CABEÇA É PARA PENSAR



Em 1° de julho publiquei o post Ordem e Contraordem falando da inacreditável sinalização do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, em que há a placa que determina parada proibida, em flagrante conflito com uma área de embarque/desembarque. Um contra-senso irresponsável por tirar a autoridade de uma placa imprescidível para a fluidez e a segurança do trânsito, um dos tantos absurdos praticados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de São Paulo.

Nesta segunda-feira, enquanto eu e o Arnaldo Keller aguardávamos em Curitiba o vôo de conexão para Foz do Iguaçu, onde estaríamos presentes ao lançamento do Renault Duster, e saímos à rua para fumar, vi a placa de trânsito na área de embarque/desembarque do Aeroporto Internacional Afonso Pena.

Ao contrário da CET, a Urbanização de Curitiba S.A. (URBS), a CET de lá, tem uma cabeça pensante e adotou a placa correta. As duas fotos acima falam por si sós: a errada, de São Paulo, à esquerda, e a correta à direita, que diz "proibido estacionar".

Nota zero para a CET e nota 10 para a URBS. Esta pensa.

BS


38 comentários :

  1. Bobo eu, quando vi as fotos pensei que tivessem corrigido. Muito inocente.

    ResponderExcluir
  2. O Bob que saiu pra fumar né... ÊÊÊÊÊ Bob! Larga essa merda!

    ResponderExcluir
  3. O engraçado é que só é necessário um pouco de bom-senso para fazer as coisas direito... Qual o motivo de não fazer?

    ResponderExcluir
  4. Bob,
    Continuo pensando o seguinte a respeito da placa em Congonhas: se ela objetiva permitir a parada para embarque e desembarque exclusivamente de automóveis (e não utilitários, ônibus, vans, etc.), creio que não esteja errada. Afinal, de que outra maneira isso poderia ser representado?


    Já a placa de Curitiba é redundante: o símbolo e o texto circundado em vermelho apresentam o mesmo significado. Não é um erro, mas um reforço ao símbolo que poucos conhecem realmente.

    ResponderExcluir
  5. Placa não é para dar margem de interpretação.

    ResponderExcluir
  6. Bob, bote as imagens pra quando clicarmos ela abrir numa resolução maior para podermos ver melhor os detalhes, creio que 1024x768 seja o mínimo para podermos ver bem os detalhes, ficou ruim ler a placa da primeira imagem.

    ResponderExcluir
  7. Douglas
    Agora é que vi que a câmera do celular estava 320 x 240 pixels. Amanhã faço outra foto com 640 x 240 e substituo. Será por volta de 14h30.

    ResponderExcluir
  8. César,
    Desculpe, parada é um coisa, estacionamento é outra. A CET-SP pode perfeitamente adotar a placa de Curitiba acrescentando "de automóveis" no fim do texto se não quiser que outro tipo de veículo faça operações ali. Como disse o leitor Vamodoido acima, placa não pode dar margem a interpretação. Como eu citei da outra vez, um agente de CET disse que já havia falado várias vezes com a chefia a respeito diss.

    ResponderExcluir
  9. Conforme ensina o Esquartejador,vamos por partes:

    A placa "E" com uma barra vermelha diz q. não se pode ESTACIONAR ali

    A placa "E" com duas barras vermelhas cruzadas diz q. não se pode PARAR ali

    Precisa de mais clareza?

    A esse pessoal de Congonhas deve ser indagado onde raios eles querem que se faça o embarque/desembarque de passageiros,já q. a sinalizaçao do local proibe a parada.Se joga pra fora do carro? Um marronzinho pode até(com embasamento legal!)multar o gajo q. se meter nessa roubada.

    TROCA LOGO ESSA PLACA,caramba!

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Bob, conhece Cidade do Leste?? Se não, aproveitando que estás em Foz, dê um pulinho até lá para sentir o que é o caos.

    ResponderExcluir
  13. Lucas,
    Já estou de volta, cheguei ontem à noite. Pelo que você fala, deve ser ante-sala do inferno...

    ResponderExcluir
  14. Cabeça é para pensar? No caso das nossas "otoridades", nem sempre. Aliás, melhor dizendo, quase nunca.

