PARA FINALIZAR - INDY CROSS 300

Algumas últimas considerações sobre a corrida, que foi uma total falta de respeito e consideração tanto para com o público, como para os pilotos e a imagem do Brasil-sil-sil como organizador de eventos automobilísticos.

- A reta do Sambódromo estava mais lisa e escorregadia que político tupiniquim, como já cansamos de falar aqui, então durante a noite lixaram a superfície para melhorar, e realmente melhorou. Só esqueceram de jogar uma aguinha para lavar a poeira, que na largada da corrida parecia uma nuvem.

- Quando choveu, a pista virou um rio. Só faltou o Tietê transbordar pra completar o serviço. Será que esqueceram que em São Paulo chove, e não proveram escoamento de água?

- As equipes de resgate estavam muito mal preparadas. Demoraram umas três semanas para retirar o carro do Mário Moraes de cima da cabeça do Marco Andretti, que poderia ter sido muito mais sério do que foi.

- Muitos carros ficaram parados no meio da pista, em pontos perigosos, sem que fossem devidamente recolhidos em tempo adequado. Os guindastes estavam muito mal localizados, por se tratar de um traçado de rua, sem áreas de escape e cercada quase que inteiramente por muros.

A organização se preocupou muito com o evento em si, que não podemos negar que foi bem estruturado, divulgado e organizado, mas esqueceram da parte mais simples, a pista. Novamente, parece que era mais importante o show que a corrida em si. 

MB

18 comentários :

  1. Fiquei impressionado com a poeira que se levantou na largada, podia ter acontecido um acidente muito grave além do que aconteceu,as poças de água dificilmente eles conseguiriam eliminar pois como todos sabemos ali trafega veículos pesados que detonam o asfalto,o correto seria refazer os pavimento por completo, mas se eles não conseguem prever aquele poeirão da largada da pra esperar qualquer coisa, se fizer uma CPI vamos descobrir que havia dinheiro que deveria ser usado na pavimentação total do local da corrida e que foi para no bolso de alguém, vocês sabem ano eleitoral!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. A pista tava uma merda, indiscutível. Mas o pouco que vi da corrida tava emocionante! Muitos pegas, muitas ultrapassagens, tava todo mundo de faca nos dentes! Chegou a ter 8 carros empilhados entrando na curva junto. Que delícia de assistir aquilo! Os 5 minutos que assisti da Indy valeram pelos últimos anos da F1!!! Ainda bem que a repercussão na mídia americana foi boa, aliás, excelente! A Sports Illustrated se derreteu pelo fanatismo dos brasileiros, quem manja ingles dá uma conferida: http://sportsillustrated.cnn.com/2010/writers/bruce_martin/03/14/racing.notes/index.html

    ResponderExcluir
  3. Não bastasse tudo já falado, foi
    constrangedora a cena da caixinha de leite no pódio. E o auto-elogio constante na trasnmissão? Dava pra ser mais provinciano? Aliás, Luciano do Valle e aquele batalhão de repórteres conseguiram lembrar aqueles dois tontos do Canal Speed...

    ResponderExcluir
  4. A pista estava ruim sim, isso é certo, mas nem tão pior que diversos circuitos nos EUA, mesmo os permanentes como Road America ou adaptados como Sebring e Cleveland, basta assistir alguns vídeos onboard nessas pistas.

    E vários circuitos de rua são quase tão toscos quanto ficou esse de SP feito às pressas.

    Tirando essas pisadas na bola, foi muito melhor que a F1 em Interlagos.

    ResponderExcluir
  5. Reynaldo Cruz15/03/10 11:24

    O que valeu mesmo foi a fibra dos pilotos,correm por amor, sem estrelismos. Me surpreendi com a performance da sueca Simona de apenas 21 anos de idade.A noticia que tenho é que a organização da Indy já mandou a chamada super licença para a Band e Prefeitura de São Paulo, confirmando a realização da corrida dos proximos 3 anos. Dará tempo para arrumar a pista? rsrsrs.
    Fora do tópico, ontem foi a estréia do novo programa da Band Sports, O Auto Técnica, acho que tem futuro!!!
    RC

    ResponderExcluir
  6. E quem viu os treinos pode reparar, só se falava espetáculo, show e bla bla bla, como se tudo aquilo fosse somente um circo, que de corrida, competição não tem nada. Não tem mesmo, é tudo pelo marketing e dinheiro, mas de qualquer forma foi ridículo.

