INDY 300: SAMBA DO CRIOULO DOIDO É ELOGIO

O que aconteceu hoje em São Paulo é um vergonha para a engenharia rodoviária brasileira. É a prova cabal da sua incapacidade.
É inadmissível organizar-se uma corrida e na hora do treino se constatar que a pista é inservível, não se presta para para uma competição. Trata-se de flagrante desrespeito ao automobilismo em geral e aos pilotos em particular.
Desrespeito ainda maior ao público que pagou para assistir a um espetáculo que perdeu pelo menos metade do seu encanto sem que tenha havido motivo de força maior, em que todos compreendem. O que ninguém pode compreender é que não se tenha conseguido ter uma pista decente em pouco mais de 4 km.
É uma vergonha para os paulistanos de nascença e os que adotaram esta querida cidade, meu caso.
Que imagem feia do Brasil que foi passada para o mundo inteiro! Imagem de incompetente, que só é bom é carnaval e futebol. Um horror!
Esse desastre da Indy 300 explica por que, é o espelho fiel da nossas ruas tão ruins. Ninguém está aí para coisa alguma, para fazer uma pavimentação digna do nome. É como se como está estivesse ótimo.
Outro dia me mandaram um vídeo de um carro-bomba em que a detonação ocorre numa estrada do Iraque: o leitor precisava ver a qualidade do asfalto. O carro com a câmera não balançava absolutamente nada.
No circuito de rua de Valencia, Espanha, onde se realiza o Grande Prêmio da Europa, os F-1 não mexem, o asfalto é perfeito. Monte Carlo, em Mônaco, também. Quer dizer, é perfeitamente possível circuitos de rua com piso em boas condições.
Mas não em São Paulo.
E foi de dar dó, ver os colegas jornalistas da TV Bandeirantes tentando manter o ânimo e o otimismo.
É por isso que o que o MB escreveu é elogio. O "Samba do crioulo doido", magistral composição de Sérgio Porto, de 1968 e lançado pelo Quarteto em Cy, é uma das melhores canções brasileiras.
O oposto do nojo da Indy 300 causado pela incapacidade da nossa engenharia rodoviária.
BS

24 comentários :

  1. Bob, o troço que tem/tinha em cima do concreto do sambódromo é aquele mesmo aplicado no concreto de postos de gasolina?

    Desrrapa tanto porque deixaram isso, ou porque removeram e o concreto é liso por baixo e está virando pó?

    Se frisarem, decerto os slick´s arrancam tudo-amanhã vai ter brita voando,isso?

    Os Bumps são de dar dó do monoposto, visto on board é assustador, incrível como não quebra tudo.

    ResponderExcluir
  2. Alexei,
    Não tenho certeza se é a mesma tinta. Mas ninguém ter pensado nisso é que não dá para entender.
    Não pus no post por que as ideias vão surgindo, mas tenho impressão de que é a primeira vez a história do automobilismo que um fato desses ocorre. Vexame total. Amanhã pode ter brita voando, sem dúvida.

    ResponderExcluir
  3. Vergonha mesmo, é saber que Eu e mais 15 milhões de paulistanos pagaram pra ver esta palhaçada ser mal feita...

    Agora eu entendi pq o IPTU da minha casa mais que dobrou!!!!

    ResponderExcluir
  4. Bem que eu tentei aturar o treino livre dessa coisa hoje, mas sinceramente, fugi antes de ter assistido 15 minutos.

    ResponderExcluir
  5. Perfeito, Bob, perfeito. Me preocupa e entristece como as vias estão cada vez piores, é quase impossível encontrar um asfalto realmente liso, mesmo em vias novas.
    Estava agora com minha mulher e passamos por um via zero km, absolutamente nova, em um terreno plano. Para quem conhece Brasília, é na EPGU, ao lado do zoológico. Inacreditável o quanto o carro balança. Pô, já que se tem que fazer do zero, por que não fazer bem-feito?
    Será que o custo entre fazer uma via boa e uma ruim é tão diferente assim?
    Parece brincadeira, mas faz tempos que não ando por uma via realmente lisa. Podem reparar: a suspensão está o tempo todo trabalhando.
    E no longo prazo, quanto nossos carros estragam...
    Abraço.

    Lucas

    ResponderExcluir
  6. Será que agora os paulistanos acordam de que aqui não se tem asfalto decente para automóveis?

    ResponderExcluir
  7. Sabem porque o Rodoanel é asfaltado perto do Tamboré?
    Simples, a empreiteirada fez um seviço tão porco no pavimento de concreto que fazia muito barulho. Os caras do Tamboré entraram com uma ação e o Juiz mandou asfaltar.
    A solução técnica que seria possível, era frisar o concreto, o que fizeram em certos trechos aumentando o conforto, mas só frisar não adianta muito, tem que tirar as ondulações, ou seja, tem que fazer o Rodoanel de novo de acordo com as "melhores práticas" de pavimentação de concreto.
    A tecnologia é dominada, a empreiteirada fez merda de propósito, no mínimo porque são ligados ao asfalto.

    ResponderExcluir
  8. a tinta q vai por cima do concreto se chama epoxi, é muito comum em estacionamentos de shopping, no caso dos postos de gasolina o concreto é apenas polido (antes de endurecer) para ficar liso.

    ResponderExcluir
  9. H. Ramos (professor de Jiu-Jitsu)13/03/10 21:10

    Como diria o Boris Casoy: "Isso é uma vergonha!".

