LINGUAGEM ESCRITA É UMA COISA, FALADA É OUTRA

Fotos: blogs.estadao.com.br e blog.jangadeiroonline.com.br
Jornal do Carro: 35 anos
Vrum: Emilio Camanzi, Mônica Velloso e Boris Feldman
Dia desses um grande amigo e colega, só que de tevê, me perguntou como deveria pronunciar hp no programa dele, se no singular (agapê) ou no plural (agapês).

A dúvida do amigo foi porque ele tinha um texto para ler em que estava escrito 265 hp. Falaria 265 agapê ou 265 agapês?

Nem uma coisa, nem outra, disse-lhe. Símbolos não se pronunciam, só se escrevem. E que ao serem escritos não se flexionam, ficam sempre no singular.





Mas há um fator complicador nessa história: se o símbolo não pode ser pronunciado, como fazer com o hp?

O hp, como se sabe, é símbolo de horsepower (cavalo de força em inglês). Só que fica estranho falar 265 horsepower, pois estamos no Brasil. A saída nesse caso é falar 265 cavalos. Mas só falar, porque na linguagem escrita tem de ser cv, fica feio ler-se ‘cavalos'.

Por aí se vê que linguagem escrita é uma coisa, falada é outra, e como é importante separar bem as coisas:

Escrito: o motor desenvolve 265 cv. 
Falado: o motor desenvolve duzentos e sessenta e cinco cavalos.

Ao tratar de potência é preciso mesmo atenção. A unidade de potência, de acordo com o Sistema Internacional de Medidas é o quilowatt (kW), porém a mais usada é o cavalo-vapor.(cv). Como é esquisito pronunciá-la por inteiro, vale falar apenas cavalos, mas nunca escrever. Note que é só cv aqui no AE.

O quilowatt se pronuncia “quilo’uat”, nunca “quilo’vat”. Como sou carioca, lá se diz "uat", mas quando vim para São Paulo vi que aqui diziam "vat". Talvez seja influência alemã, pois na língua de Goethe o 'w' é 'v' e o 'v' é 'f' (e o 'g' é 'guê)”. Veja-se o caso de 'fouksváguen', mas que aqui acabou ficando mesmo 'vouksváguen'.

Há uma pequena diferença entre hp e cv que não deve ser desprezada. Como 1 hp é igual a 0,7457 kW e 1 cv é igual a 0,7355 kW, há uma diferença de 1,39% entre os dois, potência em cv é sempre maior numericamente que em hp, Assim, 1 hp é igual a 1,0139 cv. Nas baixas potências a diferença não representa muito, ao contrário de nas altas. Por exemplo, 500 hp corresponde a 506,95 cv; arredondando, 507 cv..

No AE sempre fazemos a conversão e tenho visto que algumas boas revistas estrangeiras, também.

E o PS dos alemães? PS é sigla de Pferdstärken, cavalos de força. Como em alemão os substantivos escrevem-se com inicial maiúscula, é PS e não ps. E 1 PS é o mesmo que 1 cv.

Tem ainda o bhp que os ingleses usam, o brake horsepower, cavalos de força ao freio, porque o dinamômetro, dispositivo pelo qual se mede torque (na verdade força) e potência consiste basicamente de um freio e de uma balança. Mas bhp é igual a hp.

E quando se falar em peso, pode-se falar quilos? Falar pode, escrever não. Na linguagem falada há essa liberdade de usar um prefixo – o quilo – como unidade de peso. O certo seria dizer quilogramas, mas não soa tão bem.

O prefixo quilo significa mil vezes. O grama é que é a unidade de peso, de modo que 5 quilogramas são 5.000 gramas (5 kg = 5.000 g). Lembre-se: nunca escrever 5 kgs, 5.000 gs, símbolos somente no singular.

Outro cuidado a tomar ao escrever um número com uma unidade é dar espaço entre um e outro: sempre 5 kg, nunca 5kg.

Torque

Esse é mais complicado. Torque é produto, força vezes distância. No sistema métrico, torque é quilogramas-força x metro (kgf·m), mas no Sistema Internacional de Medidas a força é expressa em newtons (N) e  Bureau Internacional de Pesos e Medidas estabelece que a unidade de torque é newtons x metro (N·m).

Nota: Os pontos a meia altura entre o kgf e o m, e entre o N e o m, acima, representam multiplicação em matemática. Sempre o uso ao escrever no Word, mais ao colar no blogger havia conflito de fonte, por isso não o usava aqui. Falei sobre isso ao responder ao comentário do leitor Bussoranga e outro leitor, infelizmente anônimo, instruiu-me como escrever esse ponto, que é pela tecla Alt e depois o número 0183, a quem, novamente, o AE agradece. Fica, então, o texto atualizado a partir desse ponto./BS.

