial e potencial parceiro estratégico.
      Já, invasão de comunicação particular já considero, para qualquer fim, uma ilegalidade.
      Não fosse, não seriam os inúmeros casos de invalidação de provas e processos obtidos de forma não autorizada.

      André Soares

      Excluir
    2. Os leitores do AE são realmente de alto nível. Apesar do André Soares não ter se identificado, ele é Coronel do Exército Brasileiro e empreendedor da Inteligência Privada - http://www.inteligenciaoperacional.com/.

      Excluir
  6. 1- Ouvir a conversa do vizinho sem querer é uma coisa, ouvir propositalmente, sendo a conversa interessante ou não, eles "devendo algo" ou não, me parece espionagem, mesmo que a termo não o seja.
    2- Não foi com quem "andamos" o problema, mas sim o que fazemos, a russia é mais aliada dos paises-problema (é só ver que toda reunião que teve sobre a siria, egito e etc na ONU eles e a china deram categoricos 'não') e nem por isso foram tão espionados, nem por isso putin foi alvo claro como a dilma e o futuro presidente mexicano... ele nem presidente era direito, ainda!!
    3- Não é qualquer hacker de meia tigela, eles (NSA) disseram na apresentação que os sistemas de comunicação presidenciais são dificeis de serem burlados, e que mesmo com toda essa dificuldade a espionagem ainda podia ser reproduzida.
    Concluindo, a espionagem ao brasil que não tem nenhum historico terrorista, que mesmo tendo "amigos encrenqueiros" nunca foi de briga, não justifica uma ação contraterrorista e que é visivel que não foi. O interesse é puramente comercial.
    A verdade é que os EUA só conseguiram o que conseguiram até hoje pisando em muitas cabeças.
    O golpe militar e a propria globo (que tem capital norte americano) no meio tem o dedo deles com a operação condor. (Não quero entrar no merito se o golpe foi bom ou não, a verdade é que a instabilidade politica só afasta investidores e turistas, pode ver que eles nos pintaram la fora de indios, de um país com golpes a todo momento, e etc... assim como fazem o mesmo com outros paises. Acha que vemos a africa do jeito que vemos será que não é por causa do national geographic ou coisas assim?
    Eu demorei pra saber que tinha carro lá, acredite!
    sempre que eu via quando era pequeno na TV algo sobre a africa, via um monte de gente desnutrida, um monte de mato, guerras, fome, e bichos selvagens... Era o que aparecia nas materias da TV ou nos documentarios... então pra mim só existia isso na africa inteira e talvez alguns jeeps. E de onde vieram essas materias ou documentarios?
    E a espionagem onde fica? O proposito é comercial, saber os passos do governo em relação a licitações internacionais, usar informações de produtos de paises concorrentes para melhorar as suas propostas e por fim até sabotar.
    Então qual é a deles?
    a) Usar a midia como instrumento de manipulação, fazendo o país dominado aceitar sua condição ("esse país não tem jeito"), exaltar sua nação e por fim, denegrir tb nações concorrentes.
    b)usar os dados de espionagem para saber o que oferecer a determinado país, escutar os pontos fracos levantados pelo país sobre seu produto. Usar os dados espionados dos concorrentes para denegrir. Em ultimo caso, sabotar mesmo.
    Exemplos: Tanque brasileiro Osorio (o brasil perdeu a licitação para os EUA que usaram "FUD" para denegrir nosso produto), licitação dos caças (projeto FX-2) estranhamente depois do brasil sinalizar que a compra dos rafales era quase certa, houve um acidente por pane seca, problema com marcador de combustivel, pensa bem, Bob... marcador de combustivel? até fusca com marcador por cabo mede combustivel, não acha estranho que um caça, investido milhões, feito pela engenharia da Dassault (é só lembrar que é os caras que fazem o CAD, é engenharia pura!) iam errar numa besteira dessas? São só 2 exemplos, mas existem muitos, e a prova de que eles fazem isso é o proprio stuxnet (que foi comprovado que foi um cyberataque dos EUA ao irã) que destruiu as centrifugas do irã, não indo ao merito se o programa nuclear deles é valido ou não, mas sim o fato que eles não tem escrupulos, fazem qualquer coisa pra destruir a concorrencia.
    Mas até hoje o unico país que usou bomba atomica foi eles, o que primeiro deixou uma usina nuclear derreter tambem, o que tá no meio de todas guerras, tb... Se fosse pra apontar um culpado da metade dos problemas do mundo eu apontaria pro norte, com certeza. Eles criam o problema (será que a siria, o irã o iraque são tudo isso que pintam?) 0 e depois aparecem misteriosamente com a solução (é guerra).


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Não foi com quem "andamos" o problema, mas sim o que fazemos, a russia é mais aliada dos paises-problema (é só ver que toda reunião que teve sobre a siria, egito e etc na ONU eles e a china deram categoricos 'não') e nem por isso foram tão espionados..."

      Ou ao menos não veio a público, né?
      Não seja dessa inocência toda, de achar que não é prática global de todas as nações espionar a rodo, desde os tempos do opa.

      Excluir
    2. Em maio deste ano um diplomata americano foi expulso da Rússia por suspeita de espionagem.
      Hoje em dia a nação que não espiona, escuta ou investiga seus inimigos ou parceiros comerciais está colocando em risco sua população ou sua economia.
      Não seja ingênuo ou compactue com a falsa indignação da "ex-terrorista" que nos "governa".

