FERRARI 458: VOLANTE MULTIFUNCIONAL

Entre as várias inovações do Ferrari 458 Italia está o volante multifunção.

As aletas de trocas de marcha ocupam um grande espaço atrás do volante. Para evitar interferência e erros de operação, as alavancas com interruptor para os comandos de luzes de direção, llimpador de para-brisa e acionamento dos faróis foram eliminadas.

Esses comandos, assim como outros, foram integrados ao volante deixando as aletas de troca de marchas livres e desempedidas. Apenas lembrando, o 458 tem caixa robotizada dupla-embreagem de  sete marchas e não possui sequer alavanca de mudanças ou versão manual tradicional, de seleção de marchas em "H".

A foto abaixo mostra bem todos os comandos no volante.



As luzes de direção estão em dois botões separados, um de cada lado. Acionamento dos faróis e farol alto à esquerda e acionamento do limpador/lavador do para-brisa à direita. A posição do acionamento da buzina também é bem diferente, fica no próprio aro do volante. Mas que usaria a buzina num Ferrari? Basta uma bela acelerada para assustar quem quer que seja.

Os outros comandos no volante são: partida, amortecedores e o famoso manettino, o botão giratório. O botão de partida dispensa explicações. Já o botão com desenho de um amortecedor desabilita qualquer controle eletrônico dos amortecedores, ou seja, deixa a suspensão trabalhar independente dos outros comandos. Serve por exemplo para uma tocada mais esportiva em pistas com superfícies mais acidentadas ou onduladas.

O botão giratório tem cinco posições que variam de acordo com a tocada desajada.
São elas:

Sport: posição padrão com controle de tração e de estabilidade trabalhando à vontade,

> Race: alivia um pouco o controle de estabilidade para soltar um pouco a traseira e permitir alguma derrapagem,

Low-traction: para pisos com pouca aderência,

CT-off: desabilita o controle de tração permitindo saídas de traseira mais intensas,

CST-off: desabilita tanto o controle de tração quanto o controle de estabilidade, permitindo que o piloto encontre o seu próprio limite.

As duas últimas posições são recomendadas apenas para uso em pista.

Aproveitando o post listei outros pontos interessantes do 458.

As tomadas de ar para o radiador tem uma aleta flexível que se deforma com a velocidade e ajuda a reduzir o arrasto aerodinâmico e aumentar a sustentação negativa (downforce).

Existem entradas de ar na base dos faróis com saídas no topo dos para-lamas dianteiros para reduzir a sustentação positiva (lift).

As tomadas de ar para o motor estão escondidas na coluna "C" causando menos turbulência no fluxo de ar sobre a carroceria do que as tomadas da F430. Essas entradas aumentam a pressão de admissão do ar em altas velocidades o que proporciona um aumento de potência de pouco mais de 5 cv (indução dinâmica).

O ar de arrefecimento do motor é captado em dutos por baixo do carro, a frente das rodas traseiras.

Nas extremidades da traseira existe um radiador de cada lado, para embreagem (dupla) e caixa de câmbio. As tomadas de ar para esses radiadores fazem a função de um aerofólio, como no Enzo.

Só existe a opcão de caixa de sete marchas robotizada dupla-embreagem e comando por alavancas no volante. Bye-bye para a tradicional grelha metálica, com as posições das marchas, dos Ferraris com caixa manual.

No painel há o mostrador central com um grande conta-giros que marca até 10.000 rpm. Em cada lado há uma tela. Na tela da esquerda há um indicador de tempreatura dos pneus e freios e outros dados sobre o carro. Muito útil para brincar nos track days. No lado direito fica o sistema de navegação e outros comandos.

A direção é muito rápida, com duas voltas de batente a batente.

É claro que falta falar muito sobre esse carro espetacular. Logo mais voltaremos a ele.


36 comentários :

  1. Um radiador exclusivo para a embreagem dupla. Dá para imaginar o desaforo que ela está preparada para aguentar... Só achei 7 marchas um exagero, 6 estariam mais do que suficientes.

    O bom do volante multifuncional é que não existem comandos que possam ser acionados de forma acidental. Tudo pensado para boa performance do feliz motorista-piloto.

    ResponderExcluir
  2. PK,
    esse carro não é um Ferrari de verdade. É apenas um gadget para pessoas endinheiradas que transitam em ambientes onde só se reconhece o cavalo empinado como símbolo de status, não de história e tradição.
    Triste ver como decaiu uma marca tão gloriosa no passado, apesar dos lucros.
    Está certíssimo o dito popular
    "O dinheiro não é tudo".

    ResponderExcluir
  3. João Gabriel Porto Bernardes03/03/10 21:38

    Não tenho e nunca tive nenhum entusiasmo por Ferraris...

    ResponderExcluir
  4. lindissimo este 458 Italia !

    abraços

    Fernando Gennaro

    ResponderExcluir
  5. Adorei o carro, mas ainda prefiro um bom cambio manual. Nao custaria para eles, que fabricam carros exclusivos, colocar mais esse opcional. De mais, entao ficaria com um Ferrari mais tradicional como a F355 conversivel com apenas 125 milhas no odometro que esta a venda aqui na minha cidade pela barganha de $80K. Pelo menos tem um ambio de 6spd tradicional que realmente da o prazer da Ferrari para um entusiasta.

