MAIS QUARTO DE MILHA. E MAIS VERDADES ETERNAS


Porsche 911 Turbo S 2011. Foto: Porsche Presse
Poucos dias atrás falamos sobre o Mustang aniquilador de tempos, e mostramos alguns números interessantes de aceleração de quarto de milha, a distância-padrão nos Estados Unidos para medir o quanto um carro é rápido.

Havia escrito que ainda não haviam sido divulgados os tempos do Ferrari 458 Italia, e eis que, um dia depois, tenho em mãos a Car & Driver americana, edição de novembro, com um comparativo de supercarros que inclui o Italia. Então, falha minha.

Pois bem, o 458 ainda não faz tudo aquilo que o mundo vinha falando. Digamos que o bebê não nasceu fazendo todos os truques ainda, sendo que o mais esperado era correr mais que um velhinho alemão bem conhecido, e desejado pela maioria dos entusiastas.

O novo Ferrari acelera como um capeta com fome, e cobre os 402,3 metros em 11,5 segundos, apanhando, porém, por 4 décimos do velho modelo Enzo, que foi sendo utilizado como comparativo desde a apresentação do 458. Não apenas como base de comparação, mas na verdade sendo quase que menosprezado. Aquela obra-prima de alguns anos atrás, que foi batizada com o nome do fundador da empresa, já não era mais "tudo aquilo".

O 458 estava sendo comentado como o melhor Ferrari de todos os tempos, com maior nível de tecnologia, mais fácil de dirigir, mais bonito, mais, mais, mais. Enfim, o blá blá blá habitual quando se fala sobre Ferraris.

Como ocorre muitas vezes, miramos um coelho e acertamos outro. Fui na maior das boas intenções procurar os números desse Ferrari, e me deparo com uma tabela que pode ser obtida do site da revista, onde temos as fichas técnicas e os números obtidos no teste comparativo.

A tabela acaba com aquilo que nem deveria ser surpresa, mas que, de tanto falarem e promoverem a ópera, acabamos (quase) acreditando: que este Ferrari bateria o Porsche Turbo. Na verdade, bateu sim, só em velocidade máxima e em uma retomada, e por apenas um décimo de segundo. As demais medições mostram uma vitória de desempenho puro do Porsche, com os outros protagonistas, todos fantásticamente rápidos, claro, ficando notavelmente atrás do velho conceito alemão.

Assim sendo, o rei continua sendo o Porsche 911 Turbo.

A versão S para 2011, obteve alguns números que são quase inacreditáveis para um carro de rua. As 60 mph (96,5 km/h) são atingidas em 2,7 segundos, e o quarto de milha, nosso assunto aqui, em 10,8 segundos. Para ficar mais preocupante e ver o quanto o carro é sério, é o que menos gasta gasolina, o que gera maior aceleração lateral em curvas, e mais caro apenas que o Ausdi R8 quando comparados os preços básicos. Como os usados no teste, é o mais barato.

O Arnaldo Keller deu uma volta em um Turbo não S há algumas semanas. Quem perdeu, veja.

Pois é, se os fanáticos ferraristas tinham esperança de ter um carro de entrada que batesse um Porsche topo de linha, não foi dessa vez. Justiça seja feita, no comparativo de ambas revistas foi o mais rápido em um circuito de corrida. Mas como normalmente quem compra Ferrari não frequenta track days, os entusiastas do alemão podem continuar tranquilos. Vai ser difícil aparecer um 458 que bata um Porsche no uso real. Eu disse revistas, no plural ? Sim.

Para complicar a equação, a revista inglesa Autocar publicou hoje o resultado do 2010 Best Driver's Car (melhor carro para se dirigir), como é feito todo ano. Avaliando em estradas e pista de corrida, o melhor é novamente Porsche, o GT3 RS aqui. Claro que o 458 Italia estava presente.

Os engenheiros italianos vão ter que continuar trabalhando bastante, ou quem sabe, chamar alguém da Nissan ou da própria Porsche para ajudá-los.

Se eu fosse engenheiro da casa alemã, não iria por dinheiro algum.

JJ

36 comentários :

  1. Já estou esperando pela saraivada de ferraristas te chamando de parcial, porschista e o escambau.

    Mas é aquela coisa, contra fatos não há argumentos, o "fuscão" com seu motor pendurado no eixo traseiro anda mais.

