III RALLYE INTERNACIONAL MIL MILHAS HISTÓRICAS BRASILEIRAS

Fotos: Vera Lambiasi
O impecável Jaguar C-type recriação de William e Renata Halberstadt

O Rallye Internacional Mil Milhas Históricas Brasileiras, uma realização do MG Club do Brasil, mais uma vez reuniu bons carros clássicos. E quando digo bons é porque são bons mesmo, já que quando um automóvel antigo encara 1.602 quilômetros de prova é porque está bom de tudo, mecânica perfeita, e não está só bonitinho de se olhar. Esse é o terceiro rali de mil milhas que o clube organiza, um clube que admiro, pois já tem organizado mais de oitenta ralis e provas diversas. O que os move é realmente curtir seus carros, botá-los na estrada e nas pistas. São verdadeiros autoentusiastas.



A largada foi dada às 7 da manhã do dia 19 de junho, uma quarta-feira, no estacionamento descoberto do Shopping Iguatemi, em São Paulo, e a cada minuto partia um competidor. No primeiro dia cumpriram uma prova de regularidade, onde cada competidor escolhia seu tempo de volta, no autódromo Velo Città, em Mogi-Guaçu, e nos dias seguintes seguiram pelo sul de Minas, Angra dos Reis (RJ), e tornaram a voltar, sendo que a última noite foi passada em Campos do Jordão (SP), onde também realizaram uma prova noturna.

O tricampeão de F-1 Nélson Piquet participou com um Jaguar E-type. Ano passado também. Elogiou barbaridade o autódromo Velo Città, adorou o traçado.

Piquet lenhando de E-type
A chegada foi no domingo, dia 23, e ali estivemos fazendo uma pequena filmagem mostrando os carros e contando algo sobre eles e o rali.



O Canal Fox documentou o rali, acompanhou, e o link do programa está aqui (lindas paisagens):

Resultado final do: III Rallye Internacional Mil Milhas Históricas Brasileiras

GERAL:
1) Rogério Franz/Mário Nardi (Mercedes-Benz 350 SLC 73), 334 pp;
2) Christian Pons Casal de Rey/Thiago Pons Casal de Rey (Chevrolet Corvette 63), 387;
3) Carlos Alberto Sousa/Laurival Calçada (Mercedes-Benz 350 SL 73), 400;
4) Alberto Amorim/Carlos Bevilaqua (MGB Roadster 68), 501;
5) Claus Hoppen/Luiz Durval Paiva (Fusca 1200 55), 504;
6) Carlos Cacciatore/Gabriel Pecin (Morris Mini 1275 69), 699;
7) Reinaldo Fantozzi/Thiago de Almeida Prado (Ford Thunderbird 57), 844;
8) Evaldo Luque/Flávio Maia Luz (BMW 2002 Ti Touring 74), 898;
9) Emílio Losada/Glícia Losada (Porsche 911 SC 79), 1.033;
10) Heinzjurgen Halle/Friedhelm Graf (Puma GTE 73), 1.358 pp.

PÓS-GUERRA
1) Claus Hoppen/Luiz Durval Paiva (Fusca 1200 55), 504.pp;
2) Reinaldo Fantozzi/Thiago de Almeida Prado (Ford Thunderbird 57), 844;
3) Ricardo Levy Jorge/Lourdes Jorge (Austin A 105 SIX 57), 3.777;
4) Reinaldo Morilha/Maria Lúcia Morilha (Triumph TR3A 59), 5.338;
5) Herve Salmon/François Nieto (MG TD 52), 50.464;
6) Francisco Dal Santo/Beatriz Estrada (Jaguar MKII 60), 52.096 pp.

HISTÓRICOS
1) Christian Pons Casal de Rey/Thiago Pons Casal de Rey (Chevrolet Corvette 63), 387 pp;
2) Alberto Amorim/Carlos Bevilaqua (MGB Roadster 68), 501;
3) Eduardo de Azevedo/Pedro Scaramuzza (Triumph TR4A 66), 2.910;
4) Júlio Areia Filho/Letícia Bandeira de Mello (Mercedes-Benz 280 SL 70), 7.961;
5) Marcel Gitelman/João Luis Castro (Porsche 912 68), 8.434;
6) Paulo Mercadante/Valéria Pulfer (BMW 202 68), 93.556 pp.

