SAMBA DO CRIOULO DOIDO


Mais uma vez, temos um evento da IndyCar no Brasil, mas agora em um traçado de rua, na cidade de São Paulo. Quando esse evento foi anunciado no ano passado, já parecia estranho, principalmente os locais sugeridos.

No final das contas, o Sambódromo e Anhembi foram escolhidos para sediar a corrida. O traçado em é bem similar aos que são realizados nos Estados Unidos, com retas em avenidas e quase todas as curvas de 90°, que literalmente são esquinas.

Nossa Prefeitura viabilizou o projeto junto aos organizadores do evento, e conseguiram criar o traçado, que passa pelos locais de eventos entre a Avenida Olavo Fontoura e a Marginal Tietê. A questão da montagem da pista, posicionamento de muros e alambrados, está impecável, como deve ser e seguindo o mesmo padrão das provas americanas.

"Mas", sempre há um "mas", esqueceram de um detalhe, o piso. A pista está ondulada demais, mesmo nos trechos que foram recapeados para a corrida. É nítido como o carro pula de um lado para o outro quando vemos a imagem da câmera on-board dos carros, o trabalho de suspensão é de assustar para um carro do tipo Fórmula. E o mais grave, a reta do Sambódromo parece uma pista de patinação no gelo.

Os carros não tracionam nem em velocidade, com os pilotos sofrendo para conseguir se manter em linha reta sem rodar e bater no muro. Como pode? Qualquer pessoa que já tenha andado à pé pela avenida do Sambódromo sabe que ela recebe uma pintura sobre a superfície do concreto para o melhorar seu aspecto para os desfiles de Carnaval. Será que os responsáveis técnicos pela organização não se deram ao trabalho de nem ao menos dar uma voltinha de carro por lá? E digo, qualquer carro, não precisava nem ser um Indy.


Tony Kanaan já deu seu depoimento, irritadíssimo com a situação, falando que "está perigoso" e "tem coisas que a gente não pode pedir pra mudar, pois sabe que não vão mudar. Não dá pra ficar reclamando, mas minha preocupação maior é segurança. Tem dois ou três bumps na reta da Marginal e na reta da Olavo que precisam ser reparados. É só lixar, isso é facil de fazer. Esperaram a gente andar pra ouvir os prós e contras."

Ele mesmo reconhece que a culpa não é do pessoal que preparou a pista, pois ela foi vistoriada e aprovada pelo responsável técnico da categoria. "É uma pista superondulada. A pessoa que vocês têm de entrevistar se chama Tony Cotman. Ele disse que as ondulações são característica da pista. Não é culpa da Band, nem da Dersa. É dele". Ainda afirma que "várias pessoas reclamaram e ele [Tony Cotman] foi intransigente, disse que é assim. Ele nunca guiou um carro na vida. Quero pegar o carro de dois lugares e levar ele para uma voltinha, para ver se ele muda de ideia. Está muito escorregadio, ninguém conseguiu acelerar tudo na reta do Sambódromo."

Mas acredito que há sim uma parcela de culpa local. Se havia o planejamento da corrida, por que não adiantar os trabalhos no piso, e fazer um teste pelo menos um mês antes, assim se houvesse necessidade de mudança, poderiam ser feitas. Bastava andar com carro rápido, como um Fórmula 3 ou mesmo um Fórmula Renault pelos trechos duvidosos e ver se de dentro do carro o piloto considerava aceitável a condição. As ruas já estariam interditadas mesmo, não prejudicaria em nada o trânsito.

Obviamente, cada lado da conversa vai culpar o outro, como sempre, e não vão chegar a lugar nenhum. Só esperamos que isso não prejudique as possibilidades de provas futuras novamente realizadas no Brasil. E torcer para não chover amanhã na corrida, senão a coisa vai ser feia.

MB

17 comentários :

  1. Realmente é de se lamentar certas obras em São Paulo.Parece que deram o asfalto da pista para empresas de tapa buracos sem nenhuma técnica, e olhe que há equipamentos com niveladores a laser para recapeamento.O concreto da reta foi lixado e agora começa a soltar o pó que impede os carros de tracionar e que poderá até causar um sério acidente.
    Vamos torcer que não aconteça.
    Agora o pior de tudo gastaram dinheiro para montar a pior pista do mundo.

    ResponderExcluir
  2. Off-topic:

    Não é "crioulo" doido, Milton: é "afro-descendente" doido. Desculpem, he, he, he, mas não tive como resistir: se há uma coisa que me irrita, é a praga do "politicamente correto", esta patrulhazinha imbecil que quer que chamemos favela de "comunidade", pivete de "menor em conflito com a lei", velhice de "melhor idade", e por aí vai.

    ResponderExcluir
  3. O mais curioso foi saber que o autodromo de interlagos , é exclusivo da FIA para eventos internacionais ,ninguem achou sensato que talvez fosse melhor negociar com o Bernie, a liberação de pelo menos o anel extermo antigo ,para que esse investimento continuasse sólido no lugar do autodromo,tenho um amigo canadense que está de passagem por aqui e comentou que todas as despesas estão sendo pagas pela prefeitura e ainda o pessoal organizador da INDY 300 está recebendo um bom dinheiro por essa abertura.parece que dinheiro não foi o problema para a prefeitura.

    ResponderExcluir
  4. O certo seria "Samba do afro-descendente com necessidades psicológicas especiais"! Realmente d´raiva essa onde de politicamente correto. No mesmo país onde isso começou,EUA, vemos programas de TV como south park, e aqui no Brasil-il-il-il tiram do ar propagandas como a da cerveja Devassa e deixam um monte com mulher de biquini rebolando em cima da mesa.

