EXTRA: NÓS É QUE SOMOS BURROS, NÃO OS PORTUGUESES

Foto: vnews.com.br



Acidente na passagem de cobrança automática na praça de pedágio tolheu a vida de um motorista de caminhão na madrugada de ontem (3a. feira) na SP-070 Rodovia Carvalho Pinto, km 114, sentido oeste, em Caçapava.. A cancela não abriu para um caminhão e outro que vinha atrás não conseguiu parar, batendo na traseira do veículo parado. 

Com o impacto, a carga de tubos de aço de grande diâmetro avançou sobre a cabine, destruindo-a totalmente e matando o motorista (foto).

Independente da causa de o caminhão não ter parado, se falha humana e/ou mecânica, o fato é que é injustificável haver cancela quando a cobrança é automática mediante leitura de transponder a bordo do veículo, pois o sistema pode falhar e a cancela não levantar.

Tudo para evitar o trabalho de cobrar o pedágio de espertos que passem sem pagar, o que pode ser controlado facilmente por meio de registro fotográfico, tal como ocorre com as infrações de excesso de velocidade, avanço de sinal ou mesmo passar por fora do pedágio, como existe em rodovias paulistas.

O Código de Trânsito Brasileiro prevê multa para evasão de pedágio – Art. 209, infração grave, R$ 127,69, 5 pontos na carteira – e um simples mecanismo de reembolso do valor do pedágio à concessionária, pelo município ou estado, eliminaria qualquer prejuízo que aquela pudesse vir a ter. Ninguém sairia perdendo.

Em Portugal, há pelo menos 15 anos existe a cobrança automática de pedágio como o nosso Sem Parar/Via Fácil, lá se chama Via Verde. Só que não há cancela!

Por isso, paremos com as piadas de português e passemos a contá-las sobre nós mesmos

BS.

47 comentários :

  1. Coronel Totonho19/10/11 01:01

    Dizem que um português ficou sabendo que sua mulher teria um filho fruto de uma pulada de cerca

    O lusitano nem ligou, disse para a mulher:

    - Quando a criança nascer, mando ela para o Brasil

    - Mas porque ao Brasil? Perguntou a mulher, e ele respondeu:

    -Porque lá um FDP a mais não vai fazer diferença alguma...

    ResponderExcluir
  2. Morte evitavel

    ResponderExcluir
  3. Já passei por um susto nessa porcaria de Sem Parar, um imbecil sem o aparelho entrou na faixa e ficou parado esperando não sei o quê, nem buzinou para chamar a atenção dos funcionários. Já havia entrado na faixa e parei atrás dele e um terceiro carro entrou com as rodas travadas. Buzinei para ver se alguém vinha resolver o problema e o imbecil citado pensou que eu estava buzinando para ele, desceu do carro reclamando comigo. Quanta ignorância (do sistema e de alguns motoristas).

    ResponderExcluir
  4. Gustavo Cristofolini19/10/11 01:29

    Tem uma placa de 40km/h na entrada do Sem Parar, mas, dá pra passar a 50, 60 que o transponder ainda "pega". Cancela que não abre é porque a jacuzada quer passar muito rápido. Ai não abre, junta no freio e foda-se quem vem atrás. Eu tenho Sem Parar, mas depois que comecei a ver esse monte de acidente acontecendo comecei a reduzir e passar a menos de 40 no painel. Em tempo, antes de ontem levei uma baita de uma fechada de um caminhão dos correios na entrada do sem parar. Ele não gostou que eu estava a 40 por hora, me ultrapassou e me fechou na entrada. Eu tava de fusca 1300, com minha mulher e filha dentro. Se eu tivesse com outro carro eu iria "buscar" o caminhao e pegar a placa para fazer uma reclamação formal nos Correios.