    ResponderExcluir
  2. Realmente, esse 911 turbo é um carrão... Mas com um calcanhar de aquiles que nenhuma re-engenharia feita até agora mesmo após décadas em produção e sucessivas gerações foi capaz de sanar... O maldito tanque de combustível na dianteira. Notícia em todos os portais na internet, recentemente um empresário pereceu carbonizado após bater o seu 911 turbo de frente a mais de 200 km/h em um muro de concreto e seu acompanhante teve 90% do corpo queimado, internado no hospital em estado grave desde então.
    Dificilmente o 911 encontrará a 458 em trackdays principalmente porque o modelo italiano é produzido em muito menor escala... E vários já entraram em auto-combustão... Podem dizer que o alemão é melhor q mais barato que o Italiano e tal... Mas o que dirão do Corvette???
    Conheci aqui neste blog o corvettebrasil.blogspot e fiquei fã... A MotorTrend fez um comparativo do 911 Turbo contra o Corvette ZR1...
    http://corvettebrasil.blogspot.com/2010/09/video-zr1-versus-911-turbo.html
    Considerando que o americano custa metade do alemão e o final do teste que logicamente não vou contar; cá entre nós o alemão ficou devendo e muito... Ficou feio.
    Foi-se o tempo que o 911 reinava praticamente intocável; está apanhando em todas as categorias GT; a coisa está ficando feia para a Casa de Stuttgart nas pistas.
    Vale ver o teste e o restante do blog Corvette Brasil que como já disse fiquei fã. Comparando com o Porsche, compraria a Corvette tranquila e calmamente; sem a menor dúvida e sem o maldito tanque de combustível na dianteira... Segurança não tem preço!

    ResponderExcluir
  3. Lawrence,
    só um detalhe: bater a 200km/h em um muro de concreto significa que você já morreu. Apenas destroçado ou destroçado e queimado, é só um detalhe.
    Eu também compraria o Corvette. Sou meio econômico, digamos assim.

    ResponderExcluir
  4. Juvenal,
    Sabia q vc ia pensar e/ou dizer isso, mas eu discordo. Tirando o detalhe da explosão e do incêndio, os dois sairiam apenas com ferimentos leves e alguma desorientação em virtude da desaceleração brusca.
    O tal empresário deu o "azar" de bater em um muro pequeno, muito provavelmente o muro fez uma cunha vertical atingindo o centro da dianteira chegando até o tanque que exposto e vazando incendiou-se imediatamente quando o combustível chegou perto dos freios aquecidos próximos.
    Aqui no Rio não faz muito tempo um outro Porsche bateu de frente com um Fiat Uno na Barra da Tijuca; mesmo que não estivesse a 200 km/h, a 60 não estava e o Uno tb não estava parado então no fim das contas o impacto deve ter sido muito parecido... Sem incêndio o motorista do Porsche saiu andando tão bem que até fugiu da polícia e do flagrante enquanto os dois ocupantes do Uno faleceram para vc ver q não foi uma pancadinha qualquer...
    Tem alguns defeitos ou escolhas de projeto, como queria, que são indefensáveis. Esse tanque na frente é um deles.
    Desculpe, é q não consigo deixar de lembrar desse acidente.

    ResponderExcluir
  5. Apesar de serem carros mais raros, vi muito mais notícias e fotos de Ferraris carbonizados que de Porsches.

    ResponderExcluir
  6. Anônimo

    É que Ferrari é carro, hum... quente.

    ResponderExcluir
  7. Leonardo D.14/10/10 01:06

    vou vender minha Ferrari amanhã e reservar um Porsche Turbo 2011.
    Aposto que nenhum outro leitor do blog comprará uma Ferrari esse ano. Que carros feitos pra enganar o consumidor ...

    ResponderExcluir
  8. Muitas Ferraris 458 pegaram fogo pq tinham um defeito de projeto; que eu saiba já teve recall e agora está tudo certo.
    Espero né, doi o coração ver carros como esses consumidos pelas chamas...

    ResponderExcluir
  9. Um Leitor Atento14/10/10 07:50

    Não é questão de ser ferrarista ou não, mas o próprio Juvenal admite que as revistas tiram melhor tempo em pista com o 458 ASPIRADO do que com o 911 Turbo (topo de linha, então pegue uma 599 pra comparar).

    E achei que entusiasta de verdade gostasse de conjunto, não de "quarto de milha" apenas.