    ResponderExcluir
  6. Marcelo Augusto03/03/10 22:19

    Juvenal, quem faz o carro é o dono.

    ResponderExcluir
  7. Marcelo Augusto03/03/10 22:21

    Juvenal, quem faz o carro é o dono, a recíproca não é verdadeira.

    ResponderExcluir
  8. Marcos Valério03/03/10 22:35

    Ai Juvenal...

    Pede pra "evacuar" e sai de fininho com seus Saabs horrendos!!!

    Informe-se. É um carro mais do que fantástico. Anda mais que Enzo.

    Quanto preconceito. Certeza que é vc PT de carteirinha.

    Trabalhou, ganhou, gasta como quiser!

    Ass: recebedor de Mensalão

    ResponderExcluir
  9. Como dar uma "acelerada" para assustar quem estiver a frente se o cambio é seqüencial e não existe pedal de embreagem? Ou é nescessario estar a velocidade de primeira marcha para poder reduzir para neutro ou somente parado.
    E nunca tive nem um pingo de entusiasmo por ferraris, a unica que entraria em minha garagem seria a F40 pela sua história e estar marcada por ser o carro de rua mais rapido em 1987 com seus 324km/h

    ResponderExcluir
  10. Talles Wang03/03/10 22:56

    Esse é um carrão, sem dúvida.

    Mas, eu que nunca tive a pretensão de ser piloto, apenas curto meus carros e admiro os que consigo ver por perto, tenho a seguinte reles opinião:

    Botão é para apertar,
    pedal é para pisar,
    e, volante é para girar.

    Essa de colocar um monte de funções no volante só me faz lembrar uma coisa: o desenho do Speed Racer... isso porque o filme foi uma droga...

    Abraços,
    Tallwang

    ResponderExcluir
  11. Entusiasta sem preconceitos04/03/10 06:09

    Mais uma discussão estragada pela vida pobre de algumas pessoas, principalmente o Juvenal. Agora virão 200 comentários sobre dinheiro, ostentação etc. Este blog e' sobre carros!
    E o outro quer F40 porque tem um recorde antigo e inútil...
    Este e' um supercarro pra usar todo dia!
    O mundo mudou! Acordem!

    E vão pra outro blog!

    Falemos sobre carro!

    Bom dia a todos.

    ResponderExcluir
  12. Mister Fórmula Finesse04/03/10 08:37

    Que carro maravilhoso!!! Realmente a Ferrari se supera a cada renovação do seu modelo dito mais popular.

    Concordo com o Carlos em relação a manutenção da opção de uma caixa manual com a tradicional grelha, mesmo que na prática talvez - eu disse talvez - seja menos prazeirosa enfim do que conduzir o modelo sem o terceiro pedal. Quem sabe? o mundo muda...

    O fato do carro ser uma vitrine para "pavões" - muito discutido aqui anteriormente - realmente não me incomoda, se a Ferrari já é algo um tanto raro em feudos mais ricos, aqui no Brasil assume ares de mito....paciência, são os acasos do sucesso.

    Se eu fosse dono de uma conta realmente espetacular eu teria uma sem problemas, e a colocaria nos tracks days ou mandaria construir uma pista - bolso ilimitado mesmo - para não apenas arranhar as suas possibilidades como fazem os donos nas estradas, mas sim extrair o sumo que a sua engenharia espetacular poderia proporcionar.

    ResponderExcluir
  13. Bom comentários!

    Eu acho que os Ferraris são fantásticos. Não estou nem aí para que os compra.

    Esse 458 bate o F40 em tudo. A Ferrari foi corajosa ao se mover para o futuro. isso não invalida o prezer em se ter um 355, principalmente por U$ 80K. O 355 já está aí, assim como outros. Deixemos que as coisas evoluam.

    Mal posso esperar para um pega entre o 458 e o novo McLaren.

    Achei que valia a pena o post sobre o volante porque o que a Ferrari fez foi justamente priorizar a condução esportiva, sem nada para atrapalhar ou dificultar.

    O problema é que muitos comandos são obrigatórios por legislação. O fato deles estarem no volante facilita a operação.

    Uma acelerada em neutro necessitaria colocar o em neutro através de um botão no console.

    ResponderExcluir
  14. PK,
    Se 22 anos depois o 458 não batesse o F40, podia fechar a fábrica...Mesmo assim numa Autobahn andam juntos, têm exatamente a mesmo velocidade máxima. Claro que o 458 é muito mais pregado no chão, daí os 92 cv a mais não resultarem em mais máxima.

    ResponderExcluir
  15. não há marcador de temperatura do arrefecimento.... será que as ferraris novas definitivamente não superaquecem mais?
    e o Juvenal, pra variar, com sua dor de cotovelo...

    ResponderExcluir
  16. Belo post, eu não ligo se quem compra na maioria das vezes é um pavão, é uma bela macchina!