    ResponderExcluir
  5. Como o anônimo da 01:07 disse: "morte evitável"
    Tenta-se mais uma vez colocar a responsabilidade no serviço e não na irresponsabilidade do motorista. Mesmo sendo um sistema automático de cobrança, e mesmo que não houvesse a cancela, continua sendo uma área crítica pela possibilidade de circulação de pessoas naquela área.
    Mesmo o serviço "via Verde" português tem essa redução de velocidade, prevendo velocidades pouco maiores que as praticadas aqui, permitindo a passagem a até 60km/h.
    A causa maior desse acidente foi a mesma do engarrafamento monstro, a falta de treinamento em transito do brasileiro, que além de mal treinado não tem a mínima intenção em aprender. Faltou um pouco de direção defensiva. E se o motivo de parada do caminhão da frente não tivesse sido a cancela e sim um problema mecânico? O resultado seria o mesmo.

    ResponderExcluir
  6. Na condição de colônia penal, somos bem mais burros que os portugueses.

    http://www.motoreport.com.br/2011/10/imprensa-acidentes-de-transito-e-outros.html

    ResponderExcluir
  7. Que o brasileiro é mais burro que o português eu sempre soube.

    Porém, o brasileiro é "xperto"...

    O que mata o brasil é o tal do jeitinho brasileiro...

    ResponderExcluir
  8. De uma coisa eu tenho certeza. Brasileiro tem vista curta e por isso não consegue antecipar freadas. Inúmeras vezes já observei que quando a pista fica lenta ou mesmo quando o trânsito pára, os carros que vem atrás, mesmo aqueles que estão longe quando isso ocorre, os motoristas só percebem o problema quando estão praticamente e cima do carro da frente e aí se desesperam e ainda, por não saber usar os freios corretamente, travam as rodas do carro e podem provocar acidentes.
    É tão fácil olhar ao longe e prever essas coisas, mas parece que nosso povinho quando está ao volante, fica voando nas nuvens.
    Mas quanto a cobrança automática do pedágio sem cancela é algo que deve ser implantado com urgência.

    ResponderExcluir
  9. Ricardo Biasoli19/10/11 07:44

    Gustavo Cristofolini, assino embaixo, o que você falou... Tem a placa de 40 Km/h e, EU respeito. Porque respeito a sinalização. E às vezes, tomo farol alto, porque quero passar a 40, é brincadeira ?!?!?! Se o imbecil da carreta de trás, que bateu no caminhão da frente estivesse a 40 Km/h, teria parado, alguém tem dúvida ?!?!?!

    ResponderExcluir
  10. E o limite de velocidade na "baia" do sem parar, que é de 40 km/h ??? além disso, a distância mínima entre os veículos, DEVERIA ser de 30 m ... tudo muito bem sinalizado ... tudo sinalizado com antecedência necessária à estrada (sou usuário da Carvlaho Pinto e posso garantir que a sinalização existe e é muito visível e antecipada, inclusive, com a velocidade DECRESCENDO de 120 km/h até 40 km/h) ... só que, alguém , além de mim e minha esposa, respeita estas determinações ??? é muito fácil culpar a cancela ... é muito fácil culpar a CCR ... é muito fácil culpar o Governo ... é muito fácil culpar o papa ... e os outros fatores envolvidos no acidente ???? e nossos motoristas, que não respeitam absolutamente nenhuma ORIENTAÇÃO de trânsito ???

    Geraldo

    ResponderExcluir
  11. Lembrei de quando ia para a faculdade todo dia de busão fretado com Sem Parar e a porcaria de cancela "dava pau" direto...

    Triste esse acidente com morte ter ocorrido justamente com um caminhão, que poderia ter seguido reto e mandado a cancela para a casa do caráleo que ela merece...

    Aliás Bob, não seria essa uma boa recomendação (desde que a cancela seja feita de material leve; nunca reparei...)? Cancela do Sem Parar não subiu? Passe reto primeiro e pergunte depois...

    ResponderExcluir
  12. ...se achar que está na iminência de uma colisão traseira, claro... (senão haja preju...) :)

    ResponderExcluir
  13. É uma pena ter que dispender milhões em equipamentos a prova de idiotas por causa da incompetência desses motoristas de caminhão.

