NISSAN LIVINA, ALVO CERTO?


Chamou a atenção a propaganda da Nissan, onde mostra o seu Livina lado a lado com Meriva e Idea em comparação direta, sem chavões do tipo "o volante mais redondo da categoria" e outras aberrações. Oferece um pacote aparentemente com melhor custo-benefício e chama os consumidores para testarem os carros e decidirem o embate. Apesar de ser um bom produto segundo o Bob, e de ter recebido algumas indicações de compra pela imprensa especializada, ainda vende bem menos do que seus concorrentes.

Já discutimos um bocado aqui no blog sobre preços dos carros, margens dos fabricantes e carga tributária. Tudo isso ainda é uma "caixa preta" para todos nós, então nos resta comparar o que nos é oferecido. Penso o seguinte: se a Nissan admite vender a Livina em pacote básico a R$ 43.900,00, com uma margem de lucro X, por que não a Grand Livina em versão similar e com margem semelhante? Num exercício comparativo, digamos que custasse por volta de R$ 49 mil reais. E por que a sugestão? Ora, em tempos de cintos de segurança para todos e cadeirinhas de bebê obrigatórias, uma família com dois filhos que resolvesse viajar levando mais dois amiguinhos dos filhos já se veria impossibilitada de fazê-lo dentro da lei com a esmagadora maioria dos modelos oferecidos no mercado.

A procura provavelmente seria grande, basta ver a quantidade de Kangoos e Berlingos com 3a. fileira de bancos adaptada que anda por aí. Na faixa de preço proposta, só encontramos o Doblò com um banco na 3a. fileira - 6 lugares - ou o Kangoo 7-lugares (esse, mosca branca, difícil de encontrar), ambos pequenos furgões nascidos para transporte de carga e adaptados para o transporte de passageiros. Com jeitão de carro de passeio, a faixa de preço começa por volta de R$ 60 mil com a veterana Zafira e acima disso com alguns modelos importados.

A Nissan oferece agora o Tiida sedã em pacote mais enxuto e com menor preço que a versão hatch, numa clara tentativa de abocanhar uma fatia dos sedãs pequenos mais equipados, com preços logo acima dos R$ 40 mil. A Grand Livina "básica" reinaria absoluta, ajudaria a consolidar o modelo como boa opção no mercado e alavancar também as vendas das versões mais bem equipadas e de maior margem de lucro. Enquanto isso, o mercado segue com os caixotinhos sobre rodas e as Zafiras seminovas.

AC

20 comentários :

  1. Cruvinel,
    Lendo seu post me lembrei do quanto seria interessante também o Logan MCV (versão perua) - que é vendido como Dacia aqui na europa -para a Renault no mercado brasileiro.

    Vários deles aqui também vêm com dois assentos adicionais pouco menores numa terceira fileira. E custa 20% mais que um Logan sedan (e com design bem mais atraente)...

    ResponderExcluir
  2. Essas estratégias são realmente bizarras....

    ResponderExcluir
  3. O Livina realmente oferece um pacote bastante atrativo pelo preço, pena o atendimento na Nissan (pelo menos na concessionária Premier, aqui em Brasília) ser dos piores que já pude presenciar em toda a minha vida.

    Fui neste último sábado (21/08) nesta concessionária a fim de conhecer o carro e seus planos de financiamento, já que pretendemos comprar um carro para minha esposa. O vendedor nos mostrou onde o carro estava e nos deixou à vontade para conhecê-lo.

    Após olharmos bem o carro, fomos conversar com o vendedor para saber os planos de financiamento, preços de versões, etc.. Quando perguntamos quanto custava o 1.6 SL e quais os planos de financiamento, fomos surpreendidos com a seguinte resposta, sem sequer parar o que estava fazendo (caminhando pelo show-room) para nos falar: "O Livina 1.6 SL custa 56.000 reais, demora em torno de 45 dias para chegar à loja, e eu preciso ver se tenho algum disponível no meu sistema, caso contrário, não tem negociação.".

    A Nissan declara para o 1.6 SL 2010/2010 R$ 52.190,00 fora de promoção.

