DIRIGIR NO LUGAR CORRETO NO VEÍCULO

Foto: Audi


Na semana passada, como parte da programação da apresentação do novo Audi A6, a empresa convidou a imprensa para conhecer o A3 Sport utilizado no seu torneio chamado Driver Touring Car Cup. Estive lá e dirigi o carro.

O A3 Sport do torneio é devidamente modificado para corrida. O peso cai de 1.369 para 1.040 kg com uso de partes móveis e pára-choques em compósito de fibra de vidro, enquanto o motor 2-litros turbo permanece com os 200 cv originais, suficiente para 0 a 100 km/h em 7 segundos e chegar a 238 km/h.

Modificações várias na suspensão e na aerodinâmica e o uso de pneus slick Pirelli PZero 235/645-18 (o segundo número é o diâmetro da roda completa) tornaram o A3 Sport num carro de corrida dos mais atraentes. E o dirigi.

A constatação imediata é o piloto se sentar onde deve, na localização original do veículo. Nada da maluquice da Stock Car e do Fiat Linea, em que se fica lá atrás, quase no lugar onde fica originalmente o banco traseiro. algo que me é totalmente incompreensível, especialmente em categorias monomarca.

Stock car: carro de corrida? Parece mais uma gaiola de loucos (ricardozonta.com.br)

Resultado: sentei-me no A3 em seu banco de competição Sparco e me senti em casa. Com o cinto de cinco pontos atado, liguei o motor e entrei na pista, o carro me parecendo um velho conhecido, perfeito de andar, e rápido. Câmbio manual de seis marchas preciso e bem escalonado, punta-tacco perfeito, freios competentes. Me diverti muito.

Volante no lugar original, não precisa ser ridiculamente recuado como no Stock Car e no Fiat do Trofeo Linea

Outra satisfação enorme nas voltas que dei na bela pista particular da Fazenda Capuava, próximo a Indaiatuba, foi uma coisa simples chamada trocar marchas "à moda antiga", pela alavanca de padrão em "H". Nunca seria a mesma coisa se fosse pelas "brabuletas" atrás do volante.

Fiquei imaginando se tivesse sido adotada a ridícula solução de banco "lá atrás". Acho que não teria guiado, como não fiz nenhuma questão de dirigir o Linea do Trofeo Linea quando me foi oferecido.

Carro de corrrida não é carro de circo.

BS

Mais informações sobre o DTCC Audi:
Driver
Dennis Rolim
dennis@dtcc.com.br
(11) 3881-0106 e  (11) 7876-3131

33 comentários :

  1. Eu também quero!!

    ResponderExcluir
  2. Bob,

    Também sempre pensei o mesmo! Legal que não sou o único...

    MAO

    ResponderExcluir
  3. Simplesmente perfeito Bob!!!

    Também não sou chegado nesses picadeiros montados hoje em dia.

    Sou apaixonado por carros assim, onde pegam o modelo original, fazem as devidas melhorias e vai para a pista!

    Abração

    Alvaro
    www.gasolinanosangue.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Mister Fórmula Finesse18/10/11 09:49

    O interior desse Stock da foto parece um aparelho de torturas medieval; coisa mais barroca e esquisita!

    Que carrinho bacana Bob, deve ser divertido até para a grande maioria de nós, que não têm experiência com carros de corrida.

    Os mercedes monomarca também devem ser bem interessantes.

    ResponderExcluir
  5. Muito bom Bob!. Uma das poucas categorias que ainda colocam o piloto em seu devido lugar, é no Mundial de Rally WRC, Basta observarmos pelas câmeras onboard!. Além de nos mostrar onde o banco do motorista deve estar, nós ainda ganhamos uma aula de como devemos nos posicionar aos comandos da direção!. Todos os modelos presentes na disputa adotam a mesma caraterística, Citroen DS3, Mini BMW, Ford Fiesta, Skoda S2000 ( Que esta sendo usado no desenvolvimento do VW Polo para a próxima temporada )Pessoalmente, acho que é a categoria mais interessante do automobilismo mundial.

    Henrique.

    ResponderExcluir
  6. Bob,
    Você criticou a posição de dirigir recuada mas não explicou porque.
    É picuinha pessoal ou existe alguma motivação técnica para tal?
    Se é adotada em algumas categorias, com certeza tem algum motivo, qual seria?