Mas a indústria convencionou que, para diferenciar torque de motor de outros, como o torque de aperto de parafusos, quando for usada a unidade quilogramas-força (kgf) em vez de newtons (N), inverte, a distância vem antes, m·kgf.

Como matematicamente a ordem dos fatores não altera o produto, o resultado de m·kgf e kgf·m é o mesmo.

Por isso você vê no AE m·kgf e não kgf·m. E também nunca vê N·m, por ser uma unidade à qual a maioria não está acostumada. Sempre fazemos a conversão de N·m para m·kgf, em que 1 m·kgf é igual a 9,806 N·m.

A indústria usa o artifício de dar potência em cv e torque em N·m, misturando unidades, simplesmente por com N·m o número ser maior do que m·kgf (quase 10 vezes mas). Ou se usa cv e m·kgf, ou kW e N·m. Misturar, nunca.

E chega a hora de pronunciar a unidade de torque. Como fazer? Fácil, deve-se dizer simplesmente quilogramas metro, mesmo que esteja escrito m·kgf. Por exemplo, "O torque é de 22 quilogramas metro". Ouve-se muito dizer apenas ‘quilos de torque’, o que é totalmente incorreto, pois torque sempre envolve as grandezas força e distância.

Se for torque em newtons x metro, pronunciar simplesmente ‘newtons metro’.

Tudo meio complicado, mas não impossível de ser seguido por quem se dedica a passar informação.

BS

 (Atualizado em 19/10/11 às 22h30)

36 comentários :

  1. Finalmente descobri porque torque de motores, quando expresso em quilogramas metro, abrevia-se mkgf. Nunca alguém havia conseguido me explicar o porquê.

    Agora, duro de ouvir mesmo, é a mania atual de pronunciar a quantidade de memória de computadores como apenas "gigas" (4 gigas...), ao invés de gigabytes.

    ResponderExcluir
  2. Essa da unidade de torque é boa.
    Os ingleses do Top Gear simplificaram ao máximo: já ouvi o Jeremy Clarkson dizer que determinado motor tinha "x torques".
    Errado, claro, porque confunde a grandeza com sua unidade de medida (sendo o programa inglês, provavelmente libras-pé). É a mesma estória da "cilindrada". Mas fica prático, especialmente porque o TG é pautado pela irreverência.
    Eu, particularmente, adotaria a forma reduzida "quilos-metro". Mas, no dia-a-dia, acaba ficando "quilos" mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Bob, voce disse que 1 CV é igual a 1,0139 HP, mas isto está errado. O certo é justamente o contrário, isto é, 1 HP = 1,0139 CV. Como voce mesmo disse, 1 HP "vale mais" que 1 CV.

    Quanto ao peso, voce está correto ao informar que não se mede em quilos, mas incorreto ao informar quilogramas. O certo é quilogramas-força. Quilogramas é unidade de medida de massa, não de peso. Portanto, peso não se mede em kg, e sim em kgf. Massa se mede em kg.

    Quanto à indústria convencionar mkgf ao invés de kgfm, se ela fez mesmo isto (nunca tive essa confirmação), então fez uma grande besteira, por dois motivos:

    1. Torque é torque, pouco importando se provém de um motor ou se é aplicado a um parafuso
    2. mkgf não significa quilogramaforça-metro, e sim miliquilograma-força, ou seja, grama-força.

    Não é a toa que o Sistema Internacional (SI) convencionou que torque é medido em Nm e não em mN, afinal, newton-metro é muito diferente de milinewton. Analogamente o mundo utiliza kgfm, e não mkgf.

    De vez em quando a indústria faz algumas bobagens. Cabe a nós identificá-las e refutá-las.

    ResponderExcluir
  4. Sobre torque, para bom entendedor meia palavra basta. Apesar de não ser correto, creio que se identificarmos que a unidade é kg ou N, já sabemos que o mesmo será por [m], sendo o mesmo equivalente se for em lb, que sabemos que a unidade para o braço de alavanca é [f].

    Para os leigos (consultores de ficha técnica em geral) creio que não faz diferença por não saberem sobre o que se está falando especificamente, haja vista que dizem que motor 1.0 com a mesma potência de 1.4 anda mais,e, esquecem de ver o torque.

    Ainda complemento, brasileiro compra potência achando que é torque, e é isso que gerou a maré de câmbios curtos.

    Sds,

    Cristiano Zank.

    ResponderExcluir
  5. Bob, a respeito do torque, em vez de dizer quilograma metro, não posso dizer quilo metro, mesmo que possa se confundir com km?