    Novamente lamentável o tom do post, demonstra uma pequenez de espírito enorme. Não tenho grana pra comprar uma 458, mas leio que todos aplaudem a enorme evolução em relação ao modelo anterior e quão PRÓXIMO é da Enzo. Próximo não quer dizer melhor. Enzo era o "topo do máximo do melhor" da Ferrari de anos atrás. Acho que cada vez mais a Ferrari perde a fama de apenas carros de imagem pra fazer carros decentes (em dinâmica, o fogo obviamente é defeito, e atire a primeira pedra o Porchista que não sabe dos enormes problemas de motor que o 911 teve nos EUA por uma década).

    Não sou ferrarista, mas li comparativos separados (não conseguiram os dois carros juntos) com a McLaren nova e todos aguardam a hora de colocar ambas na pista pra ver quem é o "rei do pedaço". Vamos ver.

    Adoro o blog, só não entendo essa amargura no coração ao falar de Ferrari.

    ResponderExcluir
  10. Juvenal, gostei de vc se referir: " o ferrari" Não gosto de se referir a um carro com pronome feminino.

    Porsche é Porsche!

    ResponderExcluir
  11. Saiu recentemente, acho que na Motor Trend, um comparativo de um BMW M3 contra um Mustang GT normal, não Shelby. Empate! Sim, empate entre um M3 V8 e um Mustang com eixo rígido atrás, em tempo de volta inclusive.
    Se puderem fazer um post sobre esse comparativo, seria interessante.

    McQueen

    ResponderExcluir
  12. Mister Fórmula Finesse14/10/10 09:09

    Lawrence: pensei o mesmo ao ver a notícia do acidente do Porsche. Dia seguinte, li que o delegado inclusive, declarou que o fogo foi causado por que o veículo tinha motor atrás, e o tanque de combustível ficava junto ao motor (!!!)...

    ResponderExcluir
  13. Mister Fórmula Finesse14/10/10 09:26

    Bem, a discussão é um tanto polêmica dado ao tom do post, mas existem duas coisas a considerar, prova de que tudo é relativo:

    - Esportividade pura para alguns, é o melhor tempo em pista, por isso, tantos consideram o Veyron uma bigorna com rodas por que ele não consegue virar como um Capraro, Zonda ou até o "Livina" GTR no velho ring;

    - A Quattrotore classificou a 458 como perfeita, mesmo perdendo em aceleração para o 911 (3,03 segundos até os 100); claro que talvez o sangue pátrio tenha falado mais alto nessa avaliaçao, mas foi a preferida por todos os testadores.

    Ou seja, nem tanto o sol e nem tanto a lua, até as pedras sabem que o 911 de topo é uma máquina letal em acelerações e seria com alguma surpresa que ele perderia esse posto.

    Não sou partidário radical de nenhum desses carros, até por que não dá para ser fan empedernido de algo que nunca se experimentou; gosto dos dois e seria muito feliz em ter um deles na garagem (descobri a pólvora com essa declaração...)

    ResponderExcluir
  14. A ignorancia é uma doença terrível! Fica evidente neste post, que nem os AE estão imunes a ela!
    Que arrazoado de asneiras...

    Alexandre

    ResponderExcluir
  15. É uma briga de números. Interessante o post, mas é o tipo de coisa que de 2 em 2 anos tudo se reverte - a cada novo modelo lançado. Uma guerra sem fim.

    Pessoalmente não me interessa o 0,5s de diferença. O que me interessa é o conjunto e quanta satisfação isso traz a quem dirige e eventualmente ao passageiro.

    Nunca dirigi nenhum dos carros em questão, mas alguns degraus abaixo por exemplo, um Mazda MX5 é um tanto mais divertido de dirigir que uma MB SLK com todos os números ao seu favor.

    ResponderExcluir
  16. Não falei que esse post ia render?

    Eu ainda quero entender porque tem gente que reclama do que é postado como se um BLOG como se ele tivesse obrigação de ser imparcial.

    Lawrence

    Só falta dizer que se o tanque do 911 não fosse na dianteira o dono da CarHouse não teria morrido.

    ResponderExcluir
  17. A diferença no torque, e na rotação que ele aparece, e brutal: 30% mais, a 1/3 da rotação, em relação à Ferrari 458.

