QUARTO DE MILHA: MUSTANG MACH 1 SCJ 429 1971

O quase milagroso Mach 1 - foto: fastraces.org

A notícia de que um carro de rua pode fazer o quarto de milha, ou 402,3 metros, em menos de 10 segundos é notável. É até relativamente fácil, podemos pensar, dadas as quase infinitas possibilidades de modificações que muitos carros rápidos possuem à disposição no mercado de "venenos".

O fato diferente aqui é um grupo que se intitula F.A.S.T. (Factory Appearing Stock Tyres, Pneus Normais com Aparência de Fábrica, mas com significado mais amplo do que apenas pneus de visual original, pois envolve o carro todo na parte externa, visual, inclusive as rodas. São pessoas que valorizam aparência original nos carros, sendo avessos às maluquices normalmente encontradas em carro de pista e de arrancada.

Um dos membros desse grupo, Lane Carey, conseguiu recentemente, no final de semana passado, uma marca que entra para a história das arrancadas de quarto de milha.

Com um Mustang Mach 1 1971, motor de 429 polegadas cúbicas (7,03 litros), Carey obteve o tempo de 9,84 segundos, a uma velocidade de 223,7 km/h. Para constar, o carro tem massa de 1.699 kg, o que contribui sensivelmente para a capacidade de tração, como podemos entender melhor nesse post sobre o Nissan GT-R.


Nota: esse é um dos posts em que discorremos sobre o GT-R e tração, basta uma procura no AUTOentusiastas para aprender ainda mais.


Mas quão bom é esse número?

Vasculhando rapidamente com o Marco Antônio Oliveira algumas revistas conceituadas, encontramos alguns números importantes.

Bugatti Veyron:
10,8 s,  número da revista Car and Driver, de janeiro de 2006.
10,2 s , número da Road & Track de fevereiro de 2007.
Corvette ZR1 2009: 11,2 s
Nissan GT-R: 11,6 s
Ferrari Enzo 2003: 11,1 s
McLaren F1 : 11,1 s em 1994
Mercedes-Benz SLS AMG: 11,6 s em 2010
Porsche 911 Turbo, novinho, agora no meio de 2010: 11,7 s
 
Falta ainda aguardar o tão falado Ferrari 458 Italia ser testado nesse tipo de prova, mas não é lógico acreditar que baixará em 1 segundo o tempo do Enzo, ou mais ainda, chegar próximo ao Veyron.
 
Voltando-nos aos veículos que normalmente andam igual ou melhor que os supercarros por 1/20 do preço desses, as motos, lembremos da potente Yamaha V-Max, a moto fabricada para atender ao desejo de quem queria um dragster de duas rodas para andar na rua.

Em outubro de 1985, há um quarto de século portanto, o piloto Jay Gleason obteve o tempo de 10,32 s, pouco provável de ser repetido dada sua experiência no ramo. Repetir não dava mesmo, mas poucos meses depois, Jeff Karr, jornalista da revista Motorcyclist obteve 10,67 s, quando nenhuma outra moto repetia a proeza dentro da casa dos 10 segundos.
 
Para se ter uma ideia do que um número desses significa, podemos ver alguns tempos de motos atuais, e perceber que demora um bom tempo para se baixar 1 segundo nesse tipo de medição, em grande parte devido a pneus mais evoluídos.
 
Ducati 1098R - 9,75 s em 2008
Honda CB 1000RR - 9,73 s em 2008
Kawasaki ZX-14R - 9,69 s em 2006
Suzuki Hayabusa - 9,68 s em 2008
 
Agora está mais fácil entender o que fez esse Mustang Mach 1, com sua aparência original.

A categoria F.A.S.T. permite modificações internas em motor e transmissão, e interna aqui significa dentro mesmo. Nem um coletor ou carburador mais aptos a maiores volumes de mistura podem ter aparência diferente do original, incluindo nisso os códigos de fundição desses elementos.

Só mesmo vendo o filme do evento em Maryland para tentar entender melhor o que aconteceu. O Plymouth Road Runner ao lado consegui 10 segundos cravados nessa passagem. Pena que o autor do filme não e filmou o placar com o tempo. 

video
 
JJ

15 comentários :

  1. Certa vez que li um F1 fazia em 8,24s com velocidade de 289,62. Ainda procede esse número?

    ResponderExcluir
  2. JJ
    Legal, esse post com essas informações. Em 1960 foi adotada no Brasil a categoria Turismo Geia - Geia era o Grupo Executivo da Indústria Automobilística, que respondia diretamtente ao presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira e que dirigiu a implantação da nossa indústria automobilística. Por que Turismo Geia? Era para dar sentido de carros absolutamente originais - por fora, no visual. Tudo que não o fosse podia ser alterado livremente. Como na F.A.S.T.!

    ResponderExcluir
  3. A se notar nas fotos a empinada de frente, mesmo com o pesado motor V-8 big block no nariz. Admito ter um certo problema com as subdivisões que o pessoal do tuning cria, mas acho que esse Mustang se enquadraria na categoria "street sleeper", um carro com aparência externa original e um motor poderosíssimo sob o capô. Admito sonhar fazer um treco desses com meu Monza Marrom Alabama, um "carro de tiozão" para engolir esportivos.

    ResponderExcluir
  4. Realmente impressionante o tempo no quarto de milha obtido por esse Mach 1 1971! A propósito, gosto muito dos Mustang com essa carroceria (nesse tom vermelho então...)

    ResponderExcluir
  5. realmente um tesao essa categoria...
    não conhecia

    valeu JJ

    ResponderExcluir
  6. Anônimo,

    não sei ao certo números dos Formula 1, mas menos de 9 segundos deve ser relativamente fácil para relações peso/potência tão favoráveis.

    ResponderExcluir
  7. BS,
    não sabia sobre o Turismo Geia.Isso dá uma bela história, não ?

    ResponderExcluir
  8. Bianchini,
    estou com você na dificuldade de entender as categorias, mas essa onde se enquadra o Mach 1 é minha preferida, sem dúvida.

    ResponderExcluir
  9. Road Runner,
    próximo de minha casa havia um Mach 1 vermelho, que deveria ser 1972 acredito. Sempre o via quando saia com meu pai, nos idos de 1973 / 1974 e sempre foi um forte sonho para mim.
    Quem sabe um dia o realizo ?

    ResponderExcluir
  10. JJ,

    Também tinha um Mach 1 assim como esse perto de casa em 1987, a venda... Mais um que escapou, mas já era caro demais...

    Sensacional esses carros da FAST. Inacreditáveis.

    MAO

    ResponderExcluir
  11. Ae galera do AutoEstusiastas ..

    Estou esperando a reportagem sobre a V-MAX !!!



    Abraço

    ResponderExcluir
  12. Seu Buce acima da lei13/10/10 17:29

    Boa Juvenal!

    ResponderExcluir
  13. Juvenal Jorge,
    O Turismo Geia era bem interessante na época. Facilitava bastante as inspeções técnicas. Vou escrever algo a respeito.

    ResponderExcluir
  14. Nada contra, muito pelo contrario. Mas esse tempo em 1/4 de milha com 1700 kg, só com algo perto de 800 a 900 hp. E com carburadores de aparencia stock.... Não sei não. Só vendo as specs do carro.

    ResponderExcluir
  15. Boa JJ!!!
    Aqui fala mais um que curtiu esta categoria F.A.S.T... hehehe

    Lobo em pele de cordeiro, neste caso não tão cordeiro...

    Mais um post que me fez lembrar do filme Love The Beast... "600hp com suspensão original? You MAD!" frase do J. Clarkson

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.