NOVA CATEGORIA: INDY CROSS

Que brasileiro é criativo, ninguém pode negar. Não satisfeitos com o automobilismos mundial, os brasileiros acharam que havia chegado o momento de criar uma nova categoria e partiram para uma, em São Paulo: a Indy Cross.
Brincadeira à parte, o que se viu pelas câmeras de bordo foi de estarrecer.  Devido à extrema irregularidade do piso, pilotos eram submetidos a um mau trato típico do fora de estrada. A trepidação dos volantes de direção era assustadora. Algo inimaginável num corrida de carros de turismo, o que dirá monopostos. Um vexame total.
A Indy 300 bem merece  uma CPI, pelos danos morais inflingidos ao país.
BS

24 comentários :

  1. Concordo plenamente com vc Bob, os danos são muito mais extensos que podemos imaginar.

    CPI neles!!

    ResponderExcluir
  2. E o pior é que Interlagos melhorou muito... ficou bom... era só repetir o mesmo empenho...

    ResponderExcluir
  3. A Honda foi precavida : o Carro Madrinha Si cabeceia pista afora devidamente equipado por um sagaz e massetado " protetor de cárter ".

    GP pra Dito Gianetti,sem dúvida...

    Os F-Indy são verdadeiros tanques de guerra.

    Daqui a pouco chove lá e vamos ver se levaram bóia prá todo mundo

    ResponderExcluir
  4. É Bob, as equipes vão se inspirar na linha Adventure da Fiat para acertar seus carros !

    Bem observado Alexei, certeza o protetor de cater não é Honda. Pois está cagando toda aerodinamica do carro.


    Sendo Ironico: Vejam pelo lado bom, pelo menos não colocaram curvas onde o raio de saida é menor que o raio de entrada. Coisa comum em São Paulo !

    ResponderExcluir
  5. Uma pista tipicamente brasileira: lombadas, bocas de lobo, costelas de vaca, teve até "enchente".

    ResponderExcluir
  6. Jamil Jonas Costa (Urologista)14/03/10 16:18

    O "leitinho" no final foi de matar!

    ResponderExcluir
  7. Bob,

    Quem não entende de automobilismo, até poderia cair no ufanismo narrativo da Band, mas um fórmula 'pulando' daquele jeito tem um só significado, tristeza e vergonha.

    CZ

    ResponderExcluir
  8. Fora a vergonha de se ver um monoposto pulando feito cabrito, coitado dos pilotos... Aquilo ali judia de qualquer um, não há condicionamento físico que resista!

    ResponderExcluir
  9. Nem precisava ver pelas câmeras de bordo!
    Estava zapeando a tv e vi os carros chacoalhando na pista.
    Ridículo!

    ResponderExcluir
  10. Pra completar teve até poeira! Circuito off road completo!

    ResponderExcluir
  11. Pra completar teve até poeira! Circuito off road completo!

    ResponderExcluir
  12. Pra completar teve até poeira! Circuito off road completo!

    ResponderExcluir
  13. Corrida foi pra testar piloto.

    Frescura ficou para a F1, onde ficou mais uma vez comprovado que o carro ganha a corrida sozinho, viu Shumacher!!!

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. É Bob,

    Vejamos pelo lado bom, pelo menos agora temos uma pista "homologada" pela FIA para o WRC....kkkk....

    Abraço!!

    ResponderExcluir
  16. Realmente, foi uma pena.

    Mas a categoria é tão legal, mas tão legal, que foi emocionante a corrida vista do sambódromo. Nem o lixo feito pela nossa prefeitura/governo conseguiu manchar a categoria.