      Excluir
  7. É muito bom ler a opinião de uma pessoas que não tem "deveres ou obrigações" com a situação política infelizmente reinante em nosso país. Bob, corroboro em 100% daquilo que você tão sabiamente expôs e acrescento que a mentalidade da maioria dos brasileiros são totalmente desinformados muitas vezes por omissão, preguiça ou desinteresse, pensa mais no pão e no circo do que no crescimento, ordem e progresso do nosso maravilhoso Brasil. Vivemos em um país aonde somos reféns de uma sociedade política falida. Um país dito democrático, mas aonde sou OBRIGADO à votar. Um país aonde eu, cidadão de bem, que trabalho, pago meus impostos( e, ai de mim se não pagar), não posso ter uma arma de fogo em casa para defender à mim e à minha família! Absurdo o abuso de um governo que cerceia meu direito de defesa! E o que falta no brasileiro? Falta o patriotismo. Não o patriotismo de jogo de final de copa do mundo! O patriotismo de pegar em armas para defender nosso país.Patriotismo esse, que deveria escorraçar essa quadrilha de petistas que tomou conta da nossa nação. Deveria fechar de uma vez esse congresso corruPTo. Botar ordem na bagunça institucionalizada que se tornou o nosso país. Saudades da época em que se havia ordem,progresso e respeito Brasil. Bob, sou seu fiel leitor, embora não participe com minhas opiniões tanto quanto gostaria, mas lhe deixo o meu abraço e a esperança que dias melhores virão. Luiz Alberto.

    ResponderExcluir
  8. Especificamente em relação à internet, é preciso lembrar que quem criou e oferece quase toda a infraestrutura física e lógica para seu funcionamento é a grande nação de norte.
    Nós a utilizamos por concessão, de modo que seria realmente infantil esperar que tal monitoramento não ocorresse. É emblemático também, observar que o primeiro livro de Dan Brown "Fortaleza Digital" de 1998 tem como pano de fundo justamente esse tema. Não há novidade portanto.
    Outra coisa que é preciso lembrar é que não há amizade entre países, apenas interesses. Devemos cuidar melhor dos nossos, pois eles cuidam dos deles.
    De qualquer forma é preciso fazer a encenação que a diplomacia exige para manter as aparências.
    AAM

    ResponderExcluir
  9. "Comissão da Verdade – unilateral, por que não bilateral? –"

    Vingança privada travestida de legítima pelo uso arbitrário do poder jurisdicional do Estado. Os comunas querem agora a vingança, já que entendem que, agora, quem é o dono do país são eles. Pena que general do Exército Brasileiro nenhum enriqueceu tanto nos anos da ditadura quanto enriqueceram os canalhas comunistas em uma década de governo vermelho.
    E se fosse bilateral, Bob, Dilma saia da suntuosidade de seu palácio algemada e sem expectativa de rever a luz do dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa. Não tem como negar.

      Excluir
  10. Se o partido governante fosse o azul, existiria esse texto?

    João Paulo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certamente não João Paulo.... tucanos são lindas aves, de bico comprido tantas são suas histórias da carochinha... vide privataria: Vale, telefonias... ou ainda o metrô de SP....

      Excluir
    2. Verdade, João Paulo, como se outro partido fosse reagir de maneira diversa. Outra coisa que me espanta é a crítica à realização da Copa e Olimpíadas no Brasil como sendo um malefício do partido governista, como se todos os partidos políticos, de PCO a DEM não fossem fazer o mesmo se estivessem no poder. Isso pra não falar da corrupção endêmica...

      Excluir
  11. Espionaram o Governo Brasileiro, inimigo da Nação Brasileira e, para mim, inimigo de inimigo é amigo.
    Que entrem os marines naquela porcaria e esculhambem com a politicarada a rodo, afinal lá dentro tá forrado de comunista e lesa pátria. Estarão exterminando o maior inimigo do Brasil.

    ResponderExcluir
  12. Espionagem e monitoramento através da Internet é algo muito comum e somente os mais ingênuos vão acreditar que isso não ocorre.

    Os chineses fazem isso de maneira implacável e testemunhei isso quando quando comecei a fazer orçamentos em gráficas para imprimir um livro que escrevi (e publiquei sem nenhum centavo de Lei Rouanet ou vaquinha pedida nos sites de colaboração).

    Na semana em que eu estava fechando com uma empresa de Santa Catarina, recebi um e-mail de uma gráfica chinesa oferecendo serviços quase DEZ vezes mais baratos. Também recebi um e-mail propondo me ensinar como fazer importação legal da China.

    Os chineses estão monitorando tudo e, sobre isso, ninguém se revolta. Mas logicamente eles censuram vários sites na China e o mesmo acontece na Rússia, terra de hackers com capacidade de travar a Internet, se desejarem.

    Agora o governo federal quer criar uma sistema brasileiro de e-mails, então nós seremos monitorados pelos inquilinos do poder.

    Resumindo: não existe conversa de alcova no mundo virtual.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O monitoramento de informações e espionagem é um segmento muito importante para a China, uma das principais formas de obtenção de "tecnologia".

      Excluir
    2. O meu maior receio, é o dia em que a China se tornar o país dominante e isso está perto de acontecer.

      Hoje, quase tudo o que compramos é produzido na China e o dia em que nossas fábricas virarem sucatas por não ter mais como produzir, o arrependimento será tarde e dolorido.










      Excluir
  13. 1)Espionagem.
    Então, tá, Dilma: faz de conta que só agora se descobriu que os Estados Unidos (bem como outras nações poderosas), espionam não apenas meio mundo, mas mundo e meio. Todo esse chilique "indignado" do governo é só uma jogada para ver se, ao unir o populacho contra um "invasor", e tendo na guerrilheira a líder desse processo de união contra os ultrajadores da nossa "soberania", consegue-se recuperar a aprovação que derreteu depois das passeatas.

    2)Organizações Globo.
    Estranhíssimo, para não dizer assustador, esse "mea-culpa". Como se prevendo ou já sabendo da implantação (na verdade, intensificação) de práticas bolivarianas que estão por vir, e tentando fazer média (como disse o Bob), se descolar um pouco da fama de jornalão de direita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em tempo: aproveito a ocasião para, ao contrário de "O Globo", reiterar meu apoio ao 31 de Março de 64. Ontem, hoje, e sempre.