    O culpado nesse acidente foi a imperícia do condutor.
    - Ele não respeitou os sinais de aviso do pedágio
    - Não respeitou o limite de velocidade
    - Não respeitou uma distância segura entre ele o caminhão da frente
    - Não soube avaliar a situação
    - Não previu os possíveis perigos
    - Não dirigia defensivamente.

    Nem vou entrar na questão das condições de conservação do caminhão ou nas condições físicas e psicológicas do motorista naquele momento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tá dando conta que é funcionário de uma Concessionária que cobra pedágio, daí a sua "opinião" quanto à imperícia dos motoristas.
      A única verdade nisso é que: VOCÊ É UM FUNCIONÁRIO "PERNETA PUXASACO".
      Aliás! Sendo perneta, você nem sabe dirigir. hahahahahaha

      Excluir
  14. Mister Fórmula Finesse19/10/11 08:34

    Aqui no sul temos o limite da passagem por via livre de 30km/h e o aviso para manter uma distância regulamentar de 30 metros.

    Mas bem que a cancela poderia ser facilmente removida, pois se ela falha, potencializa muito o efeito "reflexo de desviar do cachorro", com o motorista subindo nos freios alheio ao que acontece logo atrás do seu veículo.

    ResponderExcluir
  15. jackie chan19/10/11 08:35

    Também concordo com os que comentaram sobre o limite de 40km/h. Ou qualquer outro limite de velocidade que seja. Eu respeito os limites, e sempre tem os apressadinhos que ficam irritados querendo passar. Tem uns que colam na traseira até quando estou passando por posto da polícia rodoviária respeitando o limite.

    ResponderExcluir
  16. Pelo deslocamento da carga e do tipo de acidente garanto que o veículo que vinha atraz não estava a 40 km/h e muito menos a 30 m de distância. Quando vejo que vem alguém muito colado uso a tática de freiar antes e acelerar próximo a cancela. Pensem, se com a cancela passam a 60 por hora em um espaço com veículos entrando e saíndo por todo lado, imaginem sem a cancela, terão que colocar radar pois os mautoristas irão passar no limite da via.

    Sds,

    Cristiano Zank.

    ResponderExcluir
  17. VOCÊ SABE POR QUE PORTUGUES NÃO CONTA PIADA DE BRASIEIRO?
    DIZEM QUE NÃO PRECISA.
    MAURICE STAMBOULI

    ResponderExcluir
  18. Nos EUA, o EZ-Pass (NY-NJ) e o Sun Pass (Florida) também não usam cancela. O controle? É fotográfico, quem passa sem tag é fotografado e recebe em casa o valor do pedágio para pagar e mais uma multa. Simples assim, ninguém bobeia.

    Ah, e vocês sabiam que o pedágio no Sun Pass é MAIS BARATO do que o pago com dinheiro? Em Miami, é $1 com Sun Pass e $1,25 com dinheiro, PARA ESTIMULAR O USO DO TAG por quem é usuário frequente e assim diminuir as filas e a necessidade de cabineiros.

    O uso do tag é benéfico à concessionária, uma vez que reduz congestionamentos, reduz a necessidade de contratar cabineiros e aumenta a capacidade da via em um ponto de gargalo que é o pedágio. Reduz custo, reduz congestionamento e facilita pra todo mundo. Deveria ser estimulado com um desconto para quem o adotasse, certo?

    Só que na colônia penal dos portugueses, para onde foram mandados os "ixpértos", cobra-se A MAIS pelo uso do Sem Parar, pois ele dá ao usuário a "vantagem" de não pegar fila. Se dá vantagem, tem que cobrar mais, cerrrto?

    ResponderExcluir
  19. Caso típico para receber um "Prêmio Darwin" (www.darwinawards.com.) que "premia" pessoas idiotas que morrem por causa de sua burrice, exterminando assim genes de cérebros inferiores do nosso planeta. Como disseram acima, andasse ele a 40 por hora, estaria vivinho da silva.
    Não é muito diferente dos motoloucos que morrem todos os dias neste país.

    ResponderExcluir
  20. Quantos mais vão ter que morrer até algum iluminado decidir remover essas cancelas dos sistemas Sem Parar/Via Fácil? É uma cancela bem sem vergonha, na hora do "vamo vê" eu não hesitarei 0,001 s para levar aquela nhaca "no peito" e evitar uma colisão traseira.