    Resumo da ópera I: Se o atendimento em todas as concessionárias do Brasil for tão tosco quanto o desse vendedor, a nissan vai continuar a ter vendas pífias.

    Resumo da ópera II: não passo mais nem na porta dessa concessionária. O cara perdeu uma venda, porque minha esposa gostou do carro e a possibilidade da gente comprá-lo era alta.

    ResponderExcluir
  4. Link para o site da nissan, que mostra os preços e as versões: http://www.nissan.com.br/Nissan/NissanStatic.aspx?menuID=480&menuIDPage=497

    ResponderExcluir
  5. Mister Fórmula Finesse23/08/10 14:39

    Carlos Eduardo: minha esposa já foi quase insultada via telefone pelo vendedor da Nissan que fez o pedido do carro SEM a nossa aprovação...

    Eu achei um modelo Grand Livina SL top a preço de tabela (61 mil reais)em outra agência, o mesmo preço da versão básica acrescida dos opcionais que desejava.

    Confesso que nunca vivi condição tão constrangedora (..."vocês terão coragem de levarem o carro para fazer a revisão aqui?"..)

    ResponderExcluir
  6. Arthur Costa23/08/10 14:47

    Não sei pra que essa necessidade de querer convencer os outros da sua escolha.

    Isso é um caso para um estudo de psicologia ou psiquiatria.

    ResponderExcluir
  7. Rodrigo, Guilherme, Carlos e Mister Formula,

    Se as margens de lucro de nossa indústria são realmente mais altas em relação a outros países, um dos caminhos que temos é escolher produtos que nos ofereçam mais pelo mesmo dinheiro. A Livina me PARECE uma melhor opção na faixa de preço dela, mas só quem já experimentou pode dizer. Triste é o concessionário colocar tudo por água abaixo atendendo mal.

    Quem utilizava a ponte rodoviária Rio-SP há anos atrás deve lembrar a revolução que foi quando a Viação 1001 entrou com ônibus dotados de ar-condicionado como padrão em sua linha, contra a concorrência que só oferecia o 'quentão' ao mesmo preço. Deu briga, a 1001 conseguiu ficar na linha e quem saiu ganhando foi o usuário, pois a concorrência teve que chegar junto.

    Arthur,

    confesso que não entendi o comentário.

    ResponderExcluir
  8. Eu sou proprietário de uma Livina. Um modelo SL 1.8 16V Automatico. Fazem uns 2 meses e meio que peguei. Infelizmente esse modelo SL não existe mais na linha 10/10, então a minha é 09/10, mas peguei 0km.
    Quanto ao carro, dinâmicamente ele é ótimo, perfeito de curva, pode entrar com pé embaixo que ele não sai de jeito nenhum (graças ao controle de estabilidade), vem com ABS e EBD também. E o modelo 10/10 (que agora é só S e não mais SL, não vem com interior em veludo, e algumas partes como maçanetas, retrovisores não são pintados na cor). Eu particularmente não curto bancos em couro e gosto muito de veludos, então pra mim foi perfeito. Voltando ao carro, na estrada sente-se muito o carro na mão, e tem respostas rápidas. Vem com dir elétrica progressiva e volante em couro. Espaço interno é fantástico, tanto para todos os ocupantes quanto porta-malas. O que tem me deixado um pouco chateado foram os barulhos vindos do painel, mas que já falei no pós-venda e só preciso levar o carro e deixar lá um dia pra sanarem esses grilinhos.
    Agora, quanto a concessionária, eu comprei a minha Livina aqui em SP, na anhaia mello, na concessionária Fuji Japam, e o vendedor que me atendeu, foi muito solícito, inclusive quando levei o carrinho de bebê da minha filha pra fazer um "test drive" e fui muito bem atendido. Esse modelo SL quando fui ver não tinha mais e o vendedor me disse que talvez a última q ele tinha não ia rolar o financiamento do outro comprador, e caso positivo ele me ligaria. Dito e feito, ele me ligou num domingo cedo e me espero até as 18h para ir lá negociar com ele. Na revisão dos 1000km, fui bem atendido também, e me entregaram o carro lavado e no prazo prometido. Então acho que isso varia de concessionária a concessionária. Acho que a pior em atendimento é a VW.
    Se alguém mais quiser saber sobre o carro, estou a disposição.

