EXTRA: FALECE PININFARINA

 Foto: autoasa.wordpress.com

Sergio Pininfarina (1926-2012)

Faleceu hoje em Milão, aos 85 anos, após longa enfermidade, Sergio Pininfarina, que conduziu o estúdio de estilo que leva seu nome durante quatro décadas. A longo de seus anos à testa do negócio produziu os mais belos desenhos, entre eles o Ferrari 275 GT de 1961, o Lancia Beta Montecarlo de 1975 e o Maserati Quattroporte de 2003.

Sergio entrou para o negócio da famíla em 1950 após se formar em engenharia mecânica na Politécnica de Turim. Foram suas criações também o Fiat 124 Sport Spider, de 1966 e produzido durante 21 anos, o Alfa Romeo Spider, fabricado de 1966 a 1993, e o Peugeot 406 Coupé, que ficou em produção de 1966 a 2004.

Ele tinha admiração especial por sua criação, o Dino Berlinetta Speciale, um conceito que viria a influenciar o estilo dos Ferrari de motor central-traseiro durante 40 anos.
Dino Berlinetta Speciale, o preferido de Sergio Pininfarina (ferraridatabase.com)

Em 1961 assumiu o cargo de executivo-chefe da Pininfarina, acumulando a função de presidente em 1965 depois da morte de seu pai e fundador da empresa, Battista "Pinin" Farina.

Sergio tinha convicção de que o desenho tinha de ser simples e desde garoto ouvia seu pai falar em tom alto para seus colaboradores, "Mais simples!".

Renunciou ao cargo em 2001, passando-o ao filho Andrea, mas permaneceu na presidência do conselho e reduziu cada vez naus seu ritmo de trabalho. Mas veio a tragédia quando Andrea morreu num acidente de moto em 2008, passando a presidência executiva ao irmão mais moço de Andrea, Paolo. Mas a empresa estava muito endividada e foi assumida pelos bancos credores, restando à família Pininfarina uma participação simbólica.

Sua criação mais famosa foi o Alfa Romeo Spider, lançado mundialmente pelo o filme "A primeira noite de um homem" ("The graduate") , de 1967, com Dustin Hoffman e Anne Bancroft.
Dustin Hofflman dirige o Alfa Romeo Spider em "A primeira noite de um homem" (ridelust.com

Uma de suas últimas aparições em público foi em março de  2008, ao entrar para a Galeria da Fama Automobiística Européia, juntando-se ao pai Battista, lá desde 2002.

Sergio era membro da diretoria da Ferrari após mais de 40 anos. Saiu em novembro de 2011 alegando razões pessoais.

Com sua morte, perde o mundo automobilístico uma de suas personalidades mais importantes 

Sergio Pininfarina deixa a esposa Giorgia, sua filha Lorenza e seu filho Paolo, a quem o AUTOentusiastas expressa as maiores condilências.

R.I.P., Sergio Pininfarina

AE

Texto baseado em reportagem da Automotive News, autor Luca Ciferri

31 comentários :

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. grande perda !!!

    tive uma alfa 164 assinada pelo studio e digo que era um puro sangue italiano...

    o triste é saber que tantos caras estão indo (inclusive o Shelby) e não há qualquer chance de aparecerem substitutos à altura, nessa industria pasteurizada onde todos carros são parecidos independente da marca ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é ... Foram 3 grandes nesse ano :
      Shelby
      Porsche
      PininFarina

      Vao fazer muita falta , mas deixaram um enorme legado!

      Excluir
  3. Seu Arlindo03/07/12 15:44

    A elegância no universo automotivo acaba de ficar mais pobre.

    ResponderExcluir
  4. Grande perda mesmo.
    Vai-se um artista e tanto e fica-se com gente do naipe de Carlos Barba. Sem mais o que comentar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Julio Bomfim04/07/12 10:01

      Melhor comentário de todos neste post. Realmente triste o futuro do design automotivo, principalmente no Brasil.

      Excluir
    2. Rafael Ribeiro04/07/12 12:00

      Pensei a mesma coisa quando vi a Spin hoje no jornal O Globo!!!

      Excluir
    3. Absalão Bussamra06/07/12 14:49

      E o mais engraçado: o Barba se acha um novo Scaglietti, tamanho o orgulho que tem dessas monstruosidades que desenha...

      Excluir
  5. Muita classe nos abandona. Do outro lado o recebem em festa.

    ResponderExcluir
  6. grande perca!

    resti em pisse.

    ResponderExcluir
  7. lá é o cara , aqui temos que aguentar agile monstrana... adeus amigo Sergio Pininfarina que de onde estiver baixe por um santo na gm daqui que só desenha carros feios.

    ResponderExcluir
  8. Sempre haverá quem não consegue reconhecer a qualidade de um genio do design auto entusiasta, que influenciou desde seu primeiro projeto, e até os que ainda nem saíram da prancheta.
    Mesmo doente, seu "dedo" estava presente um tudo que o studio está produzindo.
    Dizer que estava aposentado a séculos é desprezar o muito com que contribuiu para a industria de forma universal.
    Todo mundo envelhece, mas "quem é" fica.