    É relativamente comum haver erro de leitura do tag, independente da velocidade do veículo ou tempo de uso do tag, que é trocado a cada 5 anos. Eu já tive que parar várias vezes por erro de leitura. É sempre aquele estresse, um olho no retrovisor e outro no funcionário, que sempre demora a aparecer.

    Claro que o ideal é manter velocidade de 40 km/h e distância segura, mas todos sabemos que isso não acontece e nunca irá acontecer em 100% dos casos, infelizmente. Portanto, remova-se a cancela e pelo menos, nesse caso, reduz-se e muito o risco de acidentes e mortes estúpidas.

    E ponha-se um pardal eletrônico para fiscalizar quem passar rápido demais pelo pedágio, simples assim. Além do que sem cancela a velocidade de passagem poderia ser elevada para 60 km/h, aumentando a fluidez em momentos de grande movimento.

    ResponderExcluir
  21. Penso tambem como o colega lá em cima, brasileiro é mau treinado e não tem a minima intenção de aprender.

    ResponderExcluir
  22. Onde precisa de radar, não tem...

    ResponderExcluir
  23. Já ocorreu algumas vezes da cancela não subir quando íamos para a faculdade com o fretado. Nosso motorista, em duas vezes, passou reto na cancela, para evitar a colisão traseira. A cancela não danifica (muito) o veículo, pelo menos o ônibus. Ficou apenas uma marca, que sai com polimento ou até lavagem. Quando se bate na cancela, ela repele para a frente. Depois pode ser manualmente colocada no lugar. Também, se não me engano, ela é feita de um material emborrachado.

    Tive um colega da faculdade que parou com seu carro por que o veículo a frente havia parado. Logo depois um caminhão pequeno, carregando telhas, encheu a traseira dele. Ninguém se machucou.

    Outra coisa: Eu moro numa região bastante pedagiada (Itatiba/SP) e aqui todos estão falando que passar a mais de 40km/h está dando multa no sem parar. Eu nunca tentei confirmar esta informação portanto não sei se é verdade. Se for boato, pelo menos tá fazendo com que o pessoal passe mais devagar.

    ResponderExcluir
  24. Todos
    Concordo com os que argumentaram inobservância das regras e da sinalização por parte do motorista. Tanto que no texto eu mesmo falei em falha humana e/ou mecânica. O ponto em discussão é a cancela, uma burrice sem-nome que, fora o absurdo em si, obriga a adotar uma redução exagerada, anti-natural, de velocidade.

    ResponderExcluir
  25. Bob,

    Quanto as cancelas, concordo totalmente.

    Já quanto aos portugueses, sendo eu mesmo filho deles e conhecendo bastante meus compatriotas de trás dos montes, tenho a dizer que todas as piadas de português, mesmo as mais esdrúxulas, foram invariavelmente baseadas em fatos reais.

    Abraço!
    MAO

    ResponderExcluir
  26. Rafael Bruno19/10/11 11:36

    País burro...
    Se fizessem isso mesmo (sem cancela, com fotográfico) tenho CERTEZA que o trânsito diminuiria por volta de uns 30%.
    Ah sim, mas é mais fácil vc pagar A MAIS (sem parar) para não pegar fila.