    abs

    ResponderExcluir
  9. E agora temos mais um problema depondo contra a Nissan e que nada tem a ver com qualidade de produto. Agora, a coisa se manifesta na forma de mau atendimento, ainda que por ora só haja mesmo a reclamação contra a concessionária de Brasília. Há também o problema do preço alto das peças, que acaba por afugentar potenciais compradores (já se falou aqui em postagens anteriores que, por causa da similaridade plataformística, seria uma boa comprar as peças que a Livina divide com Sandero e Logan nas concessionárias Renault).
    Porém, como já disse aqui em outras ocasiões, a ausência de certas regulagens já arraigadas em outros carros acaba por gerar problemas na aceitação do veículo. Vi que o modelo 2010 já incorpora regulagem de altura do volante de série, mas ainda sonega outras regulagens, que existem no Note europeu, que nada mais é que uma Livina com mudanças em estamparia.

    ResponderExcluir
  10. Marcio,

    valeu pelo relato. Minha cunhada estava de olho em um Sandero Stepway e meu irmão a convenceu de olhar a Livina. Acabou comprando a Livina, que me parece mais interessante que o Sandero, ainda que não sejam concorrentes como proposta, mas concorrem no preço.

    Quanto às versões, no site ainda consta o SL, o S é que é novidade, pois na tabela dos 09/10 ele não aparece.

    Nas cidades maiores temos mais concessionários e a concorrência melhora o nível de atendimento. Em cidades onde só tem um às vezes o atendimento deixa a desejar, infelizmente.

    ResponderExcluir
  11. Em todo caso, uma notícia interessante a respeito da minivan da Nissan foi dada no mês passado: Livina e Note serão apenas um veículo na próxima geração (http://www.autoincar.com/confirmed-nissan-note-and-livina-be-combined-into-a-single-model-j02c-codename/). Sim, não mais teremos essa história de veículo projetado para países pobres, mas sim um único veículo que sirva bem qualquer país. Com isso, é de se imaginar que a Nissan irá economizar uma bela grana e poderá em um único veículo pôr equipamentos atualmente sonegados e que seriam simples de se instalar.

    ResponderExcluir
  12. Entao Alexandre, o S é 2010 mesmo, ele entrou no lugar do SL. SL agora só a Gran 1.8 ou a normal 1.6. 1.8 Aut só S mesmo.
    Sua cunhada fez uma otima compra entao. Eu recomendo o carro sim. Tirando os poucos barulhinhos q acredito serem faceis de se resolver, no mais o carro é show de bola.

    É verdade, em cidades menores fica-se a mercê da pouca oferta do mesmo produto. Mas se estiver prox de grandes centros, acho q vale uma pesquisada.

    Marcio

    ResponderExcluir
  13. Talles Wang24/08/10 09:00

    Ora, a resposta é simples...

    Se depenando os carros, ainda tem gente pagando caro por eles, pra quê investir para trazer outros modelos ou outras versões?

    Deixa do jeito que está...

    Agora, só não venham reclamar depois que os chineses dominarem o mercado...

    Talles

    ResponderExcluir
  14. O comentário acima já disse tudo!

    "... tem gente pagando caro por carros depenados, para que trazer outros modelos...?

    Primeiro vieram os japoneses, depois os coreanos. Só quero ver daqui uns 5 anos como estará o mercado brasileiro, depois que o chineses conseguirem provar que o produto e a assistência técnica são iguais ou melhores do que temos aqui atualmente.

    Depois as "grandes" que não reclamem...

    ResponderExcluir
  15. Talles Wang25/08/10 21:11

    É revoltante ou não é?...

    http://www2.uol.com.br/bestcars/un13/334-ford-fiesta-chile.htm

    Talles

    ResponderExcluir
  16. ALGUÉM JÁ REPAROU QUE ESSES CARROS NEM MARCADOR DE TEMPERATURA TEM?SÓ A LUZ DO ESADOF?