      Excluir
    2. Mr.Car
      Nem tao ao Sol , mas tambem nem tao a Lua!
      Que tal o meio-termo?

      Excluir
    3. Mr Car.

      Complementando sua contribuição.

      Ou estourava a revolução, ou caminharíamos para uma ruptura social que poderia destinar-nos a uma ditadura esquerdista.

      Apoio seu ponto de vista.

      Abcs

      Basil Sandhurst

      Excluir
    4. Anônimo 04/09/13 14:22hs: se você usar "meio-termo" com os defensores dessa ideologia abjeta, eles te trituram, e engolem. Acho que está respondido.

      Excluir
    5. Muitas pessoas adoram o poder e não medem esforços para obtê-lo.

      Se um dia a situação mudar, simplesmente essas mesmas pessoas virarão a casaca e dirão exatamente o contrário do que dizem hoje.

      Para exemplificar, na sexta-feira anterior as eleições onde Lula foi eleito pela primeira vez, o gerente do local onde eu trabalhava convocou todos os funcionários para uma reunião, e disse que se ele viesse, a saber, que um de nós compactuava com Lula, nos arrependeríamos desse ato pelo resto de nossas vidas e que certamente, por esse ato, sofreríamos sanções administrativas gravíssimas.

      Na segunda-feira de manhã, com Lula já eleito, ele nos chamou novamente para outra reunião, onde nos falou que o Lula era um bom sujeito e que mereceu ser eleito e "ai de quem falasse mal dele a partir daquele momento".

      Excluir
  14. Leo Amaral04/09/13 12:06

    Dessa vez não concordo com você Bob.
    Eles tiveram acesso a informações sobre estratégicas sobre a política e o comércio do Brasil antes de uma reunião importante onde os EUA estariam sentados a mesa negociando com brasileiros. Esse tipo de informação da uma bela ajuda para a outra parte que irá negociar com o Brasil, nesse caso EUA.
    Não acho que escutas seja algo correto a ser feito, nem mesmo sob o pretesto de proteção contra terrorismo.

    Imagine se seu vizinho passar a escutar suas ligações através de um "gato" feito facilmente no prédio com a desculpa de que é por que você foi visto conversando com pessoas duvidosas na rua onde mora?

    Viva a democracia, mas acho que dessa vez você exagerou...

    ResponderExcluir
  15. Eu respeito o bob,mas quando ele fala sobre carros. E só. Pq por favor, apoiar o governo militar que SUCATEOU nossas ferrovias para favorecer as empresas automobilísticas, isso me parece coisa de sem noção da realidade. Ou não é verdade isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, quem fez isso foi JK...

      Excluir
    2. Lorenzo Frigerio04/09/13 17:41

      Quem deu início ao sucateamento das ferrovias foi o "Presidente B*%#a Nova", JK. Os militares fizeram uma coisa grave, também, fechar as importações de carros (na verdade, de tudo o mais, transformando o Brasil numa ilha - o Geisel foi o pior deles).

      Excluir
    3. Lorenzo, uma ilha, comercialmente isolada, nacionalista, sob um regime ditatorial... Cuba? O mais estranho é que os fãs da ditadura 1964-1985 são os maiores críticos do regime cubano, e ambos são tão parecidos no fim das contas. E como comentou um anônimo acima, por que as pessoas tendem tanto a extremos, a binarismo e maniqueísmo? Se critico a ditadura, sou comuna ou petralha, se critico Lula ou o PT, sou reaça ou tucanalha. Os países mais prósperos do mundo não tem um sistema capitalista desumano como na Revolução Industrial, nem socialismo fechado e, muito menos, são ditaduras de direita ou esquerda. Nem sei como essas opções podem ser aventadas.

      Excluir
  16. Nao queremos ser vigiados.......
    O que foi a politica de realcao internacional do Brasil no governo do PT nos ultimos 10 anos.
    Eu digo um total amoralidade e desrespeito a nacao brasileira!
    *Apoio e afago ao Ira (fanatismo religioso, terrorimo, genocidio e armas de destruicao em massa)
    *Simpatia, benevolencia, submissao as republiquetas de esquerda na America Latina
    O ex chanceller aloprado Celso Amorim e o soberbo presidente Lula deveriam estar num manicomio!
    O Brasil tem mais que ser vigiado mesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lorenzo Frigerio04/09/13 23:32

      Você tem razão, mas não esqueçamos do chanceler do FHC Celso Lafer tirando os sapatos na América. O pior do Brasil é o brasileiro. Enquanto isso aqui não passar por uma situação de grave crise social, esse povo não vai criar amor próprio e se dar o respeito. Em tempo: o jornalista Pimenta Neves teve concedido hoje o benefício da progressão após apenas dois anos e meio de prisão em regime fechado por assassinato doloso, sendo que demoraram 11 anos para colocá-lo atrás das grades. Isso é ou não UMA VERGONHA? Alguém acha que isso aqui pode ser considerado um País?

      Excluir
  17. Bob
    Parabens por seu texto , pela sua clareza , pela sua assertividade e coragem em dizer o que tem que ser dito !
    Nao nao e so de carro, que voce sabe muito, nao !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente.

      Excluir
  18. "Mas, como diz o secular ditado, quem não deve não teme."

    Desde o começo dessa história toda, que este ditado não sai da minha cabeça...

    Essa do "aluguel" de médicos bolivianos, também é de doer. Além disso, acho interessante os médicos brasileiros fazerem seus protestos, contra essa vinda de médicos estrangeiros. Mas, ao mesmo tempo, eles não querem sair das capitais (e das clínicas e hospitais particulares), para clinicar no "interiorzão" do Brasil (ou no Sus)...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Retificando: aluguel de médicos "cubanos" e não bolivianos...

