BURRICE OU INSANIDADE?


Não sei se concessionários são burros ou malucos, mas uma das duas coisas certamente são. Pois é inadmissível que entreguem um carro zero-quilômetro ao proprietário, ou mesmo que tenha sido adquirido usado, com o tanque praticamente seco. Pior é que avisam, "tem um posto logo na esquina, abasteça logo".

Esta semana um amigo me contou que retirou um novo Gol 1-litro, deu para chegar ao posto — ufa! — e mandou encher de álcool. O posto era relativamente perto de casa. Na manhã seguinte, cadê que o carro pegava? O carro voltou para a concessionária sobre uma prancha. Um carro zero-km!

A explicação por não ter pegado: para movimentar o carro na oficina, um mecânico colocou 2 litros de gasolina em vez de álcool, este normalmente usado por ser mais barato. Depois de encher o tanque com álcool o carro não rodou o suficiente para o sistema de reconhecimento de combustível identificar que agora era álcool, e não gasolina.

Olhe-se o problema causado por um concessionário vivaldino, de não querer colocar 15 reais de álcool no carro que está entregando.

Por isso, repito: ou são burros, ou são malucos.

BS

6 comentários :

  1. Paulo Keller18/10/08 09:11

    Devem ser os dois.

    ResponderExcluir
  2. Se der sorte, o vendedor te avisa que você precisa ficar com o carro um tempo ligado pra ele "aprender" a andar com os 2 combustíveis.
    Se não der, volta na prancha mesmo

    ResponderExcluir
  3. Bob, isso é normal. Os carros Flex têm vários problemas, esse é apenas um deles. O outro é quem compra um motor a álcool fraquejado para aceitar gasolina porcaria misturada com álcool ( a nossa de todo dia, aquela caríssima ). Morte aos Flex !!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Pimenta,

    Por aí se vê o despreparo generalizado das concessionárias. É o tipo de assunto que não pode depender de sorte.

    Abr,
    Bob

    ResponderExcluir
  5. JJ,

    Diga-me, alguém que tem um carro a diesel se preocupa em só poder usar um combustível? É claro que não! O Brasil é o único país que não precisa recorrer à solução do flex, por termos aqui gasolina e álcool em total abundância.

    Abr,
    BS

    ResponderExcluir
  6. Caro Juvenal Jorge, gostaria de perguntar se você, ao declarar morte aos flex, já pensou que toda a linha nacional da GM, Ford, VW, Fiat e outras mais, atualmente é flex. Desta forma, estamos fadados a, mais cedo ou mais tarde, adquirir um carro flex, correto? Outra opção é andar eternamente de importados ou velharias (Citroens, Saabs, LRs, Peugeots, BMWs, etc.).

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.