    ResponderExcluir
  7. Bob, você bem que poderia ter feito um vídeo onboard de sua pilotagem. Seria bacana. Valeu

    ResponderExcluir
  8. Gustavo Cristofolini18/10/11 10:24

    Eu vejo que a idéia principal da posicao recuada é deixar o piloto mais longe da parte frontal do carro que em caso de colisão é bom. Por outro lado, recentemente vimos um Stock pegar fogo e isso trouxo o lado ruim da posição recuada. É difícil de sair do carro rapidamente. Sempre guiei veiculos na posicao tradicional, mas acredito que a na posicao recuada, altere alguma coisa em relação a percepção do carro, escorregando de frente ou de traseira.

    ResponderExcluir
  9. sobre o desempenho do audi, o jetta tem essa mesma configuração, embora com câmbio dsg, e mesmo sendo mais pesado também faz de 0 a 100 em 7s, a explicação do tempo do A3 seria o câmbio mecânico?

    ResponderExcluir
  10. luizborgmann18/10/11 11:52

    Alô Bob,
    A título de curiosidade, essa pista é a do Alcides, já falecido? Ainda é da familia ou já está aberta ao público? Onde foram parar o Ford GT-40 e o Lister? Vi um anúncio do Lister em um site inglês de esportivos à venda.
    luiz borgmann

    ResponderExcluir
  11. Bela categoria, esse carrinho original já é um demoninho, imagine com todos os devidos acertos pra pista. Não tem vídeo não Bob? Seria legal você começarem a fazer vídeos junto com as reportagens, já que não deu certo no SpeedChannel. Hoje em dia tem muito equipamento bom pra se produzir independente!
    Esse cara do vídeo achou uma receita bem bacana de captação de audio e imagem ( http://www.youtube.com/watch?v=jW2vCVttE7E )
    Acho que valeria a pena um contato com ele, do ponto de vista entusiasta rato de internet! rs
    Agraço

    ResponderExcluir
  12. Anônimo 18/1o 10:13
    E precisa explicar por que condeno dirigir quase no banco de trás? O próprio regulamento da FIA para carros de turismo determina que a parte superior do encosto do banco do piloto não pode ultrapassar o que seria a borda do assento do banco traseiro. É tão anti-natural guiar lá atrás que é preciso colocar uma longa extensão da coluna e árvore de direção, como mostra a foto do interior de um stock car. Fora que para entrar e sair complica, inclusive retirar um piloto ferido. Além de impossibilitar passar a mão no pára-brisa por qualquer motivo, como embaçamento ou mesmo um disparo acidental do extintor de incêndio. Não existe nenhum razão técnica para adotar essa localização, é mera invencionice, moda pura, babaquice mesmo. Se for para melhorar a distribuição de peso, como alguns afirmam, então que se jogue no lixo toda a estratégia da BMW de distribuição 50-50%.

    ResponderExcluir
  13. luizborgmann
    Essa mesma, do Alcides Diniz. Pertence à família, que a aluga para eventos como esse. Todos os carros do Alcides foram vendidos e saíram do Brasil. Veja a pista no Google Earth em 23°03'49,82 S e 47°06'00,09" O . É o Shangri-Lá do autoentusiasta.

    ResponderExcluir
  14. João
    Está nos nossos planos fazer vídeos, o Arnaldo tem feito alguns, mas isso precisa ser bem feito, com câmeras de bordo e externas, para permitir boa edição. Só imagem de bordo fica enfadonho.

    ResponderExcluir
  15. Lucas Franco
    A aceleração do A3 Sport deve ser um pouco melhor que a informada, pelo que senti. A diferença de tempo entre troca manual e robotizada de um câmbio de dupla embreagem é pequena, coisa de no máximo 0,2 s no 0-100 km/h.

    ResponderExcluir
  16. Estou no Google earth babando nessa pista. Isso é que é aproveitar a vida: ter uma pista no quintal de casa.

    ResponderExcluir
  17. Até um tempo atrás, o Stock tinha o banco recuado por causa do motor, que era recuado e ficava com quase metade dentro do habitáculo, um dos motivos para o embaçamento na chuva. Agora no Linea não faz o menor sentido, já que o carro é praticamente original.

    Interessante nesse A3 foi a redução de 300kg só trocando as partes móveis por fibra de vidro e tirando os bancos. Sobre a aceleração, acredito que o tempo senja menor também pelo grip dos slicks, ainda mais nessa medida.

    ResponderExcluir
  18. Poxa Bob, deve ser muito gostoso dirigir um carro assim !!! Parabéns.

    Obs: Esse A3 merecia pelo menos uns 260cv, muito fácil ele chegar a essa potencia, o resto acompanha sem problemas.

    ResponderExcluir
  19. Bob,

    O video seria interessante mesmo.