    Sorry baby, mas contra os fatos não há argumento

    Henrique Sousa

    ResponderExcluir
  18. Arnaldo Keller14/10/10 11:50

    Juvenal,

    O Porsche faz o 0 a 60 mph em 3,6 seg e não 2,7.
    o Porsche arranca mais que o Ferrari, sem dúvida, e isso creio que se deve à fantástica pegada do turbo.
    Mas nunca falei que o Porsche era mais gostoso de guiar que o Ferrari. Prefiro guiar os Ferrari devido ao modo como eles se mexem, como respondem ao volante. Se andam um pouco mais ou menos, menefrego.
    O Porsche é fantástico, mas os Ferrari é que me encantam.

    ResponderExcluir
  19. A Porsche sabe fazer carros, mas os clientes não deixam... com toda essa aceleração e motor turbo com faixa de torque ampla e freios potentes e etc, o Porsche perdeu no tempo de volta. Contra a versão de entrada da Ferrari.
    Viva o Cayman.
    PS: também não gosto dos comandos do Porsche. Ex: borboletas que giram com o volante.
    Eu fico com o 458.

    ResponderExcluir
  20. Arnaldo,
    o tempo de aceleração está correto, veja a tabela da Car and Driver no link, e note que o modelo avaliado é o Turbo S, com 30 bhp a mais do que o carro que você dirigiu.

    ResponderExcluir
  21. Mister Fórmula Finesse14/10/10 13:36

    A bem da verdade é que sempre achei os valores de aceleração - mesmo que até "apenas" 96 km/h - da Car and Drive exageradamente baixos, mesmo com utilitários mezzo potenciados, é normal ver cifras de seis, no máximo sete segundos.

    Eles deveriam mandar a receita para as revistas brasileiras (a despeito de tipo de combustível, calibragens e afins)...

    ResponderExcluir
  22. Com tração integral, relação peso - potencia semelhante e com o peso no lugar certo, o Porsche sempre será imbatível em aceleração. É assim desde o 964 3.6 Turbo.
    A Evo testou 997 turbo vs GT-R vs R8 V10. Tempos: 3,2, 3,9 3 3,9 respectivamente, mas com um detalhe, a aceleração do Porsche foi feita com pista molhada...
    No teste da Evo desse mês que tem um comparativo de modelos Porsche VS Ferrari de varias épocas, a 458 alcançou 3,7s no 0-60.

    ResponderExcluir
  23. Porsche é Porsche....

    ResponderExcluir
  24. Mr Formula, eu queria que eles enviassem a 'receita' pra mim! rsrsrs

    Achei magnífico o post. Não interessa se puxa o assado pro Porsche, está muito bem escrito. Sempre nos excelentes moldes do AutoEntusiastas. Parabéns.
    Dá-lhe Porsche.

    ResponderExcluir
  25. Senhores,

    Mais uma vez, os comentários do post valem tanto quanto o artigo original. Parabens Juvenal e amigos frequentadores do site.

    Sou fã dos Porsche, mas há de se convir que trata-se de um projeto onde a teimosia continua subjugando a tecnologia. Todos sabemos que o carro tem diversos pontos fracos - e não vai ser em 400m que eles irão aparecer.

    Convenhamos que "quarter-mile" é distância pra testar a força de um cavalo puxando carroça ou trator puxando reboque (drag racing)... não pra medir a eficiência de máquinas com menos de 2kg/cv.

    Bota aí uma reta de 1000m que os resultados reais aparecem.

    []'s!

    ResponderExcluir
  26. Juvenal,

    olha, 2,7 seg eu não acredito. Ainda mais com só 30 cv a mais.
    O Veyron faz isso porque só usa 1a marcha e tem o dobro da potência.
    Nem a pau, Juvenal!
    A revista pirou. Não se fie nisso, vai por mim.

    ResponderExcluir
  27. Juvenal,

    2,7 seg, não acredito, ainda mais com só 30 cv a mais.
    Nem a pau, Juvenal!
    A revista pirou.

    ResponderExcluir
  28. Um detalhe sobre este acidente do Porsche...
    Ocorreu esta semana aqui em Porto Alegre, o motorista era o diretor-presidente da Toyota Car House, uma rede de revendas toyota... Ele desmanchou o porsche no muro de proteção da estátua do Laçador, em frente ao aeroporto, numa pista limitada em 60 km/h, mas que realmente é bem fácil de andar até uns 80, 90... não da pra querer exagerar, e o cara tava errado mesmo. O carona morreu um dia depois do acidente. Era um dono de uma marina aqui em PoA também. Isso tudo saiu no jornal.