CLÁSSICOS
1) Rogério Franz/Mário Nardi (Mercedes-Benz 350 SLC 73), 334 pp;
2) Carlos Alberto Sousa/Laurival Calçada (Mercedes-Benz 350 SL 73), 400;
3) Carlos Cacciatore/Gabriel Pecin (Morris Mini 1275 69)), 699;
4) Evaldo Luque/Flávio Maia Luz (BMW 2002 Ti Touring 74), 898;
5) Emilio Losada/Glícia Losada (Porsche 911 SC 79), 1.033;
6) Heinzjurgen Halle/Friedhelm Graf (Puma GTE 73), 1.358 pp.

TURISMO (participação para passeio somente)
1) Auro Moura de Andrade/Camila Andrade (Mercedes-Benz 500 SEL 80), 2288pp;
2) Luiz Devecz Jr/Renata Nogueira (Puma GTE 76), 80.945;
3) William Halberstadt/Renata Halberstadt (Jaguar C-type 51), 85.438;
4) Gilbert Landsberg/Raquel Landsberg (Jaguar E-type 62), 90.366;
5) Edgard Saigh/Christine Ting (Alfa Romeo GTV 2000 73), 92.158;
6) Mário Cezar de Andrade/Eileen Cezar de Andrade (Jaguar XK 120 50), 95.925 pp.

Para mais detalhes: http://www.mgcbr.com/a1000-milhas-/

E visite www.1000milhashistoricas.blogspot.com

AK

8 comentários :

  1. Belíssima competição, pessimamente divulgada - afinal, só sabemos da existência dela pelos blogs de automóveis. Ainda bem que dessa vez o Fox gravou imagens dele para divulgação a posteriori. Parabéns a todos os envolvidos!

    ResponderExcluir
  2. joao simonetti06/07/13 18:14

    Queria que minha esposa tivesse a paixão que tu tens! Ela só reclama quando entra a pauta do carro antigo - para piorar, está impossível de eu conseguir comprar um outro carro antigo, pois segundo ela está praticamente descartada tal possibilidade hahaha

    Assistimos ao programa da Fox Sports e ela disse o seguinte, na parte onde as esposas contam sobre como é: "Sabe quando? Nem pense em participar no ano que vem porque eu não vou!"

    E eu quando pequeno achava que minha mãe era uma chata por quase nunca levar a evento um dos carros do meu pai...

    Parabéns para todas as esposas que participaram e aguentaram bem esta loucura que é o antigomobilismo! Este evento é um dos mais românticos e apaixonantes que há! Espero participar um dia... auuhauhauha

    ResponderExcluir
  3. Carro antigo é igual amante; não tem jeito de combinar com a mulher, então é curtir sem ela, ou melhor ainda, com a amante!

    ResponderExcluir
  4. Dinho Amaral07/07/13 11:19

    que carro é esse vermelho Arnaldo ?? Hecho en Argentina ??

    ResponderExcluir
  5. Coisa fina esse raly!
    Essa turma sabe curtir carro!!
    Jorjao

    ResponderExcluir
  6. Assistindo o vídeo no final do texto, por um momento lembrei do filme "La Dolce Vita", vendo passar um Triumph perto de um MG TD, feito os personagens do cinema italiano combinando onde seria a próxima festa. E de fato, a vida de quem participa de um rallye como esse deve ter um sabor bem doce, primeiro por ter na garagem um carro histórico original, e segundo por poder se desconectar da chatice que está ficando guiar nas cidades.
    Eu teria dó de colocar uma Ferrari numa estrada de terra e, neste ponto, eu concordo que o MG TD é bem parrudo para isso. Mas com o MG TD eu perderia o prazer de acelerar nas retas asfaltadas. Então eu ficaria na coluna do meio, talvez com o Porsche Carrera.
    O CAAT, Clube do Auto Antigo de Taubaté, também organiza os seus rallyes pela Serra da Mantiqueira, porém com regras mais flexíveis e mais acessíveis aos donos de carros mais comuns. O próximo rallye deve acontecer em agosto e já está com as inscrições encerradas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. JT

      Viu que tinha ao menos 2 Fuscas lá? Quer mais acessível que isso, ao menos em termos de carro. Já os hotéis, restaurantes...

      Excluir
  7. Que máximo esse rally do MG club!

    Todos os carros muito bacanas, os meus favoritos que ví no vídeo são o jaguar do willian e a puma espartana azul(raríssima).

    Muito bacana mesmo.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.