    ResponderExcluir
  6. Nilton Lopes19/10/11 16:52

    Road Runner.
    Essa questão dos Gigas é bem interessante, mas não é mania nova não, e é semelhante a do quilo. Ouvi naquele programete "Com a Lingua Solta" da Radio Bandeirantes mas não lembro bem da explicação. Foi citado que sempre que falamos de peso, por exemplo, é um quilo de açúcar, um quilo de carne mas na real é quilograma mas para outros "quilos" falamos na integra, quilometro. Assim como pneu, ar em grego. Os pneus do carro são pneumáticos, mas o termo se aplica a uma série de palavras, pneumonia por exemplo. Acho que é por conta de norma coloquial, o mais comum ou usado é falado de forma abreviada.

    ResponderExcluir
  7. Boa, Bob.
    Tipo de cuidados que nos ajudam a separar o "joio do trigo" nos noticiários.
    É como ter que ler "2.0 de potência" no Estadão... Pode parar de ler na hora que já se vê que quem escreveu é uma besta.

    ResponderExcluir
  8. Outra forma errada de utilização de unidades é ver usar o nome (principalmente em restaurantes self-service) "comida a kilo" em vez de "comida a quilo", confundem por ignorância ou má-fé a abreviatura da unidade no SI, Kg, com o K de 1000.

    No mais, outro excelente e didático post, Bob !

    ResponderExcluir
  9. Bussorangga
    Sumido, quanto tempo!
    Isso, inverti. Ao escrever pensei na habitual conta cv = 1,0139 x hp. Na realidade eu poderia ter escrito o inverso, 1 cv = 1/1,0139 hp = 1/0,9862 hp. Eu disse que potência em cv é sempre maior numericamente que em hp, o que é um fato.
    Claro que peso em kgf é massa em kg x aceleração da gravidade em G, mas é um preciosismo desnecessário, pois peso de um corpo na Terra é igual à sua massa.
    A notação de torque possui ponto de meia altura, de multiplicação, entre distância e força (m.kgf), mas não tem como escrever esse ponto no blogger, por isso fica sem. Colocar ponto normal não seria correto. Portanto, poderia ser perfeitamente m.N (com ponto a meia altura), mas é N.m. Não vejo nenhum inconveniente em kgf.m ou m.kgf, pois se trata de produto.

    ResponderExcluir
  10. Xracer
    Se formos falar do que se vê escrito errado por aí, dará um livro...

    ResponderExcluir
  11. Testando o ponto a meia altura:
    N•m

    pressiona e segura o 'alt' e digita 0183.

    ResponderExcluir
  12. Mais um belo post Bob, e assim tentamos dar um pouco de educação ao nosso povo.

    E to com o Road Runner, me dói os ouvidos quando ouço alguém falar em "gigas"...

    ResponderExcluir
  13. Essa Monica Veloso é uma baita gostosa...

    ResponderExcluir
  14. Já que estamos no contexto de unidades, veja como um Engenheiro português se safa de uma multa:
    http://3.bp.blogspot.com/-VI_62PA9gQE/TZEjvpSpxHI/AAAAAAAAUgs/UWxG9glm7jM/s1600/Argumenta%25C3%25A7%25C3%25A3o%2Bde%2Bum%2Bengenheiro.jpg

    ResponderExcluir
  15. Essa Monica Veloso é uma baita gostosa...(2)

    ResponderExcluir
  16. Essa Monica Veloso é uma baita gostosa...(3)

    É incrível como se acostumamos com erros, principalmente "quiloVats". Aí eu falo certo e tem gente que acha que tô pagando de espertão...

    ResponderExcluir
  17. Uma outra unidade de medida muito recente e que vem sido amplamente utilizado por uma fabricante de automóveis é o Cavalo-CAOA, que é cerca de 1,081 cv.

    Veloster: 140 Cv-CAOA = 128 cv.
    Elantra: 160 Cv-CAOA = 148 cv.

    ResponderExcluir
  18. Anônimo 19/10 19:27

    22,3 m·kgf, perfeito! O AE agradece e partir de agora assim será grafado.

    ResponderExcluir
  19. Muito bom o post, Bob.
    Bem esclarecedor e bem explicado.
    Interessante mostrar as diferenças inclusive de pronuncia, como no caso dos quiloVats.
    Mas o que eu gostei mesmo foi ver o meu MP na foto do Jornal do Carro, no início da matéria.
    Romeu

    ResponderExcluir
  20. Essa co Cavalo-CAOA foi show!