      Excluir
  19. Ha muito tempo a minha categoria anda preocupada.
    Nao com possiveis casos de espionagem por nacoes estrangeiras...
    Mas andamos muito preocupados como esse des-governo do PT.
    Todavia estamos bastante atentos a tudo que vem acontecendo.
    Militar Anonimo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Militar anônimo, você e todos os outros "milicos" estão pouco se importando com o que está acontecendo no Brasil. A única preocupação de vocês é o $ no fim do mês e nada mais. Civil Anônimo.

      Excluir
    2. Pois é. Na época que tinha bingo funcionando, boa parte daquelas velhinhas viciadas em jogo eram viúvas de militares que não sabiam como gastar a pensão delas oriunda das aposentadorias integrais de seus maridos

      Excluir
    3. E o que vocês pensam fazer, Militar Anônimo?

      Treinar milicos com espingardas de pau e equipamentos obsoletos?

      Antes de você se irritar, quero deixar claro que admiro nosso exército, mas que ele está defasado, isso você nem ninguém pode negar.

      Excluir
    4. Pois é, forças armadas desatualizadas e obsoletas, interessa a quem?

      Excluir
  20. Prezado Bob, para entender a mudança de opinião das Organizações Globo basta ver que corresponde percentualmente do seu faturamento as propagandas governamentais (incluo também o Banco do Brasil, CEF, Petrobrás, Eletrobrás e outros) que devem ser os únicos que pagam "tabela cheia" do que com desconto.


    Cada vez que as OG e o Grupo Abril endurecem com o Governo (não interessa que cor tenha), os mandatários abrem as torneiras da "publicidade" e o tom baixa rapidinho.

    Quanto a questão da espionagem vão usar como desculpa para enterrarem uma frota de caminhões de dinheiro da Telebrás (ué, não foi extinta no período FHC) e na Oi ( a "única" telecom nacional, na opinião deles) para fortalecer as telecomunicações nacionais independentes dos americanos.

    ResponderExcluir
  21. Quando vejo comentários de total apoio ao 31 de março de 1964, fico sem entender onde foi parar a inteligência no país (provavelmente contratada a peso de ouro pelo vale do silício, harvard, etc. aqui, não ficou...)

    Ao mesmo tempo que não se deve apoiar um governo populista, perigoso, e disfarçadamente autoritário, como os dos regimes que reinam no atual cone sul, não se pode vangloriar responsáveis por um período conturbado e antidemocrático da história.
    Desaparecimentos, tortura, cerceamento de direitos, CENSURA À IMPRENSA, falta de transparência, política de pão-e-circo, governo eleito por uma elite militar, ausência de eleições...

    Por quê não dá para ser coerente? Tem de tomar lado em apenas um destes extremos?

    Cada lado destes dois extremos acreditam que sabem e DEVEM ser eles os ditarem os rumos a serem seguidos.

    Vocês - ESQUERDA e DIREITA - se degladiam para ver quem se apodera dos direitos, dos recursos, dos poderes - para fazerem o que bem acham de direito para o que seria o melhor para o país. Para distribuiar o farto banquete a seus pares - cada um a seu modo.

    Não há lugar para o bom senso neste país. Só para extremistas - cada um do seu lado.

    André Soares

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe, mas extremista foi o seu comentário. Não me parece que o texto apoia os desmandos cometidos na época da ditadura (próprios de ditaduras em geral), mas sim disseca aquele momento histórico em 1964. Naquele momento, na opinião do autor do texto, a ação foi necessária, não obrigatoriamente ele compactua com o que veio depois. Não há necessidade de ler a palavra "ditadura" ficar de cabelo em pé e sair esbravejando. Com um pouco de calma e mente aberta é possível ler os mais variados textos e compreendê-los, sem emitir palavras de ordem.

      Excluir
    2. Caramba, disse tudo André. Penso a mesma coisa, esse flaxflu direitaxesquerda está acabando com o Brasil.

      Abraços

      Jegue do Pantano

      Excluir
    3. Ok, Paulo Roberto, entendo o seu ponto de vista e gosto da lucidez do seu texto, mas:

      1 - Discordo, leia direito, "com calma e mente aberta" como elucidou, e verá que critico o extremismo de ambos os lados, e não faço uso deste extremismo em causa própria.

      2 - Acho que o sr. gosta mesmo é da Dita Dura - assim, do jeito que escrevi.

      Sem mais

      André Soares

      Excluir
    4. Também assino embaixo, André. Perfeito!

      Excluir
    5. Caramba, André. Acho que você quem não está lendo direito, seja esse texto ou livros de história sobre a época. Você provavelmente está se fazendo de burro pra não entender o contexto da época. Se você diz que não gosta de "extremismo de ambos os lados", então deve concordar que o comunismo não é algo muito legal (com bastante eufemismo), principalmente naquela época de guerra fria.

      Ora, o Jango sempre foi conhecido por ser uma pessoa no mínimo simpatizante desse regime, tanto que quando o Jânio Quadros renunciou ele estava lá na China comunista, provavelmente não pra fazer turismo. Só isso já bastava pra que muita gente não ficasse alegre com ele no poder, mas aí em 64 ele manda baixar uma reforma que possibilita, entre outros mimos, a volta do PCB, ali foi a gota d'água.

      Qualquer palerma poderia perceber que essas eram atitudes no mínimo duvidosas, e alguma ação tinha que ser tomada, e essa ação foi o golpe (ou revolução, contra-revolução, que seja). Ninguém disse que os militares não fizeram merda em não devolver o poder pro povo logo, e sim que o golpe foi necessário na época.