    Agora... pergunta tola... onde fica o velocimetro? Imagino que em alguma das telas, então ele some conforme o que estiver aparecendo?

    ResponderExcluir
  17. Só eu que acho que o desenho da 360ainda é muito mais belo que a 430 e essa nova 458 ?

    ResponderExcluir
  18. Seu Buce, o marcador de temperatura é digital e fica numa das opções da tela da esquerda.

    Fla3D,

    Eu estava esperando essa pergunta! Ele aparece na tela da direita. Porém ainda não consegui entender como ele aparece durante o uso do navegador e outros ajustes.

    PK

    ResponderExcluir
  19. BS, é isso mesmo, tinha que bater. Mas o F40 foi um ícone tão fantástico e de produção limitada que na minha cabeça será sempre imbatível.
    PK

    ResponderExcluir
  20. Um dos melhores designs de interior da Ferrari nos últimos tempos. Gosto muito desse interno...

    ResponderExcluir
  21. Vade retro satanás...

    Carros totalmente sem personalidade....A ultima Ferrari de verdade fabricada para mim foi a 355...para não ser radical...na verdade a 288 GTO e F40.

    essas mais novas ficaram com cara de carro japones, principalmente essa 458 Italia "lateral de eclipse".

    ResponderExcluir
  22. Essa 458, versão de entrada, bota um 911 Turbo na posição frango assado e o resto vc imagina...

    Ferraris e esportivos italianos em geral sempre foram brinquedo de ricos. Nem por isso deixam de ser os carros mais admirados do mundo.

    McQueen

    ResponderExcluir
  23. A nova Porsche 918 Spyder tem um volante bem parecido, com Manetino e tudo, obviamente com algum nome alemão pro dial.

    Porsche copiando Ferrari...

    Sinal que os italianos estão no caminho certo.

    ResponderExcluir
  24. Jonas Torres04/03/10 18:26

    Esse radiador para a transmissão deve ser pelo fato das embreagens serem multi disco em banho de óleo. Parece que a versão seca (independente do fornecdor) das caixas de dupla embreagem não aguentam certa potência ou torque. A VW só usa a DSG seca de 7 marchas nos motores "moderados".

    ResponderExcluir
  25. Mesmo não tendo Ferraris como minha 1ª opção de supercarro, continuo achando que a 288 GTO é imbatível [coisas de fanático, rsrsrs]...
    Nada contra as modernas, mas eu sinto falta de certas tradições da marca, como as lanternas traseiras duplas, ao invés das simples que começaram na 599...veja bem, não acho-as feias, é apenas uma questão de preferência...

    Para mim, 2 "bolinhas" de lanterna nas "macchina" são tão tradicionais como as entradas de ar e formato dos faróis das BMW...

    ResponderExcluir
  26. Ao Anonimo McQueen e ao Tifosi.

    Quer que eu enumere aqui o que a Porsche lançou antes e a Ferrari copiou depois?
    O primeiro cambio no volante em 1990?
    O primeiro freio a disco em carbono?
    O primeiro cambio de dupla embreagem?

    Não precisa falar mais né, pois entusiastas sabem decor.

    Ao Road Runner,a sétima marcha só serve para passar em normas európeias de emissões.São medidos os indices na ultima marcha.

    ResponderExcluir
  27. Ao Anonimo:

    Leia a Car and Driver americana esse mês.

    O 911 Turbo 2010 fez de 0 a 60 mph em 2.9 segs....

    Na Car inglesa,3.4 segs "in the wet"...

    ResponderExcluir
  28. fico imaginando como vai ser uma versão "scuderia"

    ResponderExcluir
  29. João Gabriel Porto Bernardes06/03/10 00:26

    Continuo não gostando de Ferraris rsrs

    ResponderExcluir
  30. PK, obrigado pela explicação, abraço!

    ResponderExcluir
  31. Tudo muito engraçado, e a marca Ferrari segue sendo o time de futebol de quem tem vergonha de torcer para time de futebol, e diz que gosta de carros.
    Uma tristeza.

    ResponderExcluir
  32. Nico Acima da Lei13/03/10 11:51

    ah Juvenal, vai vender presunto sadia que vc ganha mais.
    cara véio e mais chato que vc, eu duvido...

    ResponderExcluir
  33. Henrique Antunes13/03/10 20:13

    Paulo,
    Se quiser me informa o seu email e te mando as fotos que tirei no salao de genebra, inclusive do volante e vc pode postar.

    ResponderExcluir
  34. Olá Henrique,

    Obrigado! Pode mandar para paulo_keller@yahoo.com.br
    Abraço.

    PK

    ResponderExcluir
  35. Henrique Antunes14/03/10 11:20

    Paulo,
    Fotos enviadas.
    Abs,

    ResponderExcluir
  36. Welton diz:
    essa ferrari 458 é pra pessoas deficientes e preguiçosas, um carro esportivo pra rachas ilegais de rua tem que ter cambio manual pra poder acelerar o motor ao maximo antes de trocar a marcha seguinte... até um Opala invenenado com no minimo 400 CV chega aos 320 KM\h kkkkkkkkkkk.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.