    ResponderExcluir
  27. Eu tenho o sistema SEM PARAR no meu carro, adquiri porque costumo pegar muito estrada e isso me economiza tempo.
    Meu pagamento sempre esteve rigorosamente em dia (via débito automático) e passo aos 40km/h. Mesmo assim, por quatro vezes, o sistema não abriu. O que eu fiz, simples, como a cancela é feita em PVC com uma espuma em volta passo sem medo, isso não danifica nem a cancela, pois na base ela tem uma dobradiça!
    O que acontece é que toca uma sirene e lá na frente policiais param o veículo. Explico dizendo que estou em dia com o sistema que chama-se "SEM PARAR" então entendo que não devo parar, caso queiram podem me acionar judicialmente que darei todas as explicações e extratos da minha conta.
    Finalizo questionando se os distintos agentes da lei querem fiscalizar algo em meu veículo, que apesar de antigo atende todos os parametros exigidos por lei.
    Aliás quem pega bastante a Rodovia dos Bandeirantes cuidado com os policiais do posto rodoviário localizado no km126, principalmente com o Soldado Rafael que é louco para inventar leis, principalmente em vésperas de feriados, ele já me parou umas duas vezes, numa delas questionando a cor da placa do meu Landau, apenas mostrei a carteirinha da FBVA onde consta a resolução da portaria de 2001, onde está descrita a "lei de veículos de coleção" (a tal placa preta).
    Abraços de quem é Português, ri e conta as piadas, de um país onde as leis não são levadas a sério e os governantes fazem palhaçada com o povo!
    Portuga Tavares

    ResponderExcluir
  28. Só complementando o comentário. Tb já destrui cancela, pois, pago (quase R$ 12/mês) para não parar, o que, acho injusto tb.

    Sds,

    Cristiano Zank.

    ResponderExcluir
  29. Certa vez o ônibus em que eu estava passou direto pela cancela da linha amarela (o tag não funcionou). Ela apenas "desarmou". Depois veio o funcionário e armou de volta.
    Também acho um absurdo pagar a mais pelo tag. Uso no carro para não ficar parado na fila. Mas quem mais se beneficia é a própria concesionária. Sem contar as vezes em que o tag falha e tenho que ficar esperando. Sem sentido.

    ResponderExcluir
  30. Reynaldo disse...
    Penso tambem como o colega lá em cima, brasileiro é mau treinado e não tem a minima intenção de aprender.

    .

    Então aproveite a oportunidade para aprender:
    brasileiro é MAL treinado
    e não
    MAU treinado.

    Escrever também exige treino.

    Saldações, isto é, saudações.

    Kokokil

    ResponderExcluir
  31. O erro da cancela existir é real, bem como o limite ridículo de 40km/h na passagem, porém se existe e está lá os caminhões e ônibus poderiam manter distância do da frente e baixar a velocidade, todo dia vejo na Anhanguera caminhões abusando no "Sem Parar", grudando na traseira dos carros ou dos outros caminhões. Uma hora o treco não funciona e acontece outro acidente fatal.

    ResponderExcluir
  32. Me desculpe, mas a culpa é de quem não respeita o limite de velocidade, não da cancela.
    Tenho SemParar, e, sim, sigo os limites de velocidade. Resultado: a cancela sempre abre para mim, e, quando não abre para alguém à minha frente, tenho tempo de parar de forma adequada, inclusive de sinalizar isso para o de trás.
    Agora, já cansei de ver caminhão como esse passar a mais de 60km/h... Aí não tem o que fazer. Imprudência custa caro.

    ResponderExcluir
  33. Nilton Lopes19/10/11 17:03

    Independente de Sem Para, cancela e tal, o quel compartilho também a opinião do Sharp, se estivesse dirigindo com canos de aço de sei lá quantas toneladas no cangote, eu iria bem pianinho, com uma baita distância do que estivesse na frente. Ao volante, boa parte da sua segurança é você quem faz, incluindo atenção dobrada aos que não pensam assim.

    ResponderExcluir
  34. Que cabine mais fraca, não agüenta nem o peso da carga. e para me chatear agora o corretor ortográfico do google chrome tá sublinhando o "agüenta" e querendo que eu bote "aguenta". Posso até escrever errado mas adotar a nova ortografia eu não adoto e pronto.

    ResponderExcluir
  35. Douglas
    O AE voltou à ortografia pré-reforma ortográfica há dois meses. Leia http://autoentusiastas.blogspot.com/2011/08/protesto.html

    ResponderExcluir
  36. Um professor meu sempre dava conselhos práticos sobre pedágios:
    -Se a cancela do Sem Parar não se abrir, siga em frente, é melhor levar uma multa que uma colisão traseira. E as cancelas não costumam ser rígidas.
    -Uma vez, ele estava pagando o pedágio, quando um caminhão não conseguiu parar e bateu na traseira dele. Como o carro foi empurrado, mas aparentemente sem maiores danos (dado que o carro era velho, também), ele saiu dirigindo normalmente, e não precisou pagar pedágio nem multa.