      De todos esses aspectos que você citou em uma parte do seu comentário: "Desaparecimentos, tortura, cerceamento de direitos, CENSURA À IMPRENSA, falta de transparência, política de pão-e-circo, governo eleito por uma elite militar, ausência de eleições..." olhe bem pro país em que vive (caso seja o Brasil) e você verá que os únicos que não procedem HOJE são "governo eleito por uma elite militar" e "ausência de eleições". Se bem que até sobre as eleições e a urna eletrônica já foram levantadas suspeitas no mínimo fortes, que não foram levadas adiante justamente pela falta de transparência, e boa parte do país não soube dessas denuncias justamente(de novo) pela censura à imprensa.

      Quando vejo comentários assim como o seu, de pessoas que sabem montar frases, mas não conseguem endender o que leem, ou fingem que não entendem, que também fico sem entender onde foi parar a inteligência no país.

      Ass: Marcos, ex-anônimo.

      Excluir
    6. Marcos, você também gosta da Dita Dura?

      André Soares

      Excluir
    7. Claro que não, você quem parece gostar de Dita Duras.

      Excluir
    8. Marcos, esquece isso. Vamos tomar uma cerveja e ver a rodada de quinta-feira.

      De todas as merdas as quais vivemos neste país, sempre se sobrepujará aquela em que se há eleição livre e direta, ou seja, no jogo democrático, seja ele causador de qualquer merda que der, no caso, essa boçalidade toda em qual vivemos desde a eleição do 9 dedos. Elegemos o boca de sovaco, temos de aguentar a responsabilidade, para o bem e para o mal. Elegemos o 9 dedos e a Fanchona, temos de aguentar a responsabilidade, para o bem e para o mal (por mais mal que pareça). Não é um MILICO CABEÇA DE PINICO quem vai ditar a regra do que vale ou não vale, já que ninguém o elegeu.
      Resumindo: se fosse uma maravilha o governo do boca de sovaco, não iria se criar chance para que o pseudometalúrgico chegasse ao poder. O governo é, e sempre será, o espelho do país, do quadro geral. Sim, pode chorar, porque é isso mesmo que está pensando.

      Excluir
  22. Sempre gostei dos textos do jornalista Bob Sharp. Este foi de uma lucidez cirúrgica.Tomei a liberdade de compartilhá-lo no Facebook.
    Parabéns!
    Enio Meneghetti

    ResponderExcluir
  23. Quem está reclamando de espionagem não tem moral para isso:

    http://info.abril.com.br/noticias/seguranca/2013/07/dilma-nao-usa-celular-criptografado-diz-ministro.shtml

    ResponderExcluir
  24. Prezado Bob, "invasão de qualquer coisa sem mandato judicial" certamente quis dizer mandado.

    Belo texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, mandado, acabei de corrigir. Agradeço a atenção.

      Excluir
  25. Prezado Bob Sharp, desculpe-me por não poder me identificar (uso um proxy da Bulgária), mas saiba que sou um Operador de Inteligência Institucional (oriundo das Forças Armadas). Corrigindo alguns termos utilizados pelo senhor: "inteligência" quando o senhor escreveu, deve ser escrita com i maiúsculo, pois Inteligência é o serviço e inteligência (conhecimento) é o produto gerado pela Inteligência. Não se diz "interceptação", e sim monitoramento. E o senhor está equivocado quando diz "qualquer hacker de meia-tigela faz". O hardware e software que a National Security Agency possui são extremamente sofisticados, de causar inveja a qualquer um.

    Está equivocado ao dizer que não houve espionagem; um pouco de doutrina para o senhor. Existem vários tipos de Fontes de Inteligência, como: humanas, tecnológicas, sinais, imagens. Logo, podemos concluir que, sim, houve, há e, claro, continuará havendo espionagem aqui e no mundo todo. O que veio à tona é tão-somente uma parte. O fato ainda mais preocupante e que não é de conhecimento geral, é que há espiões estrangeiros desenvolvimento ações em território nacional. Inclusive, recrutando Militares e Policiais Federais para cooperarem com eles em troca de dinheiro. Minha missão, atualmente, na Contrainteligência Ativa é identificar esses agentes estrangeiros.

    Abraço e continue com o excelente blog que o AE é. Visito-o diariamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corrigindo: desenvolvendo.

      Excluir
    2. O governo sabia desde quando sobre essa espionagem dos EUA? Isso era mantido em segredo ou simplesmente desconheciam?

      Excluir
  26. Srº. Sharp,

    é óbvio que escreves muito bem, especialmente quando se trata de automóveis. Penso que esse texto seja sua opinião, o que nem de longe significa estar certo ou errado... todavia, continue falando apenas de carros, é bem melhor para todos os leitores!

    A direita se provou uma lástima na história desse país, e a mesma multidão que aparece na foto do post saudando a ignóbil ditadura militar participou ativamente do processo de redemocratização, exigindo um basta nas violências e sevícias daqueles monstros fardados. Já nossa pseudo-esquerda é uma afronta à inteligência de qualquer um, usando e abusando das estruturas legais desse país a seu bel-prazer.

    Assim, não há inocentes em nenhum dos lados.

    Saudações

    João Roberto Drummond Amorim

    ResponderExcluir
  27. Claudio Fischgold04/09/13 14:49

    Não consigo entender este espanto generalizado da invasão nas nossas comunicações. Por acaso o SNI não faz isso ? E os outros países, são todos santinhos ? E as empresas, não usam espionagem industrial? E as pessoas traídas, não contratam detetives para fazer a mesma coisa?

    Está na hora de descobrirem que estamos em 2013 e que isso é praxe no mundo todo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claudio Fischgold04/09/13 20:09

      Antes que me interpretem mal, não estou defendendo; apenas constatando que existe.