    ResponderExcluir
  7. Gostei dessa reportagem da Sports Illustrated só porque mencionou que a Indy é muito mais corrida do que a Nascar. Muito bom!!!
    Mas realmente essa "pistinha" só comprovou o que todos nós já sabíamos: santa incompetência rodoviária, batman!

    ResponderExcluir
  8. Falou-se aqui da demora para se recolher os carros que batiam ou paravam. Nesse ponto sou obrigado a lembrar de Mônaco: se bate um carro lá, quase que por mágica surge um bracinho mecanizado de guindaste e o carro é removido em dois tempos. E tal eficiência é vista há muito tempo, ponha-se aí 20 a 30 anos ou mesmo mais.

    ResponderExcluir
  9. de fato, o episódio do leite foi totalmente desnecessário.
    O pessoal precisa deixar de tratar essa corrida como um evento de Caras, carnaval e etc..e ter como prioridade o ESPORTE, e não camarotes de famosos ou chupação de saco da emissora de televisao.

    ResponderExcluir
  10. Essa do leite foi f***... que cena constrangedora...hehehe. Custava os caras terem mandado fazer um copão bonito, com a marca do patrocinador? Lamentável.

    ResponderExcluir
  11. Só complementando... o leite Bom Gosto fez uma piada de mau gosto esta hora... hehehe...

    ResponderExcluir
  12. Pessoal,

    Engraçado tudo isso. A pista de Vancouver era um lixo, os Canadenses não caiam matando.

    Infelizmente não pude ver a corrida, exceto da F1 que foi muito ruim.

    Mas o que eu ouvi da corrida de São Paulo foi que foi excelente.

    Essa é a imagem que se tem aqui da corrida: excelente.

    Não entendo porque vocês Brasileiros criticam tanto o que é de vocês.

    Texas em 2001 causou sérios problemas físicos aos pilotos, isso foi bem ruim e negativo mas ninguem caiu matando tanto.

    Calma pessoal, as coisas do Brasil são muito boas também.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  13. Michael, gostei bastante do artigo. Reflete as opiniões que ouvi aqui.

    ResponderExcluir
  14. Carlos, não posso aceitar uma situação dessas, é conformismo com a falta de capacidade e visão de uma organização que quer representar um evento desse porte.

    Como o Bob disse, é tudo o que poderia ter sido evitado com um teste simples, mas não, deixam pra testar isso no dia do treino oficial.

    abs

    ResponderExcluir
  15. Milton,

    Ficou ótimo este post, uma crítica bem humorada, mas sem fugir dos fatos "nus e crus". Lembrei-me do saudoso Stanislaw Ponte Preta, pseudônimo do grande escritor Sérgio Porto.

    ResponderExcluir
  16. Só espero que no ano que vem seja em Interlagos. O pula-pula do Anhembi não dá. Ficaria bem legal se fosse em um traçado externo em Interlagos.

    ResponderExcluir
  17. Minha opinião, se os ianques ficam satisfeitos em andar com carro de corrida em pista de cross eu não sou obrigado a achar que isso é certo,catso, não podemos fazer melhor?Não temos competencia para isso?vamos usar a referencia deles para fazer as coisas?O processo de votação deles é uma cagada só, todos os processos podem ser adulterados,mas o nosso é muito melhor e mais rápido que o deles,querem imitá-los nisso tb?Tá na hora de nós não nos contentarmos com situações meia bomba...

    ResponderExcluir
  18. Minha opinião, se os ianques ficam satisfeitos em andar com carro de corrida em pista de cross eu não sou obrigado a achar que isso é certo,catso, não podemos fazer melhor?Não temos competencia para isso?vamos usar a referencia deles para fazer as coisas?O processo de votação deles é uma cagada só, todos os processos podem ser adulterados,mas o nosso é muito melhor e mais rápido que o deles,querem imitá-los nisso tb?Tá na hora de nós não nos contentarmos com situações meia bomba...

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.