    Voltando ao tópico: com certeza tem gente que não sabe nada de corridas ganhando muita grana com isso, Milton. Vamos torcer realmente pra não acontecer nada grave pra não tirarem a corrida do Brasil no ano que vem.
    Eu me lembro que estava em disputa a cidade de SP e Ribeirão Preto pra sedia a corrida, inclusive semana passada aquele carro de 2 lugares estava aqui em RP. Pelo circuito que foi sugerido pra ribirão, acredito que iria ter menos problema e causar bem menos transtorno, pois o lacal que iria acontecer pegaria um trecho pequeno de rodovia que dá pra ser contornado e umas avenidas que também podem ser contornadas sem muito problema (inclusive esta passou cerca de 1 ano sendo reformada, sem muitos transtornos).

    Estamos na torcida pra arrumarem as falhas mais graves pra amanhã e termos uma boa corrida.

    Abraços
    César Dias

    ResponderExcluir
  5. Alguém sabe qual é a duração do contrato entre a prefeitura de SP e a organização da Indy? Pois pelo que vejo de reclamações de TODOS os pilotos acho difícil manterem esse circuito paulista!

    E o tão falado circuito no Rio de Janeiro, que pegaria o aterro do Flamengo? Acho que se fosse pra fazer uma corrida de rua no Brasil, esse circuito seria infinitamente melhor!

    Nessas horas que eu vejo o quanto o governo do RJ está defecando pro automobilismo! Perdemos Indy, Motocilismo e em breve o que restou do autódromo! Era uma uma ótima oportunidade de começar a recuperar o tempo perdido.

    Se é pra ter uma corrida onde todos reclamam, é melhor não ter, pois assim queima o (pouco do que resta do) filme do Brasil.

    ResponderExcluir
  6. Roger, comentaram na transmissão da Band que há um contrato de quatro anos para corrida em SP.
    abs

    ResponderExcluir
  7. Reynaldo Cruz13/03/10 17:11

    às vezes a gente quer se iludir e sonhar mas não tem jeito: Isso aqui é mesmo a "Republica das Bananas" e pronto. Depois dessa duvido que honrarão esse contrato.
    Apareça mais por aqui, Milton.
    Gostamos de suas postagens!!!

    RC

    ResponderExcluir
  8. Teria o anel externo de Interlagos, o quase-morto Jacarepaguá poderia ser ressucitado,mas resolveram fazer corrida de F-Indy numa pistinha safada,cheia de quebra-molas,espero que não caia um pé dágua na hora,senão vamos ver corrida de caiaque,o piloto vai brigando com a bagaça o tempo todo,despejar mais de 800cv assim é para louco suicida ,poderemos ver boas porradas amanhã......

    ResponderExcluir
  9. Dr. Urubulino13/03/10 18:18

    Eu quero ver é desgraça.

    Porque eu tenho que rodar por SP perdendo pneus e rodas e esses dondocas ficam com esta frescura toda? Circuito de rua é assim mesmo, e este está com a cara de São Paulo.

    E ficar se preocupando e gastando dinheiro com o piso desta corrida estadunidense. Haja paciência.

    Pior é que os baba-ovos aqui aplaudem de pé...

    ResponderExcluir
  10. "Estadunidense"??

    Petralha detected!

    McQueen

    ResponderExcluir
  11. Dr. Urubulino13/03/10 18:41

    O primeiro baba-ovo já apareceu... Tô falando!

    ResponderExcluir
  12. Ué, mas quem nasce nos Estados Unidos é "estadunidense", americamos somos TODOS que moramos nas 3 Américas.

    Podia dar um temporal amanhã. Assim não se faz corrida e evita-se acidentes em série.

    ResponderExcluir
  13. O problema é se resolverem asfaltar o Sambódromo como foi uma possibilidade levantada pelos organizadores, transmitida pela tv.

    Ai sim, seria a maior vergonha possível, pois não dá tempo do asfalto secar direito em poucas horas, e vai ser colocado em cima do cimento direto. Desse jeito, o asfalto vai ser arrancado com a tração dos carros em minutos, e ai vão surgir buracos ridículos, sem falar na emenda e no degrau desse novo asfalto.

    Pra variar, vem a faixa de "povo do terceiro mundo incapacitado de fazer circuito" novamente... We're doomed.

    abs

    ResponderExcluir
  14. Reynaldo, infelizmente somos especialistas em estragar o automobilismo. Tanto as nossas categorias como as de fora.

    Já matamos a Indy uma vez, que tinha um autódromo interessante no Rio, e o nosso André Ribeiro carimbou a faixa daquela corrida dos anos 90. Alias, matamos o autódromo do Rio.

    Matamos a Le Mans Series aqui.
    Matamos até a nossa Mil Milhas.

    abs

    ResponderExcluir
  15. Eu queria entender pq sempre aparece um tucanalha pra encher a paciência, colocando opiniões fora do contexto...

    "Qual parte" as pessoas não entenderam que a prefeitura está fazendo esta porcaria de corrida, com o nosso dinheiro?

    E fazem mal feito pra f@#der de vez!

    ResponderExcluir
  16. Como diz a molecada, "eu quero é ver o oco".

    Tomara que chova muito!

    FB

    ResponderExcluir
  17. E choveu,hahahahahahah, a nossa praga é forte,hehehehehe,mas ainda bem que ninguém se machucou....

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.