      CF

      Excluir
    2. Pegou em cheio no problema. Igualmente acho que isso deveria parar de acontecer, mas acontece tanto e em TODOS os lugares que tratar disso com tanta importancia e tanta surpresa parece de uma falsidade e hipocrisia incriveis. Sei de casos de arrepiar os cabelos feitos pelo governo brasileiro com seus proprio povo e durante o governo democratico.

      Isso ta mais pra distrair o povo dos protestos e da reforma politica do que qualquer coisa. Faz uns anos que sairam noticias iguais de espionagem e pouco falaram disso.

      Excluir
  28. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não fará falta, adeus.

      Excluir
    2. Então, tchau.

      Excluir
    3. Sacco,

      Vc era um saco mesmo. Adeus.

      Excluir
  29. Assunto delicado esse, confesso que não acho bacana esse tipo de escuta. Por outro lado, não me incomodo muito em ser monitorado, pois assuntos que considero mais pessoais ou que não quero que alguém estranho saiba, trato pessoalmente.

    Internet é um dos locais mais escancarados que conheço! Somente a coisa de uns 4 anos para cá é que assumi o risco de usar o banco via Internet, pois por melhor que seja a segurança, literalmente expõe-se ao mundo inteiro sua conexão com o banco. E sobre monitoramento do tráfego de Internet, já faz mais de cinco anos que a França, oficialmente, monitora o volume de tráfego da dados de TODOS os usuários de Internet franceses, para no mínimo inibir a pirataria de músicas e filmes. Quem tem tráfego de dados acima de alguns GB por dia passa a ter monitoramento de perto, para verificar o que o cidadão está acessando. Se for conteúdo ilícito, dançou...

    Sobre a revolução de 1964, acredito que começou bem e terminou mal, a partir do momento que passou a usar tortura para descobrir os possíveis elementos subversivos. A coisa desandou e perdeu-se o critério, bastava uma suspeita (muitas vezes infundada) para o sujeito sumir do mapa de uma hora para outra. Mas o fato é que, naquela época, a malandragem pensava duas vezes antes de sair roubando por aí, pois a polícia agia e com truculência, nada de direitos humanos ou os escambau para com a bandidagem.

    E a Dona Grobo não é nem louca de bater de frente com o governo hoje em dia. Tem uma dívida astronômica junto ao governo e, se alguém resolve pegar pesado e cobrar a dívida, a meleca vai estar mais do que feita... Basta rever o noticiário da época quente das manifestações. Demorou para haver um apoio, mesmo que tímido, aos protestos. E focou bastante no vandalismo de uma minoria que, ninguém me tira da cabeça, teve "incentivo" do gobierno, justamente para reduzir o impacto positivo do povo estar se mexendo contra os desmandos da turma lá da ilha da fantasia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Road Runner,

      Falou e disse tudo!!!

      Excluir
  30. Bob, acho que vc precisa fazer um outro blog pra extravasar essa sua fúria política que esta se tornando frequente. E chato.

    Quanto a falar que a ditadura foi apoiada maciçamente por toda a população, com todo o respeito, é muita presunção de sua parte responder por todas as camadas da população.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lorenzo Frigerio04/09/13 23:52

      A verdade, Anõnimo, é que as classes média, média alta e alta gostaram muito da estabilidade que se seguiu ao golpe. Essas pessoas surfaram uma onda de prosperidade ("Milagre Econômico") que durou até a primeira crise do petróleo (e que só voltaríamos a ver, brevemente, durante o Plano Cruzado, sabotado por quem mais, o PMDB). Então, se várias dessas pessoas não aprovaram o golpe num primeiro momento, calaram-se depois, enquanto o governo extinguia a subversão usando os piores métodos possíveis; posteriormente, quando o sonho acabou, os milicos se agarraram ao poder de toda maneira que puderam, com senadores biônicos, fechando as importações, postergando as eleições diretas para governador originalmente marcadas para 1978 e por aí vai. Mas numa primeira fase, sim, apoiaram o regime, tal qual apoiaram o Cruzado e, já na fase democrática, o Real, reelegendo o "Boca-de-Sovaco" com sua emenda da reeleição comprada.

      Excluir
    2. Lozenzo acho que ninguem discute o que foi a ditadura, mas essa insistencia em esconder a historia e negar tudo de positivo que aconteceu naquele tempo vem da lavagem cerebral da esquerda e ademais fica bem idiota, dado que se negam coisas que todo mundo viu. Reescrevem a historia como querem.

      A classe media e alta devem ser vistas como malvadas sempre porque? Mesmo quando representam a maioria do povo tem sempre essa ladainha. E sempre colocam as coisas nessas palavras de classe, outra mania da esquerda. Na verdade, apesar das ilegalidades da ditadura, inexiste uma classe que reclame economicamente daquele tempo. Emprego por exeplo tinha pra todo mundo independente de classe, coisa que hoje apesar das pesquisas nem anda bem assim.

      Excluir
  31. Marco Brito04/09/13 16:34

    Bob, seu texto é claro e em boa parte concordo com suas opiniões. Minha ressalva está na parte onde em seu texto se lê: "Que me conste, invasão de qualquer coisa sem mandato judicial não é coisa de democracia." Por essa lógica devemos crer que o fato do governo americano ter vasculhado nossas comunicações também foi uma visão muito particular do que é uma democracia.
    Com relação ao desgoverno total que temos aqui, temo ao pensar que estamos nos encaminhando para uma ditadura bolivariana. Teremos escolha entre essa que se avizinha ou a ditadura militar que nos salvaria da primeira?
    O que pensar de nosso futuro político, considerando o alinhamento dos países vizinhos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lorenzo Frigerio04/09/13 23:58

      O que o governo americano fez é considerado ilegal dentro dos Estados Unidos por violar a Segunda Emenda à Constituição Americana, que protege os cidadãos contra buscas e apreensões. Entretanto, ela não vale fora dos EUA, e é baseado nisso que a espionagem das comunicações de outros países foi feita sem quebrar a lei (deles).