    ResponderExcluir
  17. Paulo Keller14/03/10 22:49

    Indy Cross foi ótima.
    Pior é que o pessoal da Band ficou quietinho, achando que estava tudo normal...
    PK

    ResponderExcluir
  18. Bob, se vc assistisse a F-Indy nos EUA veria que as ondulações na pista em SP não são maiores que as ondulações das pistas de rua norte-americanas. A pista foi montada sob o comando do Tony Cotman, engenheoiro da categoria, e inspacionada e aprovada pela FIA. Inclusive o pessoal por várias vezes questionou o Sr. Cotman a respeito das ondulações e ele disse que as mesmas não eram preocupantes, os pilotos estavan acostumados com isso nos EUA etc.etc. Os problemas surgidos foram rapidamente sanados pela parte brasileira da organização. E quem acompanha automobilismo há algum tempo já viu situações muito mais graves do que a vista na prova da Indy em São Paulo. Só que a síndrome de vira-lata faz com que nós brasileiros vejamos nossas falhas com lentes de aumento, e as falhas dos outros nunca nos parecem graves...

    ResponderExcluir
  19. Anônimo,
    Nunca vi categoria alguma de pista em os carros pulassem tanto e duvido que alguém tenha visto. Esse tal de Mr. Cotman devia ter tomado todas quando disse que os pilotos estavam acostumados com isso nos EUA. Os problemas que foram sanados nunca poderiam ter acontecido. É por achar que "tá bão assim mesmo" é que estamos num verdadeiro caos em infra-estrutura.

    ResponderExcluir
  20. Só faltou radar para multar os pilotos e a prefeitura arrecadar mais uns trocos...
    Aquela cena dos carros largando em meio a uma nuvem de poeira (e olha que já tinha chovido um pouco) e logo ocorreu uma série de toques e acidentes foi estarrecedora... Sinceramente, eu no lugar de um piloto daqueles não poria minha segurança em risco daquela forma e sim arrumaria um jeito de convencer os outros pilotos do perigo e fazer um “boicote” geral à prova.
    Aquela de não haver um sistema de drenagem ao menos razoável e terem que tirar a água para o canto da pista na base da vassoura também foi de matar...

    ResponderExcluir
  21. Uma hora vi um ângulo de descida tão acentuado que o carro ficava umas frações de segundo no ar, batia com o eixo dianteiro, saltava e logo o traseiro batia pra complementar a queimada de filme para o país.
    Porém, talvez este tenha sido o escândalo necessário para que a verdade viesse à tona e as coisas mudassem. Já que querem mostrar que São Paulo também é capaz de sediar prova de monoposto em circuito de rua, que parem de fazer vias pensando em como elas ficarão arruinadas em 10 anos (ou menos) para fins de aumentar faturamento com licitação.

    Claro que a resposta é "nunca", mas não custa perguntar quando teremos vias em nível europeu (ou mesmo argentino, já que falaram que por lá buraco é tão raro que vira atração turística)? Quando pararão de compactar a terra, jogar pedra e uma camada de asfalto por cima? Quando é que farão vias com várias camadas de pedra justamente para aguentar o peso do tráfego, mesmo que majoritariamente de caminhões e ônibus?
    E quando pararão com esses chapéus chineses acentuados que vemos nas ruas paulistanas? Hoje estava no Bixiga pelo fim da tarde e choveu tanto que a água chegava ao assoalho de um dos carros estacionados, isso em uma rua que estava em lugar alto e com ladeira perto. Quer dizer, daria sossegadamente para, caso a chuva fosse mais forte, passar da altura das rodas e inundar um carro, como aconteceu com o do meu irmão, que foi ligeiramente alagado ao estar estacionado em uma borda de chapéu chinês.

    ResponderExcluir
  22. Zé da Silva16/03/10 07:46

    Para quem acha que ainda tem jeito, sugiro que conheçam a música gravada pelo imortal Jessé, intitulada " Paraíso das hienas "

    ResponderExcluir
  23. Se vcs falarem que no Rio de Janeiro até viaduto alaga alguém vai acreditar?????Anda na ponte Rio-Niterói debaixo de chuvarada e me contem, me tirem o tubo!!!!!

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.