    ResponderExcluir
  9. Tive uma Fiat 124 Spider, e uma Alfa 164 , ambas assinada pelo Estudio Pininfarina, Ele desenhou bellissimos carros.

    ResponderExcluir
  10. Menos um, é uma pena. Este ano tá osso.

    MFF, manda aquela poesia.

    ResponderExcluir
  11. Que coisa... A plaqueta Pininfarina, presente na lateral de diversos carros entusiastas, ganhou agora um significado ainda mais especial. Infelizmente, os grandes mestres estão nos deixando, sem que haja discípulos à altura. Meus sinceros sentimentos aos familiares e amigos.

    ResponderExcluir
  12. Este ano estão levando todos os mestres, Shelby, agora Pininfarina.
    Eu só quero saber, quando vai aparecer alguém para revolucionar o mundo sob 4 rodas.


    Pêsames a família

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renan
      Ferdinand Alexander "Butzi" Porsche...

      Excluir
    2. Chris Bangle, Patrick L'Quemént, Bruno Sacco entre outros ainda terão vida longa!

      Excluir
  13. Para mim, o grande mérito de Sergio Pininfarina foi ter sabido administrar a transição do negócio de sua família de uma carrozzeria semi-artesanal para uma grande empresa de consultoria, com domínio de todos os processos envolvidos na criação de um novo automóvel. Fora isso, devia ser um empresário muito habilidoso para gerenciar relações com todo tipo de cliente, de gênios temperamentais como Enzo Ferrari a grandes coeporações como a Fiat. Nuccio Bertone, que também foi uma das grandes figuras do design automotivo, não tinha toda essa paciência.

    ResponderExcluir
  14. Mas o estúdio não deixa de existir, né?

    Quem é o responsável hoje pelos desenhos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. um grupo de 400 pessoas.
      pininfarina desenha todo tipo de produto hoje em dia - há algumas décadas na verdade.
      ele foi o fundador e até então apenas o "chefe", que bate o martelo.

      duvido que o giugiaro encoste no lápis hoje em dia também...

      Excluir
    2. Bem...uma triste notícia para iniciar um dia! De qualquer forma fica o legado. Em tempo : Mesmo que um gênio "apenas" coordene suas criações, fica muito, mas muito mesmo, melhor que o resultado das perpectivas de mercado tomadas em laboratório onde se expressa o desejo da cultura medíocre da massa, normalmente mais diluída a cada nova geração e somada a ansiedade de lucros por parte dos acionistas. Falando em arte e elegância então...

      Excluir
    3. Anônimo das 09:26,
      Apenas um esclarecimento: quem fundou a empresa foi o avô de Sergio, isso ainda no tempo dos veículos a tração animal. O pai dele, Giuseppe Battista "Pinin" Farina, foi quem construiu a sua fama a partir de criações como o Cisitalia de 1946. Foi durante a sua gestão que a empresa mudou o seu nome, de Carrozzeria Farina para Pininfarina. ("Pinin", em dialeto piemontês, é uma espécie de diminutivo do diminutivo do diminutivo: Giuseppe > Giuseppino > Pino > Pinin). Sergio Pininfarina, portanto, representava a terceira geração da família na empresa.

      Excluir
    4. Em adendo:

      -o 406 Coupé foi produzido de´96 a´04.Vale lembrar q.a carroceria era construida pela própria Pininfarna na Itália,e embarcada para montagem final na França.A Peugeot e mais tarde a PSA muito freqüentemente valeram-se da consultoria de estilo da Casa
      -a Alfa 164,da mesma forma q.a Lancia Thema,o Saab 9000 e o Fiat Croma,derivam de um mesmo projeto básico muito abrangente da Italdesign,ao qual as fábricas das marcas agregaram as características de identidade técnica e estilística.Tanto a 164 como a Thema receberam os 'ajustes estilísticos' da Pininfarina-de forma,para variar,magistral!

      abs.

      Excluir
  15. Gênio!! (sem perdão algum do termo, hoje usado de forma tão vulgar)...

    Traduzir o espírito e as mãos calosas que idealizaram uma idéia de carro, em forma pura e definitiva não é para muitos.

    Voto entre todas as suas criações no excesso, na confiança exarcebada - como um grande deus vermelho do mal - nas linhas atemporais e quase ofensivas da Testarossa.


    MFF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. E veja lá, na foto do criador, qual a criatura que está logo atrás dele. Minha Ferrari preferida.

      Excluir
    2. MInha nossa... agora minha paixão pela Testarossa aumentou!

      Excluir
  16. Mais uma grande perda nesse ano!
    Foi-se o homem , mas sua obra é perpétua.
    Genialidade traduzida em esculturas sobre rodas que vão continuar emocionando geraçoes.

    ResponderExcluir
  17. Coisa linda essa Alfa Romeo Spider!
    Acho que realmente representa uma escultura sobre rodas.
    Vale assistir o filme só para ver o carro.

    ResponderExcluir
  18. Já que o Plutônia não falou, falo eu:

    É ISSO AÍ! PAU NA MORTE QUE LEVA HEROIS COMO PININFARINA E ESQUECE-SE DO SARNEY!

    ResponderExcluir
  19. Não esqueça do Dirceu

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.