      Excluir
  32. Exemplo do discurso da Presidanta em 06/05/13: "500 assim, eu disse que era pouco. Eu te dei mil. Eu dou mais, mais, dois, eu dei mil. E avisei que era mil, avisei, porque cê pode dá e não contar. Não, foi contado devidamente que… e acho que isso tem que ser algo que seja generalizado, na medida em que faz parte da, da, da, do… eu acho que faz parte do conhecimento do Brasil instituições civis e militares, e elas têm de sê devidamente contempladas”.

    Pobres americanos que vão procurar sentido nas mensagens de email e SMS desta criatura.

    Abcs a todos
    Basil Sandhurst.

    ResponderExcluir
  33. Em um futuro não muito distante veremos outro editorial do Globo reescrevendo a história e declarando que foi um tremendo erro o apoio aos vermelhos.Ora pura conversa fiada. A vida segue e eles sempre apoiarão os donos do poder.De outro modo como sobreviverão.Eles sempre viveram adaptando a realidade aos seus interesses, manipulando notícias e fatos jornalísticos.Nunca fizeram jornalismo sério e profissional.Para os Marinho as empresas jornalísticas servem apenas para gerar lucro. Que se danem os fatos, as verdades, a realidade e a informação. A exemplo do partidinho vermelho apenas pensam neles. O povinho que se dane.

    ResponderExcluir
  34. Bob! Está em qualquer cartilha de extrema esquerda Inspirada em Lenin, não necessáriamente nesta ordem ou semântica: " Acuse nos outros os teus erros,aponte nos outros os teus defeitos..." Não tenho dúvidas que a ditatura militar em nosso país foi cruel mas, comparada a "ditatura popular"
    de uma esquerda recalcada, aqueles tempos ficam parecendo estórias de ninar... sem esquecer que havia muito mais nacionalismo puro e que todos os presidentes militares morreram com o que tinham antes de assumir a presidência...Já no Socialismo Bolivariano ...

    ResponderExcluir
  35. Lorenzo Frigerio04/09/13 17:54

    Nem vou me delongar, porque tentar mudar a opinião do Bob nisso seria chover no molhado. Ainda bem que só de vez em quando falamos em política.
    Mas o que aconteceu em 31 de março de 1964 foi um golpe militar, um ato de insubordinação, e absolutamente não uma revolução. Não somente isso, seus protagonistas se embriagaram com o poder e, através do AI-2, se institucionalizaram; com os protestos da população que viu roubado o poder que lhe pertencia, institucionalizaram-se todos os meios necessários, por mais ilegais que fossem, para que uma transição democrática não acontecesse de maneira alguma. E o resto é uma triste história, e uma triste reflexão sobre o povo brasileiro, especialmente sobre aqueles que acham - e inclusive estão comentando aqui - que "os fins justificam os meios".

    ResponderExcluir
  36. Paulo Ferreira04/09/13 19:38

    O autoentusiastas da um verdadeiro show. Parabéns ao Bob e toda equipe!

    ResponderExcluir
  37. A verdade é uma só: uma Chefe de Estado foi espionada ilegalmente, seja ela de esquerda ou direita, gostem dela ou não. Cabe aos EUA dar explicações, sim. Pronto e acabô!


    João Paulo

    ResponderExcluir
  38. Bob, neste caso descordo em absoluto da sua opinião.
    Independente das leis internacionais, e por mais que eu deteste nosso governo / governantes, este caso é grave e os EUA devem uma explicação sobre o ocorrido.
    E quem não deve neste caso tem que temer! Imagine a seguinte situação: Você, Bob Sharp está sendo espionado pela Polícia Federal, tanto em suas conversas telefônicas realizadas em sua residência, quanto pelo seus acessos na internet, por emitir opiniões contrárias ao governo ou por ter um amigo do DEM que hipoteticamente está envolvido - mesmo que não seja provado - em um escândalo qualquer. É uma situação grave e injustificável.

    ResponderExcluir
  39. Paulistanóide04/09/13 23:36

    A Grande Mídia Amestrada está se "ajeitando" frente ao arrocho, cada dia mais perceptível, da Ditadura Civil Bolivariana Cucaracha, que se instalou na Bananolândia. Terra DOS Bananas, não DAS Bananas...

    Valer lembrar, até pelo lado automotivo, o habitual teatro para a platéia: o finado Chaves vivia satanizando os EUA, que entre outras "cositas" era (e talvez ainda seja) o maior comprador de petróleo da Venezuela.

    ResponderExcluir
  40. Tenho um parente indireto que morreu por ser jornalista. Ele tinha opinião contrária ao governo militar.
    E não pegou em armas ..sequer foi a um protesto. Apenas era jornalista e tinha opinião contrária. Escreveu sobre ela, foi torturado e morto. Tinha menos de 40 anos e pelo que sei, sujeito pacato.

    Por pior que este governo seja (e eu concorde), você está se opondo a ele e pode fazer isso em seu blog. Não será perseguido, torturado e morto. No máximo xingado

    Se por um milésimo de segundo eu concorde que, talvez, a intervenção militar e, 64 foi necessária, me lembro deste ultimo caso recente em que ela também foi "necessária" e está a beira de os obrigar a ver outra guerra, graças ao uso de armas químicas e um verdadeiro massacre. A tal da Siria.

    Militares no comando simplesmente não dão certo.

    Já a Globo: tenho ate certo orgulho de ter amigos de direita e esquerda. E ambos batem na globo. Chega a ser engraçado, mas remete a ilogica situação que isso gera. Talvez seja a necessidade humana de querer dar explicação para tudo. A globo pediu desculpas pq hoje esta sendo cobrada em protestos (alias a ala reacionária e esquerdista, como eu disse, consegue odiar a Globo). Nada mais, sem teorias da conspiracao.