    ResponderExcluir
  15. Luiz Dranger06/10/11 21:20

    Bob,
    Como já disse mais de mil vezes o CET não tem cabeças pensantes. Começa pela placa de proibido estacionar, com uma faixa vermelha e outra com 2 ! Isso é ridículo, já que não existe "mais proibido que" !!!! E digo, há um bom efetivo de marronzinhos (cheirando a merda) em Congonhas, sempre multando e nunca orientando.
    O Kassab é o mesmo prefeito imbecil dos anteriores, com excessão do Setúbal.
    Abraço, Luiz

    ResponderExcluir
  16. Hehehe. Na verdade ante-sala do inferno é a Ponte da Amizade.

    ResponderExcluir
  17. Cabeça é para pensar, mas para uns é para carregar piolhos...

    ResponderExcluir
  18. Nunca vi uma cidade com tantos carros com vidros totalmente escurecidos quanto Foz do Iguaçu... Se bem que em Ciudad del Este é bem mais tenso.
    Acho que a [falta de] qualidade dos taxistas também é algo a se reparar.

    ResponderExcluir
  19. Também fui bobinho como o VAMODOIDO, ao imaginar que a CET havia corrigido a presepada em Congonhas...

    ResponderExcluir
  20. Alexandre - BH -07/10/11 03:52

    Quem mora no bairro Ouro Preto, em Beagá, certamente conhece a rua Jordânia, entre rua Sena Madureira e avenida Fleming. Essa rua passou a mão única, mas fiquei muito tempo sem rodar por aquelas bandas e entrei na contramão, meses atrás, durante a noite. Notei uns três carros estacionados na “contramão” e fui com cautela. Logo adiante avistei uma placa que indicava 30 km/h, o que me deixou mais tranquilo. Continuei até que um PM pulou na frente do meu carro: “É contramão, cidadão. Pode voltar”, disse o agente que trabalhava na 23ª AISP (Área Integrada de Segurança Pública), poucos metros após a bendita placa regulamentadora. Eu respondi: “Ok, policial. Confesso que fui desatento. Mas o senhor há de convir comigo que a BHTRANS, que mudou a mão de direção, é a mesma BHTRANS que deixou essa placa “de brinde”, virada para a contramão, validando meu erro, concorda?”. Ele concordou. Então pedi que ele avisasse à empresa para resolver o problema. Cerca de duas semanas atrás passei novamente no local e a placa continuava lá... E está “bonita no retrato” também, pois aparece na imagem do Google Mapas!

    ResponderExcluir
  21. Bob, Ciudad del Este deixa a 25 de março no chinelo... Em todos os quesito: carros, ônibus, pedestres, pilantras, ambulantes que te perseguem. Não é ante-sala não, é uma sucursal.

    ResponderExcluir
  22. ...imagino se tudo começasse a se organizar em São Paulo...como a cidade ficaria uma beleza...

    ResponderExcluir
  23. Pode apostar que as cabeças pensantes da URBS (acho que é do município de Pinhais, não Curitiba) são polacos, e daqui da CET tudo brazuca, então lá as coisas tem lógica.

    Saiu pra fumar????? Bob, larga esta merda (2).

    ResponderExcluir
  24. Bob, uma curiosidade rápida, se me permite. Você fuma dentro do carro? Peidar não pode, mas fumar pode né!?

    Larga essa zorra Bob... Abraço.

    ResponderExcluir
  25. Porque vcs acham que dão bonés pros CETs?
    Para eles terem um uso para a cabeça, oras bolas!

    ResponderExcluir
  26. Apenas um comentário, neste caso, acho que os créditos não são para a URBS, uma vez que o aeroporto Afonso Pena fica em Sao José dos Pinhais e não em Curitiba.

    ResponderExcluir
  27. Curioso
    Claro que fumo no carro. Por que não? Com a vantagem de carro meu nunca ter mau cheiro no ar-condicionado. a fumaça se encarrega de liquidar fungos. Para não ter cheiro de cigarro é só desligar o compressor alguns minutos antes de estacionar e deixar a ventilação ligada. Elementar.

    ResponderExcluir
  28. Douglas
    A foto da placa errada já foi substituída.

    ResponderExcluir
  29. Caro Bob, como você sempre (bem) diz, carro tem que ter cheiro de carro. No seu caso, tem cheiro de fumaça!