    ResponderExcluir
  17. Mario Morales.

    São Paulo, 30 de setembro de 2010.



    Sres.
    Nissan do Brasil.




    No dia 12/09/10 estive na concessionária Nissan Fuji Japan da Av. Prof. Luiz Ignácio de Anhaia Mello, 1655, Vila Prudente, São Paulo- S.P., fui muito bem atendido pelo vendedor, fiz um teste drive num veiculo Livina 1.6 SL, e decidimos adquiri-lo.O valor a vista ficou em R$ 50.300,00 pagos com cheques do Banco Santander pré datados para o dia 16/09/10 nº 988154 e nº 988155 no valor de R$ 660,00 para quitação de IPVA correspondente.
    No dia 14/09/10 fui surpreendido ao acessar minha conta bancária pela Internet que os cheques deixados em poder da Fuji Japan tinham sido depositados e minha conta corrente estava negativa em R$ 46.660,97 (não foi mais porque eu tinha saldo) imprimi os devidos comprovantes e me dirigi até a concessionária conversei com o vendedor e com o Supervisor, depois com o Gerente Vendas, que ficou incumbido em solucionar a questão.
    No dia 15/09/10 retornei a concessionária com todos os valores de Juros e IOF (R$ 683,30) que o Banco estava me cobrando pela falta de recursos para cobrir o saldo de minha conta corrente, entreguei em mãos cópias de extratos bancários e cheques ao Gerente Vendas e solicitei o cancelamento da compra.
    No dia 16/09/10 o Gerente Vendas, solicitou que no dia 17/09/10 levasse uma carta solicitando a devolução dos montantes, assim o fiz, mas quando o Gerente Vendas leu a carta não concordou com o teor dela e fez uma declaração para eu assinar, assim o fiz mas discordando verbalmente do teor da mesma no parágrafo “As despesas de R$ 683,00 cujo qual cliente quer o ressarcimento serão analisadas por cunho jurídico da empresa”, ora, eu não faltei ao combinado e em momento algum na declaração diz que houve um erro assumido pela concessionária, não esclarece que o negócio não foi adiante pela quebra de contrato por parte do representante da NISSAN.
    Eu simplesmente quero o que é de direito meu, não teria que pagar Juros nem IOF sem nada disso tivesse acontecido, tendo mais, não estou cobrando às perdas das aplicações que tiveram que ser resgatadas antecipadamente para cobrir a conta corrente.
    Fica o alerta a FUTUROS CONSUMIDORES NISSAN, sobre o desrespeito ao consumidor.

    ResponderExcluir
  18. Mário, vc está certíssimo em expor este assunto, e digo mais, deve colocar em todos os canais disponíveis na internet e jornais impressos (Folha, Estado, etc), pois só assim estas empresas começam a perceber o estrago que uma irresponsabilidade do concessionária e dos representantes pode fazer na imagem desta. Ainda mais quando ela não é líder de mercado e nem tem um produto campeão.

    Boa sorte na sua batalha pelos seus direitos!

    AB

    ResponderExcluir
  19. O carro oferece muito, excelente custo-benefício. Só é uma pena ler tantas reclamações sobre o controle de qualidade das Livinas fabricadas no Brasil bem como do pós venda e custo das revisões.

    ResponderExcluir
  20. Carlos Eduardo,

    Espero que veja esta mensagem, é que eu comprei uma livina na mesma concessionária e o vendedor me entregou o modelo S ao invés do SL. Preciso muito do documento (era um pdf, se me lembro bem) que a nissan circulou com os modelos, suas características e preços, durante a promoção realizada em agosto de 2010. Caso você (ou outra pessoa) tenha algo que me ajude a provar que fui estorquida, peço que me envie. Pode ficar tranquilo que não envolverei seu nome, apenas preciso do documento como prova. Meu email é: kathia53@gmail.com
    Obrigada.

    ResponderExcluir

Pedimos desculpas mas os comentários deste site estão desativados.
Por favor consulte www.autoentusiastas.com.br ou clique na aba contato da barra superior deste site.
Atenciosamente, Autoentusiastas.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.