    Agora, vem a "boca pequena": Dizem que não queriam deixar o cara sair da churrascaria que eles estavam pq o cidadão não conseguia ficar de pé. Repito, isso foi o que ouvi nas rodas de conversa informal que acontecem... Não sei se é verdade. Mas enfim, boa coisa o cara não tava fazendo. E bater a 200 por hora, é pedir pra morrer. Mesmo que não tivesse explodido o tanque. Imprudência pura...

    ResponderExcluir
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  30. Que vergonha Ferrari 458

    Apanha até de um Dartão(que não era qualquer Dart,apenas o Dodge Dart Hurst Hemi,com o 426 Hemi debaixo do capo)no 1/4 de milha.

    1/4 de milha:
    Ferrari 458:11,5

    Dodge Dart Hemi:10.80

    Mopar we always win

    ResponderExcluir
  31. Sobre o dono da CarHouse, é óbvio que estava mais atrapalhado que chinelo de bêbado, já passei pelo local do acidente e não tem como andar tanto se implorar para morrer.

    ResponderExcluir
  32. Muito legal.
    A verdade é uma, carro de ponta com tecnologia, design, segurança ainda sao os Europeus, como Porsche e Ferrari. Tem alma, design e realmente o prazer de dirigir é outro.
    Os americanos nao sabem fazer carro como os europeus, me desculpem ai os fans do corvette, que tem um apeal pois é um carro barato.
    Coincidentemente esses carros tem motor traseiro e ou central.
    A verdade é que os proprietarios de super carros sabem da diferença.
    Qdo vc anda num porsche que é um carro para o dia a dia em qualquer situacao sabe da diferenca. A Ferrari ja nao é um carro para o dia a dia.
    Fiquei impressionado com o Cayman, toda a imprensa especializada falou muito bem do carro que com apenas 300cv proporciona muito prazer ao guiar e é um carro que precisa estar atento guiando no limite.
    Nós - pilotos de corrida - como no meu caso, notamos a diferença nesse carros, pois tudo esta muito bem calibrado e ajustado. Nao é a toa que esses marcas continuando criando o sonho e desejo de muita gente. E sem duvida sao miticas.
    O Porsche Carrera GT na minha opiniao é um dos carros mais desejados e uma das contruções e engenharia de maior beleza e perfeição possivel. Se um dia o blog pudesse testa-lo seria muito legal.
    JJ vc tem algum dado sobre a venda de carros esportes mundiais ? Quem vendeu mais super carros em 2009 por exemplo ?
    Quais sao os carros mais desejados. Acho que poderiamos fazer uma enquete no site, se vc pudesse ganhar um carro superesportivo (qualquer valor) mas que fosse um carro para usar no dia a dia, qual seria ?
    Ferrari 458, Porsche 911 turbo, Audi r8, Lamborghini; Porsche Cayman (pq nao ?); Corvette; ou outro ?
    O que acha ? Seria interessante fazermos uma pesquisa com os auto-entusiastas e ver qual o carro desejado, de sonho de todo mundo.
    Eu particularmente gosto do 911 turbo, Ferrari 458 e Audi R8; mas acho que ficava com o 911 turbo pois sou mais classico e acho perfeito para o dia a dia.
    Abcs

    ResponderExcluir
  33. Paulo Mopar
    Não é vergonha nenhuma o Ferrari 458 perder para um Mopar na curta prova de kid reta. Coloque os dois num trecho sinuoso ou numa auto-estrada alemã e vejamos para quem vai a vergonha.

    ResponderExcluir
  34. Belo texto, mas... A C/D consegui 11.5 segundos no 1/4 Milha. a Quattroruote 10,85 e a Automobilemag 10,9!!! São muitos fatores que influênciam o teste. Analise todos os dados e depois tire suas conclusões.
    Abraço...

    ResponderExcluir
  35. hahaha... Isso ae JJ... bota fogo mesmo! kkkkkk
    Como já disseram, se é pra falar dos tops a 599 entra na jogada...

    EGO's, pq vc não gosta de pronomes femininos? Até 2006 eu chamava meu carro de "a minha goleta"... rs*
    O pronome feminino remete algo bom... pelo menos pra mim.

    kkkk... prova de kid reta... muito boa Bob!

    Abs

    ResponderExcluir
  36. Só que a Ferrari vai de reboque pra pista, e depois volta pro reboque, direto pro mecânico... o Porsche vai rodando pra pista, faz o que tem que fazer, e volta rodando pra casa... 'NUFF SAID.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.