    Bob, admiro seus textos...sobre carros, mas politicamente é preciso aprofundar um pouco mais, sem recorrer a Vejices.

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Globo e as outras sempre ficam do lado do governo. Aprenda isso.

      Excluir
  41. Meu finado pai era filiado ao PTB em 64, uma vez perguntei-lhe sobre aqueles dias e ele me respondeu mais ou menos assim: "o Brasil estava uma bagunça, sem comando, sem governo e sem lei" - eu fiquei meio surpreso, pois esperava outra resposta, baseada na doutrinação que eu recebia na escola.
    Além do mais, o que pode se esperar de um presidente fraco que dissesse: "reforma agrária na lei ou na marra"? Ora, um presidente incentivando a quebra da Constituição! ou incentivando o fim da hierarquia nos quarteis?
    Grande trabalho fizeram os militares! só que não deviam ter ficado tanto tempo no poder, mas aí é outra história...

    Ricardo2

    ResponderExcluir
  42. Ia me esquecendo: vocês acham que o governo brasileiro não vasculha a nossa vida? informando o CPF na nota, eles sabem até o que você come, onde gasta o dinheiro, etc. etc.
    Sempre se espionou.
    Me admira é o governo brasileiro não ter um sistema de criptografia avançado nas suas comunicações internas.

    Ricardo2

    ResponderExcluir
  43. "Que me conste, invasão de qualquer coisa sem mandado judicial não é coisa de democracia."

    "O que veio à tona nesse episódio de "espionagem" é que não há mais como escapar da vigilância eletrônica. Mas, como diz o secular ditado, quem não deve não teme."

    Você consegue se contradizer um texto desse tamanho. Memorável.

    "E já que quem não deve não teme, qual seria o motivo de tanta indignação do governo brasileiro? Será que o que não era para sair das paredes de concreto do Palácio da Alvorada, saiu?"

    Pelo simples fato de que há segredos entre países, estratégias de comercio que devem ser guardadas sob pena de sair perdendo. Já é um FATO de que acordos comerciais foram em prol dos EUA devido à espionagem.

    Mas como mentalmente você ainda vive na Guerra Fria, acha que toda e qualquer espionagem se dá para combater o perigo Comunista.

    Além disso, todo cidadão tem o direito de se manter anônimo e tem o direito de falar em particular sem que um governo decida se você deve ou não ser espionado.

    Você, Bob, consegue espancar a esquerda ignorando o que fez de bom e ao mesmo tempo consegue fugir da direita liberal pregando um governo extremamente conservador, uma economia liberal com um lado social oprimido.

    Faz sentido, pela sua idade. Mas eu esperava que alguém culto como você conhecesse um pouco mais de política. Mas nem tudo é perfeito. E você escancara seus defeitos quando decide falar de política. Fico feliz por você ser minoria


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A esquerda não fez nada de bom. O social... bem, deixe sua filha adolescente andar sozinha pela noite de São Paulo, se você acha que a questão social melhorou.

      Excluir
    2. Claro, a violência é coisa de governo de esquerda.

      Excluir
    3. A revolução nunca acaba, companhero.

      Excluir
    4. Nos últimos 12 anos ela só piorou.

      Excluir
  44. Anônimo das 09:51 - se o pensamento do Bob fosse maioria, o Brasil não seria essa M@#*& que virou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que virou? É verdade, tinha esquecido como tudo ela belo antes.

      Excluir
  45. Os americanos estao procurando um novo 11 de setembro.

    ResponderExcluir
  46. Concordo plenamente com o post!

    Além de tudo, os satélites que tornam possível a telecomunicação via internet são americanos. É estúpido achar que aqueles que se fazem "monitoráveis" não serão monitorados.

    E em relação à Rede Globo, hoje no desfile de 7 de setembro, dá pra observar pela TV como as câmeras da Globo fazem imagem de longe: se chegam perto, os manifestantes atacam a Globo!

    ResponderExcluir
  47. Eu só converso com esquerdistas quando vou na lanchonete.

    ResponderExcluir
  48. Dois bons artigos sobre estes dois assuntos abordados aqui:
    http://veja.abril.com.br/blog/rodrigo-constantino/democracia/o-contexto-de-64/
    http://migre.me/fZuPl (link encurtado)

    ResponderExcluir
  49. A Globo é simpática ao governo atual? Desde quando?

    Só se foi agora, depois que foi divulgada a sonegação dela de mais de R$ 600 milhões (http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2013-07-17/ministerio-publico-no-df-abre-apuracao-sobre-suspeita-de-sonegacao-da-rede-globo.html). Façam uma busca pela internet e verão muito mais.

    A espionagem que os EUA vem fazendo, envolve também segredos comerciais, conforme noticiado ontem no caso da Petrobras. Isso não seria uma afronta aos princípios da livre concorrência?

    ResponderExcluir
  50. Me desculpem, mas acho que a maioria não faz a menor idéia do que significa a interceptação dos nossos dados, ainda mais sem mandado judicial. Outra coisa, isso aí é coisa sabida há mais de 10 anos, mas a nossa imprensa só descobriu agora. Agora achar que interceptar nossas comunicações e tomar vantagens políticas e comerciais às nossas custas é um "mero estardalhaço sem sentido", é de uma inocência sem tamanho.
    Amigos, ao comprar algo no VISA (entre outros), sua compra é processada em solo americano sob jurisdição americana. Ao navegar na internet, e você estando logado com sua conta google, eles vão rastreando tudo o que você faz. O facebook faz o mesmo. Sistemas saem com brechas propositais para serem invadidos posteriormente pelo governo deles. E se eles resolverem te caçar, mesmo aparentemente sem motivo, o farão sem se importar com as leis.

    Nossos governantes, ou são muitos burros, ou estão apenas a fazer circo!

    Quem não deve, não teme?

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.