    ResponderExcluir
  10. Agora imagine um evento desses no Rio de Janeiro... seria a primeira corrida de Indy 300 Off-Road da história... fala sério, isso aqui é como andar na Lua e a cada dia fica pior...

    ResponderExcluir
  11. Vou dar um exemplo do que acontece em algumas ruaas aqui perto de casa, o asfalto estava muito ruim, tiraram ele para recapear e já está a mais de uma semana daquele jeito, parece que esqueceram de voltar lá para fazer isso, já chuveu e criou várias poças. E eu preciso passar todo dia nessas ruas.

    Pra quem conhece, é no Jardim Marajoara aqui em SP.

    ResponderExcluir
  12. Aqui no RJ está o diagrama do inferno tb,é buraco pra tudo o que é lado, os caras estão cagando para o povo, cobram-se impostos absurdos e lhe devolvem serviços básicos muito abaixo do mínimo admissível,o último que sair apague a luz...espero que ninguém se machuque amanhã....

    ResponderExcluir
  13. De fato estamos diante de um pequeno exemplo da administração pública decadente do país. Dinheiro para fazer bem feito, eles tem com certeza. Falta é vontade... Se entregam aos interesses dos lobistas do asfalto que, sabendo que sempre chove $$$ na mão deles, já fazem serviço porco desde cedo. Se a prefeitura investisse 1/3 do que gasta com remendo em fiscalização efetiva de contratos e esta fiscalização fosse rígida, com certeza teríamos ruas muito melhores e com menos manutenção.

    E tem mais. Não fosse a prefeitura de São Paulo ter maiores influência$$$ perante a organização da Indy, que Ribeirão Preto, tenho certeza absoluta que o comitê organizador deste evento lá, não faria tão feio quanto os organizadores daqui de São Paulo, pois saberiam eles que se fizessem feio, seria a primeira e única vez que sediariam um evento internacional.

    ResponderExcluir
  14. Isto é só a ponta do Iceberg... a mídia esportiva está jogando no ventilador porque não tem como esconder...

    ResponderExcluir
  15. Certas empreiteiras que fazem esse serviço aqui, são as mesmas que o fazem na Europa.

    Acontece que lá as estradas tem bastante pedra por baixo do asfalto e o asfalto é poroso por causa da neve e das chuvas, o que não acontece aqui.

    A nossa especificação já deveria ser assim.

    Aqui é o lugar onde eles ganham dinheiro e ainda pedem reajuste nos orçamentos.

    ResponderExcluir
  16. Acabei de ver na Band.
    Depois de feita a cagada agora querem concertar,depois que terminar a corrida eles vão fazer um novo asfalto pro ano que vem.Mas ai eu me pergunto,porque os engenheiros não testarao a pista antes ? Mas ai entra a incompetencia,ou seria falta de vontade de se fazer um espetaculo.A camera onbord,dos carros da indy mostra como esta o automobilismo brasileiro,um lixo.É por isso que eu me envervonho de ser brasileiro.

    ResponderExcluir
  17. Roadster 3214/03/10 14:50

    Acho que é facil meter o pau , mas poque a federação nao ajudou contratando técnicos especializados para acompanhar a obra? Se isso não ocorreu de alguma forma não podemos criticar a qualdade do asfalto... Reumindo cavalo dado não se olha os dentes...

    ResponderExcluir
  18. Talles Wang14/03/10 15:00

    Caro Bob,

    O que importa é que no período das propagandas políticas será dito: "... Nós trouxemos a Indy para Sãp Paulo...", infelizmente a que preço, isso é outra história...

    Um Abração,
    Tallwang

    ResponderExcluir
  19. Talles Wang14/03/10 15:04

    P.S.: Daqui a pouco vai aparecer político fazendo papelão e chorando na TV também aí em SP!

    Tallwang

    ResponderExcluir
  20. Roadster 32
    A minha crítica foi de indignação pelo lamentável fato de ninguém fazer um teste da pista antes. Não custaria nada. O que não pode é só se descobrir problemas no primeiro treino oficial.

    ResponderExcluir
  21. LEMBREM-SE

    Esta cidade é muito mais organizada do que a Rio 2016!

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. Meu amigo Bob Sharp:

    Cheguei aos 52 anos assistindo a política dos apadrinhados e nepotismos em todas as áreas do País. Imagino quantos profissionais realmente preparados neste setor de pavimentação querendo trabalhar sério e sem oportunidades. Não importa se em competições ou estradas e avenidas das nossas cidades. Não entendo de asfaltos e pisos, mas sei muito sobre pagar impostos, pedágios e assemelhados. Importante o mundo saber que tipo de Gestores prestigiamos por aqui. Vergonha o ocorrido na Fórmula Indy em São Paulo, não da capacidade brasileira, mas da conduta de não colocar as pessoas certas, nos lugares certos, sem baixa política, sem apadrinhamentos, visando vantagens pessoais. Exemplos não faltam: Moro em Ipanema, Rio de Janeiro. A Avenida Vieira Souto, com sua importância inclusive turística, está acabada com lombadas, asfalto derretido e formando costelas, depressões. Enfim, já quitei a vista meu IPVA de 2010......para as meias e cuecas dos mandatários desta Nação !!!!!

    ResponderExcluir
  24. Márcio,se Ipanema está assim, imagine a Ilha do Governador como está,é a visão do inferno....

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.