    ResponderExcluir
  21. Essa Monica Veloso é uma baita gostosa...(n)
    Renan Calheiros que o diga...


    Kokokil

    ResponderExcluir
  22. Coronel Totonho19/10/11 23:28

    Que cavala é essa Monica Veloso!

    ResponderExcluir
  23. Cavalo-CAOA, hahahaha, essa vai pro "livrinho".

    ResponderExcluir
  24. O melhor post do AE até hoje, com os MP (ou MPs?) em destaque.

    Lembrando que MP não é unidade, mas nome próprio :)

    ResponderExcluir
  25. Algo infelizmente muito comum são idiotas e mesmo pessoas ditas entendidas usando cc para representar numero de cilindros(ex, maveco 4cc, 6cc, 8cc)
    Abs,
    AC

    ResponderExcluir
  26. É por isso que esse blog acaba sendo "oasis no meio do deserto", em termos de mídia automobilística. Em tempo, a Mônica Veloso continua batendo um bolão!

    ResponderExcluir
  27. Bob,

    Fiquei contente na época quando eu soube que para converter Nm para kgfm não era dividir por 10 (não sei quem me disse isso) e sim por 9,806, pois no único carro "preparado" que tive, o resultado de torque foi ainda melhor. No caso a minha referência era a do mercado nacional, que utiliza kgfm (no meu teclado não está funcionando os símbolos "ALT+", pq será heim?)

    Sds

    ResponderExcluir
  28. Na boa, mas essa vadia não merece que ninguém "encha a bola dela".

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Renangate

    ResponderExcluir
  29. Excelentes esclarecimentos Bob!
    Outa confusão bastante comum é usar Kg, quando na verdade deve ser kg. K maiúsculo é de Kelvin, unidade de temperatura absoluta.

    ResponderExcluir
  30. Já que se trata de tirar dúvidas de muitos, podemos dizer aqui que quilogramas não é unidade de medida de Peso, como dito no texto, e sim de Massa. É extremamente errado falar em peso (assim como aparece em fichas técnicas de automóveis) e colar Kg como unidade de medida. Vale lembrar que peso é uma força, e se não utilizar a unidade newtons (N), pode-se utilizar o quilograma-força (Kgf) citado no texto.
    Outro ponto é pronunciar a unidade de torque, já que vai falar errado, "quilos de torque" é o mesmo que quilogramas metro, já que o correto é quilograma-força metro ou metro quilograma-força, já que trata do produto de uma força por uma distância, e não de uma Massa por uma distância....

    Estudar física faz bem nessas horas..!!

    ResponderExcluir
  31. Nem "cêvê", nem "agápê", o nome agora é ponei maldito.

    ResponderExcluir
  32. Boa anônimo que falou sobre estudar Física! Se é pra ser "Caxias", então tem que "fazer a risca".

    ResponderExcluir
  33. Pra quem está babando um ovo de avestruz pra vadia...

    http://desciclopedia.ws/wiki/Ficheiro:EasyCalheiros.jpg

    ResponderExcluir
  34. Bob, nos comentários tu escreveste:

    "...pois peso de um corpo na Terra é igual à sua massa."

    Na verdade, isso está incorreto. Fisicamente falando, Peso e Massa são grandezas bem diferentes. Começa que Peso é uma Força no sentido Físico da palavra, uma grandeza vetorial, e Massa uma grandeza escalar. Na linguagem coloquial, pessoas confundem Peso com Massa e tudo acaba bem. Mas se desejamos realmente escrever de forma correta, teríamos que dizer: "Minha massa é de 70 kg e meu Peso de 70 kg x 9,8 m/s = 686 N". Lembrando que este é um preciosismo desnecessário na liguagem do dia a dia mas, se desejamos realmente ser precisos, vale a pena diferenciar.

    Algo semelhante acontece com os termos em inglês speed e velocity que em português traduzimos tudo para velocidade, mas na verdade são coisas diferentes. Por analogia, seria como confundir tangerina com laranja, frutas diferentes.

    ResponderExcluir
  35. Ah! Mais uma coisa que esqueci de comentar:

    Torque é uma "abrasileiração" do termo em inglês torque. Em português, o correto é o uso da expressão binário. Muitos professores da antiga usam binário ao invés de torque e cobram isso em teses e dissertações

    Abraços!

    ResponderExcluir
  36. Eu sou Engenheiro Mecânico e vivo corrigindo colegas nessas coisas, por vezes ainda chamado de chato ou preciosista demais - imaginem as atricidades que vejo por aí afora, mais distante da área técnica...

    Este post aumenta ainda mais o respeito que tenho por este blog e seus colunistas. Parabéns, vocês são demais!

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.