    Já vi uma prova dessa na tv, imagino que você iria dar trabalho para aquela turma... rsrsrs

    Mas Bob e sobre o Speed Channel? Por qual razão o programa não foi pra frente? Bom, nós somos suspeitos pra falar... hehehe

    Sds

    ResponderExcluir
  20. Gustavo
    Que ironia do destino: o Abílio Diniz quase não pôde aproveitar tudo isso.

    ResponderExcluir
  21. Bruno Souza18/10/11 18:16

    O senhor sempre cita gostar de carros em que se pode tocar o para-brisa. Quais são as razões? O fusca moderno acho que não dava, correto?

    ResponderExcluir
  22. Lembremos que na Stock Car nacional não é utilizado um carro de rua adaptado. Muito pelo contrário: é um carro feito pra pista com uma bolha de um carro de rua. Portanto não há habitáculo, nem bancos traseiros. Esta referência é meramente comparativa. Muito possivelmente, seja uma questão de balanceamento de peso e segurança em caso de colisão.
    Agora, BS, você está muito ranzinza. Extremismos são sempre prejudiciais!

    ResponderExcluir
  23. Bob, a 'estoque' é tão recuada assim?

    Pra mim eles se baseavam no DTM onde o piloto fica bem na coluna B, o que salvou um da morte recentemente... Não sei se na época, vc pode ver... uma batida em 'T' e o cara saiu andando...

    ResponderExcluir
  24. Sr. Bob,
    Ver o sr. pilotado um carro desses numa camera on-board, não seria enfadonho para os entusiastas...

    Mark

    ResponderExcluir
  25. A posição recuada tem sim um principal motivo. Em carros de tração traseira fica mais facil pilotar, a percepção da traseira saindo é mais nitida. Evidentemente tem exageros,creio que no Linea não deveriam adotar, pois tem tração dianteira. assim como nos 4x4 nãofaz tanto sentido. As coisas as vezes não são ao nosso gosto, mas tem algo por traz que faz o minimo de sentido. Banco mais recuado em carros de corida com tração traseira é um exemplo. Abraços

    ResponderExcluir
  26. Luís
    O que protege o piloto é a gaiola, não a coluna central. E o DTM é multimarca, então cada um procura tornar o carro o mais rápido possível para chegar ao título de fabricantes. Não é o caso da Stock Car e nem do Trofeo Linea, ambas monomarcas.

    ResponderExcluir
  27. Real Power
    Eu nunca vi um Stock Car saindo de traseira numa curva, você já? Carros com pneus de competição andam no trilho atualmente.

    ResponderExcluir
  28. Bruno Souza
    Questão de domínio do carro com um todo. Por exemplo, o vidro pode embaçar por qualquer motivo, como o ar-condicionado estar inoperante num dia de chuva. Uma questão de princípio pessoal. Sim no New Beetle não se alcançava o pára-brisa, o que me parece ter mudado no Beetle 2012.

    ResponderExcluir
  29. Anônimo 18/10 19:04
    Se não gosto de uma coisa, manifesto-me e exponho razões. Que mal há nisso? Uma dessas razões, no caso de guiar lá atrás, é o artificialismo.

    ResponderExcluir
  30. Bruno Souza19/10/11 04:53

    Entendi. No meu carro, por exemplo, tenho que usar o GPS na janela triangular lateral. No para brisa, só conseguiria lhe tocar se fosse do meio pra cima

    ResponderExcluir
  31. vi num vídeo sobre wrc que o motivo para eles recuarem os bancos - pelo menos nessa categoria - realmente era a distribuição de peso, que não é 50%/50% como nos bmw.

    ResponderExcluir
  32. Bob . Quando falo em relação a saidas de traeiras , não são a ponto de perde-la totalmente, mas sim ter melhor sensibilidade. A posição recuada e tambem usada nos Omegas utilizados nas categorias de velocidade na terra(SC e PR). Pegunte a um piloto dessa categoria que ele vai confirmar o que digo. Em situação de pouca aderencia, tração pilotando um pouco mais recuado, o piloto interpreta melhor o carro. Saidas de traseira na atual stock vi sim, seja em aceleração de saida de curva ou nas freadas, mas são bem leves. A TC Carretara na Argentina tambem tem os pilotos um pouco recudados por motivo semelhante , mais distribuição de peso, mais segurança do piloto em relação a quebras de motores(volante motor) pois os motores giram muito lá.Voçê não quis pilotar o Linea, por esse motivo, HEHEHEH Eu pilotaraia, apenas por diversão

    ResponderExcluir
  33. Sr. Bob Sharp, tem noção o quanto te admiro por conseguir expressar em palavras a emoção de curtir o automóvel? Parece que os seus colegas seguem o mesmo caminho, gente apaixonada escrevendo pra gente apaixonada.

    Luciano F.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.