    ResponderExcluir
  37. Bob, li sim esse artigo na época que foi escrito, inclusive fiquei feliz por ver que existem pessoas como eu que repudiam este acordo ortográfico que empobrece nossa língua. Curioso é que tenho determinadas posturas à várias coisas e quando vejo você tem a mesma, aconteceu isso com os combustíveis vegetais por exemplo, um dos maiores erros deste governo que deveria pensar melhor.

    ResponderExcluir
  38. na russia eles botam na banguela assim: http://tvuol.uol.com.br/#view/id=bateria-com-problema-na-russia-resolve-assim-04028C193760E4892326/mediaId=12190722/date=2011-10-18&&list/type=editor/

    ResponderExcluir
  39. Douglas, clique com botão direito na palavra e marque 'memorizar como correta'.

    ResponderExcluir
  40. Marcelo Junji19/10/11 20:29

    Brasileiro é burro mesmo, e eu sou um deles.
    Essa porcaria do Sem Parar não me deixou passar por várias vêzes, pondo minha famìlia em risco. Por esse motivo reduzo a velocidade bem antes da cancela para evitar que alguém afunde minha traseira. E
    eu como bom brasileiro xingo na hora, mas não tomo nenhuma atitude.
    Além do burro aqui pagar a mensalidade que não deveria existir ( se ao menos existisse desconto da tarifa).
    Vou tirar essa porcaria, pois meu medo da grande possibilidade de tomar uma cacetada na traseira sempre existiu,confirmada agora com a notícia.
    TOMEM CUIDADO AO PASSAR NO SEM PARAR, REDUZAM POIS A CANCELA PODE NÃO ABRIR.

    ResponderExcluir
  41. Há muito tempo que digo que motorista de caminhão deveria ser obrigado a estudar uma lei da física: "Lei da inércia", caminhão carregado a 100 km/h não tem como parar de imediato - a física não permite. Nesse caso o caminhão pode até ter tentado parar - a carga continuou o movimento pela inércia e matou o motorista.

    ResponderExcluir
  42. Bob, já presenciei um acidente na Anhanguera no qual um Ecosport ficou menor que um Ka após um caminhão não conseguir parar no "Sem Parar".
    Uso o sistema há um bom tempo e como alguns amigos aqui, respeito a velocidade, mas por inúmeras vezes (+5) o sistema travou comigo e a cancela não abriu.
    Nessas vezes bato na cancela sem dó, no meu carro nunca estragou nada. No de um amigo, o PVC quebrou, riscando toda a pintura da lateral. Um absurdo, já que pagamos a mais pelo serviço.
    Concordo 100% em um sistema sem cancelas.

    ResponderExcluir
  43. Sistema burro esse... 40 km/h e uma cancela são duas coisas que não combinam em nada. Os portugueses, como se vê, nada tem de burros.

    Por sinal, burrice é pagar a mais pelo sem parar, para a concessionária gastar menos com folha salarial. Óbvio que do pedágio não tenho como escapar; porém, por questão de princípios (isto é, não dar dinheiro sem ter uma contrapartida), não tenho sem parar.

    ResponderExcluir
  44. Apenas a título informativo.

    Acabo de voltar de viagem do Uruguai, dirigi por pouco mais de 800 km (rutas: interbalnearia, 9, 8, 11 e 1, na ordem) e lá a baia do "Sem Parar/Via Fácil" também possui cancela.

    ResponderExcluir
  45. BS,

    Na Ponte Rio-Niterói há um sistema de segurança na cancela, que faz com que ela se levante mesmo que o carro não tenha o tag e a sirene comece a soar. O problema é que mesmo ela levantando rápido, pode assustar motoristas desligados e causar acidente da mesma forma.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  46. Motorista que entra na cabine do sem parar sem ter a tag deveria ser multado também pela falta de atenção ao conduzir.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.