    Você pode não mais sentir, mas tenha certeza que o odor está lá, impregnado. Não sou fresco não (risos), mas a pior coisa é carro de fumante.

    Forte Abraço.

    ResponderExcluir
  30. Curioso,
    Meu carro não tem cheiro de fumante, garanto-lhe.

    ResponderExcluir
  31. Caro Bob,

    A observação é perfeita. Apenas uma informação adicional: o aeroporto Afonso Pena não fica em Curitiba, mas sim em São José dos Pinhais (região metropolitana). Não sei quem é responsável pela sinalização de trânsito no aeroporto, mas certamente não é a URBS, que é uma empresa de economia mista resposável por diversos serviços em Curitiba. Aliás, está ocorrendo aqui um questionamento judicial sobre a competência da URBS para autuações de infrações de trânsito, justamente por ser uma empresa de economia mista. A prefeitura de Curitiba é a acionista majoritária e há outros sócios ou acionistas, como o HSBC Seguros (sim, ligado ao banco).

    Em relação à placa de parada proibida é incrível como muitos motoristas a interpretam como "expressamente proibido estacionar", como se houvesse uma graduação na proibição de estacionamento. Simplesmente não entendem (ou não aprenderam) que é proibido parar.

    Atenciosamente,

    ResponderExcluir
  32. Caro Bob,
    vc. já dirigiu em Curitiba? Se já, deve ter notado que todos os semáforos estão do lado errado da rua (o 1.o da fila não consegue ver enxergar o sinal sem se abaixar). Quando tem semáforo na lateral, mais baixo, fica do lado errado da rua (se o trânsito da transversal vem da direita, o sinal está na esquerda, etc). Sempre que vc. vem por uma não-preferencial o estacionamento da preferencial fica do lado da rua que atrapalha a sua visão. O lado do estacionamento muda a cada quadra, para continuar a atrapalhar... e assim vamos. Não sei como está em SP, mas em Curitiba a sinalização é péssima.

    ResponderExcluir
  33. Caro Bob,
    continuando, o ESTAR de Curitiba (a Zona Azul de SP) tem regras que mudam o comportamento do estacionamento várias vezes ao dia. VC. tem de parar e ler para saber se não será multado. E cada local tem uma regra diferente... isso quando a placa do ESTAR não caiu ou foi instalada tão alto (num poste de luz) que ninguém vê que existe. Ainda, vc. já viu alguém ser multado por "mudar de faixa" dirigindo pela rua? E alguém ser multado por polícia rodoviária estadual por supostamente estar dirigindo acima da velocidade em rodovia (federal!), mas na verdade estar NUMA RUA DENTRO DA CIDADE a 20 metros antes do radar (60km/h) e a 30 depois de uma lombada? Eu fui, disseram que eu estava a 80km/h entre a lombada e o radar. Além da irregularidade do agente que multou, não sou retardado para sair acelerando após a lombada para ter de freiar novamente... é uma situação impossível para mim, pois não detono o carro em lombada.

    ResponderExcluir
  34. Eu gosto muito de como se sinaliza o estacionamento na rua em muitas cidades européias. Sem placa ou faixa, pode parar ou estacionar sem problemas. Faixa vermelha, pode parar mas não estacionar. Faixa preta, nem parar. Simples, barato, eficaz. Precisa de mais do que isso?

    ResponderExcluir
  35. bob, desculpa mas a URBS só faz cagada. claro que em relação à "Sum Paulo" está anos luz à frente. e sobre o hábito de fumar senhores, guardem o sermão pros seus filhos. o Sr. bob tem mais do que o direito de fazer o que bem entender com sua vida. cada um tem uma pra se preocupar com a sua! seus frescos.

    ResponderExcluir
  36. levei uma multa esse final de semana no aeroporto afonso pena, exatamente sob essa placa. dá pra recorrer? sai do carro e fui buscar minha mae e meu sobrinho de um ano no portão de desembarque, visto que as companhias nao pestam auxilio aos adultos com criança de colo e bagagens. não fiquei mais do que 15min com o carro na vaga e deixei o pisca alerta ligado.

    ResponderExcluir
  37. Anônimo 27/08/12 15:26
    Acho que não dá para recorrer, pois você tecnicamente estacionou – abandonou o carro enquanto foi ao portão de desembarque.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.